História Do you love me? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Ian Somerhalder, Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jacob Whitesides, Kian Lawley, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Exibições 105
Palavras 3.649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


não sei oq falar então nos vemos nas notas finais... auhsuash
BOA LEITURA:

Capítulo 5 - Camerons Mother


Fanfic / Fanfiction Do you love me? - Capítulo 5 - Camerons Mother

Los Angeles - Uma semana depois:

-Eu não sei qual usar - reclamei para Lox e Madison que estavam em meu quarto. Estou em dúvida se eu uso o preto ou o branco. Iriamos estrear a piscina na nova casa de Cameron.

-Usa o preto - disse Mad

-Verdade, ele não é tão decotado mais também não é uma burca - disse Lox

-Agora vai lá por. Estamos atrasadas - Madison me empurrou para o banheiro. Coloquei o biquíni e me olhei no espelho. Sai do banheiro e peguei um short no meu closet junto de uma blusa qualquer e coloquei. Peguei meu celular e calcei meu chinelo.

-Vamos? - perguntei e as meninas assentiram. Descemos a escada e não tinha ninguém na sala de casa, eles já devem ter ido.

                                             (...)

-Não vai entrar? - Nash apontou para a piscina e eu neguei

-Qualé? A água está uma delicia - disse Lox de dentro da enorme piscina - Apenas fiz um sinal de depois com a mãos e fechei meus olhos sentindo a sol forte em minha pele. Mãos geladas tocaram em minha pele me fazendo abrir os olhos, alguém me pegou no colo e está indo em direção a piscina.

-NÃO. PARA! NÃO FAZ ISSO, SOCORRO! SOCORRO - gritava mas ninguém ligava. Senti o impacto de meu corpo cair na água gelada da piscina. Vou fazer uma brincadeirinha, com o desgraçado que me jogou. Nadei para o fundo da piscina e por lá fiquei até alguém me pegar no colo e me tirar de lá.

P.O.V - CAMERON

Joguei Melanie na piscina, porém onde joguei ela ficou. Será que não sabia nadar? Entrei em desespero igual as pessoas ao meu redor.

-FAZ ALGUMA COISA - gritou Lox a procurando dentro da piscina. Tirei minha blusa e me joguei na água a procura de Melanie. Peguei ela no colo e sai da piscina com ela desacordada. Coloquei-a com cuidado no chão, já ia começar a respiração boca a boca porém  ouvi risadas de sua parte.

-O QUE? - gritei

-É brincadeira - disse calma e eu a olhei incrédula

-VOCÊ... EU. NÃO ACREDITO - levei a mão ao coração - QUE SUSTO PORRA - gritei

-Calma gente - se levantou

-Você quase nos matou - comentou Lox e o restante do pessoal assentiu. 

-Desculpa. Mas tinha que tirar uma com a cara de Cameron - começou a rir

-Ah é? Corre. Só corre - levantei e fui atrás dela que começou a correr. Subia a escada em meio a minha risada porém era impossível. Entrei no quarto no qual Melanie também entrou. Ela se virou para mim e fui chegando mais perto, com seus olhos vidrados em mim se esbarrou na mesa, aproveitei e a encurralei pondo meus braços um de cada lado de seu corpo.

-Errr... Cameron? - arqueou sua sobrancelha

-Sim - olhei seus lábios carnudos

-O que você... - não a deixei terminar e colei nossos corpos e logo em seguida nossos lábios. Fui empurrado bruscamente para trás.

-Hey, o que foi? - perguntei me aproximando novamente.

-Você namora e sua namorada está aqui e não parou de me olhar por um segundo se quer - disse ela. Então é isso!

-Não namoramos - disse calmo.

-Não foi isso que ela me disse - colocou a mão em meu abdômen me parando.

-E o que ela disse? - perguntei

-Para eu sair do caminho dela e sumir de sua vida pois Cameron Dallas é de Ashely - falou

-O que? Vamos ver se isso é verdade - disse saindo do quarto porém fui impedido.

