História Doce Amizade - Imagine do Jungkook - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens BamBam, D.O, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Mark, Rap Monster, Sehun, Suga, V, Xiumin
Tags Brigas, Bts, Drama, Exo, Got7, Jungkook, Paixões, Pegação, Você
Exibições 314
Palavras 2.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei
"Eeeeeh"
Eu não fiz hot.
"aaaaaaah"
Gente não deu pra fazer hot, se não a fic ficaria sem sentido, ai eu fiz essa bagaça ai.
Desculpa se não deu pra entender algumas coisas, é que eu não coloquei em negrito algumas palavra e é isso.
Entoa quando tiver uma frase com exclamação, leem com se fosse falada alto e tals
Desculpem a demora ㅠ.ㅠ

Capítulo 28 - I Really Love Him?


Fanfic / Fanfiction Doce Amizade - Imagine do Jungkook - Capítulo 28 - I Really Love Him?

Fico perdida em meus pensamentos de novo e acabo dormindo.

...

Aish, não consigo dormir desse jeito... Eu não parava de pensar no que o Jungkook pensou quando me viu assim....aish não paro de pensar nele.
Vou tomar um ar, que horas deve ser? -pego meu celular e eram 4:27 da manhã.
Me estico para ver os outros, todos estavam deitados. Me levanto tentando sair, mas Hope me abraça cada vez mais forte. Depois de umas tentativas básicas, consigo me levantar e abri a porta lentamente. Saio e vou para a varanda.
O dia estava fresco, era tão lindo ver as luzes dos faróis dos carros na rua, a luz dos prédios, postes...eu cada vez mais me encantava com essa vista.
Começo a pensar no Jungkook, no que ele pensou de mim, do j-Hope, no que ele achava disso...aish meus sentimentos por ele só aumentam, isso é bom, mas ao mesmo tempo ruim. Eu tenho medo de me machucar e de machucar ele....
Acabo pensando alto e escapa uma frase de minha boca
-Aish Jungkook, será que você gosta mesmo de mim?- olho para o horizonte e abaixo a cabeça.
-Esta um dia lindo né?- ouvi uma voz, era de kook.
-Sim.- digo levantando a cabeça e vendo o mesmo de pé no meu lado. Ele era lindo, tão lindo, era carinhoso, e me fez sentir umas coisadas no coração.
-O que faz aqui?- ele pergunta percebendo que eu estava brisando o rosto dele.
-Estou tomando um ar.- digo.
-Mas porque? La no quarto tem um ar condicionado.- ele fala fazendo ambos rirem.
- Eu quero tomar um ar puro, sentir o vento bater no meu rosto, respirar...sabe?
-Sim, sei sim.- ele diz e ao mesmo tempo tira uma mecha de cabelo que caiu no meu rosto por causa do vento.
O clima ainda não estava quente, mas eu queria que estivesse. Eu iria fazer ele esquenta. Posso usar o modo das minhas amigas brasileiras. Cheguei perto de Jungkook e logo o beijei, igual ao que minhas amigas falavam.
Foi bom, eu pedia passagem com minha língua e ele cedia. Eu explorava cada canto da boca dele, seu beijo era realmente doce, sua língua.... Paramos por falta de ar. Nos encaramos até ele me beijar por conta própria, nossos corpos se aproximaram cada vez mais, eu estava colada sobre o lindo abdómen dele. Ele dava leve mordidas sobre minha boca, me fazendo gemer baixo. Ele percebeu então resolveu morder cada vez mais.
SÉRIO QUE EU ESTAVA GEMENDO COM ISSO?
•Sim
Eu sou muito sensível, então gemo por tudo. Ele pedia passagem e eu cedia, estava tão doce, tão confortável, podíamos ficar assim se não fosse por....
-Estou atrapalhando o casal?- pergunta Tae.
-É, a gente vem tomar um ar e se depara com esses pegas ai....-diz Suga
-É...você me trocou pra ficar com ele S/N?- Pergunta Hope por eu ter saído da cama com ele.
Eram tantas perguntas que eu não conseguia responder. Estava todos ali, tipo,  todos mesmo, Yang, Suga, Tae, os outros do grupo.
-Não é isso...é....que eu....aish que difícil!- falo fazendo bico.
-Difícil aceitar que me trocou né?- pergunta Hope revirando os olhos.
-Aish Hope....foi só um beijo. Não estamos namorando nem nada disso, foi um beijo de amigos, só.....e aliás, oque isso tem?- falo cruzando os braços já com raiva.
-Ai que fofa ela me chamou pelo apelido.- diz Hope apertando minhas bochechas.
-Aish, vou me deitar.-
-Posso dormir com você?- retoma Hope.
-Não!- falo saindo dali e indo pro quarto, me deitei e dormi.
 
...

