História Do começo ao fim. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Visualizações 32
Palavras 272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii esse também e curto... O tempo ta corrido mas amanhã sai mais 😘

Capítulo 16 - Coragem.


Fanfic / Fanfiction Do começo ao fim. - Capítulo 16 - Coragem.

Gustavo:

Pude ver quando a Keh olhou por cima de meu ombro e eu olhei também, caralho... Me levantei e dei um abraço na menina que me recebeu sorrindo.

Xx:

_Que saudades em... Você praticamente sumiu.

Gusta:

_Pois é Cah... Eu fiquei com muito trabalho...

Cah:

_Esse trabalho é loiro?_ ela disse mas percebi que abaixou a voz, a Camila, uma amiga incrível que eu havia feito e que havia me apresentado para a Ale, já devia saber de tudo. Ela olhou para a kefera e para os outros. _Olaaa?

_Olaa..._ todos responderam juntos.

Cah:

_Bom o casal está junto novamente...

Keh:

_Como sabe?

Cah:

_As noticias correm querida... Mas isso é bom, você sempre fez ele feliz. _ela disse sorrindo e pareceu sincera.

_Obrigada..._ Keh sorriu de volta e parecia agradecida por alguém dizer isso.

_Mas... Eu fiquei triste pela minha amiga também... Gusta, se você ama mesmo a Kefera, deixa isso bem claro pra Alessandra.

Gusta:

_Vou deixar..._ então um vôo foi chamado e ela sorriu despedindo-se.

Keh:

_Ela é legal!

Gusta:

_É sim. _Não pude evitar perguntar como a Ale estava se sentindo e se estava sofrendo muito, eu a amava de alguma maneira, não como a Kefera, e sentia muito por essa reviravolta. Nós podíamos ter dado certo. Continuamos conversando durante todo o almoço e keh ainda agia como se eu fosse um amigo muito próximo dela, percebi que ela estava pouco a vontade. Nosso vôo iria decolar novamente e entramos no avião. Ela se sentou ao meu lado e deitou em meu ombro em silêncio, quando tomei coragem pra falar com ela, a olhei e estava dormindo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...