História Do you want to film,Soo? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Kaisoo, Lemon, Oneshot, Pwp, Yaoi
Visualizações 296
Palavras 1.214
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - One shot



E lá estava Kyungsoo com sua famosa câmera em mãos. Jongin suspirou cansado seguido de um riso infantil enquanto intercalava entre olhar para a lente ou para os olhinhos grandes e fofos logo atrás,franziu o cenho em repreensão assim que seu hyung ligou o flash. Jongin estava sendo filmado novamente.

— Ya! O flash está machucando meus olhos,hyung... — Jongin resmungou,tapando o rosto antes que Kyungsoo pudesse cogitar em se aproximar com o aparelho.

— Jongin,eu tenho que ajustar a qualidade,preciso testar com você,não irei mostrar para ninguém,juro de dedinho. — Kyungsoo respondeu com um sorriso enquanto sua mão direita seguia até próxima a do moreno,esperando que o outro juntasse seus mindinhos como sempre fazia,revirando os olhos quando recebeu apenas um bico dengoso em resposta. Kyungsoo ligou a câmera rapidamente,fazendo Jongin entre-abrir os lábios em supresa,consequentemente quebrando o bico fofo na opinião de seu hyung que havia suspirado derrotado quando percebeu que não havia captado a expressão amável do mais novo.

— Quase... — Kyungsoo sussurrou baixinho,permanecendo com a câmera ligada.

Os dois estavam dentro do quarto do mais velho,Jongin prometeu dormir em sua casa e Kyungsoo aproveitou que seus pais haviam tido uma viagem á negócios para convidar o amigo para dormir consigo.

— Vou embora. — Jongin ameaçou olhando emburrado para a lente.

— Me surpreenda,Dongsaeng! — Ignorou completamente a reclamação alheia enquanto arrumava o tripé na altura correta para ter uma visão mais ampla.

Jongin sorriu pervertido quando ouviu,se seu hyung iria deixar de lhe dar atenção por causa de uma câmera,Jongin daria um jeito nisso. Agora estava olhando fixamente para lente,sabendo que Kyungsoo lhe fitava com atenção do outro lado,o Do engoliu em seco sentindo um arrepio forte assim que fitou os movimentos do moreno sob sua cama. Jongin não faria isso,certo?

É,ele faria.

E Kyungsoo conhecia aquele olhar.

Jongin ficou de quatro na cama bruscamente,empinando o máximo a sua bunda em direção a lente enquanto pousava a cabeça em seus braços estirados sob o lençol,rebolando provocativo,o Kim sabia que isso tiraria o mais velho do controle. Kyungsoo suspirou enquanto desligava de maneira ágil o aparelho e fitava Jongin com receio assim que empurrou o tripé para longe e sorriu de maneira nervosa para o amigo.

— Você não quer filmar,Hyung? — Jongin usou um tom que beirava inocência,apesar de não haver nenhuma presente nos seus atos.

— É...Bem...A-Acho que terminei de arrumar. Pode parar,Jongin. — Até que Kyungsoo tentou controlar a voz,e percebeu que não teve sucesso assim que o outro rira baixinho de si. Ainda na mesma posição,Jongin apertou com força seguido de um tapa forte em uma de suas próprias nádegas,gemendo baixinho e dolorido após. Kyungsoo engoliu em seco. — Jongin... — o mais velho praticamente rosnou o nome do mais novo,servindo como um gatilho para a tesão do moreno,que agora acariciava descaradamente o volume do próprio membro por cima da calça.

 — H-Hyung...Ahn... 

— Ya!Jongin,pare com isso! — Kyungsoo disse entrando em pânico quando viu seu membro já desperto marcar a calça que vestia.

Malditos hormônios.

— Soo-Hyung...Você está exitado?É por mim?

E Kyungsoo jurou sentir o pau pulsar violentamente quando ouviu seu apelido sendo proferido com a voz mais manhosa que já pode ouvir,tinha certeza que aquilo era proposital.

— N-Não é com você,pare,por favor... — Kyungsoo suplicou e descontraiu os músculos assim que Jongin se desfez da posição em que se encontrava,voltando a arregalar os olhos quando fitou o moreno se aproximar de si devagar,suspirando pesadamente quando percebeu o volume que se fazia em suas calças também.

Jongin não possuía um pingo de vergonha na cara por simplesmente saber que Kyungsoo se sentia atraído até que demais por si e não seria capaz de recusar seus desejos.

Justamente por isso se aproximou do mais velho e rapidamente colou seus lábios nos do outro.

