História Doce Trapaça - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~xHasashi

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Naruhina, Nejiten, Saino, Sasusaku, Shikatema, Suirin
Visualizações 315
Palavras 4.446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hoje na fic da xHasashi e da MyG vai rolar uma putaria (8)

Oi mores, xHasashi aqui!
Eu nem sei o que dizer desse capítulo, só sei que estou rindo absurdos e ao mesmo tempo sentindo que em breve vocês irão querer matar a MyG e eu. Mas nós amamos vocês, tá?

As músicas do capítulo, vou deixar os links no final \o

Até já já!

Capítulo 11 - Capítulo 11


Hinata terminava de arrumar os cabelos em um coque em seu quarto ouvindo uma música em seu celular, apesar de tudo, não sabia se gostaria de voltar a realidade. Aquela semana havia sido surreal, fazia um certo tempo que não se sentia tão à vontade com alguém.

" Dá pra perceber que os nossos planos não têm nada a ver.

Melhor você parar de sonhar.

Eu não sou assim do tipo que quer um final feliz,

melhor você parar pra pensar.

Eu sei que tudo foi bom demais, que você é um bom rapaz;

mas eu não quero me envolver, comprometer o meu jeito de viver.

Não leva a mal, mas eu sou assim, brincar de amor não é pra mim.

Vai ser melhor pra você, você vai ver."

Terminou de ajeitar o vestido verde e preto que usava, colocou suas duas mãos na pia, se olhou no espelho e repetiu para si mesma após a música tê-la deixado completamente pensativa:

- Só essa semana, só essa semana.

- O que é só essa semana? – Naruto parou no batente da porta a fazendo olhar para ele.

- Nada, loirinho. – Sorriu para ele pelo espelho, tentando disfarçar.

Sem dizer nada, o Uzumaki se aproximou e a abraçou por trás.

- Você vai dançar comigo hoje também? – Perguntou e Hinata riu.

- Você sabe que sim. – Um suspiro escapou dela, ainda mais sentindo os beijos em seu pescoço.

~

Ino fechava o zíper da calça que vestia. Terminou de ajeitar o cropped em seu corpo e suspirou. Faltava a maquiagem.

Caminhou de volta para o quarto para buscar suas coisas e encontrou Sai dormindo sem camisa em sua cama. Suspirou pesadamente e mordeu os lábios. Aquilo já estava passando dos limites e se repreendeu mentalmente por começar a fraquejar.

"É só uma foda, Ino. "

Se desviou dos pensamentos. Ia voltar para o banheiro, mas resolveu ir até a cama e o abraçou.

Sai acordou um pouco assustado e Ino se aninhou a seu peito.

- Lindinha? – Perguntou ainda abrindo os olhos com dificuldades.

- Você dorme assim sem camisa aqui na minha cama... – Um sorriso brotou nos lábios dele e a puxou para perto. – E depois eu não respondo por mim...

Ele pegou o celular que estava ao lado e olhou a hora.

- Bom, ainda temos tempo. – Um sorriso malicioso brotou nos lábios dele.

- Então vem aqui, lindinho. – A Yamanaka o puxou para um beijo.

Tenten estava enrolando para se arrumar, começou a andar pelo quarto de toalha em direção a sua mala. Pegou algumas coisas, dentre elas um vestido branco, longo com duas grandes fendas nas pernas e era bordado com alguns detalhes em preto.

Assim que ia voltar para onde estava, Neji entrou no quarto e a olhou. Abriu um dos sorrisos mais bonitos que ela havia visto e a fez suspirar.

- Não se arrumou ainda, amor? - Perguntou em tom de brincadeira.

- Estou terminando. - Tenten sorriu, mesmo que tentasse não fazer.

- Na verdade...- O Hyuuga a puxou para perto. - Amanhã nós vamos embora e eu sentirei saudades de acordar com você. Então vou aproveitar o agora.

Antes de deixá-la responder, a pegou no colo e passou a caminhar em direção a cama. Nesse momento a japonesa suspirou.

"É só um caso de verão, é só um caso de verão"

 Pensou e se agarrou nos braços dele.

