História Do crime... Para o amor. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Canaxbacchus, Gravidez, Gruvia, Jerza, Mavisxzeref, Miraxus, Nalu
Exibições 477
Palavras 3.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpa Minna!! Eu tive que apagar este cap. estou repostando, pois errei o conteúdo da história na hora de postar kkk Enfim... Aqui estou eu de novo!!
.
.
.
Em clima de chuva (pelo menos onde eu moro ><) , por que não postar um cap. especial de Grúvia? kkk
Então este especial é dedicado a todos meus lindinhos, mas principalmente a ProffStein e Ballora-Sama!!

Capítulo 22 - Especial Grúvia!!


Fanfic / Fanfiction Do crime... Para o amor. - Capítulo 22 - Especial Grúvia!!

Fanfic Especial Grúvia!!

Gray On-

*Sala da casa do Gray, os três sentados no sofá, conversando após ver um filme na TV*

Júvia:
 

-Tô triste... ao mesmo tempo feliz...
 

Wendy:
 

-Por quê mamãe?
 

Gray:
 

-Por quê está chovendo. (Deu a mão para sua esposa)
 

Júvia:
 

-Huf...~ (Deu um sorrisinho sem graça) Chovia muito quando nos conhecemos... (Encarou o marido, sorrindo)
 

Gray:
 

-Verdade... (Sorriu de volta)
 

Wendy:
 

-Mamãe... Papai... Como vocês se conheceram... e começaram a ... se amar?
 

Gray:
 

-...É uma longa história ... kk
 

Wendy:
 

-Quero ouvir...
 

Júvia:
 

-Bem... Tudo começou em um dia de chuva... No primeiro dia de aula do Primeiro ano do Ensino Médio... Onde tudo estava dando errado pra mim.
 

Gray:
 

-É verdade... Naquela época... Fairy Tail ainda era só um colégio...

Flash back on-

*15 anos atrás*

Makarov:
 

-Bem vindos ao Ensino Médio da Fairy Tail! Aqui vocês criarão laços de amizade, romances, aprendizado, companheirismo, missões a realizar como passeios. Terão grupos... E cada um fará um clube. São muitas tarefas...
 

Gray:
 

-Huf...~ Esse cara fala demais... (Falei encostado na parede)
 

Natsu:
 

-Gostei desse velhote nanico... kkkk
 

Gray:
 

-Olha lá... Mesmo nessa chuva... Lyon não para de encher o saco da pobre azulada.
 

Natsu:
 

-Sabe... Acho que ela é bem bonita na verdade... Única coisa que sei dela... É que veio da escola "Phantom Lord". E por lá, conheciam ela como garota da chuva. Sempre que ela estava triste trazia mau agouro... E fazia chover... Mas sinto que agora que ela veio pra esse colégio... Nada mais vai ser igual... Lyon vai ficar correndo atrás sempre...
 

Gray:
 

-Que saco... Ela deve sofrer... Se bem que... mesmo Lyon sempre falando dela... E de como ama ela... Fico surpreso dela continuar negando ele...
 

Natsu:
 

-Lyon era até legal... Mas... Depois que a mãe adotiva... de vocês... morreu... Ele se transformou muito...
 

Gray:
 

-Ele ainda me culpa por ela.......
 

Natsu:
 

-Que droga... Todos nós três já perdemos nossas mães reais... e adotivas... Mas... Não tinha como tu prever que iria nevar aquele dia, naquela viagem... Que vocês sofreriam um acidente de carro... e pra te salvar... ela morreria...
 

Gray:
 

-... Mas ele tem razão... Se... eu não tivesse com hipotermia... Ela não teria tirado o casaco térmico dela pra me dar... Nem... depois ter morrido... "congelada"... É tudo culpa minha, sim...
 

Natsu:
 

-Esquece isso cara... Não vai adiantar nada ficar lembrando disso agora...
 

