História DNA - Imagine Jungkook (HIATUS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drama, Imagine, Jeon Jungkook, Romance
Visualizações 94
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oe pessoas turupom?, estou começando um imagine Jungkook, nossa personagem é a S/N uma menina coreana que viveu uma desgraça em sua infância.

Capítulo 1 - DNA - Prólogo


Fanfic / Fanfiction DNA - Imagine Jungkook (HIATUS) - Capítulo 1 - DNA - Prólogo

                                                                                         Seul - Coréia Do Sul

                                                                                            []Apartamento[]

                                                                                                 POV - S/N

Olá, irei me apresentar, meu nome é S/N moro na cidade de Seul em um apartamento que não é grandes coisas, mas da pra sobreviver, eu tenho 21 anos e estudo música na Seoul University, dizem que só os bons vão para lá, mas eu discordo disso. Desde pequena meu ensino foi bom, meus pais me colocaram na melhor escola de Busan, então apenas com 13 anos de idade eu estava fazendo contas de ensino médio.

Minha infância realmente foi muito boa, minha família era a mais rica em Busan e eramos muito felizes, quando mistériosamente um incêndio aconteceu na mansão onde eu morava, meu pai e minha mãe morreram nele, eu fui a única que sobrevivi. A polícia nunca soube o que causou o incêndio, então minha família morreu em vão. A polícia me levou para o abrigo, e passei toda a minha adolescencia lá, quando completei 18 anos sai do abrigo e fui recomeçar uma nova vida em Seul e esquecer o que aconteceu no passado.

 

                                                                                                     [...]

 

Acordo e percebo que lá fora está nublado, provavelmente ira chover, Levanto-me de minha cama e vou para o banheiro. Um banho quente é tudo do que eu preciso agora, não demorei muito no banho assim que acabei fui para o meu quarto. Coloquei minha calça cumprida preta e vesti um moletom cinza, em minha cabeça coloquei uma touca cinza e por fim calcei um allstar.

Sai de meu apartamento, cumprimentei o porteiro e fui até o StarBucks, comprei um Caramelo Macchiato e fui em direção para a Universidade

 

                                                                                                        [...]

 

                                                                                            []Seoul University[]

Cheguei na faculdade, vi alguns alunos no campus estudando e outros conversando, todos estavam felizes, menos eu. Eu era a excluída ninguém nunca falou comigo exceto duas pessoas.

 

— Ei S/N!. — Ouço duas vozes falando o meu nome, é Soo-Hee e Park Jimin.

— Ah, oi. — digo friamente, pois eu estava com muita preguiça.

— Você está radiante hoje. — diz Jimin, minha mão estava quase parando no rosto dele.

— Me poupe, Jimin. — ele realmente me deixava furiosa quando ninguém mais conseguia. — Vocês fizeram o dever de casa do Senhor Kyung?, a primeira aula é dele hoje.

— Eu fiz pois sou uma menina exemplar. — minha cara de foda-se pra Soo foi de 100%.

— Aaaahhh, eu não fiz. — diz Jimin com medo, Se [email protected]#. — Por que você não fez? sabe que o senhor Kyung é chato pra caramba.

 

O sinal bate e a primeira aula era a do senhor Kyung, Jimin realmente está com muito medo, o senhor Kyung é um professor que pega muito no pé dos alunos, mas as vezes ele é bem brincalhão, eu acho que ele é bipolar hahahaha. Todos os alunos entram na sala e se sentam-se em suas carteiras, minha carteira ficava perto da janela onde eu podia ver o campus da escola e a cidade de Seul como fundo. O professor estava quase checando a tarefa de casa quando alguém bate na porta.

 

                                                                                             POV - Jungkook

Vejo os longos prédios de Seul pela janela do carro, está bem nublado do jeito que eu gosto. Estou indo para uma nova Universidade, meu pai acha que Havard não é o suficiente para mim, então me matriculou em na faculdade se Seul que é uma das melhores do mundo.

 

— Animado para o primeiro dia Sr. Jeon?. — Meu motorista cuida de mim mais que a minha própria familia, eu sempre fico com ele.

— Nossa Jin, estou pulando de animação. — digo debochando, ele sabe muito bem que eu não gosto de socializar.

— Ah que isso, lembro da minha época, eu era o maior galanteador. — Jin, galanteador? conta outra.

— Você?, hahahahaha. — só o Jin para me fazer rir mesmo.

— Estamos chegando. — diz Jin sériamente.

