História Distrito 7 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Meu Namorado é um Zumbi, World War Z (Guerra Mundial Z)
Tags Sobrevivencia, Zumbis
Exibições 3
Palavras 571
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capitulo 1


2 anos antes...

Distrito 7

E natural que os estudantes rurais acordem um pouco mais cedo que os estudantes urbanos, mas se você mora exatamente onde judas perdeu a bota e tenho que estudar em uma escola que fica a quitometros da cidade mais proxima da sua casa, acordar cinco da manha não da tempo de pegar o onibus, mas da tempo de correr para pegar o onibus.    

  Em quanto Nicolle corria morro a baixo, questionava seus atos nas ultimas trez escolas. Não teria sido espulsa delas se consegui-se controlar seus nervos, e não tive-se socado as escorias da humanidade (professor pervetido, patricinha rascista e garotos que pensam mais com o pau que com o cerebro). 

  Nick finalmente chega a ponto de onibus, mas ja e tarde; o onibus faz uma curva no horizonte seguindo (sem Nicolle) para escola.

  Não e sempre que Nick perde o onibus, geralmente ela chega minutos antes que ele, se não tive-se ficado acordada ate tarde assistindo a final do campionato da Eleague* pela internet, teria chegado no horario de costume.

  Nicolle anda tranquilamente para casa. São exatamente dois quilometros da rodovia ate o chalê que mora sozinha com os pais, desde o casamente de seu unico irmão a sete anos. Ela não se da bem com o irmão, mas em compensação ama as duas sobrinhas.

  Nick chega no portão de sua casa as seis e meia. A fachada e um campo de rosas cultivadas por sua mãe, que so embeleza o enorme chalê.

  Só agora, Nicolle nota que os arredores estão muito silenciosos. Ela se aproxima da porta aberta da casa lentamente; se sente em perigo, mesmo sem saber o porque.

  Nick escuta um gemido de dor emitido por seu pai e barulhos de algo se quebrando. A loira para a alguns sentimetros da porta, tentendo ouvir o que esta havendo dentro da casa, mas um grito horrorizado de sua mãe faz com que ela saia do tupor e entre dentro da casa rapidamente.

  O grito veio da cozinha do outro lado da casa. Nick correu quanto podia ate o local, parando na porta. Seu pai solta outro gemido de dor, quando nosso vizinho morde em sua pena, abrinda um buraco igual ao que avia feito no braço. Sua mãe está do outro lado da cozinha; as mãos tampando a boca e seu olhos cheios de lagrimas e terror. Uma lagrima escorreu pir seu rosto e jundo-se a uma pequena possa de sangue no chão; Nick acompanhou a lagrima enquanto sua mãe via o vizinho marder novamente o homem agora inerte.

Isso adispertou. A mãe de Nicolle pegou uma faca no balcão e gritou:

— Larga ele. Largue agora.  

O mostro levanta a cabeça ao ouvir a voz dela. Nick sufoca um grito quando repara em seu rosto; os olhos do mostro aparentam ter uma pelicula, as veias são marcadas em sua pele, saliva e sangue escorria por seus dentes a mostra e ha um grande rasgo em sua roupa na região da costela onde se acomula sangue seco.

Ele levantou e se jogou contra a mãe; sua veloscidade não e abisurdamente rapida, mas tambem não e irritantemente lenta. A mãe de Nicolle soltou a faca — que foi parar aos pes de Nick — quando foi jogada ao chão. Sua mãe acompanhou a faca com os olhos, só assim persebendo a presensa da filha.

— Corra... — foi tudo o que ela conseguio dizer antes do Zumbi morder seu pescoço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...