História Distracted Souls - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Romance, Suga
Exibições 208
Palavras 771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Saga
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem. boa leitura

Capítulo 1 - Prólogo.


                                                                                         [Park Hani on] 

O despertador tocou, meio sonolenta ainda, bati a mão nele para que ele parasse de fazer barulho. -Omo! Porque fui dormir tão tarde? -Resmungava pra mim mesma enquanto rolava pela cama.

                                                                                                        [...]

-Hani? Hani acorda! Vai se atrasar! -Minha mãe me chacoalhava na cama. 

-Huh? O que? -Acordei confusa.

-Foi dormir tarde novamente? Ande! Levanta! Está atrasada! -Olhei no relógio, eram 7:15. Desesperadamente, levantei, fui até o banheiro, escovei os dentes, sem sossego. 

-Aigo! Não vai dar tempo de tomar banho! -Peguei o antitranspirante e passei. -Acho que vai aguentar até eu voltar. -Saí do banheiro e fui colocar meu uniforme, assim que terminei, peguei minha bolsa e desci correndo as escadas, quando cheguei lá embaixo, minha mãe e meu pai estavam rindo de algo. -Do que vocês estão rindo? -Perguntei, parando no ultimo degrau.

-Adiantamos seu relógio querida, são apenas 6:25 agora. -Meu pai falou, segurando a risada. Direcionei o olhar pro relógio. 

-Porque vocês fazem isso comigo? -Reclamei, numa voz birrenta, batendo os pés com força no chão. 

-Não conseguimos nos segurar Hani, foi engraçado ver você correndo pela casa. -Minha mãe disse, tomando um pouco do café.

-Aish, tanto faz. Estou indo agora. Até mais tarde. -Me despedi e saí de casa, sem ânimo e sem pressa. Ao chegar na rua, vi meu vizinho, fechando o portão. -Meu Deus! -Encostei no meu portão, pra evitar que ele me visse. Fui até o pilar que tinha ali, e espiei ele sair. O mesmo olhou na minha direção, então voltei a me encostar no portão. -Essa foi quase. 

-Estou te vendo aí Park Hani. -Ao ouvir essa frase, engoli em seco, me surpreendendo. Devagar, saí do meu "esconderijo" de cabeça baixa. 

-...Annyeong Yoongi. -Sem levantar a cabeça, me aproximei e me curvei cumprimentando ele timidamente. Olhei pra cima para ver sua reação, o mesmo se encontrava com a sobrancelha direita arqueada, em seguida revirou os olhos e começou a andar no caminho contrário do meu. -Omo, nem pra ser educado e responder. -Murmurei pra mim mesmo. -Mauricinho metido. -O olhei com desprezo, em seguida, mostrei a língua, na mesma hora o mesmo olhou pra trás e eu tentei disfarçar. 

                                                                                                            [...]

Ao chegar no colégio, fui até o refeitório, pois sabia que Yerin estaria lá. Avistei ela numa mesa, conversando com um pessoal do 2° ano. Me aproximei. -Annyeong Yerin. Annyeong pessoal. -Me sentei. 

-Annyeong Hani. -Yerin me cumprimentou, sempre animada. -Hani, olha quem está ali. -Ela apontou e eu olhei. E lá estava, Xiumin. 

-Merda! Yerin me esconde! -Me escondi embaixo da mesa. 

-Acho que não vai dar não. -Ela falou. -Ele já te viu. -Sussurrou.

-Aigoooo! Porque eu? -Fiz voz de choro. 

-Ele está vindo. -Ela me deu um chute de leve. 

-Hani? -Pronto, minha vida estava acabada. -O que está fazendo aí? -Perguntou e eu voltei a me sentar na cadeira.

-É que... eu tinha perdido um brinco. -Inventei.

-Mas você nem está usando brincos. -Nem pra mentir eu sirvo. 

-Eram meus brincos Xiumin. -Yerin interferiu.

-Ah, claro. E achou? -Perguntou.

-Nê, ela achou. 

-Ah, que bom. Enfim, Hani, quer sair comigo esta noite? Precisamos conversar e... -Interrompi.

-Não precisamos nada Xiumin. -Falei. -Entende de uma vez, não vamos voltar. 

-Não temos 1% de chance de voltarmos? -Perguntou.

-Me esquece. -Levantei e saí. 

-Hani espera! -Yerin afastou a cadeira e saiu correndo atrás de mim.

Saímos do refeitório, eu estava estressada, Xiumin não desistia! Terminamos à dois meses e ele insiste em tentar voltar. O que me tirava do sério. -Hani, anda mais devagar!  -Yerin tentava me alcançar. Mas ignorando, continuei pisando duro. -HANI CUIDAD... -Tarde demais. 

Sem querer, acabei esbarrando em alguém, a consequência? Bati meu nariz e derrubei o suco que o fulano tomava, não me manchando, mas sim, manchando a camisa de uniforme dele. Massageando meu nariz, olhei pra cima, e desejei morrer, pois uma certa pessoa, me fuzilava com os olhos. -Yoongi? -Falei, com um certo medo. -Me desculpa! Sério! Não foi porque eu quis! -Ouvi o barulho do copo sendo amassado, olhei pra sua mão, o mesmo amassava o copo com um ódio que até senti pena do pobre copinho. 

-Você não sabe ver por onde anda garota? -O mesmo jogou o copo no chão, com força.

-Aish! Já pedi desculpas! -Falei e ele respirou fundo. Havia dois garotos atrás dele, se não me engano, era Jungkook e Taehyung. 

-Suga, acredito que ela não tenha feito por querer, coisas assim acontecem e... -O tal Jungkook foi interrompido.

-Calado! -Com uma certa autoridade na voz, ele ordenou que Jungkook ficasse quieto. Mas em que confusão que eu acabei de me meter? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
Boa leitura.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...