História Dilemmas loves - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Kibahina, Narusaku, Nejiten, Saino, Sasuhina, Sasusaku, Shikatema (maygaa)
Exibições 48
Palavras 2.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gentemmmmm! Voltei. Poxa eu me esforcei muito pra terminar esse capítulo afinal eu tive que reescreve-los milhares de vezes nos últimos dois meses... E peço perdão por demorar pra fazer isso.

Enfim vou deixar vocês verem.
Boa Leitura

Capítulo 13 - Capítulo XIII


Fanfic / Fanfiction Dilemmas loves - Capítulo 13 - Capítulo XIII

Dilemmas loves

Konoha - 13:05

Naruto On

Olho ao redor e dou meu vigésimo nono suspiro, minhas mãos, pés e todo o resto congelou. Trigésimo. Trigésimo primeiro. Trigésimo segundo. Dou um basta nos suspiros. Dou uma última olhada para trás. E para enrolar mais um pouco, dou uma última balançada no velho balanço. Mil e uma perguntas sem resposta. E uma certeza.

-Sakura-chan eu te amo. Mas eu preciso da minha vida. Eu preciso de alguém que esteja comigo 100%. -Dou minha última volta pelas memórias que me fizeram amar ela, seus sorrisos, sua persistência, sua feição quando eu fazia algo idiota, seus risos que ao passar dos anos se tornaram frequentes ao meu lado.

-Você não deveria desistir dela. -Olho para cima e encontro dois olhos azuis cinzentos me encarando.

-Pra tudo tem uma primeira vez. -Ela sorri, e anda em direção a um café.

-Tá esperando o quê? Um convite? -Me levanto e vou atrás dela. Entramos e ela se senta numa mesa afastada. Logo uma atendente vem até nós.

-May sua sumida onde tu se met... Hokage-sama? Perdão... O que vocês desejam? -Algo que eu descobri odiar... As pessoas não me vêem como um ser igual a eles mas como algo máximo.

-Não precisa disso Shia! Esse é Uzumaki Naruto não Kami. Mas voltando, dois chocolates quentes e uma fornada de pães de queijo. -Arqueio uma sobrancelha.

-O que foi? -Dou um leve riso.

-Esse jeito melancólico, meio louco de se comportar você age com tanta espontaneidade. -Ela se afoga no sofá que estamos... E suspira.

-Você não deveria desistir dela. -Eu me fixo nela... E por alguns segundos me perguntei quem seria aquela mulher a minha frente... Ela tem tudo pra ser uma ninja... Mas sempre vejo em seus olhos uma dor escondida... como a minha.

-Quem é você? De verdade. -Ficamos em silêncio... Até que ouço algo inesperando sair de sua boca.

-Sou uma garota que perdeu muito... Uma garota que teve ódio nos momentos que deveriam ser de alegria... Uma garota que se apaixonou... Uma garota que vingou sua família... Uma garota que nunca vai ser quem era... Eu sou Mayure Mishimoto. E você quem é? -Estava um pouco surpreso com tantas afirmações. Mas em poucos segundos me prendo em seus olhos verdes... Verdes? Antes mesmo de eu me fazer mais alguma pergunta meus lábios se movem.

-Eu era um garoto que não conheceu sua história... Um garoto que todos odiavam... Um garoto que sempre amou uma garota... Um garoto que amadureceu... Mas que sempre amou a mesma garota... Que lutou pra ser aceito... Que sonhava e chorava as noites por não ter tido pais, para o ensinarem a ser alguém...

Um garoto que sempre lutou. -Pisco os olhos e vejo Mayure comendo e tomando chocolate quente.

-Sempre lutou. -Ela repete e eu olho para a janela... A neve caia vagarosamente... E de repente uma lembrança vem a minha mente como um flash.

-Ei fracassado! -Olho ao redor e estou na praça... De Konoha... Só que isso se parece muito familiar...

-Baka. -Olho um lugar e vejo uma rodinha de garotos de no máximo 09 anos... Me aproximo e fico paralisado... No meio da rodinha havia um garotinho loiro com marquinhas nas bochechas... Era eu.

-Monstro. -Direciono meu olhar para o garoto que havia falado. Cabelos cinzas, olhos castanhos... Suro.

-Dobe. -Com tantas ofensas... O meu eu pequeno, se encolhia... Mas de alguma forma eu sentia que algo em breve mudaria... Eu via uma cabeleira rosa vindo nessa direção.

-Parem com isso! -Em poucos instantes eu percebo quem era a menina e sorrio... Sakura-chan.

