História Do not afraid to love...(j-hope) - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Bangtan23

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Donotafraidtolove, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Yoongi
Visualizações 3
Palavras 3.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


안녕 모두들!
Brotei S2.

Capítulo 4 - Horrible news


Fanfic / Fanfiction Do not afraid to love...(j-hope) - Capítulo 4 - Horrible news

Sexta-feira 

- Por que; quando descobriu isso

Senti minha visão começar a embaçar por conta das lágrimas que imediatamente surgiram em meus olhos.

- Nesta manhã eu fui ao quarto dela pois escutei um barulho vindo de lá, e a encontrei caída no chão não conseguindo respirar...

- Como isso pode acontecer, ela nunca fumou, nunca reclamou de nada em seu corpo.

- Ela nunca dizia filha, pensava em não preocupar a gente!

- E como ela reagiu a isso;

- Ela ficou muito triste, mas ela é forte, ela consegue

- Tenho que voltar

- NÃO está tudo certo aqui, a gente consegue, termina sua faculdade, não interrompe os estudos pois você não vai poder voltar atras, me escutou S\N, não estou te pedindo, estou mandando, como seu pai e você em papel de filha vai me obedecer, lutamos muito para conseguir isto e não é agora que vamos voltar atras!

- Mas e minha irmã, ela não é importante, ela precisa de mim, eu quero estar com ela, dar forças;

- S\N você vai ficar ai, ela vai conseguir, sim ela é importante e tem o meu e seu apoio e de todos ela sabe disso, e ela sabe que mesmo com a distância você esta com ela, me escutou S\N!

- Sim pai, prometa mandar noticias dela, eu vou ligar todos os dias, eu quero saber de tudo, e vou fazer de tudo que for preciso para conseguir os tratamentos e medicamentos necessário.

- Muito bem, eu prometo, vou desligar, o médico vai ver os exames dela, beijo te amo.

- Quando sair o resultado me avisa, beijo te amo também.

Ligação off

Não consegui acreditar nisso, quando parece que tudo vai dar certo, que tudo irá pra frente, que você realmente ta vencendo na sua vida uma coisa dessas acontece, por que isso acontece só com pessoas boa, será que Deus não que as pessoas más que merecem isso, essas pessoas que faz maldades, coisas piores, eles sim deveriam merecer isso, por este momento meu estado é de indignação com a minha vida, por que eu batalho tanto e acaba dando nisso, o que eu quero é ficar perto da minha pequena, eu não quero perde-la eu prometi que iria cuidar dela, e isso está acontecendo, eu não vou me entregar assim tão fácil, aigo o que é a vida tem contra mim!.

São exatamente 5 horas e eu não dormi nem um pouco, daqui a pouco tenho aula, minhas pernas estão cansadas e minha cabeça está a mil, resolvo tomar um banho para ver se relaxo, coloco meu pijama deito na cama e deixo minha pernas para cima na parede aquele saltinho miserável acabou com as minhas pernas, minha cabeça está quente, não sei se choro, se sinto raiva, se me culpo por não ter cuidado direito da minha mais nova, se volto para o Brasil ou se obedeço meu pai, eu não comi e não estou com fome, na verdade não quero fazer nada eu só quero acordar desse pesadelo porque já ta demais. será que meu destino é isso, ficar sozinha, perder as pessoas que eu amo, parece que todos que ficam perto de mim morrem ou vão embora para longe, eu já fui abandonado duas vezes, eu não quero que isso aconteça de novo.

Fiquei pensando até que consigo dormir...

15:09

Acordei com meu celular tocando, peguei imediatamente achando que era meu pai me ligando para era outra pessoa... Hyunhsik, a não só o que me faltava, eu não em clima de sair com ninguém, muito menos para esse folgado, já havia quatro chamadas perdidas desses cara, vou atender porque a música já esta me irritando.

Ligação On

- Oi

- Boa tarde para você também, esqueceu do nosso cominado.

