História Dimple - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Visualizações 9
Palavras 1.449
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ps: Esse é meu primeiro imagine.

Espero que gostem, eu pretendo fazer outros imagines desse tipo com os outros membros.

Capítulo 1 - Dimple


Fanfic / Fanfiction Dimple - Capítulo 1 - Dimple


Eu estava deitada no sofá chorando por causa dos comentários de algumas fãns.

Á pouco tempo eu e Taehyung anunciamos nosso relacionamento, dês então venho recebido comentários maldosos de algumas fãns.

Eu não ligava muito, mas alguns comentários me fizeram pensar se eu era boa o suficiente par o Tae.

Estava no sofá, com a cara enfiada nos travesseiros, quando ouvi o som da porta ser aberta, mesmo sem olhar sabia que era o Tae; estava no horário dele chegar.

Tae- o que houve pequena? -disse colocando sua mão na minha costas


-eu me virei de frente para ele- não foi nada de importante -digo limpando as lágrimas -


Tae- se não fosse importante você não estaria chorando -disse levantando minhas pernas e se sentando no sofá as colocando em cima de seu colo -


- foi só alguns comentários maldosos....Tae as fãns estão certas.... -me sentei no sofá- tem tantas outras garotas perfeitas....


Tae- ei, ei, ei -me interrompeu- eu não quero uma garota perfeita...eu quero você -ele se aproximou e me beijou, foi um beijo doce e calmo- eu te amo -sorri- há -Tae levou a mão ao coração e fez uma cara de dor se jogando no chão -


- o que foi? -disse me apoiando no sofá para o olhar no chão, sorri novamente, Tae fez uma cara camo se estivesse doendo mais -


Tae- suas covinhas são ilegais

Ele se levantou e me puxou até a cozinha.

Tae- tá com fome? -balancei a cabeça negando -


Tae- que tal um doce -balancei a cabeça confirmando-  vem cà -me aproximei dele, ele me pegou e me colocou em cima do balcão da cozinha


- porque minhas covinhas são ilegais? -perguntei bastante curiosa -


Tae- na verdade elas são perigosas....você é uma criminosa, uma illergirl


- o que isso significa?


Tae- ilegal garora = illergil


-gargalhei- eu gostei -Tae se virou para mim -


Tae- você é um anjo?


- o que?? Não


Tae- porquê você tem isso? -apontou para meu rosto - já sei é um erro de um anjo ou um beijo profundo


-ri- isso não faz sentido


Tae- à única explicação que achei -disse se virando para o fogão novamente- acabei

Tae tinha feito brigadeiro, ele colocou o brigadeiro no prato pegou 2 colher e enfiou no brigadeiro.

Ele caminhou até mim me deu um selinho e me desceu do balcão, ele pegou na minha mãe e pegou o prato, fomos para a sala.

Tae pos o prato em cima da mesinha de centro e ligou a televisão e colocou em um filme no qual eu não prestei atenção para saber qual era.

Tae colocou algumas almofadas no encosto e se encostou abrindo as pernas, eu me sentei no meio delas e me encostei em seu peito.

Eu peguei o brigadeiro em cima da mesinha de centro e me encostei novamente em seu peito.

Tae- não gosto de ver você chorar, porquê eu amo suas covinhas....quando você sorri eu fico tonto... -sorri -

* 2 semanas depois*

Tae- (S/N) -gritou-


- o que foi? -disse enquanto terminava de descer a escada


Tae- escrevi uma música para você


- sério? -disse me sentando no sofá


Tae- sério, eu não sei se vou mostra os meninos mas quero que você escute


- está bem

Tae pegou o violão e sentou no sofá de frente para mim e começou a cantar.

*Você as enconde tão bem, mas aparece


quando você sorri.

De onde elas vêm?*

A voz de Tae era grossa mas calma, era algo bom de se ouvir.

*Não minta, você é um anjo. O que vc é?*

Só o Tae mesmo para pensar que eu era um anjo, são apenas covinhas.

*Mas você....


Aquele sorrisso é tão cruel (cruel)


Eu não devia ter visto suas bochechas


Você....


Na verdade, o que é mais perigoso só você tem*

Sorri e corei.

*Essas covinhas são ilegais, não, são perigosas, oh sim


Então eu te chamo de garota illergil, sua existência é criminosa


Foi só um erro de um anjo, ou um beijo profundo?


Essas covinhas são ilegais


Mas eu as quero mesmo assim, mesmo assim, mesmo assim*

Ele sorriu e mostrou o sorrisso quadrado que eu amo tanto. Ele usu o termo que inventou para mim, no qual eu gostei muito; acho que a personalidade do Tae é ter bastante confiança, ele realmente cismou com anjos.

