História Do you love me? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin!top, Menção Namjin
Visualizações 219
Palavras 2.304
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!
Voltei rapidinho com o segundo e último capítulo da fanfic, espero que gostem. ♥

Acho que esse foi um dos melhores lemons que eu já escrevi, aproveitem ele e me digam o que vocês acharam! ♥🌚

Boa leitura. <3

Capítulo 2 - Segunda Parte


Fanfic / Fanfiction Do you love me? - Capítulo 2 - Segunda Parte

Jungkook não se considerava pervertido, mas fora impossível evitar certos pensamentos ao ver o outro com uma calça de couro que marcava muito suas coxas e seu membro - parte que Jungkook não pode deixar de observar com mais demora e se perguntar porque não havia notado o tamanho daquilo antes. A camisa social branca quase transparente com os três botões apertos deixavam Jimin ainda mais sexy.

— Jungkook? — o hyung perguntou se aproximando, ficando ao lado de Jeon e comemorando mentalmente por ter conseguido deixar o outro boquiaberto usando aquelas roupas.

— A-An? O que v-você disse hyung? — gaguejou, mas nem se importou com isso. Estava entretido demais olhando para os lábios de Jimin mais vermelhos ainda - provavelmente estavam assim por algum tipo de maquiagem.

Park riu, havia conseguido o que queria.

— Eu perguntei se você não vai. — ele havia sorrido de novo. Aí fora impossível novamente para Jungkook prestar atenção nas palavras do ruivo. — Na boate, sabe? — falou mais uma vez, estranhando a demora para responder do outro.

— Ah, eu sei. — sorriu forçado, tentando esconder seu constrangimento. — Não, eu não vou não. Vou ficar aqui.

— Tem certeza, Kookie? — Jimin quase gemeu o apelido do outro. Jungkook balançou a cabeça positivamente, torcendo mentalmente para que o mais velho fosse embora de seu quarto logo. — Ok então. — soou como se estivesse irritado. Virou-se, olhando sua imagem para o espelho e ajeitando seus fios vermelhos. — Yah, hoje meu cabelo não está colaborando comigo. — brincou e riu. — Me empresta seu gel? — Jungkook assentiu sem o olhar, e apontou para uma das portas de seu guarda-roupa.

Park pegou o pequeno recipiente e começou a distribuir o líquido azul escuro em seus dedos, e sem querer, Jungkook acabou maliciando aquela cena.

Quando ia levar seus dedos molhados até seu cabelo, uma grande quantidade de gel caiu em sua camisa.

— Droga! — Jimin exclamou, tentando parecer que estava realmente bravo com aquilo. Começou a tentar retirar o líquido de sua roupa, mas ainda estava manchado. — Aish, não dá para sair assim. — Jeon observava atentamente cada ato do outro, esperando para que ele não fizesse o que estava pensando.

Park Jimin retirou sua camisa em sua frente, aparentando estar sem audácia alguma, fazendo o maknae ter a bela visão de seu abs.

O ruivo pegou uma outra camisa na cor vermelha, mas foi impedido pelo outro quando ia vesti-la.

— Caralho! Por que você faz essas coisas? — Jungkook se levantou, ficando frente a frente com Jimin.

— Que coisas? — fingiu-se de desentendido.

— Isso! — apontou para a camisa manchada. — Você adora me provocar, não é? Sempre com mãos bobas e provocações nada discretas quando estamos sozinhos ou na frente do público. Por que você faz isso? Por quê? — gritou. — Você tem noção do que eu sinto quando vejo você fazendo essas coisas? Eu quase fico duro! — confessou, aquela fora a gota d'água para Jungkook. — Eu quero tanto você hyung... E isso é errado. — se aproximou mais, olhando fixamente nos olhos do ruivo. — Eu imagino tanta coisa, tanta coisa impura Jimin... E não é de hoje que eu sou apaixonado por você.