Karin definitivamente não estava bem, dentro do seu coração, algo dizia que Suigetsu não queria enganá-la e que talvez valesse a pena tentar alguma coisa. Porém ao mesmo tempo, não queria enganar suas amigas e trair a confiança delas por causa de um homem.

Terminava de arrumar seus cabelos da maneira que gostava, deu uma última olhada no espelho e conferiu sua roupa.

- Você está linda, não sei porque se arruma tanto. – Suigetsu se aproximou e a abraçou por trás. – Olha só pra essas pernas. – Colocou as mãos nas pernas dela, parando no início do short preto e curto. – E olha só isso aqui. – As mãos subiram pela barriga dela, afastando a blusa lilás que ela vestia tocando em sua pele.

- Sui...- Ela sorriu de maneira desconcertada e o abraçou ainda mais. – Para de fazer isso, nós não vamos sair mais daqui.

- Por mim, essa semana duraria um mês. – O prateado respondeu francamente e a fez morder os lábios.

“A regra, Karin... a regra. ”

Olhou para ele, ainda repetindo mentalmente a frase. 

Temari estava deitada e já arrumada, estava com os pés para cima e encostados na parede pensando a respeito daquela semana. Jamais iria admitir que o Nara tirava seu sério e mais ainda que ele a afetava ainda mais que deveria.

Estava de olhos fechados, quando sentiu a cama afundando a seu lado.

- Eu te disse que podia entrar? – Falou ainda de olhos fechados.

Antes que cogitasse responder, foi puxada para um beijo que lhe tirou o folego.

- Você fica linda de azul, problemática. – Shikamaru disse após se separar do abraço. Temari estava com um macacão que marcava seu corpo e exibia suas pernas.

- Você só quer me agradar, Nara. – Falou fechando os olhos novamente.

- Se eu quisesse te agradar, usaria meus dedos mágicos ao invés de só dizer a verdade. – Ele sorriu de canto e uma risada escapou dela. – Vem aqui, problemática. – Shikamaru a puxou para perto e a abraçou.

“Figurinha repetida não completa álbum, figurinha repetida não completa álbum...”

Temari repetia para si mentalmente.    

- Mas que saco, Sasuke! – Sakura encostou na pia, cruzou os braços e suspirou pesadamente. – Não dá pra nós dois ficarmos tentando se arrumar ao mesmo tempo. Que chatice você e esse cabelo!

Um sorriso brotou nos lábios dele, parou em frente a ela e começou a rir.

- Para de ser rabugenta, Sakura. – Ele abaixou e passou a beijar o pescoço da rosada. – Essa roupa já está me deixando louco. – Falou baixo no ouvido dela.

A Haruno estava com um vestido vermelho completamente colado em seu corpo, o Uchiha não parava de passar suas mãos sobre a cintura dela a fazendo suspirar.

- Deixa eu terminar de me arrumar. – A rosada deu uns pequenos tapas nas mãos dele o fazendo soltá-la.

Prendeu parcialmente seus cabelos com as mãos para ver se combinaria deixá-los soltos ou presos. O moreno apenas a observava pelo espelho, com um olhar que ela não conseguia decifrar naquele momento.

“Levanta as armaduras, Sakura. Não cai agora.”

Fazia o mantra incansavelmente para si mesma mentalmente. 

~~

A casa começou a ficar cheia, eles resolveram fazer uma pequena festa para comemorar aquela semana e obviamente chamaram algumas pessoas pela praia em cima da hora para desfrutar daquele momento.

Os doze estavam próximos, em casal. Aquele era o penúltimo dia e definitivamente aquela semana havia sido uma verdadeira loucura.

A música já estava alta, pessoas já começavam a dançar com o ritmo agitado e os casais começaram a se dispersar.

"Seu amor me pegou, cê bateu tão forte com o teu amor.

Nocauteou, me tonteou;

Veio à tona, fui à lona, foi K.O."

 

Hinata ouvindo a batida da música e passou a rebolar próxima a Naruto, que suspirou e sorriu.

- Vem? – A Hyuuga estendeu as mãos para o loiro e ele pegou no mesmo instante a acompanhando.

Já no meio da pista, a azulada passou a se movimentar sensualmente; O Uzumaki apenas estava agarrado na cintura dela, tentando segui-la. O corpo de ambos já estava colado, Naruto a abraçava de costas e ela rebolava lentamente sobre ele.

