História Dirty Little Secrets of Asgard - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Nórdica, Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Frigga, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Jane Foster, Loki, Natasha Romanoff, Nick Fury, Odin, Phillip Coulson, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Avengers, Loki, Ragnarok, Thor, Thorki, Vingadores
Visualizações 72
Palavras 1.662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Eu não ia postar isso hoje, mas como é feriado, eu decidir ser good para papai noel me dar presente no natal. Enjoy

Capítulo 6 - Para que eu possa ajudar


-Pai! - Thor gritou e Odin o olhou com raiva.

-Seu tolo. - Odin cumprimentou o filho, ignorando Loki que parecia suportar o peso do mundo em seus ombros, vendo Sleipnir relinchar e se contorcer no chão

Thor tentou dar um passo a frente, porém Odin moveu seu cetro mais rápido e encostou a faca na ponta na barriga de Loki, fazendo Thor recuar com a ameaça muda.

-O que você pretende fazer? - O deus loiro perguntou.

-Leva-lo a Asgard. Alimenta-lo com ambrosia e néctar, para fazer a criança se desenvolver mais rápido. E matar ou banir dependendo do que isso for. Não podemos arrancar dele, pois posso precisar que ele crie mais coisas para mim.- Odin rosnou, se referindo a Sleipnir.

-É o meu filho! - Thor gritou em fúria, porém o olhar. - Eu o fiz. - Thor bateu no próprio peito com orgulho e Tony engoliu as piadas que tinha a fazer.

-É um monstro! - Odin gritou com fúria e Sleipnir guinchou de dor. - Loki é um monstro. Não só pela genética mas pelo caráter! - Loki olhou para seus próprios pés como se estivesse com vergonha.

-Loki mudou! - Wanda se meteu. - Ele é bom.  - Ela atraiu a atenção de Odin para si e Visão.

-Mais filhos de Loki. - Ele pareceu pronto para exterminá-los com o olhar e Loki levantou os olhos arregalados e negou com a cabeça.

-O que? - Visão perguntou confuso.

-O cetro de Loki os criou. Logo como o objeto era inanimado.. - Ele deixou no ar e Tony se sentiu com vontade de vomitar. Ele e Loki tinham um filho então? Ele, Loki e Bruce. Já que a criação havia sido deles e a joia principal de Loki.

-Você não vai levar Loki .  - Thor protestou.

 -Heimda... - Odin chamou o guardião para levar Loki por Bifrost.

-Eu o desafio. - Thor encheu o peito e Loki gritou por trás da mordaça.

-Seu menino burro! - Odn estava pronto para aplicar um golpe na barriga de Loki, quando Thor arremessou Mjonlir, que se chocou contra o cetro do pai.

-O prêmio é Loki. Não Asgard. Pode manter a terra dourada para si, se desejar. Me bana permanentemente, eu não ligo. -Odin deu um sorriso amargo em resposta.

-Você não ligaria de nunca mais ver sua mãe? - O velho grisalho sorriu com certeza que de mudaria a marra de seu filho.

-Ela entenderia. Ela faria o mesmo pelo senhor. - Thor respondeu ríspido, assustando o velho e a Loki. Nem mesmo ele sabia se desistiria de Frigga por Thor.

-Não, não faria. - Odin resmungou.

-Então ela não o ama. - Thor declarou e encovou um raio, jogando na direção de Odin, fritando o velho e o jogando longe. - Starkson! Você é bom com fechaduras? Ajude Loki a sair daquelas coisas. - Tony quase protestou, dizendo um "você porque quebrar com o martelo", mas se calou. Se Thor não tinha ido fazer isso de primeira, ele deveria saber que mjolnir não quebraria as correntes.

Stark correu com hulkbuster até Loki e o cavalo e os viu protegidos por uma espécie de mágica dourada, um campo de força.

-Sexta-Feira, me ajude a calcular como podemos quebrar essa barreira. - Tony ordenou a sua inteligência artificial e muitas equações apareceram na tela de seu capacete.

Quando Odin se levantou, ele tentou argumentar, porém Thor se quer esperou que ele abrisse a boca e lhe atirou mjolnir bem no rosto, para barrar Heimdall, se fosse sua tentativa novamente.

Foi quando um outro portal se abriu e de lá Sif e os três guerreiros saíram, preparados para a guerra.

-Vocês não querem lutar comigo, amigos.- Thor pediu.

-Eu sou seu Rei! - Odin gritou, no chão. O lembrando de que uma punição simples poderia não ser o que ele tinha em mente para os desertores.

-Perdão, amigo. - Fandral disse e depois gritou partindo para cima do capitão américa.

Sif correu para Natasha que correu para a mulher, disposta a enfrenta-la sem armas, porém com ajuda de Wanda.

-Stark! - Clint gritou quando Volstagg correu para cima da armadura pesada e o conseguiu bater no chão.

Enquanto isso Sleipnir guinchava de dor, se contorcendo e Loki caiu de joelhos no chão, usando sua mágica para tentar apaziguar a dor que Odin infligia em seu filho, porém as algemas diminuiam muito seus poderes graças as runas que traziam consigo.

Visão e Thor partilhavam de mjolnir, tentando fazer Odin cair e desistir, mas o velho parecia preparado para a batalha.

-Loki é um monstro, não só por sua herança... - Loki se lembrou de ouvir o discurso do AllFather e se lembrou de algo de suas aulas de povos, clareando sua mente. - Jotuns não podem ser contidos por nenhuma forma de energia sólida ou Liquida, o frio de seus corpos congelaria isso e quebraria como uma casca de ovo. - Lembrou da voz de Frigga lendo o livro para si.