Wow, apaixonado? Aquilo pegara Jimin de surpresa, não pensava que Jungkook gostava tanto assim de si.

— Finalmente você desconfiou. Você é muito lerdo. — riu. — Eu também desejo você Jungkook, muito. — colou o corpo do moreno no seu o puxando pela cintura.

— Então agora eu estou aqui, hyung. Estou aqui para você fazer o que quiser comigo. — sorriu malicioso. — Estou completamente entregue à você. — sussurrou no ouvido alheio, se atrevendo a morder o lóbulo.

Park não perdeu tempo, invadiu a boca alheia com a sua, logo pedindo passagem com a língua que fora cedida por Jeon. O beijo era totalmente afoito e desesperado, a língua de Jimin explorava cada canto da boca de Jungkook.

Há quanto tempo ambos esperavam por aquele beijo? Tanto Jungkook quanto Jimin desejavam aquele beijo, e talvez fosse isso que tornava o contato entre suas bocas mais gostoso e viciante.

Sem se separar da boca do dongsaeng, Jimin o prensou na parede, enquanto apertava sua cintura, fazendo Jungkook repreender um gemido e apertar os fios do ruivo.

— Eu quero isso tanto quanto você... Espero que ninguém nos interrompa hoje. — Park sussurrava no pescoço do mais novo enquanto deixava beijos por ali, o fazendo gemer baixo. — Ahh, não geme assim. — aumentou sua voz, suspirando logo após.

Jimin retirou a camisa do outro, a jogando num canto qualquer, passando agora a chupar e mordiscar seus mamilos. Voltou para a pele do pescoço, fazendo de deixar uma mordida na clavícula, onde provavelmente ficaria a marca no dia seguinte.

Desceu suas mãos por todo o corpo do maior, até chegar em sua bunda e apertar ali, indo depois para suas coxas e apertar também, logo depois a suspendendo. Jungkook entendeu o recado, então enlaçou suas duas pernas na cintura de Jimin.

O membro do ruivo ficou no meio das pernas de Jungkook, e seu membro enrijecido se roçava com o de Jimin, criando um atrito gostoso que faziam ambos gemer.

Jeon passou sua mão na barra da camisa de Jimin, a tirando com pressa para depois passar seus dedos gélidos pelo abdômen definido.

— Jimin! Nós estamos... — Taehyung chegou agitado no quarto, porém ao ver a cena murmurou um "Eita" malicioso e saiu correndo do quarto.

Isso não atrapalhou Jimin e Jungkook, pelo contrário, ambos nem ligaram para o que acabara de acontecer e continuavam se beijando.

Num ato rápido, Jimin foi andando com Jungkook até a cama, ficando em cima do mesmo e tirando sua calça de moletom, permitindo assim que visse a ereção do moreno.

— Hmm. Parece que alguém aqui já tá muito animadinho. — sorriu lascivo olhando passando a mão sobre o pênis de Jungkook, arrancando um resmungo desconexo dele.

— Minha vez de chupar você. — sorriu, ficando por cima de Jimin.

Deu mais um beijo em seu hyung e começou a morder e a chupar o pescoço, maxilar, clavícula do outro, e até mesmo o lóbulo da orelha do ruivo. Suas mordidas com certeza eram mais fortes e ficariam mais visíveis do que as de Jimin.

— Você... Vai mesmo d-deixar elas aí? Em um lugar tão... Ah... Tão visível? — Jungkook tentou dizer, porém acabou gemendo no meio de sua pergunta.

— Vou. — respondeu o mais novo, o olhando satisfeito. — Para todo mundo saber que você tem um dono. — desceu seus beijos e cupões até o peitoral do outro. — Um dono muito ciumento, aliás.

Assim que retirou as calças de Jimin, Jungkook deixou beijos pelas coxas e pelo membro ainda coberto, atrevendo-se até a deixar uma leve mordida lá.