"Sempre fui guerreira, mas foi de primeira,

me vi indefesa, coração perdeu a luta, sim.

Adeus bebedeira, vida de solteira, quero sexta-feira

Estar contigo na minha cama, juntos, coladin."

Ino e Temari que observavam a cena um pouco afastadas se entreolharam.

- Temari, você acha que a Hinata pode estar... Eu não sei... Fraquejando? – Pediu Ino e Temari negou veemente.

- A biscate mór ficando de quatro sem ser no sentido sexual? – Ela estreitou os olhos. – Pois eu duvido muito.

- Ela tem agido estranho.

- Ino minha piranha do coração, todas nós temos e nem por isso significa que é amor ou qualquer coisa do tipo. – Ino assentiu.

- Mas a Karin parece bem mexida. – Temari concordou.

- A Karin de todas nós é a que tem o melhor coração, você sabe que ela é uma ótima pessoa, mas se apega muito fácil. Depois que sairmos daqui e o encanto do prateado passar, ela voltará ao normal. – Nesse momento Neji ergueu Tenten e começou a rodar com ela no meio da pista de dança.

- A japonesa... – Murmurou Ino se voltando novamente para a outra loira. – Ela também está me preocupando.

- Ino relaxa, nossas amigas são as maiores piranhas que conheço, elas não se deixariam levar... Não dessa maneira. – Disse Temari tentando passar convicção quando na verdade aquilo estava sendo mais para ela mesma do que para qualquer pessoa.

- Eu espero. – Comentou a loira bebericando do copo de caipirinha.

- Ino, não se preocupe. Figurinha repetida não completa álbum. Amém? – Pediu Temari estendendo o copo também.

- Amém! – Ino concordou e juntas brindaram.

Sui e Karin estavam um pouco mais afastados da movimentação. Karin estava estranhamente quieta e o prateado a trouxe para perto.

- O que foi ruivinha? Está tão estranha desde ontem, odeio te ver assim.

- Só estou triste por que estamos indo embora amanhã. – Disse ela em meio a um suspiro.

- Eu também estou, mas isso não significa que está tudo acabado. – Karin sentiu um aperto no coração.

- É... – Ela não sabia bem o que falar, então desconversou. – Está gostando da festa?

- Estou, mas... Estou pensando em algumas outras coisas também. – Karin o encarou.

- Tipo o que?

- Você confia em mim? – Perguntou e Karin estranhou a atitude, mas assentiu. – Então vem comigo, pensei em fazer algo especial para a gente hoje.

Ele pegou na mão da ruiva e juntos saíram da casa, rumando a praia.

Chegaram na faixa de areia e sentaram lado a lado, observando o quebrar das ondas. Karin escorou a cabeça no ombro de Sui e ali em silencio permaneceram por um período.

- Esse lugar é maravilhoso. – Disse Sui em certo momento. – E você é incrível. Eu não queria estar aqui com mais ninguém. – Karin sorriu e Sui a beijou, aquele beijo apaixonado e carregado de romance. Tudo se tornava ainda mais mágico por estarem em uma praia e pelo toque sutil das mãos de Sui em seu rosto.

Lentamente ele a puxou para seu colo, sem separar os lábios e o beijo foi aumentando a velocidade gradualmente. Com a urgência, o toque se tornou mais intenso e o prateado apertou a cintura de Karin a trazendo para mais perto do seu corpo. Ela suspirou e ele desceu os beijos por seu queixo e pescoço até parar próximo ao ouvido.

- Eu quero você nessa praia ruiva... – Disse ele mordendo seu lóbulo. – Quero que seja inesquecível, quero que seja você.

Karin sorriu com a confissão e tratou de tirar a camisa de Suigetsu, arranhando seus ombros e descendo pelos braços até chegar as mãos e as entrelaçar.

- Eu também quero você. – Disse ela mordendo o lábio e ele puxou o cropped que ela usava para cima, o jogando para o lado. Beijou seu colo recém descoberto até onde o sutiã rendado permitia enquanto ela começava a se movimentar sutilmente em seu colo, sentindo a ereção.

