História Digimon Universe- Um amor entre um garoto e uma garota - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Personagens Cherubimon, Gabumon, Gatomon (Tailmon), Personagens Originais, Veemon (V-mon), Wormmon
Visualizações 27
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Depois de Hajime ter falado sobre o Bootmon, uma garota acaba de chegar com seu Lopmon que foi até o esconderijo da amiga de Haru.
— Olá! — Cumprimentou a garota.
— Yumi, há quanto tempo! — Rei cumprimentou a jovem.
— Oi pra você também, Rei.
— Gente, essa é a minha amiga. — Informou o rapaz.
— Olá a todos. — A jovem falou ao ser apresentada.
Lopmon vai até os appmons.
— Prazer em conhecê-los. — Se apresentou o pequeno Digimon de grandes orelhas, com um largo sorriso.
— Prazer! — Todos os appmons sorriram de volta.
— Onde você esteve esse tempo todo, Yumi? - Rei quis saber.
— Eu estava trabalhando na L corp.
— L CORP? — Perguntaram todos em uníssono.
— Sim, por quê? — Questionou confusa.
— Porque, é do Leviathan! — Explicou Katsura.
— Ah, tá. — Sorriu sem jeito.
— Saia, da L Corp agora! — Ordenou o jovem Shinkai.
— O Leviathan me disse para ir pra cá pegar o Rei ou o Hajime. — A garota foi puxando um xros loader do bolso. — Lopmon chou shinka!
Lopmon chou shinka para... Cherubimon!
— Cherubimon, ataque o Rei! — A jovem ordenou para o Cherubimon Evil.
— Tá, bom! CHERUBI HAND! — Disse ele, atacando o Rei.
O rapaz cai, mas é segurado pelo Cherubimon que vai até a L Corp junto de Yumi.
— Leviathan, eu trouxe o Rei. — Yumi informou.
— Ótimo! Agora o traga até mim. — Sorriu com a notícia.
— Não! — Ela gritou, saindo de perto da L Corp e indo até a casa dela.
— Por que me salvou do Leviathan? — Perguntou Rei.
— Você é meu único amigo... E eu não vou te perder.
— Yumi...
Rei abraça  Yumi.
— Eu, gosto muito de você como amiga e namorada, claro. — Disse ele, fitando-a com um leve coro nas bochechas.
— Obrigada, Rei... — Com o seu comentário, ela chorou. Rei abraça Yumi novamente e a garota estranha o seu olhar pra ela. — Que foi?
— Nada. Você quer...?
— Se for namorar, sinto muito, mas não! – ela o corta com um enorme coro nas bochechas, e logo após, continua: – Não posso namorá-lo agora, mas posso namorar com você depois. — Explicou, chegando ao esconderijo dos amigos dele.
— Oi... Desculpe-me por agora — Yumi se desculpou com todos, se sentindo bastante arrependida pelo seu ato.
— Tudo bem... – Disseram todos os amigos do Rei.
— Agora, eu vou embora. — A jovem avisou, virando de costas pra eles.
— Por quê? —  Eri quis saber.
— Porque o Leviathan pode me pegar.
— Eu, vou te proteger! — Rei informou.
— Tá, bom, eu fico. — Disse Yumi, se sentando.
— Você é sempre assim? — Questionou Haru.
— Não. Na verdade, eu só sou legal com quem é legal comigo, exemplo o Rei.
Todos ouviram um som vindo do xros loader da Yumi e saiu de lá um Guilmon.
— Olá! — Cumprimentou o pequeno Digimon réptil.
— Quem é ele? — Perguntou o jovem Rei.
— Meu Guilmon. — Ela informou.
Guilmon se aproximou do rapaz.
— Você é o garoto que tem o appli driver, né?
— Como sabe?
— Porque o mestre Leviathan quer você!
— Mas, a Yumi disse que não tava com ele! — Disse Haru.
— Vocês foram enganados! — Yumi Gritou, pegando seu xros loader do bolso, mas é parada por Rei.
Sempre quando o mas tiver no meio ou final de frases, sempre deve ser adicionando uma vírgula antes.
— Não, faz isso, por favor, Yumi! — Katsura implorou.
—  Qual é o meu nome? — Perguntou entre as gargalhadas.
Os appmons vilões chegam.
— Yumi!— Disseram todos os appmons que antes eram vilões do passado.
— Peguem o Hajime! — Ela ordenou.
Os Appmons vilões pegam o Hajime e levam ele para dentro da L Corp. Yumi vai até o Rei e o pega também.
— Não, faz isso, por favor! — Rei voltou a implorar.
— Tá, bom, tem um plano pra salvar seu irmão?
— Tenho!
***
Eles conseguiram salvar o Hajime e depois foram para o esconderijo.
— Eu não posso ficar aqui... — Disse Yumi.
— Isso tudo é por causa do Leviathan, é? — Haru quis saber.
— Sim, não quero que achem seu esconderijo.
— Se ele achar, a gente acaba com ele!
— Tá...
— Já tá tarde, vamos dormir? —  Haru bocejou um pouco.
— Sim! – Disseram todos, indo até suas casas, menos Rei, Yumi e Hajime.
— Você, quer ir para a minha casa? —  Rei indagou, fitando a garota.
— Sim. — aceitou a proposta do rapaz.
— Então vamos!
Os três foram para a casa dele e dormiram lá.
***

Yumi acorda primeiro e depois sai para a L Corp.
— Leviathan... — Ela chamou o outro com receio.
— Estou aqui, o que foi? — Questionou, aparecendo um L no computador.
— Não, quero ser sua aprendiz, nem nada mais. Pode tirar meu Lopmon. — Mandou com uma leve tristeza no tom de voz.
— Está bem. — Concordou, tirando o Lopmon dela e dando uma Mienumon.
O xros loader de Yumi começa a brilhar e vira um appli driver duo.
— Guilmon? — Ela o chamou.
— Estou aqui! — Disse ele, aparecendo.
Yumi vai embora com seu Guilmon e appli driver e vai até um AR FIELD.
— Aqui, é melhor... — Afirmou com algumas lágrimas escorrendo de seus olhos.
Rei, que estava por perto, vai até ela e a abraça.
— Não, chora, princesa.
— Tudo bem...
Yumi e Rei vão até o esconderijo do Haru.
— Oi, gente. — Disse ela, se sentando.
De repente as luzes se apagam e aparecem todos os appmons do mal.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...