História Do I wanna know? - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Erza Scarlet, Frosch, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Nalu
Exibições 272
Palavras 1.300
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oe! Me perdoem pela demora!! T^T
O Cap de hoj pode parecer um pouco confuso, mas tudo será explicado no próximo!
Desculpem pelos erros!

Capítulo 10 - Problemas parte 1


Fanfic / Fanfiction Do I wanna know? - Capítulo 10 - Problemas parte 1

Capitulo 10

                                                                                                                  06 De Novembro/ 10: 39 a.m

Eu segui pelo corredor, ate que vi uma roda de pessoas, e bem no meio dela vi um rastro de cabelo rosa.

     -Eu não acredito!

Fui me aproximando e passando pelas pessoas com muita dificuldade. Quando cheguei perto o suficiente para ver o Natsu, percebi que ele na estava sozinho. Ele e aquele amigo dele, Gajeel, estavam brigando com dois outros meninos, e um deles eu conhecia muito bem.

     -Loke- disse quase como se um sussurro, pelo menos foi o que eu achei. Assim que disse o seu nome ele virou a sua atenção para mim. O seu rosto estava totalmente acabado, os pontos que ele tinha levada pelo seu ultimo “encontro” com Natsu, estavam se abrindo. Ele estava sorrindo. Ele disse alguma coisa que eu não consegui ouvir por causa dos gritos que a “plateia” fazia, mas seja lá o que for que ele disse, afetou Natsu de alguma forma. Ele se voltou para Loke com socos e chutes, tão fortes quanto rápidos. Loke apenas se defendia com os braços, enquanto lutava para ficar de pé.

Gajeel segurou Natsu por trás e disse alguma coisa em seu ouvido, que o acalmou. Natsu soltou Loke que desabou no chão. Senti pena, mas não o suficiente para querer ajuda-lo. Por isso fui para o Natsu.

     - O que você está fazendo seu idiota? – eu disse assim que consegui encara-lo, mas não por causa da sua altura, mas devido aos seus machucados, apesar de Loke estar bem pior, ele ainda conseguiu bater em Natsu e algo me dizia que eu tinha alguma coisa haver com aquela briga.

Ele não me respondeu. Só me encarava. Eu estava prestes a dizer que ele era um idiota irresponsável. Como ele pode se envolver em tantas brigas assim? Mas Levy chegou correndo e assim que viu o Gajeel, que anda dava socos no seu adversário, ficou paralisada. Quando o mesmo percebeu que ela assistia tudo parou de agredir o cara. Eu sinceramente espero que ele não esteja morto, ele meio que não se mexe.

     - Lucy vem comigo, é urgente. – Levy disse quase que sussurrando, mas ainda mantinha os seus olhos em Gajeel.

     - C-Claro. – eu disse um pouco hesitante. – Nós vamos conversar depois. -eu disse para o Natsu.

Levy não falava nada, provavelmente estava assustada. Mas eu também estava. Eu nunca tinha visto o Natsu assim, eu só sabia o que ele fez o Loke pelo o que me contaram, não tinha visto “em ação”. Assim que Levy parou de andar, eu percebi que estávamos na quadra de basquete da nossa escola, sim nós temos uma! E um time também! E que por acaso o Natsu é o capitão.

Ele subiu até chegar na ultima arquibancada, lá em cima.

     - O que foi Levy? – eu perguntei preocupada, Nós nunca vamos, para quadra de basquete, pelo menos não para conversar. Ela respirou fundo, era evidente que estava nervosa.

     - E-Eu....- respirou fundo de novo. –Eu vi a Lisanna conversar com a Angel logo depois que você saiu da sala e elas estavam cochichando alguma coisa, eu não sei o que era mas eu só eu consegui entender uma única frase “ Se ela não sair de perto dele com isso, vamos para o plano B”.  E-Eu não sei o que ela quis dizer com isso, mas me assustou, porque elas me viram e pararam de falar, e Lisanna me encarou de um jeito frio que eu não sabia que ela era capaz. E se elas quiserem fazer mal a alguém Lucy?

Levy começou a chorar e eu a abracei. Ela estava muito assustada, mas ela parou de chorar e se desprendeu do meu abraço repentinamente.

     -O que foi Levy?