- Do nosso combinado nada, você que inventou isso.

- Você concordou comigo, é o nosso combinado, estou esperando a decisão da grossinha.

- Vai..

- Olha a agressão verbal, isso é crime

Suspiro, como eu tenho educação não vou desligar na cara dele, ou eu desligo, ligo, desligo, ligo, desligo... se eu desliga ele vai continuar a ligar, é vou permanecer.

-Alô S\N, eu ainda estou esperando!

- GRR, eu não estou em clima para sair, aconteceu algumas coisas e eu quero ficar em casa;

- Serio!; o que aconteceu, ficar em casa não vai adiantar nada, pode até piora a situação, vai que possa te ajudar, te dar algum conselho, somos amigos e amigos servem para isso S\N.

- Serio amigos! conhecido né querido

- ´por enquanto sim, somo conhecidos, mas estou esperando mudar essas situação, claro se vocêdeixar.

Talvez seja uma boa ideia, ele pode me ajudar, eu preciso falar com alguém, realmente preciso,

- ta bom, que dia você esta livre;

- Bom! de acordo com a minha agenda, estarei livre amanhã que é sábado no período da noite a partir das seis horas da tarde. então eu passo na sua casa e vamos jantar e depois passear em um parque, eu pago tudo.

- Claro que você vai pagar, você ta chamando, e é seu dever por ter quase quebrado a minha coluna com seu peso pesado.

Ele ri

- Direta, de nada também. nos vemos sábado, me passa sua localização e eu te pego seis horas em ponto, sem atraso e sem adiantamento.

- Ta bom.

Ligação off

Ele até que e legal, nossa como é folgado achando que já somos amigos, conhecidos para mim, nossa que fome, fome, fome, necessito alimentar meu saco sem fundo, acho que vou comer macarrão preto, um belo de um jjanjangmyeon com carne de porco. Depois de ter preparado a comida arrumei a cozinha e fui comer, realmente eu sou uma ótima cozinheira, só de pensar que eu tenho que trabalhar hoje minha auto estima vai ao chão, na verdade nem chão eu tenho mais. Estava eu vendo minha novela da tarde quando recebo uma mensagem, poxa hoje é o dia que as pessoas lembram de mim, era ... Hobi... Hobi ...

Mensagem on

- Boa tarde, porque não veio hoje, aconteceu alguma coisa;

- você está bem, hoje não teve muita coisa interessante, mas o professor falou para eu falar para você que é para para de falta, você pode se prejudicar.

- Se estiver livre hoje, quer sair comigo e com alguns amigo, queremos ir ao parque hoje!

Que fofo, ele se importando comigo, Hobi a melhor pessoa, não quero atrapalha ele, e não estou afim de sair hoje, já basta amanhã, tenho que me prepara para aguenta a peça do Hyungsik, mas não quero ser chata, realmente não estou bem hoje.

- Oie hobi, eu to bem sim obrigado por pergunta, eu não fui hoje porque estou muito cansada, meu emprego novo exigi muito trabalho e eu madruguei hoje na balada estava muito cheia e cheguei acabada de cansaço, vou recusar sua proposta porque eu trabalho de noite e daqui algumas horas eu vou ir trabalhar.

- Entendo, poxa não tem nenhum emprego melhor para você. esse esta te atrapalhando e muito, que você consiga descansar o suficiente e voltar a trabalhar hoje, nos vemos segunda.

- Sim é bem puxado, mas tenho que permanecer nesse até ver outro emprego, até segunda e desculpe mais uma vez.

- Sem problemas, até!

- Até!

