História Do You Believe? ¦ YoonMin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 167
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alô, alô, graças a Deus

VOLTEI MESMO PQ NÃO CONSIGO FICAR COM O CU QUIETO SEM POSTAR, AFFS.

Desculpa me exaltei :D Boa leitura ~~

Capítulo 5 - 0.4


Jimin acabou fazendo um trabalho sobre a fé do indivíduo em si próprio ajudar em seu tratamento, e para sua surpresa acabou ganhado nota máxima. O professor havia se surpreendido com o seu trabalho, parece que todos os outros mantinham as mesmas idéias.

A semana de prova passou como um raio e agora teriam cerca de duas semanas livres antes dos resultados. O orfanato também havia lhe dado férias, então teria muito tempo livre.

Saia quase todos os dias, ia no shopping, em alguns bares e algumas boates. As vezes com Jungkook e Hoseok, as vezes sozinho. Ele estava curtindo bastante, mas apenas uma coisa o incomodava. Quase sempre encontrava aquele loiro misterioso, parecia que ele estava em todos os lugares que decidisse ir.

Jimin estava sozinho em um barzinho calmo e aconchegante. O loiro estava do outro lado e bebia calmamente um copo de whisky. O ruivo bufou e ajeitou a franja, criou coragem e foi em direção ao belo rapaz. Se sentou na cadeira de frente para ele e sorriu. O loiro o olhou com um sorriso de lado e olhos predadores.

- Já que parece que você está em todos os lugares que eu vou, acho que seria bom eu saber pelo menos o seu nome? - Jimin foi direto, dando um gole em sua cerveja.

- Taehyung... Kim Taehyung. - estendeu sua mão por cima da mesa - E o seu seria...?

- Park Jimin. - sorriu e apertou a mão do loiro.

- É um enorme prazer te conhecer, Jimin. - levou a mão do menor até seus lábios, a beijando. - Você parece ser uma pessoa encantadora.

Jimin sentiu um arrepio subir pela sua espinha e descer direto para uma fisgada em seu membro. Aquele homem era maravilhoso e hipnotizante. Suas ações, mesmo que simples, o envolviam em uma aura sexy e, droga, estava começando a ficar excitado apenas com isso.

- Jimin, - seu nome naquela voz suave fez os fios de sua nuca se arrepiarem - tudo bem?

- Ahm? Ah, sim, tudo ótimo. - sorriu e sentiu suas bochechas esquentarem levemente.

- Sabe Jiminie... posso te chamar assim? - o mais baixo apenas concordou - Então, Jiminie, eu realmente não paro de pensar em você desde a primeira vez que te vi e acho ótimo que você tenha vindo até mim. Eu estava pensando, nós podíamos ir pra um lugar mais calmo, onde podemos ficar a sós. Se conhecer melhor.

Se fosse qualquer outra pessoa Jimin teria recusado de imediato, mas algo naquele garoto fazia com que ele quase gritasse para ele o foder com força. Droga Jimin, o que tá acontecendo com você, pensou. Sem perceber já concordava e seguia o mais alto até seu carro. Começou a pensar em mil e uma possibilidade do que iria acontecer consigo até que ouviu uma voz grave que o fez estremecer.

- Taehyung! - o loiro se virou com um sorriso maldoso no rosto e olhou para a direção de onde a voz veio. - Pode vir aqui um momento.

Jimin olhava na mesma direção que Taehyung, mas não enxergara coisa alguma. A rua estava muito escura para aquele lado. Ouviu o loiro dizer para ele esperar por um segundo e se afastou. Quando voltou, seu lábio inferior estava machucado, mas o sorriso de canto ainda estava ali.

- Desculpa doce, mas parece que nosso encontrinho particular terá que ser adiado, surgiu um imprevisto. - raiva passou por seu olhar por um milésimo de segundo.

- Você está bem? Parece machucado. - Jimin se perguntava por que raios o loiro havia brigado com o dono da voz grave. Pelo menos era isso que ele achava que havia ocorrido.

- Isso não é nada. - riu - A gente se vê por aí, Jiminie.

O loiro partiu deixando um beijo no canto dos lábios do mais baixo. Jimin ainda muito confuso e um pouco tonto, acreditando ser por causa da bebida, resolveu ir para casa. Precisava tomar um banho gelado e de uma boa noite de sono para colocar a cabeça no lugar.


Notas Finais


Eu Tô tão ansiosa pra postar o que eu já tenho pronto, affs.

Gostaram, meus amores?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...