-Por quê? Ele é um monstro. -Ela me encarou ( ou seja eu pequeno ), e sorriu.

-Você que é um monstro! Ele não fez nada contra vocês! Saiam! Ou eu bato em vocês. -Em segundos só havia eu e ela.

-Arigato. -Eu e ele agradecemos em uníssono. Ela sorri e me dá um beijo.

-Haruno Sakura. -Eu pequeno levanta a cabeça e encara a Sakura-chan.

-Uzumaki Naruto.

-Não se importe com eles! São só crianças... Quer dizer nós somos o futuro... Eles são o futuro passado... Nunca desista... Naruto. -E com isso ela sai correndo.

-Arigato Sakura-chan. -Não sei distinguir quem disse mas isso já não importa.

Abro os olhos lentamente. Mayure me observa. Tento entender o que houve.

-Como você fez isso? -Ela sorri e passa para mim um chocolate quentes e um pote de pão de queijo.

-Eu só resgatei uma lembrança central... Vocês foram crianças adoráveis... Sakura na época tinha uma coragem admirável, pena que o tempo apagou isso... Ou parte... Nunca desista, Naruto. -Eu a encaro.

-Quem é você? -Ela suspira.

-Mayure Masuyo. -Arregalo os olhos... O clã Masuyo... O clã criador e dominador de chacra.

-Mas ele não existe mais. -Ela ri, e bebe seu último gole de chocolate quente.

-Pois é... O clã foi morto... Mas eu fiquei... A última com sangue Masuyo, mas não se preocupe... Eu me aposentei. Só que esse foi um truque que eu tive que usar. Entenda... Amores como o de vocês dois são tão raros... Que chega ser um absurdo vocês desistirem dele. -Eu tento entender o quê ela tinha haver com isso.

-Eu sou uma especialista amorosa... Alguém que ajuda pessoas que se amam a ficar juntos... E vou te contar algo muito sigiloso... VOCÊS SE AMAM. -Ela grita no meu ouvido. Um zumbido insistente acaba virando um eco para suas palavras.

-Eles vão se casar. O Sasuke já preparou tudo... Em duas semanas eles estarão felizes. -Ela acaba caindo numa bruta risada. Acabo me contagiando na sua risada... E depois de longos cinco minutos as risadas cesam.

-Você é muito doido pra achar que eles seriam felizes. -Eu a encaro, levo alguns segundos pra entender o que quer dizer com isso.

-Você acha que eles não se amam? -Ela revira os olhos.

-Jura? Você ainda não entendeu? Quantos anos você tem? -Eu a encaro. Sua pele era quase bronzeada... E os olhos tinham uma essência de maldade... mas de algum modo tinha ainda pureza... Ou seja coisa da minha cabeça.

-24, eu tenho 24. -Ela sorri e estende sua mão.

-22 de muita maluquice. -Dou um leve sorriso.

-Uchiha Sasuke não ama a sua garota! Agora se você quiser saber de verdade... Encontre ela e pergunte. -Eu a observo, e tento ver algo que não estivesse tão longe...

-Se você é uma Masuyo como ainda não tive consciência disso? -Ela suspira.

-Porque eu estou noiva do Kazekage... E antes era psicóloga dele... Esse tipo de coisa acaba sendo sigiloso. -Eu abro a boca algumas dezenas de vezes. Mas continuo mudo.

-As vezes eu acordo de amanhã, claro quando não encho a cara, e choro, igual à um filhote... Isso as vezes pode parecer bem ridículo mais de alguma forma eu me sinto bem... -Eu suspiro, e tento entender o que realmente estamos falando.

-Aonde você quer chegar? -Ela abre um sorriso curto.

-Aonde você nunca teve coragem de ir... O ser humano é puro egoísmo... Mas de alguma forma você se manteve integro... Você merece pelo menos uma vez ser feliz, nem se pra isso eu tenha que te mandar fazer. -Ela balança a cabeça, e num minuto seguinte eu estou pulando de telhado em telhado... Anh? Balanço a cabeça e volto a realidade.

-Por bem ou por mal? -Atacar ou fazer o que me fará feliz? Respiro fundo e antes que eu decida ela se levanta... E eu encaro a imensidão branca da janela.

-Ei, o que você está esperando? Vai atrás dela. Mas quando chegar lá entrega isso para ela. -Eu sorrio e pego a caixinha, tomo minha decisão e pego um pedaço de pergaminho e uma caneta e faço um pequeno recado para Hinata.

