História Divergente - All For You - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Divergente
Personagens Beatrice "Tris" Prior, Christina, Ezekiel "Zeke" Pedrad, Lynn, Tobias "Quatro" Eaton
Tags Acidente Fatal, Casal, Termino, Traição
Visualizações 103
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite minha gente, final de semana esta chegando e espero que estejam todos animados porque amanhã é sexta feira e daqui a oito dias a bonita aqui estará fazendo seis anos de casada!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'

Vamos a mais um capítulo?

Capítulo 5 - Esquentadinha e Desconhecido


- Ela pegou vocês dois no flagra novamente? – Perguntou-me Christina enquanto andávamos juntas pelo Campus. Assenti para minha amiga enquanto pensava que mais uma vez Nita, pegara a mim e Tobias em um clima quente ao redores da faculdade. – Eu não vejo problema algum em relação a você e ele estarem se beijando no Campus. Não é como se nós estivéssemos vivendo dentro de uma escola de freira... – Comentou neutra, enquanto eu a ouvia e assentia a cada palavra.

Eu tinha que concordar com minha amiga. Não estávamos fazendo nada criminoso, como roubar, matar ou fazer coisas ilícitas por ali. Só que de toda via, já havíamos sido sinalizados que havia regulamento em questão de namoros e agarramentos, e dependendo da situação, poderia acalentar em uma expulsão.

- Eu sei disso Chris. Só que mesmo assim, me sinto preocupada. Não sei o que se passa na cabeça desse pessoal. Um dia estão todos de bem, e depois estão querendo se matar. – Comentei. – E de todos os modos, ela no pegou na sala de aula. Poderia ter sido um reitor ou sei lá.

- Amiga, mas vocês não foram pegos por ninguém importante, apenas para uma garota perdida. Não tem nada a mais para falar e nem se preocupar. – Concluiu me encarando enquanto nos acomodávamos no refeitório para o almoço.

- Tobias falou a mesma coisa, sabia ? – Sorri enquanto falava, pois a lembrança do meu namorado me dando um sermão sobre ser ou não vadia, buzinava em minha cabeça.

Nada tirava da minha cabeça, que eu estava sendo uma vadia, me portando como se não houvesse um lugar reservado para eu passar os momentos íntimos com meu namorado.

- É claro que ele não pensa isso de você, e nem vai deixar você se taxar desse jeito. – Revirou os olhos para mim como se eu fosse louca por pensar daquele jeito.

- Eu a chamei para almoçar conosco. – Sorrio de lado para Christina que me encara. – Acho que podemos fazer amizades também, não é?

- Tris, não entendo que medo todo é esse! – Reclama Christina para mim, fazendo-me suspirar.

- Eu só achei que talvez fosse uma coisa legal. Nada de mais. – Respondi neutra, olhando meu relógio. – Tobias daqui a pouco estará aqui, com todos os outros...

- Eu espero que essa sua nova amiga seja gente boa. Se não vou chutar ela com vontade daqui. – Christina tinha o dom de brincar com frases sérias. Era impossível levá-la a serio. – Vou pegar meu almoço. Segura nosso lugar ai por favor. – Piscou para mim antes de se levantar e caminhar até a mesa de comidas.

Não tardou para que em seguida Tobias entrasse com seus amigos. Lynn, e Marlene vieram logo atrás sorrindo juntas. Encarei meu namorado enquanto ele andava todo másculo em minha direção. Eu ficava completamente hipnotizada com o jeito dele de andar. Não era nem preciso dizer que metade da faculdade, tinha os olhos nele.

- Oi... – Ele disse enquanto sentava ao meu lado e me dava um beijo de língua, que fora muito bem correspondido.

- Oi... – Consegui dizer entre os lábio dele. – Você precisa parar de chamar tanta atenção para si amor. Vou acabar ficando enciumada.

- Hmm, jura que vai ficar enciumada? – Perguntou colocando sua mão em minha coxa. Assenti perdendo a concentração.

- Vou ficar louca de ciúmes... – Ia dizendo com os lábios colados nos dele.

Zeke estava sentado junto com a gente, eu não estava prestando atenção no que ele falava, mas sabia que era com Lynn e Marlene. Haviam outros amigo de Tobias também que ele tinha a intenção de me apresentar, porém, ficou para um outro momento.

- Porque os dois não vão para um motel? – Perguntou no fulminando Lynn, fazendo Zeke rir.