-Não precisa. Antes de eu chegar vocês ficavam ou namoravam e foi só eu chegar e atrapalhar. Podem ficar juntos, eu não me importo - falou e isso foi como facada em meu coração.

-Espera - puxei ela antes da mesma sair de meu quarto.

-Tudo que tivemos até agora não significou nada? - perguntei

-Cameron foi só uns beijinhos - se afastou de mim. - Você mesmo demonstrou que foi só uma diversão - falou por fim e saiu de lá me deixando sozinho. O que eu fiz? Na verdade eu sei. Ashely é a causadora de tudo.

FLASHBACK ON:

-Bebê precisamos conversar - disse Ashely

-Sim, precisamos - disse e saímos de lá. Encontramos um lugar mais calma e lá ficamos.

-Não quero mais - disse

-O que? - perguntou confusa

-Eu, você. Não consigo, não quero - digo.

-COMO ASSIM? - grita me socando

-Ashely para. - seguro seus braços.

-NÃO. CAMERON EU TE AMO, VOCÊ ME AMA. NÓS TEMOS QUE FICAR JUNTOS. - gritou dando concordância.

-Não, não temos. Eu sei que você está comigo só por popularidade, e eu com você só por diversão. Cansei, não vamos mais ficar, juntos. Ache outro trouxa que te banque - disse e sai de lá antes de ouvir mais ladainhas de sua parte.

FLASHBACK OFF.

Depois de nossa conversa, nunca mais a vi porém alguns dias atrás ela voltou dizendo que não aguentava mais ficar sem mim e etc... Confesso que peguei ela para fazer ciúmes a Melanie que estava muito próxima de Kian.

Fui até a parte de trás da minha casa com minha bebida nas mãos, e vi ela conversando com as meninas. Sentei em uma espreguiçadeira e fiquei observando-a. Sou desperto de meus pensamentos com algo gelado caindo sobre mim: água. 

-Quem foi... - parei de falar ao ver Ashely parada em minha frente com um balde em mãos.

-Fui eu. Para ver se você para de olhar para a vadia ali - apontou para Melanie.

-Ela não é vadia - disse. Todos nos observava inclusive Mel.

-É SIM! PARA DE OLHAR PARA ELA - virou meu rosto para si. - EU ESTOU AQUI, ESTAMOS JUNTOS. - gritou

-Não estamos juntos - disse me levantando

-COMO NÃO? - esbravejou

-Não estamos juntos e eu disse isso aquele dia em que você foi me procurar na escola - disse.

-VOCÊ ME PAGA - correu em direção a Melanie e a derrubou no chão distribuindo vários tapas por seu corpo. Melanie se virou ficando por cima e segurou os braços de Ashely.

-Está louca? - perguntou Mel. Antes que ela pudesse fazer algo a peguei colocando ela para trás de mim.

-O que você quer? - perguntei bravo.

-VOCÊ - gritou

-Já conversamos sobre isso. Você pode sair da minha casa? - perguntei. Ashely se levantou e recolheu suas coisa e antes de sair disse:

-VOCÊ ME PAGA - apontou o dedo na cara de Mel.

-O recado está dado? - perguntou Mel. Ashely apenas saiu de lá. Me virei para Mel e seu rosto estava todo arranhado.

-O que foi isso? - perguntou Taylor.

-Por que Ashely saiu soltando fogos pelos olhos? - perguntou Sammy passando pela porta que dava acesso a sala de estar.

-Longa história - disse Lox suspirando.

-Porque você? O que aconteceu? - perguntou Samuel ao olhar sua irmã.

-Não ouviu nada? - perguntei surpreso. Sammy negou.

-Wow, o que você estava fazendo para não ouvir? - perguntou Nash com um sorriso malicioso em seu rosto.

-Vão me responder? - Sammy voltou ao assunto.

