História Do you trust me? {Jikook} - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin
Visualizações 131
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


desculpem a foto, não pude evitar hsushdush

Capítulo 7 - Ciúmes.


Fanfic / Fanfiction Do you trust me? {Jikook} - Capítulo 7 - Ciúmes.

JungKook Pov's

O fato é que, eu não consigo parar de pensar em Park Jimin. Não desde o que aconteceu ontem, no vestiário.

Quando Jimin não estava sendo um pervertido, me provocando de um jeito ou de outro, ele era incrívelmente fofo e amoroso.

Park Jimin parece uma criança pequena e indefesa com aqueles cabelos rosa desbotados, as suas blusas mais ou menos largas e suas jeans sempre apertadas. E aquelas mãozinhas... eram tão fofinhas, tão pequenas. Eu já me peguei encarando-o várias vezes enquanto ele sorria, fazendo com que seus olhinhos sumissem e formassem o eye smile que eu tanto amava; quando ele apoiava a cabeça nas mãozinhas; quando ele enchia as bochechas fofas de ar; quando...

"Espera, o que porra está ...?"

Foco, Jeon JungKook. Foco.

Eu venho pensado muito sobre o que aconteceu entre Jimin e eu. E ando muito confuso em relação a minha sexualidade. Jimin meche muito com minha cabeça, desde a primeira vez que o vi, e ele estava mordendo o lábio.

São 11h quando meu celular toca avisando que tinha novas mensagens.

3 mensagens de Lisa

O que será que a Lisa quer agora?

Lisa: oi JungKookie :3

Lisa: estou voltando para Busan sz

Lisa: tem como me encontrar?

Você: Oi Lisa.

Você: não, não dá. Tô muito ocupado com os trabalhos de escola. Tchau.

Lisa e eu namoramos no ensino médio. Ela sempre soube dos meus sentimentos por ela, e sempre pisou neles, como se fossem chiclete.

Lisa foi a pessoa responsável pelo o que eu sou hoje. Mas isso muda cada vez que Park Jimin sorri.

Decido ignorar as outras mensagens que ela manda, e vou para a faculdade.

Jimin Pov's

JungKook me deixa tão confuso. As vezes eu queria amarra-lo e fazê-lo admitir o quê sente de verdade, antes que eu enlouqueça.

Cada dia que se passa ao lado de JungKook, mais eu começo a gostar dele. E isso definitivamente não podia acontecer, já que eu era só um experimento para ele.

Chego na escola e me sento em meu lugar, e JungKook entra logo depois.

— Jiminnie — diz ele, largando a mochila na cadeira ao meu lado e deixando o celular em cima da mesa — vigia minhas coisas enquanto eu vou no banheiro rapidinho? Não demoro, juro.

— Tudo bem, JungKookie.

Enquanto JungKook saia apressado pela sala, o celular dele toca indicando que tinha recebido mensagens. Eu não queria olhar, não queria mesmo. Mas ele já estava perto de mim e a tela acesa. Quando leio as mensagens na tela de bloqueio, sinto como se estivesse fervendo por dentro.

Lisa: JungKookiee, vem me ver :c

Lisa: tenho certeza que você está com saudades de mim

Lisa: eu senti taaaanta sua falta

Lisa: e tem aquela fantasia nova que...

Eu senti minhas bochechas esquentarem de tanta raiva que eu sentia. Quem essa Lisa pensa que é? Eu tentei desbloquear o celular do Kookie para conseguir ler o resto da conversa, mas não deu. E então ele chegou, e eu estava com o rosto pegando fogo e um bico enciumado. Eu odiava esse bico, mas era inevitável fazer sempre que eh sentia raiva ou qualquer coisa relacionada.

— Jiminnie? Você está bem? — diz ele me olhando, reparando na cor avermelhada em minhas bochechas.

— Melhor impossível — disse em um tom frio.

— Então por que está vermelho que nem uma maçã, e cruzando os braços assim? — dizia ele, rindo da minha cara. Mas olha só a audácia desse filho da...

— Eu estou com frio! E eu estava com as mãos na bochecha, por isso ficaram vermelhas. Agora se me da licença, quero prestar atenção na aula.— falo, observando sua expressão de mas o que é que eu fiz?

JungKook Pov's

O sinal indicando que o intervalo começou toca. Jimin continua de cara fechada para mim e eu nem ao menos sei o motivo.

Esse tal de Taemin...nunca gostei dele. Simplismente não passa. Não depois que soube que ele e Jimin já ficaram.

Alguns minutos faltando para o fim do intervalo, eu vejo Jimin passando na minha frente e indo em direção a Taemin. O que é que ele pensa que está fazendo?