- Não ligue para eles meu amor, estão com inveja ! – Tobias virou o rosto para mim rindo, e em um movimento rápido selou nossos lábios.

- Boa tarde ...

A voz de Nita ecoou perto da gente. Olhamos para ela enquanto ela analisava a todos os rostos que estavam por ali sentados.

- Nita? – Perguntou Tobias meio incréduto . Balancei meu braço sem ter muito o que dizer.

- Nita, que bom que veio! – Sorri observando Nita parada a minha frente com sua mochila nas costas e uma pasta na mão. – Esses aqui são nossos amigos. Zeke, Lynn, Marlene e Christina que esta pegando algo para comer. Pessoal essa é Juanita.

- E ai gata! – Sorriram um para o outro se comprimentando.

- Senta ai Nita, fique a vontade. – Apontei para o banco, e ela prontamente aceitou e sentou-se.

- Você a convidou mesmo para almoçar conosco? – Perguntou Tobias enquanto mexia com uma mexa do meu cabelo.

- Novas amizades. – Dei de ombros enquanto ele enrolava a mexa do meu cabelo em seu dedo. Aproximei meu rosto do dele roçando meus lábios nos dele.

- Novas amizades serão sempre bem vindas aqui se você fizer isso sempre. – Sorrimos e demos um selinho enquanto Christina colocava sua bandeja sobre a mesa, e encarava Nitta que naquele momento estava dispersa com Zeke falando besteiras com Lynn e Marlene.

- Quer dizer então que você é a famosa pegadora de flagras do Campus? – Perguntou Christina , atraindo a atenção de todos.

- Christina. – Chamei-lhe a atenção

- O que foi? – Perguntou com a boca cheia pela comida.

- Eu só quero saber se essa é a garota que não deixa nada passar batido. – Sorriu para Juanitta que agora estava ainda mai sem graça que antes.

- Na verdade, foram os flagra que me acharam. – Sorriu de sua própria frase

- Entendi, você não os procura né? Ele que te acham constantemente. – Implicou com a menina. Encarei minha melhor amiga, em saber se afundava a cabeça dela no prato na bandeja, ou se ria para não constranger Nitta do jeito que eu sabia que ela estaria.

- Christina levantou de ovo virado hoje. – Comentou meu namorado fazendo Nitta rir.

- Eu não levantei de ovo virado, eu só estou a ponto de matar um aqui hoje. – Respondeu de forma malcriada.

- Você foi pegar seu almoço e estava tudo bem, o que houve para voltar atacada desse jeito? – Olhei curiosa para minha melhor amiga que piscou algumas vezes antes de me responder.

- Um babaca na fila, quase torceu o pescoço para olhar um rabo de saia e ainda tentou furar fila! – Reclamou ficando com as bochechas vermelhas.

- Agora você esta na faculdade, é o que mais vai acontecer . – Disse neutra Nitta. Vi Christina respirar fundo alguma vezes, de antemão sentindo pena do que viria pela frente.

- Amiga, deixa para lá... – Ia eu dizendo, quando um garoto de cabelos castanhos, se aproximou da mesa com um sorriso de orelha à orelha. Tobias o conhecia, se cumprimentaram como se fossem amigos de longa data. Zeke também estava animado na presença do rapaz, e nem deu tempo de avaliar a expressão de Christina.

- Willian... – Saudou Tobias para o desconhecido que dava uma encarada em Christina.

- A esquentadinha da fila... – Comentou o desconhecido, Christina revirou o olho para o comentário do rapaz. – Eu não sabia que ela era sua amiga Tobias. – Fingiu um falso arrependimento que destoava de seus trejeitos.

Pela visão do meu lado, pude perceber uma Christina completamente enlouquecida querendo voar no jovem garoto.

- Eu não sou esquentadinha, meu nome é Christina, e se não ficar na sua , arranco sua língua fora. – Ameaçou encarando o garoto com a faca.

- Christina pelo amor de Deus pare com isso! – Exclamou Marlene quando se deu conta de toda a situação.

- Nem venha com essa Marlene, esse idiota só sai daqui agora, com a língua fatiada.

Nós todos ficamos nos olhando, não entendendo o motivo pela reação exagerada de minha amiga. Claro que Tobias e Zeke estavam rindo por trás de ambos , mas alguma coisa no jeito como ele olhava para ela, deixava nítido que o convívio dos dois seria longo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...