Ele puxou o sutiã para baixo e mordeu os lábios com a visão, passando a língua então pelo bico dos seios rosados, fazendo Karin arquear o corpo e segurar-se em seus cabelos.

Enquanto mordiscava e chupava um, a mão livre brincava com o outro. Sui então levantou sem deixar Karin descer de seu colo e caminhou com ela até a agua.

- O que você vai fazer Sui? – Ele sorriu de maneira maliciosa.

- Vou te deixar bem molhadinha pra mim... – Respondeu ele entre risadas entrando no mar. A água estava em uma temperatura agradável e ajudava Karin a permanecer grudada em sua cintura e rebolar contra o membro. Sui seguiu distribuindo beijos contra o pescoço da ruiva, mas logo a água já não se fazia presente.

Ele havia a levado para perto das rochas no outro lado e entendeu de imediato que ali não seriam vistos.

Karin escorou-se nas pedras e o prateado a beijou de maneira selvagem, apalpando cada pedaço de pele disponível no processo, descendo em seguida o shorts dela.

- Deliciosa... – Murmurou ele fitando as pernas da ruiva que eram iluminadas pela lua. Em seguida beijou sua intimidade por cima da calcinha de renda e ela suspirou baixinho. – Adoro seu cheiro Karin.. – Disse ele suspirando contra o tecido. – Mas adoro mais ainda seu gosto.

Com um sorriso travesso afastou o tecido para o lado e abriu um pouco mais as pernas de Karin, passando a língua rapidamente entre os lábios.

Ela suspirou de maneira mais pesada e ele sorriu, apertando a bunda da ruiva e afundando a língua em seu clitóris em seguida. Karin não suprimiu um gemido e enrolou os fios pratas em suas mãos, puxando com força.

- Sui... Isso.. – Gemeu ela fechando os olhos, se entregando a sensação maravilhosa que era ter aquela língua a explorando com tanta avidez. Sui passeava com as mãos pelo corpo da ruiva enquanto a chupava cada vez com mais velocidade e intensidade.

Ah! Ele com certeza faria essa mulher gritar hoje.

Sentiu a intimidade de Karin se contrair contra sua língua e sabia que logo ela gozaria, mas ele não queria isso, então parou bruscamente e levantou.

- Suigetsu mas que porra...?! – Ela não terminou a frase pois Sui a pegou no colo novamente, escorando-a contra as rochas, fazendo uma fricção maravilhosa entre os sexos que fez Karin gemer.

- Hoje você vai gozar só no meu pau, amor. – A ruiva mordeu o lábio inferior e depositou um beijo rápido nos lábios do prateado.

- Então trate de me foder bem gostoso logo, Suigetsu. – Disse ela e ele sorriu.

- Como quiser... - Ainda a sustentando ele deixou a bermuda e a cueca descerem até seus pés. Karin sentindo melhor a ereção do prateado rebolou em seu colo em busca de mais contato. Sui sorriu de maneira perversa e começou a deslizar a cabeça de seu membro entre os lábios maiores de Karin.

- Porra, mete logo! – Disse ela frustrada, em busca de mais contato.

- Assim? – Pediu ele deslizando a cabeça de seu membro até a entrada da ruiva e a retirando rapidamente. – Ou assim? – Dessa vez ele colocou um pouco mais e aquilo era tortura explicita já. – Ou quem sabe.... – Nesse momento ele sorriu malicioso colocando tudo com força de uma vez só. Karin soltou um gritinho surpreso quando ele estocou com força dentro de si. Agarrou-se as costas do prateado e mordeu seu ombro esquerdo, sentindo ele entrando e saindo com urgência.

- Oh! Assim Sui, bem... assim... forte!

- Tão apertada... – Murmurou ele em seu ouvido deixando uma lambida em seu lóbulo. – Tão gostosa... – Sussurrou ele e ela apertou as pernas ao redor de sua cintura com mais força.

Ele diminuiu o ritmo e retirou Karin do colo, sentando em cima da bermuda que estava no chão em seguida.

- Vem cá ruivinha, rebolar bem gostoso no meu colo.

Karin deixou suas pernas de ambos os lados do corpo de Sui e encaixou o membro duro em sua entrada, começando a rebolar, subir e descer com maestria, da maneira que ela sabia que Sui ficava louco.

