História Do Not Feel - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Violencia
Exibições 42
Palavras 534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, taiiii finalmente..... bom não me matem sobre o beijo lésbico, mais foi isso que chamou atenção no Justin ...

Capítulo 3 - What's Justin....


Fanfic / Fanfiction Do Not Feel - Capítulo 3 - What's Justin....

Ponto de vista Skyler Walker

 

Cheguei na boate, e já pude ver que estava bastante movimentada... estacionei meu carro de qualquer jeito mesmo e corri um pouco até a entrada pisquei para segurança e ele me deixou entrar, ele era um puto de um gostoso e eu já tinha ficado algumas vezes com ele.

Assim que eu entrei vi Emma na mesa que sempre sentávamos como eu havia pedido, boa garota, corri até ela e lhe dei um beijo, pedi passagem para a língua e ela cedeu, claro... o beijo estava quente e suas mãos percorriam por todo o meu corpo, Emma apertou minha bunda e gemi contra o beijo, terminamos o beijo com vários selinhos, geralmente era assim que nos cumprimentávamos em lugares como boates, clubes, entre outros, e assim atraíamos vários olhares.

-Cadê ele? -perguntei um pouco ofegante por conta do beijo.

-Tá atrás de você, e o melhor... tá olhando pra cá -Me virei bruscamente e o fitei, ele me encarou e deu uma piscadela, Maldito!

-Vou no bar pegar alguma bebida já volto...-falei e sai sem ouvir resposta, fui em direção ao bar e percebi que Justin vinha na minha direção, sorri e fitei o barmen que era um gostoso.

-Quero três tequilas, rápido...-o barmen se virou, pegou três copos e encheu todos eles, me entregou o sal e o limão, virei os três copos em atrais do outro, sentindo o líquido queimar na minha garganta, em seguida chupei o limão com sal, eu já estava acostumada em beber, então aquilo não era nada, eu estava só começando...

-Está sozinha? -uma voz rouca ecoa nos meus ouvidos, eu conhecia claramente aquela voz, me virei e dei de cara com ele, o homem que me destruiu, e que é claro irei destruir...ele como sempre estava com um sorriso debochado no rosto, trajava uma calça preta, supras, e uma regata branca, seu cabelo estava com um corte formal que o deixava muito atraente não vou negar.

-Estou com uma amiga, mais ela deve estar agando alguém por aí, ela não perde tempo...-falei e ele sorriu.

-Então posso lhe fazer companhia...-falou deixando a frase no ar.

-Claro... qual o seu nome? -perguntei.

-Justin, Justin Bieber.-falou.

-Hum,-murmurei- Skyler, pode me chamar de Sky...-dei de ombros, saí e fui em direção do sofá e me sentei, o chamei com o dedo e o mesmo veio sorrindo malicioso,

-Eu tava afim de fazer uma coisa, me ajuda? -perguntei inocente.

-O que por exemplo? -Falou, levantei deixando a garrafa de Whisky em um lugar que não cima direito, sentei no seu colo e ele me olhou um pouco surpreso e riu pelo nariz.

-Isso...-Juntei nossos lábios com urgência, pedi passagem para a língua e ele cedeu, nossas línguas travavam uma batalha sem fim, suas mãos foram parar na minha cintura, ele apertou possessivamente e depois mexeu fazendo nossas intimidades se chocarem, gemi contra o beijo e mordi seu lábio inferior, parei o beijo e o fitei, seus lábios estavam inchados e vermelhos, levantei do seu colo e o mesmo me encarou confuso, peguei minha bolça, minha garrafa cheguei no seu ouvido e falei...

-Nos esbarramos por aí, baby. - falei e saí, em direção a saída.....

 

 

Continua...

 


Notas Finais


Até o próximo.... bjs de luz...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...