História Do Not Say That I Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capitulo muito peculiar e interessante... O q eu to falando genti?
; - ;

Capítulo 6 - Namorando! Pera, Namorando?


Fanfic / Fanfiction Do Not Say That I Love - Capítulo 6 - Namorando! Pera, Namorando?

- Aaaah! - ( isso era p ser um bocejo ta?)

Eu levantei da cama, quase morrendo não ser porque. Fui ao banheiro, fiz minhas higienes, coloquei um vestidinho azul marinho com um gato branco desenhado.

Desci as escadas, e novamente estavam lá, as duas crias tomando café ( mel - Ta meio repetido essas bagaças, né autora? A - shiuu! Só segue o roteiro! Mel - ta né.)

- Bom dia crias - Disse me sentando. 

Vini - Crias? - Falou indigniado me olhando com quara de " wtf?"

- Exato. Já que são isso que vocês são- ele não disse mas nada... O Hick estava meio estranho... *cora* Não que eu me importe sabe? É que... Ele é de conversar muito... Mas ele nem abriu a boca! Só pra comer o café, lógico. 

Novamente ele saiu dizendo:

Hick - Vou sair, e voltarei tarde. - Ahh! Mas dessa vez vai ser diferente! Ele ia sair, quando puxei ele pelo braço com a força mais forte que eu tinha.... Pera, que? Até ele ficou impresionado. 

- Mas antes, onde você vai? - Olhei pra ele séria.

Hick - * Dá um suspiro* vou sair com uma amiga... Agora - Ele puxou o braço com tanta força, que fez eu dar uns passos para trás - Licença! - saiu batendo a porta.... Gente! Que diferença! Um é carinhoso e fofo, o outro è um brutamontes grosso... Eles são mesmo irmãos de sangue?!

A tarde ia ser chata igual sábado, até Vini me chamar para ir ao parque que tinha perto de casa. Não tinha nada pra fazer mesmo, porque não?

Chegamos lá, e ficamos conversando coisas aleatórias. Eu montei um negócio de piquenique, porque eu levei.

Estávamos conversando, Atei que sinto a mão de Vini na minha... Olho para minha mão assustada... Ué! Poderia ser um bicho! E vejo a mão do Vini.... Lógico que eu coro na hora, né? Quando olho para cima, para velo, nossos rostos ficam muitos próximos.... Senti sua respiração.

Ele foi se aproximando cada vez mais... Até que nossos lábios se chocaram... Eu cedi. Era um beijo calmo.... Paramos apenas pela falta de ar. Quando fizemos isso, encostamos nossos rostos a pontinha do nariz... Eu estava super vermelha.

Até que ele diz as seguintes palavras:

Vini - Mel... Quer namorar comigo? - Era a segunda vez que ele disse isso... Na primeira o regeitei... 

Não sei o que deu em mim! Foi por impulso! Eu aceitei.

- Eu... Eu aceito - Disse beijando o mesmo, e depois o abraçando... Eu não acredito no que acabei de fazer...

Passamos o resto da tarde juntos... Não sei porque, eu me sinto muito segura com o Vini.

A tarde passou rápido, e logo anoiteceu. Eu e Vini chegamos meio tarde. Tomei um banho, e desci. Vini estava sentado no sofá, já havia tomado banho... Mas ele estava de calça, com uma pequena toalha em volta do pescoço, SEM CAMISA. Mas você deve estar se perguntando, o que que tem? Porra! Ele era meu amigo, que agora é meu namorado, e eu nunca vi ele sem camisa! Mas... Nossa... Que peitoral.. MELISSA! QUE PENSAMENTOS IMPRÓPRIOS! Pensei nisso, enquanto dava pequenos tapas na cabeça.

Até que Vini nota minha presença, ele se levanta, vem até mim. " Nossa... Que homão que o Vini escondia ser... " MELISSA! PARA! ao pensar nisso, coro na hora.

Vini - Mel? O que houve? Você esta vermelha...

- NADA! Simplesmente nada! Apenas bote uma camisa.

Vini - Ata, já entendi - Ele dá um sorriso malicioso. Que moleque! Mas também né Melissa, precisava dar tão na cara?!

Ele volta já vestido com a camisa. E me pergunta:

Vini - O que podemos jantar hoje? - Ele disse me abraçando por trás, já que estava em pé mexendo no celular

- Que tal uma pizza? - Eu disse meio Invergonhada.

Vini - OK!

- Vou lá pedir! - Ele imediatamente se solta de mim, e eu vou até o telefone pedir. Quando acabei de fazer meu pedido, Hick chega na mesma hora.

- Dessa vez não foi Tão tarde, né Hick?

Hick - Não... Mas estou morto de fome! 

- Eu pedi uma pizza, já deve chegar. - falei cruzando os braços. Depois de alguns minutos, ela chega. Sentamos e nos arrumamos para comer. Até que Vini decide contar a novidade à seu irmão.

Vini - Hick, sabia que eu e Melissa estamos namorando? - Vini ao dizer isso, Hick quase engasga. - Como é que é? - Diz ele surpreso e indignado

Vini - Isso mesmo namorando - Ele disse me dando um selinho.  Hick nos olha com um olhar assassino, e diz

Hick - Tudo bem, fassam o que acharem melhor. - Depois desse comentário não dissemos mais nada até a hora de ir dormir.



O que deu no Hick afinal de contas?!



Notas Finais


Uiuiuiiuiiu sinto cheiro de ciúmes no ar.... Hahahaa!
Bye pissoas! 💜💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...