Acordo e vou para a cozinha, não tinha ninguém. Saio e vou para a varanda, não tinha ninguém.
-Cade o pessoal?- pergunto para mim mesma.
Saio dali e desço para o refeitório, não tinha ninguém.
Volto para o 3 andar e vou para a cozinha. Preparo um lanche e enquanto eu comia, escuto uns barulhos vindo de outros quartos. Não me interesso, porque tipo, qual seria o sentido dos meninos estarem em outro quarto tirando o deles?

...

Penso bem e descido me aproximar do local. Eu estava andando sobre o corredor quando escuto outro barulho.
-Isso é gemidos?- pergunto alto.
Me aproximo da porta e encosto nela, realmente estava lá dentro.
-Aawn Kookie!- diz uma voz feminina.
QUE?! Só eu posso chamar ele assim, eu inventei esse apelido.
Abro a porta com força e raiva, me deparo com os sete na cama com algumas meninas.
Fico assustada com aquilo, mas logo kook da um sorriso, se levanta e vai até uma bolsa. De repente ele saca uma arma e mira na minha cabeça.
Fiquei em pânico. Oque deveria fazer? Rezar pai nosso? Cantar musica de Deus? Não sei oque fazer! A única opção é gritar!
-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAh!!
Todos pularam da cama. Jungkook caiu, mas veio correndo pra perto de mim.
-Oque oque aconteceu oque me conta logo porra!!- Suga vem em minha direção.
-Descobriu que esta gravida e que o pai não é o Jungkook?- diz Tae dando uma risada sarcástica.
Todos estavam dormindo, tipo, todos em suas devidas camas. Foi um sonho?
Cacete que sonho bizarro.
Fico paralisada, eu estava suando muito, Jungkook passava a mão para limpar.
-Oque aconteceu porra? Se não for nada, eu te puno por ter me acordado!- diz Jungkook olhando para os outros com cara de "Santo".
-Todos nós puniremos então!- diz Suga fazendo eles rirem.
Minha ficha não tinha caído com aqueles comentários, beeeem depois fui perceber do que se tratava...aish que vergonha!
-E-eu tive um sonho.- digo gaguejando.
-Ta conta mais.
-T-todos estavam na C-cama com algumas meninas.....-digo ainda gaguejando.
-Nem pra ser verdade.- diz outro menino que ainda não conheço, mas ele leva uma cotovelada do outro.
-Ai- continuo- o Jungkook me viu e mirou uma arma em minha cabeça. Eu achei que você iria me matar.- digo fazendo bico.
-Logico que não, não iria matar a pessoa que amo.- diz Jungkook.
-huuuuuuum.- todos falam.
-Quem diria nosso maknae falando de amor.- diz Jimim.

...

-Então, esta na hora de eu conhecer vocês né?- falo passando a mão na nuca.
-Bom, meu nome é Kim Nanjoom, ou RapMon, ou RapMonster, ou Nanjoom
Ou o Rei da Destruição, pode me chamar de qualquer um desses.- ele diz sorrindo com aquelas covinhas dele.
Ai Meu Cú
-Bom, meu nome é Kim SeokJin, mas pode me chamar de Jin. Sou o Hyung do grupo.- diz ele dando um sorriso fofo.
-Ou pode chamar ele de Princesa Rosa.- diz J-Hope fazendo ambos rirem.
-Cuidado que eu ainda sou o Hyung...- diz Jin fazendo todos pararem de rir.
-Então....é isso...- digo pensando em algo pra falar.

...
-bom, Vou fazer o café.- diz Jin se levantando e saindo do quarto.
-Eu vou jogar.- diz Tae indo embora com j-Hope, Nanjoom, Jimim.
Fica eu, Suga, Jungkook, Yang, Bambam, Jackson e os outros no quarto, sem falar absolutamente nada.

...
Hoje seria o ultimo dia dos meninos ali, tipo, ultimo dia da Yang, Bambam e os outros. Eles iriam ir embora, pois sei la oque. Eu me senti trocada com isso, mas aceitei.
Yang arrumava as coisas dela Junto de Jackson.
-Bom...vou tomar banho.- digo levantando da cama.
-Tudo bem.- eles falam e se retiram do quarto.
O dia estava quente, não do tipo fervendo, mas estava quente. Peguei um cropped preto, um short preto com pedrinhas, uma bota cano baixo e uma Jaqueta leve cinza claro. Pego também as coisas para tomar banho e vou para o banheiro.

...

Acabei o banho e me vesti. Passei uns perfumes doces que fez eu ficar cheirosa pra caralho. Desci para ver oque tinha na cozinha.
Lá não tinha ninguém dos meninos, apenas umas meninas que ficaram me encarando. Cade o povo Deus?
Fico parada brisando no chão, eu pensava de onde os meninos estariam.
Aish cade?- pergunto para mim mesma.