-Cameron e sua irmã se pegaram, Ashely não gostou nada disso e bateu nela. - Lox disse rápido e todos ficaram surpresos pois não sabiam de nada ainda.

-VOCÊS SE PEGARAM? - gritou Sammy.

-Eu não te ensinei se defender atoa. Por que não deu um soco na cara daquela vagabunda? - Kian chegou com uma garota ao seu lado.

-Eu não acredito! Cameron nunca mais encoste em minha irmãzinha. Ela é um bebê. - veio até ela e pegou em seu rosto.

-Não sou não - se defendeu e logo recebeu um olhar fulminante de  seu irmão.

-Vamos para casa - puxou Mel.

-Calma, minhas coisas - começou a recolher suas roupas.

-Cuida dela - disse para Sammy.

-Pode deixar - deu dois tapinhas em meu ombro.

-Vou levar vocês até a porta - disse já entrando dentro de casa, ouvindo eles se despedirem do pessoal.

-Cameron - Mel me chamou.

-Desculpa - toquei em seu rosto com cuidado.

-Não precisa se desculpar - sussurrou e deu um beijo no canto de minha boca, me fazendo sorrir.

-Depois vamos ter um conversinha - disse Sammy para mim e saiu junto a sua irmã.

P.O.V - MELANIE

-Vamos cuidar desses machucados - falou meu irmão entrando em meu quarto com um kit de socorros nas mãos.

-Posso faltar da escola amanhã? - perguntei me sentando na cama.

-Vou pensar - molhou um pouco de álcool no algodão.

-Isso arde - reclamei ao sentir o álcool em minha pele.

-Você gosta dele? - perguntou meu irmão alguns segundos depois.

-Não sei - sussurrei

-Toma cuidado. Cameron não é uma flor que se cheire - me alertou, apenas assenti e me deitei novamente após Sammy ter terminado de fazer uns curativos.

-Por que? - perguntei

-O que? - me olhou confuso

-Por que quer que eu tome cuidado? - perguntei sentindo o sono me invadir.

-Cameron já sofreu muito na infância e hoje seus problemas o acarretaram tornando o Cameron um galinha - falou calmo.

-Ele me faz bem - disse fechando os olhos.

-Eu sei. Eu sei - disse me dando um beijo na testa.

-Durma bem - disse sentindo-o me cobrir.

-Boa noite - foi até a porta, parando nela em seguida - Você pode.

-O que? - perguntei

-Faltar. Só amanhã - saiu e fechou a porta. Alguns minutos depois meus olhos se fecharam por completo me levando a escuridão total da noite que se adentrava pela janela de meu quarto.

                                                (...)

-Vocês estão bem? - perguntei a Nick. Estou falando com eles por Skype.

-Sim, achamos um esconderijo aqui onde estamos - me respondeu

-Que bom. Me mandem mensagem toda noite para eu ver se vocês estão bem - disse

-Pode deixar - Juliette se pôs em frente ao computador.

-Ahh e tem um probleminha - fiz uma careta ao lembrar do que recebi ontem.

-Aconteceu algo? - Troubel apareceu na tela preocupada.

-Sim. Alguém me mandou um mensagem dizendo que se eu não entregar minha identidade no departamento irão entregar. - falei tudo de uma vez.

-Garra Negra - Adriano apareceu na tela.

-Você está ai? - perguntei confusa

-Sim, ele vai ser nosso cumplice nessa ''fuga'' - Trouble fez aspas no fuga.

-Mas o que eles querem? - perguntei

-Que você revele quem é você de verdade para você ir presa e ficarmos preocupados - falou Nick

-E então vocês veem até mim e eles pegam vocês - completei

-Isso! - Troubel estralou os dedos em forma de que peguei fácil o plano deles.

-E o que iremos fazer? - perguntei

-Plano B - disse Nick

-Mas vocês não podem sair daí - falei

-Vamos ter que dar um jeito - falou Adriano

-Ok, depois conversamos. Meu irmão chegou - disse após ouvir meu irmão gritando do andar de baixo.

