História Distance: 2054.6 km (Camren) - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Fifthharmony, Lesbicas, Norminah, Texting, Trolly, Vercy
Exibições 1.765
Palavras 1.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem resolveu aparecer \o/

Capítulo 52 - 50%


Fanfic / Fanfiction Distance: 2054.6 km (Camren) - Capítulo 52 - 50%

Depois do acontecido na sala, eu e Camila arrumamos a bagunça que havíamos feito e subimos para o seu quarto, tomamos banho e deitamos. Mas pelo jeito nenhuma de nós duas conseguia dormir, ja que ficamos deitadas uma de frente para a outra, apenas nos olhando.

- Lolo?

- Oi.

- Nós deveríamos... tentar de novo, sabe? - as bochechas dela ficaram vermelhinhas e eu ri, sabendo que as minhas poderiam estar ficando pior que as dela. - Não ria, namorada... - ela se aproximou de mim e me abraçou, escondendo o rosto no meu pescoço.

- Certo, vamos tentar - sussurrei beijando o topo da sua cabeça e senti uma mordida no pescoço. - Camz!

- Você vai prometer que se alguém bater nessa porta você não vai interromper nada para ir abrir, vai ignorar.

- E você tem que prometer o mesmo - Camila se levantou.

- Eu prometo - ela ergueu o dedo mindinho para mim e eu entrelacei o meu com o dela.

Idiota.

- Eu prometo.

A Camila foi até a porta e a trancou, depois voltou até a cama e ficou me olhando.

- Estou com vergonha - falou rindo e subiu na cama, se aproximando de mim.

Eu peguei sua mão entrelaçando nossos dedos e a fiz se sentar em meu colo. Mordi o lábio inferior, sentindo minhas bocechas esquentarem cada vez mais devido ao seu olhar sobre mim, segurei sua nuca e a puxei contra mim, colando nossos lábios.

Camila foi me empurrando e quando percebi eu ja estava deitada com ela sobre mim, seus lábios se movimentavam sobre os meus de forma intensa enquanto eu arranhava levemente sua nuca. Ela encerrou o beijo e sentou-se sobre minha cintura, começando a tirar sua blusa.

Eu quase babei quando sua blusa foi ao chão e eu foquei meus olhos em seu tronco, ainda coberto pelo sutiã preto. Ela voltou a me beijar e eu inverti nossas posições, ficando sobre ela. Ajeitei-me entre suas pernas e aprofundei o beijo, sentindo suas pernas abraçarem minha cintura.

- Eu realmente não sei o que fazer... - sussurrei encarando seus olhos castanhos e ela riu, tocando minha bochecha.

- Vou te ajudar, namorada - assenti. Camila começou a puxar minha blusa de moletom e eu ajudei ela a tirar. - Nossa...

Eu estava sem sutiã e sem blusa por baixo, então o que ela viu depois de tirar meu moletom foi meu tronco nu.

- Camz... - murmurei um quase gemido quando ela de repente trocou nossas posições e atacou meu pescoço, seus lábios foram descendo devagar e deixando alguns beijinhos pelo caminho até que chegaram ao meu seio.

- Existe forma melhor de te ajudar do que demonstrando em você mesma? - ela sorriu travessa e eu senti um incômodo em minha intimidade.

- O que você vai... - fui interrompida por sua língua passando pelo meu mamilo direito, meu corpo inteiro vibrou e minha respiração ficou descompassada igual as batidas do meu coração. Ela aumentou a intensidade de seus movimentos e deixou sua língua deslizar por aquele local, enquanto sua mão massageava meu seio esquerdo.

Um som acabou escapando por meus lábios e eu senti o sorriso de Camila contra minha pele. Ela repetiu tudo com ainda mais intensidade no meu seio esquerdo e então eu a obriguei a voltar a me beijar.

- Pronta para o próximo passo? - ela sussurrou olhando em meus olhos e eu neguei, vendo-a sorrir.

- Como você sabe tanto sobre isso?

- Internet, uma ex tarada e DJ - deu de ombros e voltou a me beijar.

- Ex tarada? - perguntei durante o beijo.

- Não vai querer conversa sobre isso logo agora, não é Lauren? - neguei e tive meu lábio inferior mordido.

