História Dna - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Criminal, Drama, Justin, Justin Bieber, Revelaçoes, Romance, Vingança
Visualizações 4
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Ou você é homem com h minúsculo?


Justin On

Ninguém nunca me colocou medo, os magnatas da festa estavam todos com medo. De repente vejo as pessoas dando passagem e Klaus estava na frente e logo atrás dele está ela, ela é linda, seus olhos azuis se encontra com os meus, e me fez estremecer mas não de medo e sim de um prazer extremamente estranho. Ela sorri mordendo os lábios, mas logo que olha para o Marco, ela muda sua feição rapidamente.

Os segurança do Marco fica na frente do mesmo e eu saio dali e cruzo os braços vendo o que isso dará. 

Katryna On

Quando vi o assassino do Rodrigo meu corpo tremeu de raiva e a lembrança do Rodrigo morto veio em minha mente. O segurança dele me cercaram mais Klaus

–Saem da minha frente –Falo 

–Me faça sair –Falou o segurança  moreno de olhos  claros 

–Com o maior prazer –Sorrio de canto

Me aproximo dele, passo minha mão direita em seu pescoço e puxo até perto dos meus lábios.

–Sente vontade de me beijar –Mordo os lábios 

–Seus olhos, sua boca são hipnóticos – Fala num sussurro

–Então me beije –Falei com uma voz extremamente sexy 

E enquanto seus lábios se aproximavam do meu, passei minha mão em meu quadril e peguei um faca, e passei minha mão em sua barriga enquanto o beijava e enfiei a faca e a virei e tirei e enfiei novamente e jogo seu corpo no chão tirando a faca

–Pronto você saiu do meu caminho – Sorrio limpando o sangue da faca em meu casaco e depois a guardo –Alguém mais para atrapalha minha passagem?

Outro filho da puta veio em meu rumo e tiro a arma e atiro no meio da sua cabeça.

–Adoraria matar um por um dos seus seguranças –Olho para o Quitana –E o meu irmão adoraria também... mas não estou aqui para me divertir com o meu hobbie  favorito 

–Sua vadia eu vou matar você – Quitana levanta

–Então saia de trás desse imbecil do seu segurança e honre o que tem entre meio às pernas ou você é homem com h minúsculo?

Ele sai de trás do segurança e tenta atirar em mim e me esquivo 

–Você sabe quem é meu pai né, sabe que ele é o demônio em pessoa, e eu sou pior que ele, mas rápido do que qualquer um

–Impossível 

–Marco, não importa o poder de qualquer BABACA nesse lugar, nada me põe medo, são poderosos e até mais que eu mas perigoso como eu só a uma, e sou eu, Katryna Wilker ou melhor Williams –Me aproximo pegando em seu pescoço depois que tirei a arma de sua mão –Lembra desse sobrenome?

–Não acredito que viúva dele 

–Estou aqui por vingança – O desmaio e pego pelo o seu pé e vou puxando para fora da boate –Se alguém atirar em mim morreram depois –Falo e olho para os belos pares de olhos cor de mel –Você vem comigo?

–E o que iria fazer com você? – Pergunta

–Transar com você não sairia nada ruim, mas tenho algo que te interessa 

–Ou quer que eu diga o que faz aqui? – Fala Klaus 

Ele revira os olhos e pega o Marco carregando nas costas, mas antes me chama de vadia e eu agradeço.

[...]

Klaus havia me dito que tinha um policial disfarçado na boate, querendo pegar o traficante de crianças, morto ou vivo ele o pegaria. E é bem experiente. Olhei para ele que me olhava com um olhar furioso.

Estávamos numa casa que aluguei bem afastada da cidade, e Marco estava amarrada com os braços para cima aberto espendurado.

Peguei água fria e joguei em seu rosto, o mesmo acorda desesperado.

–O que foi príncipe? –Me sento na cadeira de madeira de frente a ele –Esta com medo?

–Sua vadia, desgraçada

–Não precisa me elogiar –Cruzo as pernas –Mas vamos lá. Você vai me fala o que eu quero da maneira fácil ou da difícil?

–Eu prefiro morrer, do que ser dedo duro

–Ótimo,  sempre adorei torturar a pessoa antes de me dá uma informação 

E coloco minhas armas de tortura em cima da mesa.

Justin On. 

Caralho!!! Em toda minha vida nunca vi uma mulher tão fria e cruel assim. Ela passava a mão diante as facas, estiletes, pregos de outros objetos 

–Começaremos do pior? –Fala ela 

Ela pega a faca e começa corta a camisa do Marco e a joga no chão e depois passa a  pontinha da faca em seu abdômen.

–Quem mandou você mata o Rodrigo e tentar matar minha filha? –Passa o corte mais profundo em sua barriga

E ouvi-la fala de filhos, lembrei do meu.

–Eu não falarei –Fala com dificuldades.

–Ótimo

Ela pega o prego eu me viro, já vi várias torturas e o prego sendo perfurado na pessoa, é muito cruel

–Uai General porque não quer mais olhar

–Não sou obrigado a te dá satisfação Klaus 

–Ela é demais, só que Trina está fora de si

–Como?

–Ela está fazendo tudo isso,mas por conta da filha. É uma bebê, se tivesse a matado, ela seria pior que isso aí

O grito de dor do Marco invadiu o sala.

–Quem mandou você matar meu marido –Fala colocando a faça no dedo mindinho dele

–O Senhor B. –Fala

–Quem é ele?

–Eu não sei, ele me passou as ordem por um homem e simplesmente cumprir

–Quem é esse homem?

–Eu não sei o nome dele, só que ele tem cabelo grande e cicatriz em cima do seu olho esquerdo 

–Obrigada Querido... só mais uma pergunta, você teria coragem de mata um bebê de seis meses?

Ele a olha e balança a cabeça que sim e ela com os olhos cheio d'agua atira nele e sai para fora da casa.

–Agora vou te solta e nao demore para contar para seu chefe, o que aconteceu, só para deixar as coisas mais interessantes –Klaus desamarrar o Quitana e o pega na costa e sai para fora.

Katryna havia atirado em seu braço esquerdo.


Notas Finais


Bjs da Nica😘
E até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...