História Dive - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Lílian Evans, Tiago Potter
Tags Jily
Visualizações 15
Palavras 1.224
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yeeeeeap o//

O plano original eram três capítulos, mas eu me distrai escrevendo e to pra terminar um próximo capítulo, entãaaao este não é o fim - óbvio né Nathy

Espero que curtam esse aqui, eu achei bem engraçado escrevê-lo hahaha

Boa leituuura sz

Capítulo 3 - Desarmando


Como uma sábia disse um dia... É HOJE.

Eu estava inquieta. Na verdade inquieta era pouco para o estado de nervos que eu estava pré primeiro encontro. Vocês já viram padrinhos mágicos? Tem um episódio em que Timmy começa a ler mentes e ele fica louco quando precisa se concentrar em várias vozes ao mesmo tempo... essa seria a descrição de uma pessoa tentando ler minha mente no momento. James e eu teríamos nosso primeiro encontro e eu ainda estava para decidir se isso era uma coisa boa.

Mas eu não tinha muito tempo para pensar nisso porque daqui a pouco daria o horário para sair – e como eu sou ansiosa já estava pronta há uma hora. Chequei pela milionésima sétima vez a minha bolsa – que só tinha dinheiro, documento e meu celular – e desci as escadas de casa rumo ao lugar de encontro, pronta para chegar a resposta daquela dúvida chata. Nós iríamos jantar, bem clichê, mas James insistiu para que usássemos meu plano original – com a diferença de ser em um horário aceitável.

Achei que ia ser a primeira a chegar, já que estava 20 minutos adianta, mas tive a surpresa de avistar James na entrada marcada do shopping parecendo mais nervoso do que eu – o que eu era impossível. Tentei dar meia volta e me esconder para não parecer muito desesperada, mas James me avistou quando eu estava chegando perto de umas plantas – nas quais pateticamente eu me ajoelharia e camuflaria.

- Hey Lily. – James me cumprimentou com um abraço e ficou aquele clima estranho, mas James era James e ele não perderia uma chance daquelas. – Tava ansiosa também?

- Não se ache tanto, eu só calculei errado o tempo que demoraria para chegar. – Eram cinco minutos de casa... você já foi melhor em desculpas Lily. – Não ria. – Resmunguei envergonhada.

- Impossível. Você fica muito fofa mentindo. Agora vamos logo, to com fome. – Disse rápido, mas não o suficiente para conseguir disfarçar que até ele estava constrangido.

HÁ HÁ!!

Fomos em direção à praça de alimentação e decidimos por comer besteira, porque é isso que pobre faz quando decidi sair para comer. Estou falando do bom e velho MC. Mesa para dois foi fácil achar, mesmo que tivesse lotado o lugar – as pessoas sempre deixam uma mesa de distância do outro, como se esse fosse te contaminar com a proximidade. James carregou a bandeja, onde colocamos tudo junto, e eu me enfiei no meio das pessoas que estavam desesperadas para pegar papel e canudo. Apesar do cabelo bagunçado, foi uma luta vencida. Assim que sentamos um de frente para o outro eu não pude segurar a pergunta que me atormentava desde que tinha aceito sair com ele.

- Você não contou para o Black contou? – James riu como se tivesse esperando pela minha pergunta.

- Não. – Respondeu calmo. – Ainda não.

- Ainda não?

- Estou esperando por algo mais concreto. – E antes que eu pudesse raciocinar - já que ele tinha usado seu sorriso para me desestabilizar - ele mudou de assunto e eu acabei acompanhando.

Falamos sobre tanta coisa que eu fiquei com inveja do refil do BK, porque minha boca ficou seca. O assunto foi de séries para teorias da conspiração, depois para escola, depois para seus amigos e então voltou a séries. O negócio tava tão bom que nem percebi quando tinha acabado minha comida, e assim esqueci-me de oferecer a James. Ele estava maravilhoso, já comentei isso? Às vezes eu me perdia no assunto só porque estava boba o observando, mas notava a mesma desatenção nele então foi confortável ao invés de vergonhoso. Ele ria, gesticulava e mergulhava na história que estava contando de tal forma que eu me divertia ao ponto de gargalhar e chamar atenção da praça para nós.