*Porque eu não as tenho, porquê só você as têm, é que é tão difícil


Eu quero morrer nelas, eu quero mergulhar nelas, você é meu lago


Porque você....


Quando você sorri, eu fico tonto


Verdade....


Você vai por favor ser cuidadosa*

Sorri, eu realmente estou feliz, Tae não compõe músicas, ele fez uma e ela é para mim. O son era bom de se ouvir, era um ritimo animada mas não tanto.

*Mas você....


Na verdade o que é realmente perigoso, só você as têm


Essas covinhas são ilegais, não, são perigosas, oh sim


Então eu te chamo de garota illergil, sua existência é criminosa


Foi só um erro de um anjo, ou um beijo profundo?


Essas covinhas são ilegais


Mas eu as amo mesmo assim, mesmo assim, mesmo assim*

Eu tenho sorte, de todas as garotas do mundo ele me escolheu, Tae é o melhor namorado do mundo inteiro, eu o amo tanto.

*Toda vez que eu as vejo, meu coração se torna perigoso


Toda vez que as vejo, se torna mais perigoso


Oh baby, não, hey (2x)


É muito perigoso estar nesse mundo*

Sorri, agora eu entendi porque Tae não gosta que fico rindo para outros rapazes. Meu ciumentinho.

*

Essas covinhas são ilegais, não, são perigosas, oh sim


Então eu te chamo de garota illergil, sua existência é criminosa


Foi só um erro de um anjo, ou um beijo profundo?


Essas covinhas são ilegais


Mas eu as quero mesmo assim, mesmo assim, mesmo assim


Ilegal (2x)


Mas eu as quero mesmo assim, mesmo assim, mesmo assim*

Ele finalizou a música, eu adorei a música.

Tae- então???


- eu amei, ela é linda


Tae- que bom que gostou, demorei um tempo, mas valeu o esforço


- eu te amo -pulei em seu colo e o bejei

* 2 ano depois *

Tae e eu estamos completando 3 anos juntos, queria passar o tempo agarradinha a ele mas ele tem que fazer um show.

Para não ficar sozinha em casa no dia do nosso aniversário de namoro ele resolveu me levar no show.

O show estava incrível como sempre, os meninos arrasaram, estavam maravilhosos.

O show já estava perto do fim, os meninos estavam conversando com as fãns quando Nan começou a falar algo que realmente me interessou.

Nan- hoje é um dia muito especial para o nosso amigo Tae, ele quer fazer algo muito especial. Então Tae pode começar


Tae- bom quem sabe, hoje eu estou comemorando 3 anos de namoro com a (sn) e por conta do show eu não pude fazer nada de especial....então eu queria chama- la ao palco.. -as fãns gritaram -

Meu DEUS meu coração vai sair para fora. O que o Tae está aprontando?

Uma moça me puxou pelo braço e me levou até as escadas que davam para o palco.

Eu estava nervosa, subi as escada tremendo e quabdo pisei no palco as fãns gritaram.

Eu andei até onde Tae estava.

Tae- amor já que não consegui fazer nada muito especial resolvi fazer aquilo

Ele me virou de costas para a plateia e no telão começou a passar fotos nossas juntas, enquanto as fotos passavam tocavam Dimple a minha música.

Durante o vídeo haviam frases e declarações montadas por Tae, eu já estava chorando muito; no final do video apereceu a seguinte frase: "(Sn) eu queria saber....." , eu me virei para o Tae que se ajoelhou.

Eu levei minhas mãos a minha boca, Tae sorriu, ele enfiou a mão no bolso e tirou uma caixinha de veludo preto. Ele abriu e havia 2 alianças lindas.

Tae- se você quer casar comigo?

Um silêncio reinou no local, eu não podia acreditar, estava tremendo muito.

Balancei a cabeça afirmando, Nan veio até mim e me entregou o microfone.

- sim -respondi

Tae sorriu aliviado, as fãns gritaram muito, Tae levantou pegou a aliança menor e pegou na minha mão, ele sorriu ao perceber que eu estava tremendo muito; ele colocou a aliança se aproximou e me beijou. Tae me pegou no colo me girando no ar, as fãns foram a locura.

Os meninos encerraram o show e saímos do palco.

No camarin os meninos me deram parabéns, eles logo saíram deixando eu e Tae juntos no camarin.

Me aproximei do Tae.

- eu sou a pessoa mais feliz nesse mundo❤



Fim!!!






Notas Finais


Espero que tenham gostado😘
Descupelm os erros...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...