História Destiny? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Btsjikook
Exibições 75
Palavras 1.459
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Helloooooooou... voltei...
Demorei? Talvez, tinha mts coisas para fazer e estava sem tempo para postar o cap... mas oq importa é q eu voltei! Boa leitura!<3

Capítulo 11 - Onze



Pov.s JungKook

Eu saí daquele sofá a procura de V. Acho que eu deveria ter dito ao Jimin que eu voltaria logo, Ah não. Eu deixei ele sozinho no meio de três bêbados! Parabéns Jeon JungKook você é um idiota! Depois quando eu voltar vou me desculpar com ele.

Começei a acelerar o passo, meu coração batia muito rápido. Entrei no meio daquela multidão e começei a procurar por V, mas era impossivel tinha muita gente! Saí daquele tumulto e fui para o segundo andar daquela casa, talvez ele esteja lá.

Subi as escadas e não havia muitas pessoas ali, apenas algumas... a casa do V era muito grande não sei se vou acha-lo nessa bagunça.

Entrei em um corredor vazio, ele tinha três portas, duas logo no começo e uma no final. Abri as que estavam mais perto de mim e nada, V não estava lá.

Corri até a última porta e coloquei a mão na maçaneta para abri-la, mas antes ouvi alguns soluços vindo do quarto, era o V... ele estava realmente chorando...

Abri a porta e ele estava sentado no chão segurando suas pernas com a cabeça encostada na parede e chorando, chorando muito, percebi que sua camisa já estava completamente molhada por lágrimas.

Me aproximei dele e me abaixei.

-V? O que foi? O-o que aconteceu? -perguntei.

Ele não respondeu, apenas escondeu sua cabeça nas mãos e voltou a chorar.

-V...? -passei minha mão pelo seu rosto, mas ele logo deu um tapa na mesma.

-Vai embora! -ele disse entre soluços.

-V... o que foi? O que eu fiz? Porque você esta chorando?

-ME DEIXA! -ele gritou.

-V! Eu não vou embora até você falar! -digo aumentando o tom de voz.

Ele olhou para mim ainda com lágrimas nos olhos.

-VOCÊ QUER MESMO SABER O QUE FOI?! EU TE AMO JEON JUNGKOOK É ISSO! -ele disse se levantando e abrindo a porta do quarto.

Eu fui mais rápido e segurei seu pulso o fazendo entrar de novo no quarto.

-C-como assim? -eu não sabia o que dizer. Como assim ele... me ama?!

-EU TE AMO JUNGKOOK! EU SEMPRE TE AMEI! MAS VOCÊ NUNCA SE IMPORTOU! VOCÊ NUNCA QUIS SABER DE MIM! -ele chorava muito enquanto falava.

-...você me ama? -falo baixo. -Mas... quem disse que eu nunca me importei com você?!

-É A VERDADE! VOCÊ NUNCA SE IMPORTOU COMIGO! NUNCA LIGOU PARA OS MEUS SENTIMENTOS! -ele disse me fazendo ficar sem palavras. - VOCÊ ACHA MESMO QUE QUANDO EU DISSE "EU TE AMO" QUANDO NÓS ESTAVAMOS SOZINHOS ERA EM VÃO? ERA A VERDADE!

-Pq vc n me disse?

-PORQUE VOCÊ PARECIA NÃO SE IMPORTAR!

-Mas eu me importo com você!

-NÃO, VOCÊ NÃO SE IMPORTA! SE VOCÊ SE IMPORTASSE NÃO ME DEIXARIA SOFRER DESSE JEITO! VOCÊ ACHA QUE É FÁCIL FINGIR ESTAR BEM? ACHA QUE É FÁCIL DIZER "Ah, que bom." QUANDO VOCÊ APARECE COM UM FICANTE NOVO?! NÃO É FÁCIL JEON JUNGKOOK! -ele gritava sem se importar com quem nos ouviria.

Eu realmente não sabia o que dizer, estava estático apenas ouvindo tudo o que ele falava, fiquei muito triste com tudo aquilo, eu não sabia que ele me amava... se eu soubesse disso antes... teria sido diferente...

Percebi que ele estava abrindo novamente a porta para sair daquele quarto, sem pensar duas vezes fechei a porta e o coloquei de costas para ela, para que eu pudesse olhar em seus olhos.

Ele se assustou, tentou sair mais eu segurei seus braços.

-Me solta! -ele disse enquanto olhava para o chão.

Nossos rostos estavam mt próximos...

Eu conseguia sentir a respiração quente e ofegante que ele tinha. Ele não me olhava apenas fitava o chão enquanto mais algumas lágrimas caiam de seus olhos.

-V... 

Algo nele estava me deixando louco, não sabia o que era. Porque logo agora eu começei a sentir esse... sentimento estranho pelo V?!

-o que -não o deixei terminar a frase. Quebrei aquele espaço que havia entre nossos rostos e lábios e o beijei.

Ele ficou surpreso com a minha atitude, acho que até eu mesmo me assustei. Ele fechou os olhos lentamente e colocou a mão na minha nuca enquanto eu segurava sua cintura.

-Kook... -ele disse no meio do beijo, mas mesmo assim continuei a beija-lo.

Não sei porque, mas eu estava gostando daquilo.

A porta estava meio aberta então a fechei rapidamente e voltei ao que eu estava fazendo.