...

Vou sair, to nem ai não, esses caralhos não aparecem. Vou para a rua, não sabia onde iria, mas eu quis sair.
O ruim é que eu não conheço Seul, então é facinho eu me perder.
Ando por umas ruas, passo por alguns becos, eu era realmente corajosa, até eu avistar uma rodinha de homens, mas não eram homens comuns, eram homens bêbados. Um me vê e logo solta uma pérola.
-Olha lá, que corpo delicioso!- ele se aproxima um pouco.
-Se for assim eu viro ate carnívoro!- outro diz lambendo os beiços.
A cada passo que eles davam para a frente, eu ia para trás.
-Vê cá gatinha, vamos brincar.- outro diz.
Era no total de 4-5 homens. Meu cú na hora fechou. E agora cacete?
Se eu continuar andando? Eles iriam me pegar....
Eles se aproximavam cada vez mais e o pior era que não tinha completamente NINGUÉM na rua.
Eles aumentaram a velocidade dos passos, então a única coisa que eu fiz foi correr. Corri tanto que meus pés doíam. Entrei em uma rua, entrei em outra, até encontrar um beco, e pra minha sorte, era sem saída.
Vou andando para trás ate encostar na parede.
-Deixa, saiam daqui, vou ser o primeiro!- um diz e todos obedecem.
AI MEU PAI AMADO!
Ele se aproxima passando a mão em minha barriga a mostra por causa do cropped. Ele vai abaixando ate encostar nas minhas coxas. Estava um fedor estremo de álcool, eu queria vomitar com aquilo. Ele se aproximou do meu rosto na intensão de me beijar, mas eu recusava virando o rosto. Ele tentava, tentava, mas eu o impedia.
-Poha garota, para de ser certinha, não venha me falar que ainda é virgem ou BV.- ele diz.
Eu não era virgem, pois Jungkook tirou isso de mim, mas eu não queria fazer isso com ele, homem feio da poha. Ele não era velho e nem novo.
Ele foi se aproximando novamente e eu o impeço. Ja com raiva ele da um soco em minha cara, fazendo-me cair sobre umas garrafas que estavam ali, que por sinal uma quebrou por eu ter caído em cima. Meu braço sangrava um pouco por causa disso e meu rosto ardia. Olho para o lado e me deparo com um pedaço de pau, TIVE UMA IDEIA!.
Me levanto, pego o homem pelos braços e o levo para a outra parede, fingindo que iria me entregar para ele. O mesmo começa a tirar as calça, era o momento certo. Rapidamente eu pego aquele pedaço de pau e quebro na cabeça dele. Bati pra quebrar mesmo, ninguém mexe comigo. Ele se ajoelhou e começou a gritar de dor. A cabeça dele sangrava muito, eu ate fiquei com dó, mas...
Eu iria correr, mas o mesmo me puxa pelas pernas me fazendo cair de cara sobre os cacos de vidro.
Isso doeu na alma!
Eu gritava de dor, gritava tão alto que em poucos minutos, já estava rouca.
Criei forças e me levantei, peguei o resto de pau e bati nele, só que bati no rosto mesmo, bem no nariz que por sinal quebrou. Sai correndo com as pernas cortadas e o rosto também. Os outros homens ate iria atrás de mim, mas viu um de seus amigos machucado então resolveu ajudá-lo.
Tentei fazer o mesmo caminho de antes, ate funcionou, mas eu não sabia qual era o resto. Fui andando tentando saber, meu rosto sangrava muito, quase um caco de vidro entrou em meus olhos.
Entro em uma loja e pergunto onde fica a BigHit, uma moça me responde e eu agradeço.
Sigo o meu caminho e chego lá. Entrei chorando de dor, estava realmente doendo, sentia meu corpo inteiro perfurado, belo dia para usar short e cropped.
Subi ate o refeitório e ninguém estava lá. Fui para a sala no andar de cima, e la estavam eles, sentados jogando vídeo game. Como o sofá fica de costas para a escada, eles não me viram. Eu já estava tonta pela batida da cabeça no chão. Fui me apoiar na mesinha que tinha lá, mas acabei deixando o vaso cair, e bem em cima do meu pé.
-AAAAAAAAAIH!- Digo chorosa.
Eles me olham assustados por me ver toda ensanguentada. Eu estava tonta de mais, de repente comecei a ver tudo embaçado e depois preto.
-S/N OQUE ACONTECEU?- pergunta Jungkook que pelo o que parecia, vinha em minha direção.
-E-eu f-fui....- antes de eu terminar caio no chão desmaiada.

O PORRA DE VIDA!!

Continua.......

 


Notas Finais


Desculpe-me por quaisquer erro
Chupões no pescoço de vocês ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...