Gray:
 

-Olha lá... O diretor ainda não parou de falar... Huf~
 

Natsu:
 

-Até que achei ele engraçado... Ele parece legal.
 

Olhei novamente para os dois conversando embaixo da árvore... E muita chuva caindo... Eu lembrei tudo que Natsu havia dito... De quando ela estava triste chovia... Eu me aproximei... sem me importar em me molhar. Coloquei a minha mão no ombro do Lyon... Não sei por que... Mas sentia necessidade de afastá-los... Ele parecia fazer mal a ela. Quando eu virei ele... Vi que ela estava chorando... Seu guarda-chuva rosa com corações bordados... Ela usava um cabelo chanel, enrolado pra fora, seu casaco comprido até o joelho... Parecia molhado... Eu olhei bem seu rosto pálida... com nariz vermelho... E não sei por que... uma raiva me instalou e eu dei um soco na cara do Lyon... Esse ficou sem reação por um segundo... Logo veio me xingando... E Júvia ficou com uma mão tapando a boca... Espantada.

-Por que razão tu chega aqui e faz isso?!

Gray:

-Tu fez a garota chorar! Nenhum homem que se preste faz isso!

Lyon:

-Gray! E tu por acaso agora entende de garotas?!

Gray:

-Claro que entendo seu mané! Olhe para ela... Diz que está lhe fazendo bem... ficar nessa chuva, chorando por um cara que ela só não sabe como dispensar.?

Lyon:

-Ela... Não... pensa assim... Afinal... Eu amo ela... Eu te amo Júvi! Minha linda. Eu te amo! Sempre te amei... Diz pra ele que nós dois somos um casal! Somos felizes juntos! (Olha ela em silêncio enquanto chorava baixinho) Diz que gostou do meu beijo?

Gray:

-Tu!... (Virei pra ela) Ele te beijou a força?!

Lyon:

-Não foi a força! Ela estava rindo... Ela não fez questão de nos separar quando a abracei... E muito menos... quando a beijei. Ela parecia sim feliz!

Gray:

-(Dei um baita soco, que o fez cair de bunda no chão enlameado) Sai daqui antes que eu te quebre!

Lyon:

-Eu vou te matar, seu assassino!

Gray:

-EU NÃO MATEI A UR!!

Ele ia vir pra cima. Nós dois ignorávamos os berros de Júvia, implorando pra nós não brigarmos. Mas, Natsu chegou e nos separou. Ele arrastou Lyon para longe... Esfriar a cabeça... Eu virei para a azulada e ela chorava bastante agachada e tremendo... Eu tirei meu casaco e joguei por cima dela... Ela me olhou corada...

Gray:

-... Não se preocupa... Só... estou retribuindo um favor que ganhei a muito tempo atrás... Pode ficar com ele... Eu não sinto mais frio mesmo... (Ia sair andando quando ela finalmente falou comigo)

Júvia:

-Obrigada por a defender a Júvia... E... por... emprestar seu único casaco pra ela...

Gray:

-Eu vi que seu guarda chuva está estragado... Vai "congelar"... Se ficar molhada... nesse dia frio... Eu... já estou acostumado... E sobre o idiota do Lyon... É só um velho conhecido... Não se preocupe.

Júvia:

-Júvia... Pode te chamar... de... Gray-Sama...?

Gray:

-É... Acho... que sim... (Fiquei um pouco envergonhado e salvo pelo sinal do início do primeiro período) Bem... Temos que subir... nos vemos por aí...

Júvia:

-Tchau Gray-Sama.

Gray:

-Ahn... Tchau Júvia...

Saí caminhando e entrei na sala... Estava apenas de calça... Já que minha regata branca estava encharcada... deixei pendurada em qualquer lugar do colégio. Professor Macao me xingou, porém logo me mandou sentar... Eu fiquei do lado da janela... Atrás do rosado. De lá dava pra ver a árvore, que antes estávamos discutindo. Eu passei o resto da aula pensando na azulada que falava em terceira pessoa... Ela realmente era linda... e sensível... Eu não podia mais deixar Lyon fazê-la chorar.