 

A universidade é enorme, me pergunto como que construíram isso no meio de uma cidade. Muitas pessoas estão no campus e outras estudando. Aquele lugar é o último lugar da minha vida onde eu queria estar, mais o meu pai quer que eu herde o negócio da família, já que sou o único herdeiro homem.

Saio do carro e me despeço de Jin, eu estou realmente perdido nesse lugar, olho o meu bilhete e vejo qual é a minha sala, bem agora é segurar na mão de Deus e ir. Deve ser aqui, vou bater na porta.

  

                                                                                            POV - S/N

Estava distraida olhando para a janela quando alguém que bateu na porta tirou minha atenção, o professor mandou entrar e vi um garoto com um ar de sofrimento, ele é bem pálido e seu cabelo é preto, todas as suas vestes são pretas, quem é esse garoto?.

 

— Ah deve ser o aluno novo entre. — todas as pessoas estavam olhando para o garoto, as meninas já cochichavam.

— Você é o senhor... — diz o professor curiosamente.

— Jeon Jungkook. — a voz desse garoto é grossa, parecia que ele não falava a um tempão.

— Jeon? da família Jeon?. — o professor se surpreendeu.

— Sim... 

— Ótimo, sente-se ao lado de S/N. — ah obrigada professor, aqui atrás virou o clubinho da depressão.

 

                                                                                                     [...]

 

                                                                                         []Apartamento[]

Finalmente lar doce lar, joguei minhas coisas no chão e deitei-me no sofá, a campainha toca, quem será que é, raramente recebo visitas. Olho pelo olho mágico, é Soo, abro a porta para a mesma.

 

— Eu trouxe pizzaaaaaa, a sua favoritaaaaaa. — soo começou a cantarolar, ela realmente tem problema de cabeça.

— Ah Soo, entre. — convidei a mesma a entrar.

 

Ela entrou coloquei na netflix e assistimos um filme, até que essa noite está sendo legal, ainda bem que Jimin não está aqui, se não ele já estaria sido morto por mim mesma.

 

— Você viu o menino gatinho hoje de manhã?. — ela deve está achando que eu sou cega ou sonsa pra não ter visto o mesmo.

— Obvio que eu vi, e você achou ele bonito?. — soo realmente tem muitos gostos peculiares.

— Ah, vai me dizer que você não achou?. 

— Não, eu achei ele um garoto normal, como todos. — eu realmente não o achei normal.

— Ele é da família Jeon, umas das famílias mais ricas de Seul, quem dera eu namorasse com ele. — as vezes soo me da medo.

— Opa está na minha hora.

 

Me despedi de Soo, e ela foi embora, conheço Soo desde que ela morava em Busan, ela é a única coisa que eu tenho, ela nunca me abandonou todo esse tempo, sou muito grata por ela. Vou para o meu quarto e deito-me em minha cama e começo a olhar as estrelas.

 

                                                                                            POV - Jungkook

Cheguei em casa, todos estavam jantando já, e eu sei que meu pai vai perguntar como foi hoje. Eu odeio o meu pai, ele me força a fazer coisas que eu não quero, já discuti muito com ele, as vezes eu penso que eu nasci na família errada.

 

— Bem-vindo, querido. — minha mãe é gentil comigo ela sempre me apoia.

— IRMÃOZÃO!!!!. — Jeon Sook Min, é a minha irmã caçula, sempre brinco com ela as vezes.

 

Todos nós nos sentamos na mesa e começamos a comer, o clima sempre era tenso na hora do jantar, pois contavamos tudo o que aconteceu no nosso dia.

 

— Filho, como foi na Universidade hoje?. — ouvi a voz grossa de meu pai, mas me mantive calado.

— Te fiz uma pergunta, está me ouvindo?. — sua voz mudou de tom, isso quer dizer que já está começando o show dele.

— JEON JUNGKOOK!!!!. — gritou na sala, seu grito assustou Sook.

 

Como sempre, eu não o respondi, eu me levantei da sala de jantar e fui para o meu quarto. Meu pai é um  Demônio, nunca gostei dele, ele quer que eu seja o seu reflexo de quando era adolescente, ele acha que eu irei deixar a ''gloriosa'' família Jeon morrer, mais eu estou cagando pra minha família, estou cagando pra tudo. Deito-me em minha cama.

 

— Será que alguém nesse mundo me entende?. — diz Jungkook e S/N ao mesmo tempo em lugares diferentes.


Notas Finais


Espero que tenham gostando do primeiro capítulo, favoritem e divulguem para os seus amiguineos fanficqueiros hahahaha. Annyeong <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...