História Distrust - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Levine, Demi Lovato, Miley Cyrus, Nick Jonas, Paul Wesley
Exibições 6
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aêeeeeeeeeee , conseguii postar no dia certo u.u É um milagre , pois eu sou muuuito , mais muuuuuito enrolada . Pra vocês terem a ideia de quão atrasada eu sou , meus amigos quando marcam alguma coisa pra gente fazer , eles falam pra mim poder chegar um a hora mais cedo do que tá marcado p todo mundo . Ou seja , se tá combinado pras 18h , eles falam p mim chegar lá ás 17h , pq assim , eu vou chegar ás 18h KKKKK ' Bom... O importante é que eu tô tentando mudar u.u
Mas aí vocês devem tá pensando: "Tá, vc postou na segunda, que é o dia combinado... Quero ver tu conseguir postar na quinta tbm". Bom... Pra aqueles que duvidam, sim , eu vou postar na quinta . Eu só espero que n aconteça nenhum imprevisto , pq aí sim n terei como postar . Mas enfimmm ... O capítulo de hoje tá bem legal . Vocês vão sentir muita pena da Miley (Eu tbm estou sentindo :'c). Ahhh , e a partir desse capítulo , começarei a introduzir uma nova personagem na história. Controle suas emoções , pois aquela vadia veio é p causaaar uheuheuehueheueh '
Vou parar de enrolação e deixar vcs lerem . Sei que minhas notas estão ficando muuuito grandes , me desculpem :3 Tá ficando cansativo? Sim. Tá chato? Sim.. Mas eu adoro conversar um pouquinho com vcs , mesmo que vcs n me respondam kkk :c Tudo bem .. Já tô acostumada KKKK Então vamos láa e vamoo parar de enrolar .
P n perder o costume: Pleaseee , me digam o que estão achando da história . Vou sempre pedir isso até uma outra alma boa e viva aparecer para comentar , sem ser a JujusinhaJubs , que é um amorzinho e que n me deixa no vácuo <3 Booom , é isso <3
Boooa leitura amoreeees <3

Capítulo 6 - Traição


... - Mas e o Stefan?

- O que tem ele?

- Como tá as coisas entre vocês?

- Vamos continuar amigos.

- Sério isso?

- Sim.

- Mas você não gosta dele?

Narração Lovato

 

- Sei lá...

- Mas você falou que achava que sim...

- Bom... Talvez eu só goste dele como amigo. Mas eu nem tenho certeza. Vamos ver o que vai acontecer mais pra frente.

- Mas eu super apoio vocês dois.

Sorri - E eu queria apoiar você e o Taylor, mas como você nunca me apresentou ele...

- Eu já falei pra ele vir aqui, mas nunca dá pra ele.

- Que estanho...

- Não tem nada de estranho, ele só é um cara muito ocupado.

- Espero que só seja isso mesmo.

- E é só isso mesmo.

- Se você tá falando...

Miley não gostava muito quando eu falava do Taylor. Ela não se sentia confortável. Algo estranho tava acontecendo e ela não queria me contar. Bom... Já se passavam da meia noite, e eu estava cansada... Afinal, quem não ficaria exausto depois de um dia tão agitado como o meu? Primeiro foi a conversa com o Stefan, depois foi ficar após o expediente, e o último e mais estressante foi o Adam... Eu só queria minha cama... E dou graças à Deus por amanhã ser sábado, então poderei dormir até mais tarde e também não iria trabalhar.

No dia seguinte, levantei às dez da manhã. Não tinha nada programado, ou seja, pretendia ficar em casa o dia todo. Nick e Miley não estavam em casa quando acordei, então tive que tomar café sozinha. Já eram 13h30 da tarde, e eu estava muito entediada. Mas isso não durou muito, pois logo Miley chega. E pra falar a verdade, ela não estava nada bem.

- O que aconteceu? - Indaguei assustada.

- O Taylor - Falou soluçando.

- O que o Taylor fez?

- Aquele cachorro me traiu - Sua voz soou robusta.

- Te traiu? Como assim?! - Indaguei indignada.

- Me traiu, ué! Você não sabe o que significa trair?! - Sua voz soou sarcástica. - É me enganar, é transar com outra enquanto dizia que me amava!

- Eu sei que é trair... Não precisa descontar sua raiva em mim, tá?! - Minha voz soou firme.

- Desculpa... Eu tô com muito ódio!

- Se acalma... Agora me conta como você descobriu isso.

- Eu já tava desconfiada... Então por isso saí cedo hoje, pra poder chegar lá quando ele menos esperasse... E foi aí que comprovei minhas suspeitas... Eu peguei ele dormindo com uma vagabunda na cama dele! E você nem vai acreditar quem é essa vagabunda!

- Quem? - Indaguei intrigada.

- A Ashley.

Ashley era o nome da mulher que Miley mais odiava. A Miley odiava mais, pois as duas estudaram juntas. Ela sofreu muito na mão dela, sofreu muito bullying. Parecia que Ashley vivia só para fazer ela sofrer. No dia da formatura delas, Ashley rasgou o vestido dela, fazendo com que todos rissem da minha amiga. Hoje em dia, ela segue carreira de modelo, e sempre adora exibir aquele corpo magrelo dela.

- Eu não acredito nisso! Aquela puta nunca vai te deixar em paz não?! - Falei perplexa.

- Ela riu de mim! - Miley desabou.

- Calma, amiga. Não fica assim... Não deixa que aquela puta faça você chorar.

- É muito difícil, porque ela sempre é melhor em tudo. Sempre foi assim.

- Não! Ela não tem capacidade de ser melhor do que você! Você é uma pessoa maravilhosa, e ela um monte de bosta!