-Te enviamos o plano por mensagem. Toma cuidado, estamos ai em alguns dias - disse Nick e então eu desliguei. Calcei meu chinelo e desci encontrando meu irmão junto com Cameron.

-Eaí - falei

-Está melhor? - Cameron perguntou se aproximando

-Sim - o abracei

-Chega casal melação - disse meu irmão nos separando.

-O que fizeram hoje? - perguntei me referindo a escola.

-Você não perdeu nada - disse Cameron.

-O novo diretor chegou hoje - falou Sammy

-Ele é legal? - perguntei

-Ela no casa - disse Cam.

-É mulher? - fui para a cozinha.

-Sim. E é mais chata que o antigo. - disse meu irmão.

-Qual o nome dela? - perguntei

-Abigail Gaspard - falou Cameron

-Nome de velha - comentei me servindo com a comida de Maria.

-Setenta e cinco anos na careca - disse Sammy

-ELA É CARECA? - comecei a rir. Não aguentei e sentei no chão com a mão na barriga.

-Não ela não é careca. Há não ser que ela use peruca - disse Cameron se sentando na mesa já com seu prato de comida.

-Ok, eu vou descobrir isso então! - me levantei e terminei de me servir

-O que vai fazer? - meu irmão perguntou de boca cheia

-Puxar o cabelo dela. Não está obvio? - sentei ao lado de Cam.

-Se você fizer isso vai ser suspensa - me advertiu

-Ela não está falando sério - disse Cam com a mão em minha perna.

-Estou vendo isso. Tire agora essa mão se não eu chuto seu amiguinho - disse meu irmão nos fazendo rir.

-Calma aê. Meu amiguinho de baixo tem que viver para dar muito prazer a Melanie - disse Cameron levando um chute na canela.

-Se continuar desse jeito eu arranco em vez de chutar - meu irmão apontou a faca para Cameron. Após o almoço subi para meu quarto e fiquei mexendo no computador a tarde toda.

-Mel - Cameron entro em meu quarto.

-Huum - murmurei pausando o filme.

-Vou pra casa - disse

-Ok, tchau - voltei a tenção para o filme. Cameron continuava em pé a minha frente. Comecei a rir e pausei o filme novamente. Puxei ele com meus pés o fazendo cair na cama a minha frente. Selei nossos lábios levando minha mão a sua nuca aprofundando o beijo. Cam levou suas mãos a minha cintura a apertando.

-PAREM DE SE PEGAR AI EM CIMA - ouvi meu irmão gritar fazendo nos separar.

-Vai na escola amanhã? - perguntou

-Sim - o olhei

-Tudo bem, te vejo amanhã. - falou e me deu um selinho saindo de meu quarto. Sorri e logo voltei a assistir o filme e acabei adormecendo.

                                           (...)

-Melanie Wilkinson - ouvi meu nome ser pronunciado. Olhei em direção a voz e vi uma senhora baixinha, gordinha e cabelos brancos.

-Eu - levantei a mão atraindo a tenção de todos para mim.

-Venha até minha sala - disse e saiu. Recolhi meu material e sai da sala não antes de olhar para Shawn o único que tinha essa aula comigo. Segui para a diretoria e bati antes de entrar.

-Quer falar comigo? - perguntei me sentando a cadeira a sua frente.

-Sim. Meu nome é Abigail Gaspard nova diretora dessa escola. E estava vendo seu histórico escolar. Você é do tipo popular mas que tira notas boas, amiga de todos e de todas. Qual é a sua? -perguntou cruzando os braços.

-Oi? - perguntei não entendo onde ela queria chegar.

-Você se envolve com drogas, bebidas? - perguntou e eu neguei.

-Por que? - perguntei

-Garotas como você só querem fama e transar com garotos. - disse ela me fazendo explodir.