O beijo era lento e macio,com gosto de balas de morango com chocolate,Jongin sugava de modo tão pornográfico a língua vermelinha de seu hyung,ninguém sabe o quanto Kyungsoo ama quando o mais novo faz isso.

Do envolveu com ambos braços o pescoço alheio,intensificando ainda mais o beijo,sentia sua ereção necessitada pulsar debaixo da roupa enquanto trocava saliva de modo violento com o mais alto,que mantinha as mãos ocupadas em apertar com força a bunda durinha do pequeno,fazendo as ereções se esfregarem de uma maneira gostosa pra caralho.

Jongin sentiu alcançar o céu quando ouviu o pequeno gemer fraquinho entre o beijo,os estalos causados eram misturados com seus sussurros que diziam o quão bom aquilo era,se esfregando em si cada vez mais. Kyungsoo necessitava daquilo.

Assim que o ósculo foi quebrado,a menos de um centímetro de distância,Jongin fitou todo o rosto claro - agora nem tanto - do Do ; Seu hyung estava com os cabelos bagunçados e as bochechas vermelhinhas ajudavam Jongin a tentar armazenar aquele momento na memória para talvez se tocar com aquela lembrança sempre que estivesse longe do menor,a sua boca inchada e rosada,molhadinha devido ao beijo. Jongin sorriu quando fitou seus olhos que estavam quase se fechando,resultados do prazer,já que ainda estavam com os membros ficcionados.

Jongin não passou despercebido,já que também mantinha os olhos quase que fechados ao apertar cada vez mais as nádegas do pequeno.

— A-Ahn.. — Do sentiu as pernas enfraquecerem assim que subtamente Jongin enfiou a mão direita dentro de sua calça moletom e capturou seu membro,o massageando com precisão,lentamente. — M-Mais...A-Ah...Jongin... 

O Kim amava,amava tanto os gemidos dengosos de seu hyung,eram um vício tão bom que fazia o moreno suspirar toda vez em que pensava nisso.

Aumentou a velocidade,masturbando a extensão com rapidez e maestria,Jongin já era experiente no assunto, a final.

Enquanto isso Kyungsoo fazia esforço para tentar se manter em pé,agradecendo mentalmente assim que Jongin lhe prensou contra a parede,assim ficaria mais sustentável para ambos e Kyungsoo poderia relaxar mais o corpo enquanto era masturbado,pela primeira vez não era por si próprio,Kyungsoo não sabia que era tão bom assim.

Não que os dois amigos nunca tivessem se agarrado pelos corredores da escola,porque já haviam feito isso,muitas vezes. Porém nada passava dos abraços e beijos as escondidas.

E Kyungsoo se arrependeu de não ter feito isso antes,porque era muito,muito gostoso.

— Jongin,mais... — Kyungsoo sentia seu corpo fraco tremer,sentia um calor enorme vindo a tona acompanhado das famosas fisgadas no baixo-ventre,a sua boquinha se encontrava entre-aberta e gemendo palavras desconexas,mais especificamente,murmurando o quão bom era.

— Alguém já tocou você assim,hyung? — Jongin sussurrou provocativo em seu ouvido,Kyungsoo se sentindo ainda mais perto de gozar quando ouviu a voz rouca em forma de uma pergunta. — Me diga,está gostoso? — O Kim sorriu ladino quando recebeu apenas um gemido sôfrego do pequeno,qualquer coisa que Kyungsoo tentasse dizer no momento acabaria em murmúrios e gemidos desconexos.

Foi o fim para Kyungsoo,apenas conseguia gemer,estava tão perto. E isso só contemplou para que tudo se tornasse ainda mais gostoso,agora arremetia levemente o quadril em direção a mão do mais alto que se sentia extasiado enquanto ouvia os gemidinhos manhosos do seu hyung predileto,o Do arranhava com força os ombros morenos,pouco ligava para os arranhões que causaria ali,apenas queria que Jongin continuasse.

— Ahn,e-eu vou.. Assim!Isso,i-isso! Por favor,assim! — Kyungsoo encheu os olhos de lágrimas,sentiu seu corpo amolecer seguido de um espasmo forte,gozou sob a mão de Jongin que sorria de forma sacana enquanto tirava sua mão das partes intimas de seu hyung.

— E aí,o que me diz? — Jongin sorriu abertamente ao fitar Kyungsoo todo bagunçado. 

— Eu quero fazer com a boca em você,Nini.


Notas Finais


Ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...