- Sabe, Demi... Foi melhor eu ter descoberto logo...

- Claro que foi! Mas e o Taylor? O que ele disse?

Quando ela ia começar a falar,  é interrompida pelo barulho da campainha.

- Quem será? - Indagou.

- Eu vou ver quem é.

Abri a porta e fico surpresa com o que vejo.

- Adam... O que você tá fazendo aqui? - Indago.

- Eu preciso falar com você... É... Eu posso entrar?

- Vai, entra - Falei dando espaço pra ele entrar.

Ele observa o estado da Miley e diz:

- Eu acho não vim numa boa hora. Eu volto mais tarde.

- Não, pode falar com ela - Falou Miley. - Demi, depois a gente continua.

Senti meu olhar carregar um peso melancólico após ela sair do ambiente.

- Desculpa por ter atrapalhado vocês.

- É... Realmente você escolheu uma hora errada pra vir aqui... - Esbocei um sorriso falso. - Mas como já tá aqui...

- Eu só vim me desculpar por ontem a noite. Desculpa por ter feito você passar raiva e... Por ter te beijado.

- Você foi muito inconveniente... - Cruzei os braços.

- Eu sei... Eu tava bêbado e não sabia o que tava fazendo... Até porque, eu nunca te beijaria. Você não faz meu tipo - Sorriu sarcasticamente.

- Aé?! - Minha voz soou um tanto irônica. - E qual é seu tipo? - Mantive os braços cruzados.

- Altas. - Desenhou uma linha invisível com sua mão acima da minha cabeça, com o objetivo de mostrar que eu não alcançava essa linha, ou seja, para mostrar o quanto sou baixa. Franzi os olhos

- Ridículo...

Sorriu cinicamente.

- Era só isso que você queria? - Falei impacientemente. 

- Não... Eu quero também te agradecer por ter me levado até meu apartamento.. Deus sabe o que eu sou capaz de fazer quando eu exagero um pouco na bebida.

- Exagerou um pouco?! - Ri. - Imagina se tivesse exagerado muito... Bom... Tá desculpado... Você já pode indo, porque eu tenho uma amiga pra consolar - Falei direcionando para a porta.

- Sem querer me intrometer, mas o que ela tem? Ela tá com uma cara horrível... 

- Então... - Fiz com que meu olhar fosse para o lado direito, com o objetivo de expressar uma memoração dos fatos. - Bom... Ela foi... Digamos assim... Enganada - Tentei fazer minha frase soar com tom de eufemismo.

- Ah... Corna... 

- Adam! - Minha voz elevou-se indignada. 

- Que foi?! - Indagou cinicamente. 

- Meu Deus! Como você é insensível! - Falei indignada.

- Fazer o que... Essas coisas acontecem mesmo...

- Você só fala assim, porque quem sempre trai é você - Esbocei um sorriso cínico.

- Eu?!  Eu nunca traí ninguém... Você tá muito desinformada.

- Sei... - Sorri ironicamente. 

- Vai lá consolar sua amiga. Ah! E caso ela se sinta sozinha, é só você falar pra ela que eu tô à disposição pra o que ela precisar - Sorriu maliciosamente. 

- Bom... Se eu fosse inimiga dela, com certeza te indicaria, mas como não quero piorar a situação da minha amiga... - Minha voz soou irônica. - Tchau, Adam - Esbocei um sorriso falso. 

Ele retribuiu. 

Quando ele foi embora, vou até o quarto. 

- Ele já foi? 

- Já. 

- O que ele queria com você?

- Queria se desculpar.

- Você aceitou? 

- Aceitei... Mas isso ainda não tira o fato dele ser um babaca. Enfim... Vamos parar de falar dele. Vamos falar de coisas importantes. Então... Onde você parou mesmo?! 

Seu semblante pairou pensativo. - Aé... Você tinha perguntado o que ele falou pra mim.

- É isso mesmo.

- Então... Ele começou falando aquela típica frase: "Não é nada disso que você tá pensando". Aí depois começou a implorar - Revirou os olhos. - Depois falou que não podia viver sem mim... Enfim... Aquela mesma ladainha que todo homem fala quando é descoberto.

- Você bateu nele, né?

- Claro que bati! E deixei aquela puta com o olho roxo. Mas se eles tão pensando que podem me fazer de otária e vão sair ilesos, eles tão muito enganados!

- Amiga, deixa isso pra lá. Esquece esse cara, parte pra outra. 

- Eu vou tentar fazer isso, mas eu gostava muito dele... 

- Se você continuar chorando por causa desse cara, quem é que vai arrebentar sua cara, sou eu! 

Revirou os olhos. 

- Agora engole o choro e abre um sorriso. 

Esboçou um sorriso forçado.

- Direito. 

Tentou esboçar seu melhor sorriso. Dava para perceber que era forçado, mas já estava melhor. - É isso aí - Sorri. 

Quando Nick chegou, nós tentamos fazer o possível para distrair Miley. 

Aquele dia foi cansativo. Pensei que aquilo tinha sido o suficiente, mas engano-me, pois quando chega a noite, escuto batidas em minha porta. Vejo que é Stefan. E percebo que, o que ele tem pra falar comigo, é importante.

Continua...

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Notas iniciais extensas e notas finais curtinhas .. Vai entender a mente da pessoa KKK ' Enfimmm ... Gostaria de agradecer você que chegou até aqui . Você não sabe como eu fico agradecida por alguém ler o que eu escrevo . Mas eu ficaria mais agradecida se você disser o que tá achando , pois sou uma pessoa muito insegura com o que escrevo e preciso de opiniões , sejam elas positivas , ou negativas . Enfimm . Obbgg por ler minha fic <3 Até Quinta <3 Beeeeijãaao <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...