- Assim? – Pediu ela divertida rebolando devagar. – Ou assim? – Perguntou deixando o membro inteiro deslizar para seu interior, começando a cavalgar. Sui trincou os dentes e fechou os olhos, sentindo arrepios invadirem seu corpo sem permissão.

Que mulher era aquela?!

O prateado levou a mão até o clitóris inchado da ruiva e o massageou de maneira lenta, em círculos demorados que fizeram Karin arfar.

- Goza no meu pau Karin... – Disse ele percebendo que ela estava acelerando os movimentos. – Goza bem gostoso...

A ruiva se curvou e mordeu o pescoço de Sui para não gritar quando sentiu os espasmos de prazer provocados pelo orgasmo tomarem seu corpo. Sui a abraçou pela cintura e foi deitando na areia, sem se importar com as costas expostas.

Passaram-se alguns segundos em silencio até Karin levantar um pouco e o encarar com um sorriso.

Ele nada disse, apenas recomeçou a se mexer no interior da ruiva de forma lenta, entrando e saindo devagar, deixando as mãos percorrerem o corpo da ruiva da melhor forma possível, ele queria memorizar cada parte de Karin.

Ele tateou pelo chão erguendo um pouco o corpo a fim de achar o bolso onde a camisinha estava guardada. Em seguida afastou Karin um pouco e colocou a camisinha a puxando de volta para cima dele, recomeçando os movimentos.

Ela se curvou contra seu corpo e tomou o controle dos movimentos, subindo e descendo daquela maneira que o prateado tanto gostava.

- Hoje não Sui... – Ela mordiscou o lóbulo de sua orelha. – Hoje eu vou te fazer gozar.

E assim acelerou o sobe e desce, fazendo o barulho dos corpos se chocando aumentar e Sui gemer baixinho e de maneira rouca.

- Eu quero ouvir você gemendo meu nome Suigetsu enquanto eu te faço gozar. – Disse ela com um grande sorriso.

- Puta que pariu Karin! – Ele apertou mais as pálpebras e segurou com firmeza a cintura da ruiva, sentindo o orgasmo cada vez mais próximo. – Porra Karin, isso, rebola no meu pau! – Ela acelerou os movimentos e ele tremeu, gemendo loucamente o nome da ruiva enquanto gozava.

Karin saiu de cima dele, procurando pelo short que usava, já que o cropped havia ficado no outro lado da praia e então sentou na areia.

Sui também se recuperou e sentou ao lado da ruiva a puxando para perto e depositando um beijo em sua têmpora.

~ ~

Era de manhã e Temari estava mais acordada do que nunca. Embora a festa na noite anterior tenha ido até muito tarde, a loira estava estranhamente sem sono.

Fez um café e pegou umas torradas, colocou tudo num prato e se dirigiu até o lado de fora da casa que estava uma zona com copos largados para todos os lados juntamente com as garrafas vazias de bebidas.

Mordeu sua torrada aproveitando o estranho momento de paz que estava vivendo quando uma ruiva totalmente desgrenhada e um prateado igualmente acabado surgiram no portão que ligava os fundos da casa a praia.

- Extra! Extra! Extra! – Disse a loira fazendo Karin a olhar assustada. – Casal é pego com a boca na botija voltando de fornicação selvagem ao ar livre.

- Puta que pariu Temari! Quer me matar do coração? Mas que diabos você tá fazendo ai acordada? – Disse Karin colocando a mão sobre o peito. – A essa altura era para você estar sei lá, em coma alcoólico ou dando pro Shikamaru. – A loira deu de ombros.

- Acabei ficando sem sono e o Shika morreu depois da terceira. – Ela mordeu sua torrada e olhou para os dois de deboche.

- Pelo jeito a noite rendeu em Suigetsu! – Sasuke apareceu da puta que pariu fazendo todos se voltarem para a porta. – E pensar que você de todos nós era o que menos transava.

- Sasuke isso já passado! – Disse Temari. – Agora seu amigo foi convertido pela chave de buceta da Karin. Amém irmão?

- Santa chave de buceta, amém! – Disse o Uchiha erguendo as mãos para o céu.

