História Do amor amuleto que eu fiz... - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 26
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente foi mal pela demora, esse cap quase não sai, fim do ano né muitos trabalhos para fazer, sem contar que eu trabalho e faço curso também


Bjs e boa leitura

Capítulo 11 - Capítulo onze


Continuação...


- Mãe?  - Falava baixo para não acordar a Ana

- Não vai vim embora não donzela ?

- Mãe, calma mulher, eu acordei agora, nem sei que horas são ainda 

- Ah não sabe? Exatamente 10h45, Larissa!

- Dona Joana está cedo ainda poxa. Daqui a pouco eu vou. Tchau - falei e desliguei. Olhei para o lado e vi a Ana dormindo tranquilamente, não queria acordar a bixinha agora e também não queria sair de fininho... Deitei de novo e olhei para o lado, ela estava lá linda, me olhando.

- Bom dia. Que horas são? Está acordada a muito tempo?

- Bom dia Ana. Não, acordei agora também, minha mãe me ligou. - dei um micro sorriso - agora? 10h50 

- hm, você já tem que ir né? 

- Já sim

- Poxa... Eu não tenho nada pra te dar para comer rs

- Relaxa garota haha tá tudo bem. Quer ir lá pra casa? Você também não vai ter o que comer aqui. Nem fogão tem ainda 

- Não Lari. Obrigada, eu como na padaria mesmo e eu também já tenho que ir pra casa, meu pai vai voltar hoje pra São Paulo

- Então vamos fazer o seguinte. Descemos e comemos na padaria e depois eu te levo na casa do Gabriel, já é caminho de casa mesmo

- Combinado - nem uma das duas se mexeu para levantar haha

- Vamos rs

- Uhum 

                             


                           XXX

Já tinha deixado a Ana em casa e estava chegando na minha..

- Oi - falei ao entrar em casa 

- Agora Larissa Torres? - minha mãe me recebendo. Contei a ela que já tínhamos comido na padaria, não falou nada só me olhou com cara de mãe haha. Subi para meu quarto, tomei banho e troquei de roupa, desci para ficar na sala 

- Eai maninha - falei ao me sentar no sofá do lado da Rafa

- hm - falou desanimada 

- Osh, o que você tem garota? 

- O Ricardo vai embora hoje

- Vish verdade. Eu soube

- Soube como?

- Ah! A Ana é irmã dele Rafa, olha que coincidência. O pai não deixou ele ficar por ser muito novo

- Af isso é muito injusto - falou emburrada 

- Ele vem nas férias do fim do ano, piralha 

- Tomara

Fiquei conversando com a Rafa um pouco mais e brincando com o Fê. Subi para meu quarto para por minhas séries em dia por que né? As aulas já vão voltar e eu estou atrasada ainda. Assiste uns três episódios de Orphan Black e acabei dormindo. Acordei com batidas na porta do meu quarto 

- Lari, abre sou eu a Josi - toc toc - acorda garota - ela já estava berrando. Levantei sem vontade e abrir. Dei de cara com um Beto feliz e com a Josi sorrindo. Dei passagem para eles entrarem

- O que devo a honra da visita de vocês? 

- Uai viada, vimos te vê - Beto

- O Gabriel pediu a Flá em namoro ontem 

- Mentira? Até que fim aqueles dois se assumiram. E como foi? Conta...

- Ah a gente não sabe os detalhes ainda por que a Flá não quis contar. Só sei que ela foi lá na casa dele e tudo, ele apresentou ela para a família como namorada. E foi daí que descobrimos que a Prima dele a Ana não dormiu lá, ela estava na casa nova dela com você né putiane ? - porra... Já sabem -_-

- Estava sim! E nem venha pensar besteira que não rolou nada. Ela se sentiu mal e eu a levei para casa e fiquei com ela fazendo companhia, seus chatos

- Ain amiga e não deu nem uma vontadizinha de pular naquela loira, não? - Beto me perguntando é claro

- Putz migo, até deu, mais me mantive firme. Não sei se a garota namora, e vai saber se ela não deixou uma paixão lá em SP

- Acho difícil hein, não teria lógica ela quer ficar aqui 

- É, whatever.


                           XXX

Estávamos todos em uma lanchonete curtindo a última sexta-feira de férias. Josi, eu, Flá, Edu, Bê, Viní, Biel e a Ana. Depois que o Biel pediu a Flá em namoro ele ficou mais com a nossa galera agora e a Ana também, estamos mais próximas agora. Fui com ela no colégio para ela fazer a matrícula, estou torcendo muito para ela cair na mesma sala que eu. Ela me contou que a mãe morreu em um acidente de carro vindo do litoral eu acho, tadinha ela me contou em meio aos soluços, é recente, tem 5 meses só. Ela disse que era muito apegada à mãe, que elas eram muito amigas. Tadinha, eu nem imagino a dor 

- A gente tem que ir pra boate hoje e ficar na piscina do condomínio da Josi amanhã -  Edu falando

- Nossa tudo isso? A boate eu até vou, mais a piscina... - eu 

- Lógico Lara, temos que aproveitar esse final de semana, as aulas voltam segunda - Edu 

- Af nem me lembre - Viní

- Ain gente me julguem, mas eu estou ansiosa para conhecer o novo colégio - Ana 

- Só por que você é nova lá, eu aposto que assim que a primeira semana de aula acabar você vai querer retirar essas palavras haha - Flá 

- Acho difícil Flavinha haha - Ana 

- Eu gosto do Colégio, gente - falei

- HAHAHA VOCÊ? - todos perguntando ao mesmo tempo haha gosto sim

Ficamos lá por mais um tempo conversando e zoando bastante. Amo esses loucos da minha vida. Flá e Biel viraram alvo de zoação por não se desgrudarem haha, confesso que eles são fofos juntos e ele é super carinhoso com ela. Óbvio que a galera já mandou a real pra ele e ele prometeu não magoar a Flávia. Acreditamos. Eu percebi uns olhares da Ana para mim. Não sei, pode ser da minha cabeça, por que eu à olho mais que falo haha as vezes ela percebe, não fala nada só abaixa a cabeça e da um sorrisinho.


Notas Finais


Pessoinhas, a fic está ficando boa? Me falem se estiver faltando mais detalhes nas coisas ou se estiver muito sem contexto, comentem para eu melhorar e se estiver boa assim, comentem também e favoritem rs 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...