Gray off—

Júvia on-

Uma semana fazia que eu não via mais meu príncipe... Desde o primeiro segundo que ele chegou perto eu me encantei por ele... Além de lindo... ele era cavalheiro... Tendo apenas 14, ele parecia maduro... Musculoso... Alto... diferente de qualquer outro homem... qualquer outra pessoa... Ele se aproximou e me defendeu ainda por cima... Em um mês... a decoração de meu quarto havia mudado... Eu tinha bordado almofadas... cortinas... posters... tudo com seu rosto estampado... dia dos namorados tinha chego... e como uma boa stalker... eu achei ele... Nunca mais tinha chovido desde o dia que ele me emprestou o casaco... Eu quis retribuí-lo com um cachecol... Depois do colégio segui ele por tudo... ele não desgrudava de uma morena que andava de mãos dadas com o Rosinha... Eu não consegui naquele dia... Então... por vergonha... e esperando a hora certa... ele acabou vindo a mim... dois dias depois durante o recreio, que eu comia uma maça de baixo da mesma árvore que nos encontramos pela primeira vez...

-Oi...

 Júvia:

-O-O-Oi!

Gray:

-Sabe... eu não queria dizer nada... Mas... percebi você enquanto me seguia... Natsu disse que era melhor eu vir falar com você. Michelle concordou. Sobre o casaco... Eu recebi. Eu notei que meu armário estava com um manga caindo pra fora... e quando abri estava lá dentro. (Eu fiquei quieta o ouvindo falar... só a voz dele... já me causava arrepios bons...) Bem... Já que está tudo resolvido... É bom procurar o Lyon... Ele deve estar louco por estar conversando contigo de novo... Não que eu tenha medo dele... Só não estou afim de arranjar briga desnecessária... (Ele ia sair... mas eu segurei sua mão... ele me olhou incrédulo... e eu soltei rápido)

Júvia:

-Desculpe a Júvia! >\\\<

Gray:

-Tudo bem... Olha... Se quiser falar algo... diga...

Júvia:

-Tá... (Puxou da mochila a embalagem) Fiz pra você... Espero que goste... (Fiquei envergonhada e ele ficou me encarando já que não conseguia soltar o pacote) Gray-Sama.... Júvia te ama com todas as forças!

Eu soltei o presente... Ele ficou em silêncio... E foi direto abrir o presente... foi aí que ele ficou pasmo... Paralisado... eu não sabia que fazer... meu coração estava se rachando em várias partes... pronto pra desmoronar... quando ele só me olhou... seus olhos eram cheios de lágrimas... eu fiquei confusa... ele alcançou o presente de volta e disse...:

-Desculpa... Não... Não tem nada a ver contigo... É só... que... eu... não posso... Desculpa...

Eu peguei o cachecol... e apertei em meu peito... pronto... meu coração pulverizou depois daquela... Eu deixei cair meus joelhos e sobre eles... minha cabeça... Logo comecei a chorar como uma criancinha...

Flash back stop'

Wendy:

-...eu achei que a história... era bonita... mas... vocês... sofreram demais... (Falou com lágrimas nos olhos)

Júvia:

-A mas sofremos mesmo... Era um amor platônico... Bem... foi o que eu pensei...

Gray:

-Vem cá filha... (Puxou ela para seu colo e começou fazer carinho em sua cabeça) Foi assim... Depois desse dia...