- Puta merda, eu não mereço isso logo pela manhã. – Disse Sui balançando a cabeça para os lados como se quisesse esquecer o que acabou de ouvir. – Vamos subir e descansar ruivinha? Estou todo dolorido pelo mal jeito que dormimos.

- Isso que dá dormir no duro... – Comentou Temari dando um gole no café.

- Bom dia pra vocês. – Disse a ruiva já puxando o prateado casa a dentro. O Uchiha veio e sentou com Temari.

- Quer? – Pediu a loira oferecendo as torradas.

- Não! Eu to me sentindo muito enjoado devido a bebida de ontem.

- Até que hora vocês ficaram em pé? – Pediu a loira.

- Nossa umas duas e lá vai alguma coisa, acabou logo depois que aquele cara do chapéu tentou entrar no meio da pegação das duas lésbicas e elas jogaram ele na piscina.

- Meu deus... Mas afinal, de onde diabos saíram aquelas pessoas? – Perguntou Temari com uma cara completamente indignada.

- Porra, eu não faço ideia, mas a casa ficou um lixo. Pensa no trabalho que vai dar limpar tudo! – Temari colocou um sorriso vitorioso no rosto e espreguiçou-se na cadeira.

- Sasuke, Sasuke... A Saky tem razão: você é lindinho, mas muito lerdo. Eu já chamei o pessoal da limpeza.

- É, o Shikamaru tem razão: você é uma problemática muito eficiente. – Ela riu.

- Aceita uma torrada agora?

- Aceito. – Sasuke pegou e encostou na cadeira que estava sentado.

- Bom dia. – Naruto falou saindo pro lado de fora e sentando-se ao lado do amigo.

- Mas que porra, Naruto? – Falou encucado com as grandes manchas vermelhas no pescoço do loiro.

- O que você acha, Sasuke? – A loira revirou os olhos. – Porra, a Hinata tá violenta.

- Eu tô o que, biscate? – A azulada passou a caminhar para onde eles estavam. Sentou-se ao lado da amiga e roubou uma torrada.

- Porra, mas você é folgada pra caralho em? – Temari revirou os olhos e a azulada riu.

- Foda-se você, te conheço a minha vida toda e não preciso pedir permissão pra porra nenhuma. – A Hyuuga sorriu e mandou um beijo pro Uzumaki que estava em sua frente.

- Vem aqui, vem. – Naruto a puxou pelo braço e ela sentou no colo do loiro.

- A pelo amor de Deus. – Sasuke revirou os olhos.

- Ô SAKURA. – Temari e Hinata gritaram juntas, se olharam e começar a rir devido a sintonia. – VEM DAR UM JEITO NO UCHIHA. – A azulada terminou de falar.  

- A Sakura tá dormindo. – O Uchiha cruzou os braços. – Tive muito fogo para apagar ontem à noite e devo ter a deixado exausta.

- Não fale antes da hora Sasuke-kun. – Uma voz debochada veio da porta e em seguida Sakura com os cabelos rosa presos em um coque mal feito e cara de sono apareceu.

- OOOOOH AO VIVO! – Disse Temari e os outros riram.

- Oba! Torrada! – Disse Sakura pegando uma do prato também.

- É, as MINHAS torradas. – Disse Temari puxando o prato. – Porra eu ofereci pro Sasuke por gentileza mas essas piranhas só vão pegando... Não é assim que a banda toca!

- Fica “shiiiu” ai que a banda toca como a gente quer e você cala a boquinha. – Disse Sakura de maneira doce sorrindo para Temari em seguida.

- E aqui a banda toca com um “Hoje na casa dos Hyuuga vai rolar uma putaria..” – Cantarolou Hinata e levantou começando a balançar o corpo.

- “Tinha a Tenten, Temari, Sakura, Hinata, Karin e Ino doidas pra fazer orgia...” – Sakura se juntou a amiga.

- “Uma fodida na areia, outra em cima da pia...” – Cantou Temari e as três rebolaram até o chão gargalhando em seguida.

- Meu deus... – Murmurou Shikamaru completamente confuso aparecendo. – Mas que porra tá acontecendo aqui?

- Estamos cantando... – Disse Sakura.

- E dançando... – Completou Hinata.

- A essa hora? – Pediu o Nara sentando.