-Você pode entregar para mim? -Ela pega o pergaminho e some... Me levanto e começo a correr por entre as ruas cheias de gelo e lama... Até encontrar a casa de fachada branca com uma enorme cerejeira plantada, pulo para a varanda de seu quarto. E vejo a pior das visões.

-Eu... -Ele retira de seu palitó uma caixinha que dias antes vislumbrei sendo de Mikoto Uchiha, sua mãe... Ele vai pedir ela em casamento, mas antes de qualquer coisa vejo Sakura me olhar por cima do ombro dele.

-Naruto? -Eu a olho e sorrio, me esforçando pra parecer verdadeiro, ele se vira e me olha. Não me rebaixo diante de seu olhar.

-O que faz aqui? -Ele direciona sua fala sem emoção para mim, e eu simplesmente sorrio verdadeiramente em pensar no que farei.

-Recuperar algo a muito tempo é minha. -Ele me olha atônito, e vejo que confundi o grande Sasuke. Ou parte disso.

-Sasuke depois você fala, sim? -Ele balança a cabeça positivamente e saí... Logo a Sakura-chan está a minha frente.

-Baka o que faz aqui? Deveria estar se preparando pro casamento... -Ela fala desenfreadamente e eu a Interrompo.

-Sakura-chan eu quero te perguntar algo. –Eu começo a suar e sinceramente não sei muito bem o que dizer... Sakura-chan eu te amo... Koishiteru... Aishiteru... Como eu pude pensar em fazer isso?

-Onde você estava pra estar com essa lama toda no sapato? -Eu a olho e depois ao meus pés, dou um sorriso breve e tomo coragem... E parece que com isso tem o pacote nervosismo. Ele me olha confiante e nervoso... Eu seguro seus braços.

-Naruto você está bem? -Eu aceno positivamente, ela me olha preocupada. E eu sinto o oxigênio aos poucos sumir... Qual é? Eu sou o Hokage! Enfrentei mil e um inimigos e ainda ganhei outros vários... E agora fraquejo?!

-V-você me... me a-ama? -Ela arregala os olhos e vejo seu rosto ganhar um tom mais avermelhado. Respiro mais tranquilo em saber que meio que seja bobagem da minha cabeça eu a surpreendo e a deixo envergonhada.

-C-como a-ass-sim? -Eu suspiro em nervoso em saber que terei que me abrir por completo.

-E-eu n-não con-nsigo p-parar d-de ga-aguejar... -Eu respiro e olho para todos os lados a procura de algo que me acalme, e em segundos percebo que só algo me acalmaria ela, uma total maluquice mas ela é minha loucura e sanidade, me viro para ela e olho no fundo de seus olhos esmeraldas.

-Você me ama? -Solto a pergunta que tira meu sono... E espero sua resposta.

-Claro... Você é meu amigo. -Eu bufo exagerado, e ouço o barulho da porta batendo... Olho para baixo e vejo o Teme sair... Ele provavelmente deve ter ouvido, talvez tenha que cumprir mais uma daquelas promessas a Sakura-chan para traze-lo de volta... Eu não aguentaria fazer isso novamente, se tiver que fazer tenho que ter certeza dos sentimentos dela.

-Sakura-chan eu não sou, e nunca serei seu amigo... Porque eu te amo, como... Como mulher, amante e esposa ... Eu Amo Você, e eu quero saber se você me ama como eu te amo. -Ela me olha atordoada.

-Naruto hoje é o seu casamento. -Eu reviro meus olhos, pego sua mão e coloco em meu peito.

-Você está sentindo? Toda vez que eu fico perto de você o meu coração acelera... Eu fico sem ar... Eu começo a tremer e gaguejar... Eu fico assim desde que éramos crianças... Desde que te vi pela primeira vez... Eu sou completamente apaixonado por você... Você não vê? Eu nunca senti nada pela Hinata... E esse casamento não vai acontecer de qualquer maneira. -Ela se senta em sua cama e decido fazer o mesmo... Me inquieto em sua quietude... É essa falta de resposta, responde com excelência o que sente, me levanto e caminho passos pesados para sair do momento mais doloroso da minha vida. Ela se remexe e por um segundo reluto para sair, até que ouço sua voz e torço o olhar para ela.

-Eu Te Amo Naruto...-Eu me viro em me chocar com esse sussurro.