Mensagem off

Como ele é fofo, que amigo que você foi arranjar S\N, eu queria ir, mas não queria ir ao mesmo tempo, estar com Hobi me faz sentir bem, eu nunca vi criatura mais feliz que essa, Desculpa Hobi. Já estou estressada em pensar que vou ter que trabalhar hoje, aqueles coreanos sem vergonha que dão em cima de mim, tenho que procurar um emprego melhor meu salário não esta legal, tenho que conseguir mais dinheiro para ajudar minha irmã, para me ajudar meu pai, para me ajudar sinceramente eu pensava que a vida de um adulto independente seria difícil, como eu quero volta no tempo que eu era a bebezinha da minha mãe, naquele mundinho bom, sem tristeza e luta, apenas alegria quando eu cantava para ela, eu desenhava para ela, fazia ela dormir, ajudava ela, desenhava para ela, aquele mundo que realmente eu sinto muita falta, um dos motivos de todas as noites desde de que ela morreu eu choro e molho meu travesseiro, ainda me considero uma criança que está com medo do mundo, medo no que ele pode fazer com ela, eu só queria aquele colo que eu me sentia segura.

Flashback 

12 anos

Quarta-feira 11:54

- Mãe cheguei.

abri a porta e deixei minha mochila no sofá e fui direto para o quarto, ela estava deitada mas havia feito comida para mim, ela estava com calafrios e encolhida na cama, nesses últimos dias ela não tem feito mais nada, e não esta sentindo fome... 

- Mãe

- Oi, chegou, o almoço ta lá, vá tira

- Meu pai não vem almoçar hoje;

- Não sei S\N, vá, deixe a maezinha aqui, ta

- Ta bom, eu volto.

Ela não respondeu, resolvi pegar o celular dela de botão da LG e tirar fotos com caretas quem sabe o animo dela aumente, também tiro fotos da casa me achando A FOTOGRAFA, voltei no quarto e ela estava dormindo, alguém entra em casa... era minha tia gravida, ela ia vim para lavar roupa, minha irmã chegou junta com ela, foi almoçar e eu também, resolvi dormi um pouco e minha tia ficou lavando a roupa, estava indo para a lavanderia quando ouvi a conversa de minha mãe com a minha tia, eu sei que é feio ouvir a conversa dos outros mas não resisti.

Tia:

- Você não esta bem N\S\M, vai ao médico essa doença é perigosa.

Mãe:

- Eu quero ir embora daqui

Tia:

- Eu vou conseguir uma casinha pra gente, ai você vem comigo.

Não consegui continuar a escutar porque N\S\I queria brincar então eu fui.

 A noite chegou e minha tia foi embora, meu pai estava assistindo TV e eu também, minha irmã havia dormido cedo hoje, e minha mã estava no sofá da frente com a porta aberta olhando para o céu esperando alguma coisa. Me cansei de assistir TV e fui deitar, mas não estava com sono e então liguei a TV e chamei minha mãe para assistir comigo mas ela não respondeu, assisti e adormeci. De madrugada acordei para ir ao banheiro e minha mãe estava dormindo no sofá e meu pai na cama, voltei para cama e dormi.

De manhã

- S\N  acorda, acorda sua mãe...

Abro meus olhos e vejo meu pai chorando e minha irmã sentada sem entender nada...não consigo imaginar o que havia acontecido, só queria saber o que havia acontecido com minha mãe. Me levantei e meu pai me levou até ela. Eu a vi e estranhei ele olhou para mim e se sentou em um sofá em frente ao que minha mãe estava, Ela estava sentada com a bíblia do lado, parecia estar dormindo, tentei dizer para mim mesma que ela não estava morta e que ele estava apenas dormindo, que ela iria acordar e seriamos felizes novamente, mas no momento em que toquei no seu peito, não havia batimento, não havia vida, não havia coração bombeando sangue, não havia respiração, não havia nenhuma reação, no momento eu fiquei besta eu só queria acreditar que ela iria acordar e conversar comigo igual ela fazia. Horas se passaram e uns caras levaram minha mãe sem minha permissão, era para o velório, eu ainda não queria acreditar, Mas SIM eu vi minha mãe morta na minha frente, eu não pude salvar ela, dela mesma, o que seria de mim, o que seria de minha irmã, o que seria do meu pai, o que eu iria fazer agora, seria uma mãe para minha irmã e ajudar meu pai, eu estava triste e confusa...

