História Do odio ao amor - SasuGaa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Festa, Lemon, Sasugaa, Treta
Visualizações 253
Palavras 2.072
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Yaoi
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei


Sim, hoje eu fiz uma SasuGaa, pq eu shippei os dois quando eu vê a luta deles, e é um shipp meio difícil, então, bem-vindos


Mas já estou indo


Volto depois 😘😍

Capítulo 1 - One Shot


Fanfic / Fanfiction Do odio ao amor - SasuGaa - Capítulo 1 - One Shot

- Meu amor, fico triste por seus amigos não terem vindo, mas eu e seu pai estamos aqui! - Falava a doce voz da minha mãe.

Eu tinha cerca de seis anos, sempre tive "amigos" na escola, então, estranhei que ninguém tivesse ido a minha festinha, quando do nada a capanhia toca, e meu pai vai abrir, meus olhinhos brilharam quando vê Uchiha Sasuke e Sabaku no Gaara brigando enquanto as suas mães sorriam e logo atrás delas alguns coleguinhas meus, logo eles entraram e Gaara e Sasuke pareciam ainda meio brigados.

Todos os anos se seguiram assim, eu logo descobri que eles brigavam para ver quem chegava primeiro e quem tinha trago mais gente mas sempre empatavam, descobri que ninguém ia vir mas quando eles falaram que viriam todos se ofereceram, e bom no começo era só por estarem andando com os dois maiores nomes do Japão, mas depois foi por mim e assim fiz amigos.

Bom eu sempre andei com o Ruivo e o Moreno mesmo ele tendo uma rivalidade, uma grande rivalidade eles sozinhos era capaz de se matarem, mesmo assim sempre foram meus melhores amigo e bom eu comecei a sintir algo pelo Gaara sabe, eu queria contar para alguém, eu devia contar, então, contei para Sasuke, ele ficou meio estranho deve ter sido porque ainda não engolia o Ruivo, bom os anos se passaram e hoje é minha festa de 18 anos não vejo os mesmos faz cerca de 2 anos e meio pois se mudaram para Espanha para fazer intercâmbio, eles nunca… NUNCA se atrasaram mas a festa começou a cerca de 1h e nada deles, Sakura corre até mim.

- Naruh, acho que acabou a competição, acabo de ver o carro do Sasuke chegado, e nada do Gaara parece que ele ganhou.

- É o que? - Arregalo os olhos, como assim o ruivo deixou isso, deve ter algum erro.

RINGDINGDONG(entededores entenderão)

Minha mãe abre a porta, e arregalo mais ainda os olhos, Sasuke abraçava Gaara com um mão e com a outra trazia uma caixa de cerveja da qual eu pedi, e não foi só eu que estava chocado com a cena, todos estavam, aqueles dois só faltou se matarem e agora estão assim, já sei uma aposta devem estar querendo se matar.

Gaara se soltou de Sasuke e me abraçou e Sasuke acompanhou minha mãe a cozinha para deixar a caixa de cerveja.

- Parabéns, Narutin! - Falou Gaara me apertando e fiz o mesmo logo Sasuke apareceu e olhou com certo ciúme, era o que me faltava.

Largo Gaara e abraço Sasuke.

- Parabéns, Naruto! - Fala e logo nos separamos.

                         (…)

Já eram cerca de 1h da manhã, minha mãe já tinha subido com o meu pai, para fazer, vamos esquecer o que foram fazer, eu já tinha tomado todas, tinha coragem para qualquer coisa, então, comecei a procurar os cabelos ruivos, vejo os Deidara beijando e encoxando o ruivo, meu coração dispara, mas logo vejo ser Sasori, amém… fui para o jardim de fora, estava apenas Sakura, Ino, Sai, Shikamaru, Neji e Gaara estavam todos em uma roda meio perto da piscina conversando, me aproximo deles me ajoelhado atrás de Gaara e o abraçando.

- Aeh, veio dar atenção aos seus amigos finalmente - Falou Sakura talvez um pouco bêbada.

- Que decepção, Sakura em plena uma da manhã e já está bêbada? - Falou Ino tomando mais um pouco de sua cerveja.

- Eu vou logo avisando que eu não vou te carregar Ino! - Falou Shikamaru que parece ter bebido mas parado a tempos.

- Ih, tudo bem… Mozão me leva! - Falou se jogando em Sai que estava do seu lado fazendo todos rirem.

- E ai Gaara como foi na Europa? - Perguntou Neji.

- É mesmo, também quero saber! - Falo.