-Desde que te vi empenhado em trazer o Sasuke pra me fazer sorrir, desde que você se tornou meu ombro pra chorar, desde que você me protege... Eu não te amo como amiga... Mas você merece alguém melhor que eu. -Eu torço para isso não ser um maldito sonho, eu ando em passos carregados de alegria e fico em sua frente.

-Não existe ninguém melhor que você, porque não existe ninguém que possa tirar você do meu coração... -Ela me beija e eu a puxo... Eu conduzo o beijo com a maior delicadeza possível... Quer dizer tentei.

-Mas e a Hinata e o Sasuke? -Ela pergunta, meio sem fôlego depois que nos separamos.

-Eles vão fazer um alvoroço... Mas seguirão em frente... Eu não posso mais viver sem você. -Eu não resisto e lhes puxo para mais um beijo.

-Naruto? -Ouço a voz da Hinata e nos separamos automáticamente... Quando a vejo me dá um arrependimento, mas logo vejo que mesmo se eu quizesse muito não conseguiria ama-lá e ela precisa de alguém que a ame e não a use para esquecer alguém.

-Hinata? Nós precisamos conversar. -Falo sem pensar e ela ativa o byagugan.

-Conversar? Você está falando sério? A meia hora atrás eu estava igual boba pensando o quanto eu estava feliz em me casar com o homem que SEMPRE amei... Até eu saber pela vaca da Mayure que você tinha desistido do nosso casamento... Eu corri por toda cidade atrás de você... Até me tocar que essa Vaca tinha algo haver com isso... Eu venho até aqui e vejo o meu noivo e essa... -Dou um passo para trás quando ela é puxada por "alguém".

-Desculpe eu a procurei por todo canto. -Sorrio quando vejo Mayure, pelo jeito Hinata deve ter pirado quando leu o recado.

-Dr. Mayure... Como... Porque está aqui? -Sakura-chan deve estar bem confusa...

-Se lembra que eu disse que era especialista amorosa?

-Me contrataram para unir um amor complicado... Com noivas piradas, caras revoltados e umas pessoas que não entendem nada sobre a mente feminina.

-Quer dizer que...

-Eu fui contratada pra unir Haruno Sakura e Uzumaki Naruto.

-Quem te contratou?

-Isso é sigiloso... E não é importante... Temos muito trabalho agora.

-Como assim?

-Pra que isso?

-Ué você vai se casar. -Sinto alguém me observando e logo entendo o por quê.

-É mesmo... Quase esqueci. -Eu vasculho os bolsos e acho a caixinha que a Mayure me deu e torço para ser o que estou pensando. Me ajoelho... E torço e rezo baixinho pra a resposta ser um SIM.

-Haruno Sakura aceita se casar comigo? -Ela balança a cabeça em confusão... E eu me desespero.

-Não é meio cedo? -Eu me levanto. E já penso num jeito de convence-lá.

-Eu te espero a muito, muito tempo. E vou te esperar pra sempre, mas se fosse hoje, eu prometo que te namorarei pra sempre... Já que iremos pular essa fase... Que tal torna-lá eterna? -Eu puxo o ar para deixa-lo armazenado por essa mini eternidade.

-Eu aceito. -Eu abro um sorriso e coloco o anel... E a beijo.

Uma hora depoiå1s...

TAN TANTANTAN TANANAN -- (Eu sei horrível.)

Eu sorrio em ver finalmente minha flor de cerejeira vindo em minha direção... Quer dizer correndo.

-Uzumaki Naruto aceita Haruno Sakura para amar, respeitar...

     -Aceito.

     -Haruno Sakura aceita Uzumaki Naruto para amar, respeitar...

      -Aceito.

Algum tempo depois...

-Pode beijar a noiva. -E nos beijamos. Calmamente e com um pouco de ternura... Mais ainda sim... Eu sentia como se fosse o melhor beijo de todos.

Monday left me broken

Tuesday I was through with hoping

Wednesday my empty arms were open

Thursday waiting for love, waiting for love

Thank the stars it's Friday

I'm burning like a fire gone wild on Saturday

Guess I won't be coming to church on Sunday

I'll be waiting for love, waiting for love

To come around

Waiting for Love - Avicii


Notas Finais


Gente eu sei que não ficou grande coisa, mas foi o que eu consegui fazer depois de um grande bloqueio criativo.

Se vocês gostaram dão um favorito... E deixem um comentário.

A claro eu já ia esquecendo o Especial de Ano Novo está quase pronto depois de amanhã estará aqui.

E eu sei que vai ser bem atrasado mas... Feliz Natal para vocês.

Beijos 💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...