Jimin está passando a mão nos cabelos de Taemin, enquanto ele olhava para ele mordendo o lábio. Me viro e mecho no celular, fingindo não me importar com o que estava havendo ali. Dou outra olhada, mas dessa vez, Jimin não estava em pé. Jimin tinha simplismente sentado no colo dele, e estava cochichando algo no seu ouvido, e olhando para mim, enquanto Taemin mordia o lábio e olhava para ele. Recusando-me a ver aquilo, saio em direção a sala de aula. Logo depois, Jimin chega com Taemin, que o deixa na porta da sala, com um beijo no rosto.

Um beijo!

— Oi JungKook. — diz ele, fechando novamente a cara.

— Oi Park Jimin. — falo, fazendo a mesma expressão que ele.

Antes que o sinal tocasse, eu perguntei:

— Jimin, o que está acontecendo? Por que você tá me tratando desse jeito? E por que fez aquela cena toda com o Taemin lá fora?

— Não sei, pergunta pra Lisa! Aliás, gostou da fantasia sexual ridícula dela? — explodiu tudo em cima de mim, e inevitavelmente comecei a rir — JEON JUNGKOOK, NÃO RIA DE MIM! QUERO RESPOSTAS! — falou me batendo fraco, enquanto o sinal toca e o restante dos alunos chegam na sala.

— Lisa é minha ex, que anda me enchendo o saco para ver ela — falo baixinho para ele, observando-o corar — e a fantasia, é do irmão caçula dela. Pelo visto não leu o resto das mensagens. — ele cora.

— Eu não queria ler! Não é minha culpa se seu celular estava perto de mim e as mensagens chegaram. — falou, quase gritando — E para de rir de mim! Aish.

— Vem aqui — chamo ele com o dedo indicador e falo no ouvido dele, sussurrando — da próxima vez que você sentar no colo do Taemin, ou de qualquer outra pessoa, você não vai sentar por uma semana.

— Eu posso sentar onde quiser, você não e meu dono e nem meu namorado! — falou, ficando cada vez mais vermelho.

— Ainda não.

Pronto, ele ficou quieto e começou a prestar atenção na aula.

Ah, Jimin. O que está fazendo comigo?

.

As aulas passam rápido, e um Jimin muito vermelho do meu lado não fala nada.

Quando todo mundo sai da sala, me levanto pegando minhas coisas e caminhando em direção a porta, Jimin vinha atrás. Em vez de passar pela porta, fecho-a e me encosto olhando para Jimin.

— J-Jungkook? O que esta fazendo? — diz, me olhando surpreso.

— Venha aqui.

Jimin vem até mim devagar, e quando ele chega perto, o puxo pela cintura e coloco-o na mesa. Ele não diz nada. Eu não digo nada. Só ficamos um tempo assim, nos olhando. Reparando cada detalhe dos rostos um do outro. Até que eu beijo ele, e puxo seu corpo pela suas coxas para mais perto, tentando mais contato. Ele entrelaça suas pernas em volta do meu corpo, e o beijo que era doce e sincero, tornou-se cheio de desejo e necessidade.

Com uma das mãos livres, puxo os cabelos de Jimin para trás e sua boca se abre em um perfeito O enquanto ele da gemidos manhosos, mas baixos. Mordo o lóbulo de sua orelha, e vou deixando uma trilha de beijos em seu pescoço, até o seu ombro. Entre um dos beijos, enquanto ele suspirava, mordo seu pescoço, sugando a pele, até deixar uma marca.

— Ah, JungKookie — gemeu ele — não me deixe marcas, por favor...

— Tarde de mais, babe.

Quando volto a beija-lo, com mais desejo do que antes, escuto um barulho vindo de fora.

— Vem aqui, acho que essa sala está va... — Yoongi entra na sala, puxando Taehyung para perto. — zia.

— Ai. Meu. Deus! — exclamou Tae, percebendo o que estava acontecendo de novo.

— KIM TAEHYUNG! DE NOVO NÃO. — gritou Jimin, enfurecido — SOME DAQUI, AGORA!

Em menos de 30 segundos, vejo Yoongi e Taehyung correndo da sala, pelos corredores gritando desculpas.

— Jimin, acho melhor a gente ir — falo, vendo que ele ainda estava vermelho, talvez agora por raiva. Solto uma risada com a situação.

— JungKookie, não tem graça. — diz ele, rindo também — não é a primeira vez que ele nos atrapalha...

— Olha pelo lado bom. Ele impede com que façamos algo de errado aqui, na faculdade. Se fôssemos pegos por algum professor, seríamos expulsos com certeza.

— Aish... é verdade.

— Vamos?

Caminhamos de mãos dadas até o ponto de ônibus mais próximo, eu deixo Jimin lá e vou para minha casa, que ficava perto.

De mãos dadas...


Notas Finais


desculpem, ficou uma merda.
beijo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...