-Eu não sou essas garotas. Não sei você mas eu não estou aqui por interesse - disse e sai de sua sala a ouvindo chamar pelo meu nome. Corria pelo corredor rapidamente porém esbarrei em alguém e antes que eu fosse ao chão, puxou minha cintura me fazendo bater em seu corpo e sentir o perfume maravilhoso que eu bem conhecia.

-Cameron - disse olhando em seus olhos.

-Desculpa - rimos e nos separamos.

-Onde estava? - perguntou

-Na sala da velha - apontei para trás. Ouvi o sinal bater indicando o termino das aulas.

-Vai fazer algo agora? - perguntou me puxando para fora da escola.

-Vou fazer um trabalho - disse

-Com quem? - perguntou. Curioso!

-Ki..Kian - disse com receio

-Preferia não saber - ouvi dizer baixinho

-Hey, não precisa ficar assim - peguei em seu rosto.

-Não tem como não agir assim sendo que vocês já se pegaram - travou o maxilar. Ele não sabe o quanto sexy fica desse jeito.

-Nunca nos pegamos - disse calma.

-Não? - perguntou surpreso.

-Nop - neguei com a cabeça

-Vamos para a minha ou sua casa? - Kia chegou perguntando - Ah, oi Cameron - acenou para o mesmo que retribui de mal gosto.

-Vamos para a minha - olhei para Cameron que relaxou os músculos após eu falar que faremos em casa.

-Ok. Você já está indo? - assenti - Beleza, vou com meu carro te encontro lá. - me deu um beijo na bochecha e fez um toque com Cameron sumindo de nossas vistas em seguida.

-O que foi isso? - perguntou irritado

-Vamos para casa - o puxei vendo que uma discussão surgiria ali.

-Vou com meu carro - foi em direção ao mesmo sem nem se despedir de mim. Suspirei e fui de encontro a meu carro já que vim com ele. Entrei e fui para minha casa, chegando ao mesmo tempo que Cameron e Kian. Desci do carro e fui até Cameron.

-Posso vir aqui mais tarde? - perguntei com medo.

-Pode - respondeu curto e grosso.

-Hey - o chamei antes dele entrar em sua casa. Fui até ele que estava me olhando. O beijei pegando-o de surpresa porém retribuiu o beijo. Nós separamos e eu sorri lhe assegurando de que nada irá acontecer entre eu e Kian. -Te vejo depois - disse e caminhei até a casa vizinha cuja é a minha.

-Vocês estão namorando? - perguntou Kian enquanto eu abria a porta de casa.

-Nos conhecendo melhor - digo fechando a porta atrás de mim. - Vem - o chamei subindo as escadas indo em direção ao meu quarto para começarmos a fazer o trabalho.

Los Angeles - 19:48

Toquei a campainha da casa de Cameron e esperei alguém atender.

-Posso ajudar? - perguntou uma mulher morena a minha frente.

-Oi. Err, sim! O Cameron está? - perguntei

-Claro. Quer entrar? - perguntou e eu assenti. Ela me deu passagem para eu entrar e assim fiz.

-Sou Gina mãe de Cameron - falou e eu gelei. Não esperava conhecer sua mãe tão cedo.

-Sou Melanie... A-amiga de Cam. - digo meio tensa.

-Ah, irmã do Samuel certo? - perguntou

-Sim - abaixo a cabeça meio envergonhada

-Vou chamar o Cameron, sente-se por favor - falou

-Obrigada - me sento no sofá. Alguns minutos depois Gina aparece na sala novamente.

-Ele está tomando banho, daqui a pouco desce - se sentou ao meu lado.

-Tudo bem. - digo

-Você é brasileira, não? - pergunta tentando puxar assunto

-Mais ou menos - solto uma risada - Minha mãe é brasileira e meu pai americano - digo

-É sim! Conheço eles. São ótimos pais e boas pessoas - diz

-Sim. Eu sinto falta deles para falar verdade - confessei

-É não é fácil viver longe dos pais. - concordo plenamente.

