História Doce Diário(Vhope) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Colegial, Drama, Romance, Sexo, Violencia
Visualizações 10
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei chegando 😂😂🙏 e ai anjinhos guardem as espingardas pfv e mantenham a calma que eu voltei...
Vamos lá então boa leitura.

Capítulo 4 - Seria sonho?


Fanfic / Fanfiction Doce Diário(Vhope) - Capítulo 4 - Seria sonho?

~tae on~

Um clarão, foi tudo o que eu vi antes de simplismente apagar...

Hoseok veio ao meu encontro, deitou-me em teus braços e lágrimas se fizeram presentes, 

- Tae por favor olha pra mim, por favor não me deixa, aguenta por favor, uma ambulância.. Ele gritava insistentemente,

 Ao abrir levemente os olhos o vi a feição triste tudo o que eu não queria era va-lo triste.

-H...hoseok...  Falei baixo mais auto o suficiente para ele ouvir

-Aguenta firme  já chegaram.. Vi meu corpo ser colocado em uma maca, e a ambulância em alta velocidade me levando ao hospital, e ele o tempo todo segurando a minha mão.

Entrei no hospital as pressas agulhas aparelhos, médicos enfermeiros eu estava perdido inerte em pensamentos eu o chamei

-Hobi

-estou aqui... Por favor seja forte eu preciso de você. Disse entre lágrimas em um sussurro o ouvi dizer -Eu te amo não me abandona agora não.

Meu rosto ardeu no ferimento devido as lágrimas que rolavam 

-O que você disse ?

-Que eu amo você meu amor...

O choque percorreu meu corpo sentia como sentia dor no peito sentia uma agonia, sentia algo me consumir, em um segundo ele não estava mais ali. 

-Hoseok..... Hoseok..... Volta... Um nevoeiro cinzento caiu sobre mim. Aquela dor insistia, aquele choque, aquela agonia e ele me deixou ali sozinho em meio a lágrimas .... 

-Hoseoooooook.....

~tae off~ 

.~hoseok on~.

Eu o vi cair e imediatamente fui ao seu encontro o motorista deceu completamente afobado

-Tae, tae acorda, olha pra mim. Lágrimas insistiam em descer aquela sentimento de ser minha culpa me consumia. Rapidamente ouço passos, jimin e jungkook que estavam a alguma distância conversando.

- hobi  eu chamei uma ambulância, calma ele vai ficar bem. Kook dizia mais meu coração não se acalmava por nada, estava agoniado.

-Eu... Eu ... Deveria te-lo segurado. Choraminguei

-hoseok, não foi culpa sua okay, ele vai ficar bem

Passados minutos a ambulância chega e ele não respirava, foram necessárias massagens e choques para reanima-lo.

-Ele bateu forte a cabeça, alguém pode acompanha-lo ? Perguntou o socorrista.

-Eu vou. Disse simples

- Eu vou com você. Jimin avisa os outros  e nos encontrem lá.

~minutos mais tarde...~

 Aquela sala de espera se tornou pequena  para 6 rapazes  que andavam de um lado para o outro  na espera de alguma notícia até que um medico adentra o local.

 - Parentes do kim?

- somos nós. Dissemos um uníssono.

- o paciente está bem, mas pela batida forte na cabeça tivemos que seda-lo. Pode receber visitas mas um por vez. Quem será o primeiro?

Nos entreolhamos 

-Eu. Disse e o segui.

Adentrando o local o médico me deixou Assos com tae e eu o vi, pálido e ligado a alguns aparelhos, o soro escorria ate chegar em sua veia, ele parecia tão sereno, apenas dormindo, toquei sua mão gélida,  lembrando de nossa cena anterior uma lágrima escorrerá ao pensar que poderia ter impedido tudo apenas com um beijo, um beijo e ele ficaria comigo, ele não estaria aqui.

-Um beijo sussurrei... Aproximei meu rosto do seu, uma lágrima involuntária saiu de meus olhos escorrendo ate cair em sua bochecha, aproximei meus lábios dos seus, e um selinho demorado depositei ali, ainda segurando sua mão. Um turbilhão de sentimentos me invadiram apenas com aquele toque, apenas por ser ele, seu cheiro tão exclusivo, tão perfeito, tão... Outra lágrima me permiti deitar a cabeça com cuidado em seu peito sem todo o peso, chorando baixinho..

-v..você voltou. Um sussurro quase inaldivel me assustou e ele estava com os olhinhos abertos  um sorriso invadiu meu rosto o fazendo sorrir levemente. 

- É tudo culpa minha 

- Não.

- tae eu....

-hoseok  só  fique aqui comigo não me deixe novamente.

- Eu nunca deixei você.

- Mas depois que disse me amar, você desapareceu.

- Você... Estava sonhando!? Disse coçando a nuca.

Ele sorriu fraco e uma lágrima escorreu pela lateral de seu rosto.

- Claro que sonhei, isso só aconteceria em sonho mesmo. Fechou os olhos

- Mas.... Sonhos se tornam reais.disse e sorri

- você nunca ira amar-me.

A porta foi aberta  mostrando uma enfermeira.

-Senhor, e necessário que saia agora, para que os outros entrem. Sorriu simpatica.

- ok.Só um minuto. Falei e ela assentiu fechando a porta.

- Nem todo sonho pode se realizar, as vezes é impossível me entende?

-Sim.

- Mas sobre o amor, ele realmente pode florescer em silêncio, e se libertar quando menos esperamos, como quando quem amamos, corre o risco de morrer. Sorri e me aproximei novamente nossos rostos.

- O que você quer dizer com isso hoseok?

- Eu te amo kim taehyung...












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...