— Você quer que eu te chupe, hyung? — perguntou com uma voz falsamente inocente.

— Uhum, bem gostoso. — respondeu olhando para Jungkook, que sorriu e retirou lentamente sua boxer.

Jungkook passou sua língua por toda a extensão do membro do outro, torturando o mais velho que apertou os olhos e gemeu alto. Colocou por fim quase todo o pênis de Jimin em sua boca, e o que não coube Jungkook foi masturbando com a mão.

Park gemia alto, a sensação de foder a boca de Jungkook era realmente deliciosa. Jungkook fazia um vai e vem gostoso, porém lento demais. Jimin agarrou com força os fios negros, ditando o ritmo das estocadas.

Jimin acabou gozando na boca de Jungkook, que engoliu tudo e ainda limpou com sua língua um resquício da goza que estava no canto de sua boca.

A cena quase deixou Park com o pau duro de novo.

— Você gostou do que eu fiz, Jimin hyung? — a forma como Jungkook pronunciou "hyung" contribuiu mais ainda para que Jimin ficasse duro de novo.

— Muito, sua boquinha quente é perfeita. — elogiou Jungkook, que subiu até alcançar seus lábios, iniciando um beijo que lhe fez provar do próprio gosto. — Mas você vai ficar de quatro agora, eu quero foder outro lugar quente. — disse após o ósculo se encerrar e deixar uma mordida no lábio inferior de Jungkook.

— Mas... A-Ahh hyung. — Jeon gemeu com o tapa que recebeu em sua nádega esquerda.

— Mais nada, Jungkookie. Agora sou eu quem mando, e você só me obedece. — Jimin disse autoritário, arrepiando Jungkook que adorava esse lado de seu hyung. — De quatro, agora. — silibou a última palavra.

O moreno se ajeitou na cama e ficou na posição que lhe fora pedida. O membro de Jimin pulsou ao ver a bunda arrebitada em sua direção, aquela entradinha branquinha e que desejava foder há tanto tempo. Deixou uma mordida ali, chupando depois a outra nádega do mais novo, fazendo o mesmo gemer.

Park procurou desesperado por sua calça, que por sorte não estava muito longe de si. Pegou o frasco de lubrificante que havia deixado ali por precaução e o espalhou por seus dedos, inserindo logo de primeira dois dedos na entrada de Jungkook.

O moreno mordeu os lábios repreendendo seus gemidos quando sentiu o dedo de seu hyung entrar em seu interior, e foi quando vieram mais dois dedos que Jungkook não conseguiu mais segurar seus gemidos.

— Jungkookie... — Park sussurrou rouco em seu ouvido, soltando uma risada maliciosa em seguida. — Se você já está gemendo assim só com meus dedos, imagina com meu pau em você. — mordeu de leve o lóbulo da orelha de Jeon, o fazendo gemer mais ainda.

— A-Anda logo, h-hyung. — Jungkook pediu com a respiração pesada, fazendo Jimin rir mais uma vez de seu desespero.

O mais velho colocou somente a cabecinha de seu membro na entrada do outro, fingindo uma penetração. Recebeu mais resmungos e gemidos em resposta, o que lhe fez entrar lentamente em Jungkook.

Quando estava completamente dentro de Jungkook, o mesmo soltou um gemido de dor, fazendo com que Jimin se preocupasse. A dor era incômoda, o donsaeng não estava acostumado com aquilo, afinal era sua primeira vez.

— Você quer que eu pare? — o ruivo questionou.

— N-Não hyung, eu quero que você meta em mim mais forte. — Jungkook tentou esconder a dor que sentia, metade queria parar com tudo aquilo, e outra metade queria ir até o final.

Jimin se esqueceu de tudo e naquele momento seu único pensamento era foder Jungkook exatamente do jeito que o mesmo havia lhe pedido, até deixá-lo sem andar.