O levei até a cama jogando-o na mesma e ficando por cima. Ele sorriu e eu retribui o sorriso. Começei a tirar sua camisa e depositar alguns beijos em seu pescoço, logo senti sua mão por baixo de minha blusa, ele arranhava minhas costas bem de leve. Aquilo estava me deixando louco! Não conseguia mais me controlar, começei a despir-lo e em questão de minutos nós dois so estavamos de box.

Começei a masturba-lo devagar com uma de minhas mãos e via o mesmo gemer algumas vzs.

K-kookie..ah -V gemia meu nome aquilo so me deixava mais louco ainda. -vai mais r-rapido...

Eu apenas o obedeci, fui aumentando a velocidade, enquanto ele gemia alto.

Eu estava adorando aquilo, V conseguia me deixar muito excitado e ao mesmo tempo eu o desejava mais.

-k-kookie, a-cho que e-eu vou gozar... -ele disse em gemidos, como eu amo esse som.

-Tudo bem... -eu estava muito cansado e suado, V estava do mesmo jeito que eu.

Me deitei ao lado dele e o vi sorri.

Como eu amo esse sorriso!

Ele ainda estava ofegante mais mesmo assim sua face mantinha uma felicidade muito grande.

-Kookie... -ele sussurou em meu ouvido.

-Oi? -disse o encarando.

-E-eu te amo. -ele disse corado.

V, pode parecer um garoto com uma personalidade forte, ele pode ser rude e até muito mal educado e rebelde, mas na verdade ele e fofo, sensivel e muito lindo. Não sei como eu não me apaixonei por ele antes...

"Eu tbm gst de vc Jk..."

Aquela frase invadiu a minha cabeça... espera... Jimin! O que eu fiz? Porque eu fiz isso? Ele nunca mais vai olhar na minha cara! Pq eu tive q transar  com o V!!?! Puta merda.

Me levantei da cama e começei a me vestir eu tenho que falar com o Jimin!

-Kookie, aonde vai? -V me perguntou se sentando na cama e vestindo uma blusa bem comprida.

-Err... eu preciso ir... -disse tentando parecer com que seja o mais verdadeiro possivél.

-Não pode ficar aqui hoje? Você mora sozinho.

Eu n consigo mentir! Se eu ficar aqui... com certeza o Jimin vai ficar puto!

-Na verdade hoje eu... -pensa numa mentira! - Combinei de ir pra casa do Yoongi. -digo fingindo um sorriso.

-JungKook, ele ta bêbado. -ele diz desconfiado.

-Eu sei... por isso mesmo... eu tenho que levar ele pra casa.

-Hum... ta, ok então...

Vou até a porta e abro a mesma quando dou o primeiro passo para fora do quarto, V vai até mim e me puxa para um beijo.

-J-JungKook...? -ouço alguém dizer, espera... eu conheço essa voz.

-Jimin? -digo separando o beijo de V.

Jimin estava com algumas lágrimas nos olhos e me olhava triste. Ele se afastou de mim correndo.

-Jimin espera! -gritei, mas ele já tinha ido.

Eu pensei em ir atrás dele, mas V segurou o meu braço me impedindo.

-V, eu preciso ir atrás dele!

-Ah... então era por isso que vc queria ir embora?! -ele me soltou.- Vá em frente, vá falar com seu namoradindo Jeon JungKook... -a voz dele começou a ficar num tom mais triste.- so não me procure mais... -ele entrou no quarto e fechou a porta.

Caralho. Eu consegui fazer com que o Jimin e o V me odiassem... puta que pariu Jeon JungKook!

Desci as escadas daquela casa e vi o Hobi naquele mesmo sofá, agr já não havia muitas pessoas, mas o som ainda estava ligado.

-Hobi... -me aproximei dele.

-O que? -ele perguntou.

-Você viu o Jimin? -perguntei quase que desesperado.

-Ele saiu daqui chorando...

-Puta merda... -falei baixo.

-Jeon JungKook o que você fez pra ele? -ele perguntou se levantando.

-Err...

-FALA! -ele aumentou o tom de voz.

-Ele me viu beijar o V!

-Porra! Vc ta idiota moleque?! Esse garoto quando estava aqui so falava de você! E você o troca... pelo V?! -ele disse me encarando. -Bom, pelo menos foi so um beijo...

-Hobi... -disse abaixando a cabeça.

-Jeon JungKook... você não fez isso que eu to pensando ne?! -ele disse respirando fundo.

Fiz q sim com a cabeça.

-JUNGKOOK SEU FILHA DA PUTA!! IDIOTA. VC NÃO PENSA NÃO!? -ele gritou cmg.

-VOCÊ TA DEFENDENDO ELE? SENDO QUE ERA VOCÊ ME TODO DIA NO RECREIO BATIA, XINGAVA E ZUAVA O JIMIN?! QUEM E VOCÊ PARA FALAR ALGUMA COISA?! -sai dali e o deixei sem palavras.

Eu estou com muita raiva e estou muito triste. Eu consegui ser um grande filha da puta!!! Mais do que eu já sou!!! 

Quem o Hobi pensa que é para falar essas coisas? Se é ele que zoa e bate no Jimin. Ele não pode falar nada! 

Sai daquela casa indo em direção a do Jimin... eu ainda estou pensando em o que dizer, porque acho que um simples pedido de "desculpas" não vai dar certo.





Notas Finais


...cabou... #ÉAPrimeiraVezQueEuFaço"Lemon"Ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...