- Vamos ter tempo para falar sobre, mas agora o assunto da noite é o relacionamento da Sakura! - Falou o ruivo e estreito os olhos.

- Que - Paro um pouco meu estado alcoólico não era o melhor - Relacionamento?

- Gente para…! - Falou Sakura abaixando a cabeça corada.

Aproveito que todos começam a rir, e viro Gaara para mim quase o beijando mas ele coloca as mãos no meu peito para me afastar, mas continuo.

- NARUTO UZUMAKI ACHO MELHOR VOCÊ SE AFASTAR - Grita Sakura.

- Também, o namorado do Gaara não vai gostar nada disso! - Fala Sai calmo.

- E onde está esse namorado, o que os olhos não vêm o coração não sente! - Falo e sinto alguém me puxar para trás não me deixando beijar o Ruivo viro dando de cara com Sasuke.

- Ah, qualé Sasukeeee - Falo manhoso e ele continuava com um olhar duro para mim olho para Gaara e ele olhava duramente para Sasuke.

- Desculpe, amor! - Sasuke fala em um tom cansado me soltando.

- Pera… Você, você e-e - Começo a gaguejar - COMO VOCÊS PUDERAM ESCONDER QUE ESTÃO NAMORADO, E VOCÊ SASUKE SABIA ESSE TEMPO TODO QUE EU GOSTAVA DO GAARA, ELE É MEU - Falo e começo a empurrar ele com força quase para joga-lo na piscina quando.

- NARUTO UZUMAKI, PARA COM ISSO CARALHO, EU NÃO SOU DE NINGUÉM EU NÃO SOU UM OBJETO, E SE FOSSE MESMO ASSIM NÃO SERIA MEU "DONO" AGORA LARGA O MEU NAMORADO - Gaara começou a gritar mas não como ele dava bronca as vezes, gritava com decepção e arrisco dizer Odio.

- E-e se eu… E se eu não quiser? - Pergunto.

- Ai terei que te ameaçar, e bom só digo uma coisa "Karin" - Como diabos ele sabia, soltei Sasuke - AGORA SOBE PARA O QUARTO TOMA UM BANHO E DORME - Gritou novamente e obedeci e a última coisa que ouvi dele foi - VEM PRAGA.

                         (...)

                                         [Sasuke On]

Havíamos acabado de chegar da festa de Naruto, da qual ele tentou beijar meu ruivo e me tacar numa piscina, mas ele estava bêbado então relevei, iriamos ficar na minha casa pois eu queria fazer algo com o Gaara e a minha família estava viajando, subimos o meu quarto tomei meu banho e deixei Gaara tomar o dele, apaguei a luz do quarto deixando apenas a do abajur acesa, ele saiu do banheiro e o cheiro do seu perfume já exalava pelo quarto, Gaara era minha calmaria a pessoa que eu podia ser eu mesmo, meu porto seguro, mas no momento ele estava mesmo me tirando à sanidade vestido apenas com uma boxe preta e uma blusa branca minha que ficava larga nele o tornando mais sexy.

Estava sentando na beirada da cama pois estava mexendo no celular coisa que quando Gaara chegou tratei de jogar na cadeira que tinha ali, ele veio até a mim sentando no meu colo.

- Parece cansando Daddy… Vamos dormir? - Perguntou e em tudo que ele falou só escutei o som do sarcasmo.

- Dormir é a única coisa que não vamos fazer essa noite, desculpe te decepcionar… Baby! - Falo envolvendo um de meus braços por sua cintura enquanto descia a outra por sua coxa.

- Não me decepciona, Daddy… não tinha planos de dormir! - Como imaginei.

Avanço em seu pescoço branquinho dando beijos e as vezes mordendo para deixar marcas, para que todos soubesse que o Ruivo tem dono, nesse movimento Gaara envolveu as mãos no meu pescoço adorava quando ele fazia isso, quando mais eu marcava o pescoço de Gaara ouvia alguns gemidos baixos e direito a algumas jogadas de cabeça para trás, ainda apertava suas coxas só que agora com as duas mãos, subi a mão chegando em sua bunda e apertando, como eu adorava aquela bunda, me levantei com ele no colo o jogando no meio da cama e logo me "Jogando" por cima o que fez ele rir e mudar as posições ficando por cima e se sentando em cima do meu membro por mais que a sua cara fosse de inocência sua ação não tinha um pingo dela, ele deu leve reboladas e algumas quicadas como se fosse algo normal, e com isso meu membro já estava muito rijido e Gaara sentiu isso, passou a mão levemente por cima aquelas roupas começaram a me incomodar mesmo que Gaara não tivesse lá muita roupa.