Flash back play'

Júvia off—

Gray on-

Uma semana depois... e eu não queria mais ir pro colégio... Eu realmente estava começando a gostar da Júvia... Seu modo engraçado e lunático de me perseguir... eu fingir não estar vendo... Ver ela... falar dela... Mas... Aquele dia... Ela me deu um cachecol... igual ao que Ur usava no dia do enterro... Seu cachecol favorito. Ao mesmo tempo que eu saí fugido... eu sentia que devia ter respondido apropriadamente a azulzinha... Ela devia estar pensando mil coisas erradas... Tudo que eu queria fazer era aceitar o presente e dizer que estava sentindo o mesmo... Mas não conseguia... Aquele cachecol foi demais... Eu pensei que Júvia podia estar triste quando olhei pela janela e chovia bastante... Eu liguei para o Lyon... ele não quis me dizer o que queria... eu não podia mais esperar... Liguei para Natsu... minha última opção... ele poderia me zoar eternamente... mas eu precisava me encontrar com ela... mesmo sendo Sábado de tardezinha.

-Alô?

Gray:

-O Foguinho... sou eu...

Natsu:

-Fala Gelinho! Tem faltado bastante... Todos estavam preocupados... Até a azulada veio te procurar. Ela parecia bem triste...

Gray:

-Ela está bem?? Enfim... tem o número da Júvia?

Natsu:

-É... tenho... Hey... não tá pensando em furar o olho do Lyon né?

Gray:

-Ela me escolheu... Eu furei com ela... tenho que me acertar... E fica fora disso... Não precisa se meter nessa "briga".

Natsu:

-Como ficar fora se tu me pede o telefone dela?! (Perguntou confuso)

Gray:

 -É um idiota mesmo...

Natsu:

-DE QUÊ ME CHAMOU?!?!?!

Gray:

-Nada! Só me passa logo o número, depois vaza!

Natsu:

-Falô! .... (Um tempinho depois) Pronto... é esse aí que te enviei mensagem... logo vai chegar.

Gray:

-Valeu. Se tudo der certo... Segunda eu vou na aula.

Natsu:

-Feito! Tchau!

Gray:

-Tchau! (Desliguei) É hoje que veremos o por do Sol sem nuvens... (Discando e chamando)

Júvia:

-Alô...?

Gray:

-Oi...

Júvia:

-VOCÊ?!?! C-C-C-COMO CON-CON-CONSEGUIU ME-MEU-MEU NÚME-ME-MERO?!?!?!? (Gagejou nervosa)

Gray:

-Desculpa... eu precisava muito falar contigo... Olha... Tem como nos encontrarmos agora...?

Júvia:

-... po-po-pode...

Gray:

-Onde te encontro?

Júvia:

-Pode... ser... (estava se acalmando) No restaurante... aqui em frente da minha casa... Teus... teus... pais não vão te xingar... de sair essa hora...?

Gray:

-Eu moro sozinho... Ganho pensão da morte da minha mãe... e mesada do meu pai que me abandonou e manda dinheiro de diversas contas do mundo...

Júvia:

-Poxa...... Agora entendi por que te achei tão maduro... (Deixou escapar o pensamento em voz alta) Opa! Desculpa a Júvia! ><

Gray:

-Tudo bem... kk Agora... me dá seu endereço.... Que estou indo aí... (Desliguei)

Ao chegar no local... eu liguei pra ela descer... Ela ia atravessar a rua... acenou pra mim... Um carro entrou na rua muito rápido... Eu gritei com todas minhas forças seu nome... ela só se espantou e o cara bateu nela... Eu vi Júvia voando... Eu corri até ela... Sei que não deveria mexer... mas meus desespero foi maior... Eu peguei sua cabeça e coloquei em meu colo... Batia de leve em seu rosto... eu já estava quase chorando quando ela abriu os olhos... já tinha muita gente ao redor... e uma ambulância chegando...

-Júvia... Júvia... Fala comigo... Por favor...

 Júvia:

-...Eu estou... no céu...?

Gray:

-Júvia! Não diga isso!! Sou eu Júvia! Seu Gray-Sama!! Por favor!! Reage!!