Trocamos um beijo voraz e durante ele eu pude sentir a mãos da minha namorada passearem por meu corpo; seios, barriga, costelas, cintura, coxa... até que ela resolveu ousar mais e enfiou a mão dentro do meu short, mas logo tirou.

- Por quê?

- Espera - riu e me deu um selinho, antes de trilhar uma linha de beijos até minha barriga, um pouco abaixo do umbigo. Ela desabotoou meu short e me encarou, parecia pedir permissão, então eu apenas assenti e logo meu short e calcinha estavam no chão e eu estava nua diante da minha namorada que analisava todo o meu corpo com olhares... famintos? - Eu... nossa, minha namorada é tão linda.

- Para, Camz! Faz isso logo.

- Calma, amor... a pressa é a inimiga da perfeição.

- Amor?

- Shiu... - seus lábios me calaram rapidamente e ela se levantou, retirou o resto de suas roupas e eu quase infartei ao olhar seu corpo.

- Eu queria fazer isso - resmunguei e a Camila voltou a se deitar sobre mim, entre minhas pernas. Ela se moveu para me beijar e esse gesto fez sua intimidade se esfregar na minha, fazendo meu corpo entrar em combustão.

- O que você prefere? - ela se apoiou em suas mãos ao lado da minha cabeça para olhar em meus olhos e eu tirei algumas mechas de seu cabelo do seu lindo rosto levemente corado.

- Como assim?

- Quero que você se sinta o mais confortável possível, então... dedos - ela tocou meu lábio inferior com o indicador e em seguida me beijou. - Ou minha língua?

- Porra... - gemi e um sorriso satisfeito apareceu em seus lábios. - O que você achar melhor, Camzi - fechei meus olhos e senti sua boca em meu pescoço. - Por favor, não me...

- Tarde demais - sorriu divertida após tirar seu rosto do meu pescoço. - Vai ficar marcada.

- Idiota.

- Também amo você - sorri e ela voltou a beijar meu corpo, até chegar próximo a minha intimidade e então sem mais nem menos ela passou a língua la... fazendo meu corpo inteiro se arrepiar e esquentar mais ainda.

- Mas que...

- Não xinga - abri meus olhos e a encontrei me encarando. - Não fecha os olhos... - assenti um pouco desnorteada e tentei ficar com os olhos abertos, mas era um pouco impossível.

Suas mãos percorrendo minhas coxas, barriga e seios não estavam ajudando. Minhas costas se arqueavam levemente por causa de seus movimentos e eu ja sentia meu corpo suado. Desci minha minha mão direita até seu cabelo e segurei, incentivando-a sem saber direito a continuar com aquilo enquanto que com a esquerda eu apertava o lençol entre meus dedos.

Isso é surreal...

- Camila... - um gemido sôfrego saiu dos meus lábios no meio de tantos outros e minha namorada ergueu as sobrancelhas, sem parar o que fazia. - Por favor...

Eu escutei um gemido dela e segui meu olhar para seu braço direito, descendo até sua mão que se encontrava em sua intimidade.

- Lauren... - suas unhas da mão livre penetraram a pele da minha coxa e aquilo somado a cena dela se tocando enquanto me dava prazer foi o suficiente para que eu tivesse um quase infarto ou melhor... um orgasmo. Meu corpo relaxou sobre a cama e a Camila subiu me dando alguns beijos até chegar em meus lábios. - Tudo bem?

- Espera um pouco - respirei fundo tentando me recompor e a ouvi rir. - Tem certeza que é sua primeira vez? Por que isso foi...

- Sou boa em tudo que eu faço, namorada - mordeu meu queixo e deitou sobre mim. - Estou cansada...

- Você... - ela me olhou e assentiu. - Não quer que eu...

- Não precisa - me interrompeu. - Te dar prazer foi o suficiente para mim.

- Cadê a minha namorada fofa, gente?

- Amanhã ela volta pra você, agora eu vou dormir... - se aconchegou sobre mim e eu puxei o edredom para cobrir nós duas. - Dorme bem.

- Eu te amo, Camzi - sussurrei depois de um tempo e beijei sua cabeça, mas tudo que recebi em troca foi um ronco.


Notas Finais


Então... como ficou o capítulo? Ruim, certo? Kkkk

Mil desculpas pela demora, mesmo!! Vou tentar recompensar vocês esse final de semana.

Amo vocês♡♡♡♡

Comentem o que estão achando!!♡

Xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...