Flashback off

Novamente estou eu chorando, estou com medo de isso acontecer de novo, eu não quero, eu não quero, eu não quero, eu não quero, eu amo minha família, eles são meu tudo, minha base, meu primeiro amor, eu não quero perder eles, não, não agora. Resolvi para de chorar e me arrumar para o trabalho, não estou muito bem para ir, mas uma coisa que aprendi com os coreanos é que trabalhar nunca é demais e eu tenho que sempre me esforçar e sempre me importar com meu trabalho não importa qual ele for. 

18:34

Terminei de me arrumar, a van veio me pegar.

Estava indo tudo bem, estava fazendo os drinks, quando um homem veio em direção ao bar.

- Oi bebê, eu ganho o que se comprar uma bebida aqui;

- Uma bebida

- Que bebê mal criado, vamos ali pro seu pai te educar novamente.

- Meu senhor eu sou uma barwoman eu sirvo bebidas e só, se você que uma bebê vá no puteiro lá você encontra vários tipos de bebês.

- Olha aqui bebê, fala o preço eu dou tudo para encostar nesse corpinha de violão, gostosa!

Quando eu ia entregar sua bebida, ele agarrou meus pulsos e me beijou a força, imediatamente eu separei dele jogando álcool  forte em seus olhos, o mesmo começou a me xingar e a se debater.

- Sua biscate, boqueteira, puta desgraçada, olha o que você fez comigo, maldita, Garçonete idiota, filha de uma vagabunda...

 Os garçons vieram o acudir enquanto as meninas me levaram para a cozinha. Meu chefe imediatamente veio tirar satisfação comigo e me dar bronca.

- Você está doida S\N, como pode tratar um cliente assim.

- Ele veio de gracinha em cima de mim, e me beijou a força todos viram.

Olhei para as garotas que não disseram nada e apenas abaixaram a cabeça;

- Você acha que eu ia deixar ser abusada por esses bêbados sem vergonha, só pra conseguir dinheiro para essa sua boate de merda eu não sou obrigada a isso, e se vir querer dar bronca eu vou atras dos meus direitos e acabo com toda essa merda.

- Primeiro olha o jeito que você fala, segundo quem é você para fazer alguma coisa, você é apenas uma Barwoman, na verdade esse é um nome educado, na verdade você é uma Garçonete, não vou discutir isso com você, soma daqui imediatamente e volte amanhã de manhã.

- Eu não vou nada, eu vou processar você, eu sou capaz de muitas coisas, seu asiático do pinto pequeno.

Ele não disse mais nada e saiu, eu não vou deixar barato isso ele vai se arrepender, mas ainda bem que eu sai desse emprego bosta, tomara que falhe tudo isso, vou denúncia essa porra!. Peguei minhas coisas e fui embora, ainda bem que sai de lá aquele lugar é um péssimo ambiente. Fui ao banheiro lavar o rosto estou muito nervosa, comecei a chora e ficar com muita raiva, sinceramente não sei o que ta acontecendo na minha vida. Deixe-me levar pela raiva e soquei com minhas mãos o vidro do banheiro no qual quebrou na hora deixando cortes fundos e grandes em toda a minha mão, vendo aquele sangue eu comecei a chorar mais, resolvo tomar banho, o sangue escorria pelo ralo, eu tentava para o sangramento mas só estava piorando, sinceramente hoje não é meu dia. Terminei e fui colocar um pijama, ainda estou furiosa com tudo que aconteceu hoje, e com raiva de mim, com raiva por ter me cortado. Fiz o curativo e botei minhas pernas pra cima, eu estava com minhas pernas doendo, mãos machucadas e por último uma dor de cabeça que chegou de intrusa. Não quero ficar pensando em nada, e consigo adormecer.