Júvia:

-Então é verdade... (Ela me olhava com dificuldade... por causa da chuva... da pancada e das lágrimas) eu... eu... tenho um... último desejo...

Gray:

-Por favor... Eu não aguento perder mais ninguém... (ela me encarou séria) Tá... Fala... Qualquer coisa...

Júvia:

-...Usa... Usa ele... (Ela remexeu em sua bolsa na sua mão... e retirou quase sem forças o cachecol de dentro) Só... uma vez.

Gray:

-Júvia... (Comecei a chorar mesmo)... Tudo bem... (Peguei e puxei de dentro da bolsa... ele estava encharcado da chuva, enrolei no pescoço. Júvia sorriu e começou a fechar os olhos) Não! Não! Não! Júvia!! Fala comigo!! Eu te amo!! Eu te amo muito!!... Por favor... Não me deixa assim... !! (Ele fechou os olhos de vez e da ambulância saltaram três paramédicos.. Olhei pra cima e gritei) POR QUÊ TU TEM QUE ME TIRAR TODOS QUE ME SÃO IMPORTANTES!!!!!!!

Flash back off—

 Gray off—

Autora on-

Júvia:

-Wendy! Linda... Não chora querida...

Wendy:

-Mamãe... morreu...

Gray:

-Não filha... Ela não seria tua mãe agora e aqui... se tivesse morrido...

Wendy:

-Mas... tu disse que tiraram ela de ti... (disse tentando parar de chorar)

Gray:

-Wendy... eu estava errado...

 Júvia:

-E eu... estava em relação ao presente... Mas... o que ele não sabia... era que eu estava ouvindo... mesmo quando entrei na ambulância de olhos fechados...

Gray:

-No hospital... Eu estava desesperado... Tinha certeza que ela havia morrido... Chamei o Natsu... e o Gildarts... Vice diretor do colégio... e meio que "paizão" dos alunos... Quando expliquei que havia acontecido... ele me abraçou e me contou que Júvia era emancipada... E também era órfã... Morava com uma tia... que vivia viajando... Ela ficava sozinha em casa... Eu fiquei ainda mais triste... por tê-la... "rejeitado" antes... eu disse que não a faria chorar... nem sofrer... e foi que fiz... assim que liberaram o quarto pra visitas.. Primeiro Gildarts, que assinou como responsável, entrou e cuidou de tudo... Quando ela acordou ele me chamou...

Wendy:

-E aí...?

Júvia:

-Bem... Eu... Acordei...e lembrava de tudo... Assim que ele começou a conversar... eu comecei a chorar... ele se aproximou preocupado achando que eu estava com dor... foi quando eu disse que também o amava muito... e assim como ele... Alguém lá de cima... também me tirava todos que me eram importantes...

Gray:
-Nos identificamos... No fim... Sua mãe nem estava tão machucada... Recebeu alta em dois dias... eu pegava e levava ela todos os dias em casa antes e depois do colégio.
 

Júvia:
 

-Lyon se mordeu de ciúmes e se afastou de todos nós...
 

Gray:
 

-Eu comecei a namorar sua mãe... Mas com a condição que ela deixasse aquele quarto voltar ser normal...
 

Júvia:
 

-Eu com o tempo... tinha tirado todas as caras dele de tudo e colocado em álbum de fotografias nossa... Junto da caixa grande onde guarda aquele cachecol e o casaco de quando nos conhecemos. São nossos Tesourinhos... Lá também estão algumas outras coisas...
 

Gray:
 

-Por um tempo... chegamos a dividir apartamento eu, tua mãe e o Natsu. Aí... A Michelle/Lucy e Natsu, já não estavam mais juntos.
 

Júvia:
 

-Ah Eh... No dia da nosso encerramento do segundo ano... Seu pai descobriu que... não chovia quando eu ficava triste... e sim... que eu tinha tendência a ficar triste quando chovia. Ou seja... nesse dia ... eu estava muito feliz... e ao mesmo tempo... "caia o mundo lá fora".
 