Talvez ela tivesse visto esta situação em seu tear e tenha lido de forma proposital para si.

Então Loki deixou sua pele Aesir cair e foi pintado de azul escuro, com as linhas de relevo surgindo em seu corpo, contando sua história. Seus olhos ficaram vermelhos sangue e em sua cabeça um par de chifres grande e orgulhoso, feito de osso tão branco que parecia ter sido mergulhado em tinta, surgiu em sua testa. Seu cabelo se ressecou com frio e ele pensou em Jotunheim, tentando invocar o frio que conhecia. Estava inverno, frio lá fora, ele devia conseguir!

Ninguém viu porque estavam lutando, Natasha estava na mira de Sif, caída no chão enquanto a guerreira apontada sua arma para si, Wanda estava zonza do raio de poder que Odin usou para bloquear seus poderes. Stark estava dando tudo de si para brigar com o amigo de Thor, porém o homem parecia feio de pedra.

Steve e Fandral brigavam furiosamente, porém Steve calculou um movimento certo e aproveitou os floreios exagerados de Fandral e deu-lhe uma escudada na cabeça.

Já Hogun tentava matar Hulk, que tentava esmagar o soldado rápido.

Ninguém viu, exceto Wanda, a bolha dourada se congelar aos poucos e ir rachando, como um ovo. Foi quando Odin apontou o cetro na cara de Thor e o mandou se render.

Então um grito horrendo foi ouvido de Volstagg, fazendo todos se virarem para ele. Seu braço queimado praticamente todo negro do gelo que ardia como mil estrelas.

Surgindo como fumaça, Loki aplicou um golpe digno de um ginástica, saltando e agarrando o pescoço de Sif, a queimando, girando-a por cima de si e a jogando no chão rosnando de dor.

-Loki.. - Natasha viu horrorizada a forma de trinta centímetros mais alto que um ser humano normal, que era Loki naquele momento.

-Desista, Loki. - Odin jogou o raio de poder no Jotun que desapareceu com um rombo no Seidr, aparecendo atrás de si, com o braço congelado em forma de uma estalactite afiada e perigosamente perto do pescoço de Odin.

Loki segurou o velho pela nuca, o queimando com a mão congelada, para cancelar seu feitiço sobre Sleipnir e Wanda e quaisquer que ele decidisse fazer.

-Você não vai machucar minhas crianças. Não mais. Nunca mais. - Então o virou para Thor e esperou seu marido dourado impor as condições sobre o pai de todos.

-Você vai se render. - Thor disse alto o suficiente para que Heimdall ouvisse. - Você vai reconhecer minhas crianças com Loki e assumir nosso casamento como legítimo.

-Nunca! - Odin gritou.

-Cuidado com suas palavras, velho. - Loki sussurrou perigosamente furioso, se seus olhos pudessem lacrimejar, ele estaria com os olhos cheios de lágrimas agora.

Ele poderia se vingar de seus três meninos, de Fenrir, Jormungand, Sleipnir, todos.

-Você ainda se recusa?! Você perdeu! Está acabado! - Thor o lembrou do óbvio.

-Eu não vou ser o assassino dos meus netos! - Odin gritou quando Loki o queimou ainda mais.

-Co-como assim? - Thor perguntou assustado.

-A primeira gravidez de Loki. Eu o mandei para um dos nove, por questão de diplomacia e matei as crianças, depois de chicotear Loki e o fazer passar vergonha em frente a toda Asgard. -Odin assumiu e Loki apertou mais forte a nuca dele, rosnando.

Para depois enfiar o braço que estava perto da garganta de Odin, através do peito do velho e corta-lo até o estômago, passando das costas para frente.

-LOKI! - Thor gritou assustado, vendo o gigante azul largar o pai de todos no chão. Ele não sangrava, pois o gelo cauterizara o corte, mais causara dor.

-Agora somos iguais, pai de todos. - Loki disse na língua Jotnar, que soava mais cm gelo sendo quebrado do que como palavras.

-Você assassino de seus netos. Trouxe isso sobre você. - Thor o gritou. - Você vai aceitar nossas crianças e liberta-las, é o mínimo que pode fazer. - Odin engasgou com dor. - Esse é o preço por meu perdão. Do contrário não serei mais um Odinson. Não serei herdeiro ao trono. Asgard cairá e haverá guerra e a culpa se cairá sobre você. Não pense que eu direi que por isso não ira para Valhalla, porque para lá já não vai mesmo. - Thor jogou mjolnir no chão, declarando suas palavras finais e gritou para o guardião, que levou Sif e os três guerreiros, Odin e Sleipnir com o brilho do arco íris.

Assim que eles sumiram de vista, os olhos de Loki rolaram para cima e ele caiu na neve, assumindo ainda sua cor azul.

-Loki! - Thor gritou correndo até o marido.

-O que houve com ele? - Wanda perguntou, correndo atrás de Thor.

 -A gravidez de Loki requer muito da mágica dele. - A voz de Frigga apareceu de trás de todos, mostrando a mãe de todos, vestindo suas mais puras túnicas douradas. - Levem-no para dentro para que eu possa ajudar, antes que ele perca a criança.


Notas Finais


LOKI É TOP VIADO!
Frigga melhor mãe.
Amor de mãe é uma coisa muito doida.
Opiniões? Comentários, críticas e favoritos são bem vindos.
Falta apenas um cap e o epilogo para terminarmos essa fic /cry
Mas quem for me seguir pra próximas fics de thorki, fiquem espertos, vai ter muuuuuita novidade por ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...