Hyungsik

08:13

Finalmente sábado, e eu vou ver aquela estrangeira linda e grosseira, eu gostei dela, desde que atropelei ela naquele dia, meio que me apaixonei.

Hoje teremos gravações acabarem para eu ver aquela estrangeira. Realmente eu quero entrar em um relacionamento serio, mas ainda  tem kim Hee su querer algo comigo, apenas somos colegas de trabalho, no momento eu quero a estrangeira, eu sei que Heesu vai ficar pê da vida por eu estar interessado em outra, mas a fila anda eu não vou esperar ela.

12:56

Estava indo almoçar quando Heesu vem atras de mim.

- Oppa, não vai vim me chamar para almoçar;

- Não, e pare de me chamar de oppa porque temos a mesma idade.

- Nossa, ta de mal humor, quer tirar esse mal humos na minha boca:

Ela parou em minha frente e aproximou nossos corpos me deixando imóvel.

- Silêncio, e desgruda porque eu não quero nada com você

- Não foi isso que você me falou meses atras, oppa

ELA ME IRRITA, CALMA HYUNGSIK SEJA EDUCADO COM ESSA NAJA.

- Então, MESES ATRAS, o que três meses atras isso sim, agora se me de licença eu quero almoçar.

- Você não vai a lugar nenhum, eu quero saber o que ta acontecendo, oppa eu quero você

Empurro-a e sigo meu caminho, a menor cruza os braços me seguindo fixamente com os olhos, ela não pode saber que eu gosto de outra, e nem sei se a outra gosta de mim também, mas se ela saber da S\N, vai achar que ela é minha nova namorada, e do jeito que Heesu é possessiva irá fazer o impossível para me ter de volta, o que manda eu ser bonito de mais, onde é que eu fui amarrar meu bode por um tempo, agora estou me ferrando, mas não importa e quero que a noite chegue logo, para eu ver aquela estrangeira única.

16:56

Nas gravações Heesu ficou me encarando a tarde inteira, com aquela carinha de anta que ela tem, na hora de ir embora ela nem me comprimento graças ao meu bom Gdragu, as horas estão se passando, e fica mais perto de eu me encontrar com aquela estrangeira. Vou lhe comprar um presente, sera que ela gosta de rosas, todas mulheres coreanas gosta de rosas, ou eu dou chocolates, quem sabe algum par de roupa. quando eu chegar na loja eu decido.

17:34

Saí do emprego e fui diretamente para as lojas, compras, eu quero agradar aquela estrangeira e me aproximar dela...

S\N

Meus machucadas não estão tão horríveis, não tem como cancelar o encontro sendo que já confirmei, pera não é um encontro S\N é um pagamento apenas isso, bom eu acho que isso, confesso que ele é bonito e encantador, mesmo não conhecendo ele, me parece familiar, acho que já o vi em algum lugar, ou é parecido com alguém. 

17:40 

Já estou arrumada, esperando a criatura chegar.

Look:

Uma saia branca com cintura alta, uma blusa vermelha ( o modelo da blusa vcs escolhem) e um scarpam ( a cor vcs escolhe)

Minha maquiagem está básica para noite, vamos lá S\N animação, vá se divertida que é bom.

Estava assistindo TV esperando a criatura chegar, quando a campainha toca

Aleluia, olha 18:00 em ponto, esse eu posso chamar de pontual.

Abri a porta, ele está impecavel, lindo de terno.

Hyungsik

- Boa noite,

O maio me cumprimenta com um beijo em minha mão, é eu corei, corei.

Fomos até o carro e ele abriu a porta para mim. conversamos bastante durante o trajeto e senti estar sendo seguida por um carro mas ignorei.

 

Continua....

 


Notas Finais


Esperem que tenham gostado, beijos
até a próxima
BYEBYE.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...