-Principalmente em outro país - digo

-Sim. Vamos lá na cozinha, estou preparando o jantar - diz ela e eu me senti mais envergonhada por atrapalhar.

-Desculpa incomodar, eu posso voltar outra hora - digo apontando para a porta quando passamos pela mesma.

-Não é incomodo nenhum. - me puxou para a cozinha. Me sentei no balcão vendo-a cozinhar. - Como é o Brasil? - ouvi ela perguntar.

-Maravilhoso. Tirando o fato da politica e da desigualdade social - digo

-Bem, isso temos em todos lugares. Não podemos fugir dos problemas pois eles sempre voltam a assombrar - diz ela mexendo algo com a colher.

-Isso eu tenho que concordar. Posso ser nova mais já passei por cada uma - digo relembrando as encrencas em que me metia.

-Eu tenho a noite toda - diz ela se sentando em minha frente.

-Você não iria querer ouvir - digo rindo

-Claro que quero. É bom compartilhar historias principalmente com uma jovem - falou

-Tudo bem. Me convenceu - rimos

-Conte uma e depois eu conto outra - falou e eu concordei começando a contar um porre que eu passei. No final da historia eu e Gina estávamos rindo feito duas loucas com a mão na barriga tentando parar de rir.

-Posso saber o que as donzelas de minha vida estão rindo? - perguntou Cameron entrando na cozinha.

-Longa historia - digo me recuperando

-Vejo que conheceu minha mãe - Cameron me abraçou

-Sim, ela é um amorzinho - digo

-Você também é muito fofa. Mas vocês estão tendo algo? - apontou para e eu Cam que estávamos abraçados e nos separamos na hora.

-Não.. Er, nós, eu - gaguejei tentando explicar.

-Mãe, vamos subir. Coloque um prato a mais na mesa, que Mel vai jantar aqui - falou me puxando para seu quarto.

-Gostou? - perguntou vendo que eu observava cada detalhe de seu quarto.

-Sim - digo. Cameron me puxa fazendo nossos corpos se colarem.

-Eu não sei se consigo olhar para sua mãe após aquilo - sussurrei

-Relaxa. Só deixa rolar - disse e juntou nossos lábios. Cameron foi andando até sua cama e me deitou nela quando chegamos. Voltou a me beijar porém dessa vez mais feroz, ainda sem desgrudar nossos lábios me vire ficando por cima de Cameron. Me sentei em seu colo e tirei sua camisa, voltamos a nos beijar porém fomos interrompidos por sua mão gritando que o jantar estava pronto. Sai de seu colo envergonhada e me sentei ao seu lado na cama.

-Olha como você me deixou - apontou para seu membro ereto. Arregalei os olhos ao ver aquele volume e confesso que gostei.

-Wow - digo ainda admirando

-Quer pegar? - perguntou me puxando para cima dele.

-Nã... Err, C-a-a-ameron - gaguejei. Droga! Odeio ficar sem reação perto de garotos.

-Huum? - perguntou roçando seu lábio no meu.

-Pa-a-ara. Pre-e-eci-sa-samos descer - juntei uma coragem lá do fundo e sai de cima de Cam. Indo para o banheiro de seu quarto me arrumar melhor. Ajeitei meu cabelo e minha roupa, e voltei para o quarto encontrando Cameron colocando a blusa.

-Vamos? - perguntei.

-Sim - respondeu com a mão em seu membro me fazendo rir.

-Você é foda - digo descendo as escadas com ele ao meu lado.

-Foda é o que vamos fazer daqui a pouco - sussurra em meu ouvido e segui para a sala de jantar. Essa noite vai dar o que falar!

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Quanta coisa BAPHOOOOO aconteceu! auhsauhs
O que estão achando? Está LEGAL ou MARA?
Estou pensando em fazer um especial Halloween com cinco capítulos em um dia só, o que acham?? (Tenho alguns caps prontos).. Comentem, para eu saber que vcs estão gostando!!
BEIJOOOOOS ATÉ A PRÓXIMO CAP!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...