Sem demora, Park começou a se movimentar freneticamente, estocando forte, como Jeon tanto queria. O moreno se agarrou aos lençóis da cama, gemendo alto várias palavras sujas e sem nexo.

— A-Ahh Jungkook, você não sabe quanto tempo eu esperei por esse momento. — confessou dando beijos nas costas de seu dongsaeng.

Jungkook queria responder "Eu também hyung, imagino isso há muito tempo", mas ele só conseguiu gritar o nome de Jimin quando o mesmo atingiu sua próstata.

Com Park lhe acertando mais vezes naquele local, Jungkook acabou se desfazendo e soltando um gemido rouco quando chegou ao seu ápice.

As paredes internas de Jungkook esmagaram o membro de Jimin, fazendo com que ele também chegasse ao seu limite com apenas mais poucas estocadas dentro do mais novo.

O ruivo se jogou cansado na cama ao lado de Jungkook, ficando assim um completo silêncio no quarto, somente as reparações ofegantes eram ouvidas.

Ambos queriam uma aproximação a mais, porém nenhum possuía coragem suficiente para realizar tal ato.

Jeon concluiu que havia feito uma grande merda; tinha transado com seu companheiro de grupo, gemido seu nome inúmeras vezes e agora o clima estava pesado entre os dois.

Deixando sua vergonha de lado, Jimin foi o primeiro a ceder e trazer Jungkook para cima de si, o deitando em seu peitoral. O mais novo não recuou, apenas ficou em silêncio fazendo leves carinhos pelo peitoral do outro, enquanto Jimin encarava o teto, completamente sem jeito.

— Hyung, como... Como vão ficar as coisas entre a gente agora? — Jungkook questionou num momento de coragem, quase parando no meio de sua pergunta por constrangimento.

— Eu não sei, Kook. — respondeu soltando um suspiro. — Queria que as coisas fossem mais fáceis. — confessou triste.

— Como assim? — Jeon perguntou confuso levantando seu olhar para o mais velho.

— Eu queria que pudéssemos namorar, sem ter que dar satisfações para ninguém.

— N-Namorar, hyung? — questionou corado.

— Sim, Jungkook. Namorar. — sorriu fraco. — Você não gostaria? Desculpa se você ainda achou meio cedo, é que... Aish, eu não consigo mais me segurar. Eu sou apaixonado por você faz muito tempo, e não sabia como chegar em você. Yoongi hyung que me ajudou.

— O Yoongi? — perguntou descrente, sabendo agora o motivo de Jimin ter lhe provocado mais cedo dizendo que casaria com Suga. — Então, ele sabe de tudo? Digo, que você gosta de mim.

Jimin assentiu positivamente, deixando assim que o local ficasse em completo silêncio.

— Como você acha que as fãs reagiriam ao saber do nosso namoro? — o ruivo questionou fazendo um carinho nos fios negros do outro.

— Acho que algumas não aceitariam, por preconceito, mas algumas, as que shippam Jikook com certeza iriam nos apoiar. — Jeon respondeu fazendo ambos sorrirem quando disse "Jikook." — Hyung... — chamou manhoso.

— Huh? — Jimin respondeu, fitando os olhos de Jungkook que estava demorando para lhe responder.

Você me ama? — perguntou receioso, fazendo Jimin dar mais um daqueles sorrisos que tanto amava.

— Amo, Kook. Eu te amo muito. — respondeu apertando mais Jeon em seu abraço desajeitado.

— Eu também, e aceito namorar com você. — soltou um riso fofo, respondendo a pergunta muda do outro.


Notas Finais


E então? Como foi?
Espero que vocês tenham gostado dessa two-shot, adorei escrever ela, fiz com todo carinho e amor. ♥
Deixe seu comentário para eu saber o que você achou!

Obrigada pelo favorito de cada um e pelos comentários do capítulo anterior. ♥
Até a próxima, espero ver vocês em outra fanfic minha! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...