Mudo as posições novamente ficando por cima, tiro minha blusa e tiro o cinto começando a abrir a calça quando as mãos de Gaara me param, ele se senta na minha frente e tira minhas mãos dali, as coloco para trás apoiando-as na cama, Gaara termina de abrir lentamente e tira minha calça devagar era tão bom e tão torturante ao mesmo tempo, o volume já estava evidente na minha cueca, Gaara levou uma de suas mãos ao meu membro me estimulando por cima do pano da cueca e colou seus lábios em meus ouvidos.

- Eu que te deixo assim, daddy? - Perguntou com uma voz de criança mas num tom sexy.

- Ah, você ainda tem dúvidas? Mas Baby, eu quero foder sua boquinha logo, meu membro está me incomodando já - Falo em meio a suspiros de prazer e dor.

- Oh, desculpa Daddy eu não sabia… Vou cuidar disso - Falou e senti minha cueca der abaixada.

Meu membro pulou para fora, me dando um sensação de alívio estava pulsando e um pouco de pré-gozo já caia, logo senti a boca quentinha que Gaara em meu pênis, ele lentamente começou a descer e subir , me fazendo dar gemidos de prazer, mas estava muito devagar eu queria foder aquela boquinha, entrelacei meus dedos em seu cabelo para poder controlar a velocidade das estocadas, comecei a ir rápido, meu membro pulsava, algumas vezes Gaara se ingasgava com um tamanho mas eu não liguei, comecei a foder aquela boquinha do jeitinho que eu queria, afastei um pouco sua boca do meu membro logo vento todo aquele líquido quente espirrar na boca do meu ruivo que engoliu com prazer.

- É Gaara, você é impagável no boquete, agora que já fodi com sua boca, vamos foder outras partes… - Falo com um sorriso sacana.

Levanto um pouco, e ele fica de joelhos na cama, tiro sua blusa a jogando em algum lugar do meu quarto, o trago para mais perto, começo a beijar e marcar seu pescoço, vou descendo até chegar em seus mamilos, aperto sua cintura com uma mão, levo a outra ao seu mamilo esquerdo e começo a brincar enquanto lambo e chupo o direito, escutando os gemidos baixos de Gaara, que deixava meu membro cada vez mais duro, apenas com seus gemidos, passo a chupar seu mamilo esquerdo e brincar com o direito, acabando meu serviso desço os beijos para seu abdômen, jogo seu corpo para trás tirando sua cueca com rapidez o que faz aquele sorriso safado brotar no seu rosto, bom esse sorriso está sempre no meu rosto, então, vamos fazer o que ne.

- De quadro cadela! - Falo com a voz rouca.

- Como quiser, Daddy! - Fala com uma voz manhosa logo ficando de quatro e empinando aquela bundinha redonda que eu tanto gosto de machucar.

Passo as mãos por suas nadegas apertando-as, dei um tapa estalado em sua nadega esquerda o que fez ele dar um gemido de dor, passo a mão acariciando o lugar onde bati, passo a segurar seus quadris, coloco meu membro em sua entrada ameaçando entrar.

- Sasuke não brinque com o meu psicológico, pois eu também sei brigar com o seu - Falou num tom manhoso mas de forma ameaçadora.

- Como quiser, ruivo! - Falo com um sorriso sádico.

Seguro sua cintura com mais força, e o penetro com força e sem preparo, ouvindo um gemido de dor e me arrependo, começo a estoca-lo devagar, ouvindo seus gemidos ainda baixos de prazer, aumento a velocidade e com isso seus gemidos vão ficando mais altos, como eu adorava isso, continuo o penetrando agora com mais força, e levo uma de minhas mãos ao seu membro esquecido, começando a masturba-lo, sinto estar perto do meu ápice.

- A-Ah Sasuh… você me fode tão bem - Fala Gaara em meio à um gemido.

E isso foi o suficiente para que eu me desfizesse dentro de Gaara, despeijando todo aquele líquido quente, logo Gaara goza também, saiu de dentro dele, e me deito o puxando para deitar do meu lado.

- Você é tão apertado Gaara, isso me deixa louco! - Falo rouco em sua orelha apertando sua cintura e começo a beijar seu ombro.

- Segundo Round? - Pergunta malicioso e o viro para mim tomando seus lábios.

- Segundo Round! - Confirmo.


Notas Finais


Okay, depois de anos luz eu postei mais uma One Shot, me desculpem... Vou ver se começo a postar mais rápido!

EI, ANTES DE IREM... GOSTARAM?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...