História Doce Submissão - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Amor Doce
Personagens Castiel
Tags Castiel, Dominação, Erótico, Hot, New Adult, Romance, Sr C, Submissão, Tragedia
Visualizações 212
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorei? Desculpa, sem inspiração!

Boa leitura!

Capítulo 9 - Mudanças...


No dia seguinte ao encontro com Castiel no Blue Banana eu me sentia diferente, de certa forma enfrentá-lo me fez bem e retomar um pouco do controle sobre mim mesma mas quando eu dormia era impossível não sonhar com ele, com seu toque possessivo, seu beijo e acima de tudo sobre o poder que exercia sobre mim no entanto tudo se desfazia quando eu acordava em uma realidade diferente. Ir a escola se tornou quase doloroso mas eu o fiz, meu dia transcorreu normalmente sem encontros nos corredores ou inesperados, parecia que ele havia sumido do mapa assim como Piper, não a encontrei em lugar nenhum. 

Na hora do almoço fui para o refeitório, sem sentir fome mas me obriguei a comer um pouco e tomar um suco, depois passei a ler um livro que já li e reli diversas vezes no entanto todas sempre pareciam ser a primeira "O morro dos ventos uivantes" de Emily Brontë, mesmo com aquele barulho eu conseguia me desligar e viajar naquele mundo oposto ao meu, o passado. Quando subitamente todo o refeitório caiu num silêncio anormal, não fosse o som de passos, ergui meu olhar na direção de onde vinha o som de passos e foi como tomar um soco na barriga, sim, essa foi a sensação um soco forte na barriga que me roubou o ar. Senti-me empalidecer quando vi Castiel com o braço sobre os ombros de Piper de maneira possessiva, seu olhar estava em mim, zombando e me destruindo, Piper parecia exultante, feliz, os olhos dela brilhavam como os de uma criança que acabará de ganhar um brinquedo novo.

Eles se aproximavam da minha mesa, eu não podia acreditar no que meus olhos estavam me mostrando, segurei o livro com força como uma tábua de salvação e respirei fundo quando eles se sentaram nas cadeiras a minha frente, Castiel largado e Piper... Era impossível descrevê-la.

- Surpresa! - ela anunciou com seu jeito animado além da conta.

- Oi, Eve. - Castiel tinha uma voz irônica, zombeteira.

- O-oi... - tentei sorrir para disfarçar meu nervosismo.

- Tenho tantas novidades para te contar, nós...

Vi a mão forte dele segurar seu ante-braço com certa força e Eve se calou, sua expressão mudou e o que vi em seus olhos me chocou, submissão. Ela passou a língua nos lábios e olhou para Castiel com adoração. Ele sorriu e a beijou ali mesmo na minha frente, com paixão, tudo estava em silêncio, as pessoas tão chocadas quanto eu com a novidade mas logo as conversas nas mesas voltaram num ritmo acelerado com um novo assunto, a namorada do Castiel.

- Estamos juntos! - Piper anunciou simplesmente.

- Que bom... - não conseguia formular uma frase coerente.

Castiel continuava me olhando, como se estivesse me desafiando com um único olhar mas esse eu não aceitaria, ele deixou tudo bem claro. Me levantei pegando minha mochila e jogando o livro dentro de qualquer jeito, olhei para Piper e sorri forçada.

- Esqueci que marquei algo com uma pessoa, preciso ir, nos falamos depois!

E fugi dali sem esperar sua resposta como o diabo foge da cruz, no corredor eu acabei encontrando Nathaniel que me lançou um olhar estranho mas depois sorriu, ele estava como sempre bem arrumado, cabelo bem penteado, usando uma camisa branca, calça jeans, nada exagerado e largado como Castiel, dois opostos como polos.

- Eve, que surpresa!

- Oi... - tentei falar.

- Você está bem?

- Estou!

- Tem certeza?

Eu devia estar parecendo uma idiota paranoica, tentei me controlar ou acabaria dando nas vistas, forcei um sorriso para o garoto loiro.

- Sim, desculpa, como está?

Ele não pareceu convencido mas não insistiu naquele assunto para o meu grande alívio.

- Estou bem, estava te procurando.

- Me procurando?

- Sim, vamos ter uma feira do livro para arrecadar fundos para a escola e já vi você como um livro ou outro na mão e vim saber se não queria participar.

- Claro! - respondi de pronto.

Senti uma certa animação e parte do choque anterior se foi no entanto aquele capítulo estava gravado em minha mente a ferro e fogo, ver Castiel com Piper me causou uma dor sem igual, eu não chorei ainda por orgulho... Ele não me assumiu, nem sequer falava comigo e de uma hora para outra começa a namorar com minha amiga que por acaso está namorando o motoqueiro feroz que não desgruda dela! Que grande confusão, eu me sentia em uma roda, girando ao sabor do vento. Olhei para Nathaniel que sorria, satisfeito com minha resposta.

- Perfeito, vou falar com a diretora para que ela inclua seu nome na lista e logo vamos começar os preparativos para a feira do livro, sabia que podia contar com você.

- Eu adoro ler...

- E fazer outras coisas também.

Ouvi uma voz metálica e forte atrás de mim, Castiel... O olhar amigável de Nathaniel mudou tão rápido quanto um piscar de olhos, se tornou hostil. Olhei para trás e vi Piper ao lado dele, sua expressão baixa, bem diferente da garota que eu conhecerá, alegre, amigável, deve ter sido uma noite e tanto para ela ter mudado tão rápido. Conhecia Castiel e sabia o quanto ele podia ser persuasivo, dominador, sedutor, ele sabia tocar uma garota.

- Não vai me responder, Eve?

- Não, não sei do que está falando.

- Sabe sim.

- Porque não para de agir feito um idiota e deixa ela em paz? - Nathaniel vociferou.

- Eu faço o que quero, na hora que quero, IRMÃO. - rebateu cinicamente.

- Sim e isso acabou tendo sérias consequências no passado.

Ainda era icógnita aquele assunto sobre o passado dos dois e a garota motivo daquela hostilidade. Olhei para Nathaniel, ele parecia prestes a atacar o outro, fulminando-o com o olhar.

- Não por minha causa, porra. 

Ele passou por mim pisando duro e deixando Piper para trás mas ela se apressou em segui-lo sem ao menos falar comigo ou Nathaniel. O garoto loiro se aproximou de mim e olhou em meus olhos, sua expressão de advertência não me passou despercebida.

- Fique longe dele, Eve, Castiel é muito mais do que uma aparência de bad boy, ele é perigoso e pode machucá-la.- Por que? - perguntei.

- Apenas fique longe dele, ok? Preciso ir, te ligo depois para combinarmos tudo sobre a feira do livro.

- Mas você não tem meu número...

- Fala aí.

Ele tirou um celular do bolso, falei meu número e ele anotou depois tornou a guardá-lo e sorriu, voltando a ser o rapaz doce e agradável.

- Até breve, Eve.

Observei Nathaniel indo para um lado oposto ao de Castiel, dois opostos. Eu me forcei a enfrentar uma aula de química, mas tinha certeza de que não prestaria atenção na aula.


Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...