     - Eu acho que ele quer falar com você. –ela disse apontando para trás de mim, quando me virei vi o Natsu me encarando com uma maleta branca nas mãos, vindo à nossa direção.

     - Levy, você é mais importante do que esse idiota! – eu disse com um tom divertido, queria que ela tirasse aquele semblante triste do rosto.

     -Saber que a minha namorada acha a amiga mais importante que eu, é de partir o coração. – disse uma voz atrás de mim.

     -Desde quando eu sou a sua namorada Natsu? – eu disse revirando os olhos.

     -Você quer mesmo que eu explique isso na frente da sua melhor amiga? –perguntou com um sorriso malicioso, fazendo com que nós duas ficássemos completamente coradas.

      -Não deveria falar isso com a namorada nos outros Salamander. Disse Gajeel, que n eu posso jurar por Deus, não estava atrás da Levy a cinco minutos atrás.

     -N-Namorada?! – Levy disse ficando mais vermelha do já estava.

     - Levy eu preciso falar com você. - ele disse puxando Levy pra longe.

     - Bom, eu acho que não seria incomodo você fazer uns curativos pra mim né? – disse o ameba se sentando do meu lado.

     - Na verdade seria sim!

     - Você vai deixar o seu namorado sangrar até a morte?! – disse com uma falsa indignação.

     - Em que momento eu disse que era a sua namorada? – eu disse abrindo a maleta.

     - Bom você se tornou minha ontem a noite, e virou a minha namorada hoje de manha! – ele disse virando o rosto, e fechando os olhos, para que eu pudesse começar os curativos. Eu simplesmente não consigo ver machucados, eu tenho que fazer alguma coisa!

     -Isso não faz o menor sentido! Eu não sou a sua namorada. – eu disse me virando para pegar um esparadrapo.

Quando eu me virei, o seu rosto estava tão perto do meu que eu podia sentir a sua respiração. Ele foi se aproximando e me beijou, colocando os dois braços em volta de mim. Eu podia sentir os batimentos rápidos do coração dele. A sua língua era tão ágil quanto as suas mãos.

     -Ainda acha que eu não sou o seu namorado? – dizia a poucos centímetros da minha aboca.

     -Um beijo não vai mudar nada!

     - Sem problemas! Você sabe que eu sei fazer muitas coisas além de beijar. – meu Deus que cara convencido!

Como já tinha acabado os curativos juntei tudo o que estava espalhado e guardei na caixa. Eu ainda estava muito curiosa pra saber o que a Levy tinha pra contar, então eu me levantei e comecei a andar e procura-la, onde será que ela se enfiou?

     -Não está se esquecendo de nada Luce? – ele só aparece atrás de mim! E eu nunca percebo!

     - Tem razão! – eu disse tirando a jaqueta dele; é eu ainda estava usando ela; e jogando na cara dele.  –Valeu Dragneel.

Eu não esperei uma resposta dele, mas podia sentir o seu olhar sobre mim. Eu já estava no final das arquibancadas, quando ouvi uma musica ,Sarcasm (NA// eu amo essa musica, ela é da Get Scared, pra quem quiser ouvir), me virei porque eu sou curiosa mesmo, eu estava muito longe pra ouvir a conversa, mas pela expressão que o Natsu fez, não era coisa boa. Quando ele desligou o celular, com um “pouquinho” de raiva, olhou pra mim, na verdade ele ficou me encarando com um rosto sem expressão nenhuma, o que me preocupou um pouco...... LUCY VOLTA PRA TERRA MIGA! VOCÊ NÃO TEM NADA COM O NATSU.  Ele saiu das arquibancadas com os passos tão pesados, que eu pensei que a sua intenção era deixar as marcas dos seus pés.

Bom o Natsu tem a fama de Bad Boy aqui na escola, então Não ligo muito, deve ser qualquer coisa.

Eu já estava na sala de aula esperando o professor chegar quando o meu telefone começou a tocar.

     -Alo?

     -Luce, eu preciso falar com você.

     - E por que você ta me ligando pra falar isso?

    E ele desligou na minha cara..... O que será que ele quer falar comigo?

Continua...

 


Notas Finais


Eu acho que alguma coisa Muuito importante vai acontecer...... '-'
Até a proxima! E me desculpem também o tamanho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...