- E existe hora para isso meu amor? – Pediu Temari e o Nara a fitou, negando com a cabeça.

- Hinata, eu já te falei. – Naruto a puxou para perto. – Rebolar assim na minha frente é um problema. – Ela sorriu e deixou um beijinho casto em seus lábios.

- Não se preocupa, a gente resolve esse problema em dois tempos loirinho.

- PORRA ASSIM NÃO DÁ! – Neji e Tenten surgiram do nada e o Hyuuga já estava indignada. – EU MAL ACORDO E ESSES DOIS TÃO COM PUTARIA, PORRA... MAS QUE FILHAS DA PUTA!

- TENTEN DÁ UMA CHAVE DE BUCETA NO SAFADÃO LOGO POR QUE QUEM NÃO AGUENTA MAIS SOU EU! – Respondeu a Hyuuga e todos riram.

- É lavação de roupa suja Brasil!! – Disse Sakura rindo.

- Chama a Christina Rocha que vai ter casos de família da melhor qualidade. – Temari estava rindo e sentou no colo de Shikamaru para observar de camarote o desenrolar da história.

- Vocês são horríveis. – Disse o Hyuuga sentando. – Oba! Torradas! – O semblante de Neji mudou completamente ao ver as torradas de Temari.

- Mas que diabos as pessoas têm com torrada? – Pediu Temari em um murmúrio recebendo um beijo de Shikamaru.

- Elas são crocantes. – Disse o Hyuuga levando uma a boca.

- E sequinhas. – Concordou a rosada.

- Tem baixa caloria... – Continuou Hinata.

- Tá, tá.. Eu já entendi.

~ ~

O pôr do sol estava quase presente no horizonte quando as últimas malas foram colocadas dentro dos carros.

Eles estavam terminando de fechar a casa e logo partiriam de volta à cidade. Em alguns dias a faculdade estava de volta e eles precisavam de alguns dias para se preparar. 

Shikamaru e Temari estavam sentados na varanda perto da piscina.

- Shika, se importaria de tirar uma foto comigo? – Pediu a loira e o Nara sorriu.

- Mas é claro que não! – Ele se aproximou e a puxou para mais perto, fazendo uma pose. Ela sorriu e pegou o telefone.

- AH EU QUERO TAMBÉM! – Disse Naruto que estava sentado com Hinata um pouco mais afastado.

- Ai loirinho, vem cá. – Hinata sorriu o puxando para perto e ele sorriu também, batendo a selfie.

- JUNTA TODO MUNDO NO CABARÉ! – Gritou Temari de repente se levantando. – Que a gente precisa tirar uma foto de todo mundo!!!!

Os demais que estavam por ali se juntaram.

- Ué, cadê o Neji e o Sai? – Perguntou Ino olhando ao redor.

- Estamos aqui! – Disse Neji saindo da casa. – Estava terminando de conferir tudo.

- O que está acontecendo? – Pediu Sai e Ino se aproximou o abraçando.

- Vamos tirar uma foto para memorizar essa semana! – Disse ela toda empolgada.

Temari ajeitou o celular em um suporte e colocou o temporizador, correndo para os amigos em seguida.

Os segundos correram e ouviu-se o “click”. Em seguida o grupo se dispersou, Neji terminou de fechar a casa e então seguiram juntos para os carros.

- Essa semana foi a mais louca e divertida da minha vida. – Disse Shikamaru sentando no banco do motorista após se despedir de Temari e das meninas.

- Porra... E só foi incrível por causa delas. – Disse Naruto empolgado colocando o cinto.

- Mal posso esperar para ver elas novamente. – Disse Suigetsu do banco de trás enquanto o Nara dava a partida.


Notas Finais


Primeira música: Ludmilla - Modo Avião.
https://www.youtube.com/watch?v=-bt4ChFPuJw

Segunda música: Pabllo Vittar - K.O
https://www.youtube.com/watch?v=3L5D8by1AtI

Terceira música (adaptada e com a ideia MARAVILHOSA da dona MyG): Mc Britney - Casa do seu zé.
https://www.youtube.com/watch?v=kpzD9VK5ekY
SERÁ QUE ISSO VAI ROLAR ROMANCE? AGUARDEM!

Beeeijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...