Gray:
 

-Bem... depois de acabarmos o colégio... eu comecei a fazer Direito. Só... que... não deu muito certo né mor?
 

Júvia:
 

-Verdade. kkkk Teu pai queria "ação". Prestou junto com o Natsu... Um concurso pra entrar no curso preparatório pra polícia. E passaram. Eles fizeram até o fim. Eu fiz nesse meio tempo um curso culinário. Não foi uma faculdade... Mas foi o suficiente...
 

Gray:
 

-Nos casamos depois de 5 anos de namoro.
 

Júvia:
 

-Eu tinha conhecido Mirajane na Fairy Tail... Ela era minha Senpai. Estudamos juntas culinária... e depois... Abrimos o restaurante.
 

Gray:
 

-No nosso primeiro ano de casados... descobrimos que estava a caminho um presente especial...
 

Júvia:
 

-É verdade... A coisinha mais linda, que está fazendo... a gente... contar agora... nossa história de vida, chegou no nosso segundo ano de casados. Todo mundo que nos conhecia... ficaram felizes quando conheceram essa azulzinha fofa!
 

Wendy:
 

-Eu?
 

Gray:
 

-Isso mesmo... kkkk Tem oito anos, não tem?
 

Wendy:
 

-Sim! ^^
 

Gray:
 

-Kkkk Bem... na época que nasceu... Todo mundo queria te pegar no colo... fazer carinho... falar contigo... te ver... Eu era meio ciumento... Mas sua mãe era mais tranquila... kkkk

Júvia:

-Eu tinha era mais raiva... quando ele ia te buscar sozinho na creche... e eu chegava em seguida e via um monte de "rivais do amor" de olho no seu pai! Mulher não seu aguenta de ver homem com bebê no colo.
u..u
 

Gray:
 

-É verdade... Mas... na verdade... elas queriam mesmo era ver a Wendy... Tu não tem ideia de como era fofa quando sorria com apenas dois dentinhos dentro da boca.
 

Júvia:
 

-Era mesmo. *--*
 

Wendy:
 

-Eu amo vocês. >\\\<
 

Júvia.
 

-Também te amamos filhota. ^^
 

Gray:
 

-Pode ter certeza que sim...
 

Júvia:
 

-Olhem! (apontou para fora da janela)
 

Wendy:
 

-Parou de chover!
 

Gray:
 

-Querem dar uma volta na rua?
 

Júvia:
 

-Huuummm... Quero sorvete. ^-^
 

Gray:
 

-Wendy?
 

Wendy:
 

-Me leva na cacunda?

Gray:
 

-Em cima de meus ombros?! ... Humm... Deixa eu ver... Claro! kkkk Enquanto eu tiver força... Te carrego como tu quiser.
 

Ele agarrou a cintura dela e levantou... a colocou sobres seu ombros e segurou suas mãos com apenas uma mão... Júvia pegou uma bolsa... e com a outra mão... entrelaçou os dedos ao de Gray. Ela fechou a porta...e foram caminhando pra sorveteria próxima ao parque. Wendy ria e Júvia dava gritinhos quando Gray fingia que ia derrubar a Wendy. Eles foram conversando e rindo até a sorveteria. Chegando lá pediram três casquinhas ... Wendy pediu misto. Gray de creme. E Júvia de chocolate. Se sentaram num banco seco, que tinha telhadinho em cima... e ficaram olhando o por do Sol, entre as árvores e o laguinho do parque.

 


Notas Finais


Gostaram???? kkk Então, estou aqui pra dizer que esse especial não influencia em nada na história original, e que no próximo cap, voltarei a postar a história normal. :)
Ps: Quem quiser especial de algum momento ou casal, deixem nos comentários, pretendo futuramente atender a todos seus pedidos ^^
Kisses Linndyuus!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...