E com uma situação tão boa eu nem cogitei que pudesse ficar ruim, mas ficou. Eu que estava quase convencida de que sairia de lá com um namorado tinha esquecido da vida vadia de James, e esta apareceu para dar um murro na minha cara, quando as gêmeas... aquelas gêmeas passaram por nós e sorriram cumprimentando James. Na.minha.frente. O puto olhou para mim assustado, o olhar pedindo desculpas, quase que prevendo o que aconteceria ali. Como uma boa dama – e uma cidadã decente, porque ser taxada de louca era a última coisa que eu queria para fechar o dia – eu segurei minha vontade de raspar o cabelo daquelas duas e de impedir James de um dia procriar e levantei com toda a graça que mamãe e papai me conceberam e sair dali sem olhar para trás.

Sabe aquele negócio de que eu não podia impedir James de pegar quem quisesse a vontade já que não estávamos juntos? Um foda-se bem grande para esse pensamento, porque no momento eu estava puta. E daí que foi antes de nós decidirmos sair?

- Hey Lily... Lily! – James gritou e eu olhei para trás, podendo observar ele vindo correndo em minha direção carregando a minha bolsa. Eu me preveni tanto para não esquecer de trazer nada e no fim quase deixei tudo para trás. – Sair assim não era necessário. – Reclamou.

- Você não parece surpreso. – Falei entre dentes pegando minha bolsa de volta, sem agradecer.

- Claro que não. Eu conheço você a anos, sabia que faria isso, só queria deixar claro que não era necessário. – Falou sorrindo e eu queria esmurrá-lo por isso. Tudo bem que ele parecia estar tremendo de nervoso – e isso compensava meu stress – mas tudo que eu sempre enxergava era seu sorriso.

- Oh não era necessário sair para não atrapalhar o papo que vocês tinham para colocar em dia? – Perguntei exaltada, ignorando o quanto eu estava exagerando. James suspirou.

- Olha isso está no passado. – Quis interromper e dizer que duas semanas não era um passado tão distante, mas ele continuou rápido demais para isso. – Rolou uma vez e não vai rolar mais, eu não tenho mais nada para conversar com elas. Eu estou com você, será que você pode focar nessa parte? – Perguntou me encarando com o rostinho desolado.

- Durante quanto tempo antes de virar passado? – Perguntei irônica não me deixando abalar, apesar de querer morde-lo.

- Durante o tempo que você quiser cê tu aceitar namorar comigo. – Falou baixinho, quase como se quisesse que eu não ouvisse. – Você estragou tudo. Ia ser um pedido legal e nós estaríamos felizes na hora, tendo uma boa conversa e seria marcante. Droga Lily.

Ok, agora eu fiquei com um pouquinho de dó, mas eu o conhecia bem o suficiente para saber que estava jogando comigo a fim de virar o jogo.

- Namorar? Tem certeza? Não vai ter isso de rolar uma vez e nunca mais. – Respondi afiada. James sorriu tirando sua máscara de coitado. – Não acha que deveríamos ficar antes para ver se vai dar certo? – Eu tinha ouvido isso do Black uma vez em sua palestra de como enrolar meninas.

- Pra que se eu já sei que quero você? – Ele sorriu se aproximando. Uau... James Potter você sabe como conquistar a cremosa. Eu me deixei ser levada, totalmente desarmada. – Eu gosto de você, e só você meu amor.

Se eu já não tivesse sido desarmada antes, aquele beijo teria feito isso com certeza.

E foi assim que eu me joguei nessa paixão, mais forte do que dez mil pedras no lago


Notas Finais


Yeeeap o//

James é ou não é um bom conquistador? Quero um cremoso desse u.u hahaha

Não esqueçam de deixar um comentário ai em baixooo pra aquecer esse meu coração que anda gelado por causa desse frio louco de São Paulo haha >.<

Até o próximoooo...Beijoos xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...