História Doces ou Travessuras? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Cats, Gato, Híbrido, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin
Visualizações 21
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap <3 Demorou? Demorou haha
Essa correria de Enem está me deixando louca, mas prometo fazer um cronograma de postagem.

Boa leitura! :3

Capítulo 3 - De Espumas à Conversas


Bom, Taehyung conheceu Jimin da pior forma, no pior momento e nas piores condições. E eu? Ah...Minha reação será uma eterna mistura de medo, vergonha e constrangimento. Havia travado na porta e não sabia se tentava conter Tae ou amparar Jimin. Tudo parecia estar em câmera lenta e, por impulso, contive o moreno na sala e mandei o híbrido subir para o quarto.

- Eu vou fingir que não vi isso, mas eu vi. -Taehyung disse estático e parecia estar mais...Calmo?- VOCÊ TEM UM HÍBRIDO E NÃO ME DISSE, VIADO!

- Ei, calma aí, eu ia contar mas aconteceu esse pequeno imprevisto! - Suspirei pesado enquanto desviava dos tapas transferidos em mim. Certo, eu devia ter contado no momento da ligação, talvez o impacto seria menor. Ver Jimin daquele jeito foi meio... Ah meu Deus, Jimin! Preciso ver como ele está. - Eu já volto, vou ver como estão as coisas lá em cima.

Não estava tão preocupado com a reação de Tae pois sabia que o mesmo gostava do assunto "híbridos". Dizia que era o seu sonho e que morreria para achar um. Se ele manteria em segredo? Isso seria outra história.

Subi as escadas com certa pressa e rezando mentalmente para que tudo estivesse em ordem e que o gatinho estivesse bem. Abri a porta do quarto e tudo estava quieto e silencioso, algo que era muito suspeito. Dei duas batidas rápidas na porta do banheiro e a abri lentamente, revelando frascos de shampoo e principalmente água pelo chão. O que me chamou atenção foi o serzinho encolhido no canto contra a parede gélida.

Em silêncio, o enrolei na toalha. Seus olhos inundados denunciavam e o rosto avermelhado denunciavam o choro recente. Aquilo fez meu peito encolher, eu não devia ter me distraído tanto.

-Kookie...Desculpa o Jimin! Ele só queria mais espumas, mas deu tudo errado...

- Hey, tudo bem. Mas você não pode sair sem roupas por aí. Preciso arrumar essa bagunça e colocar uma roupa em você.

Apesar de toda a bagunça, agora Jimin estava limpo e devidamente vestido. Como previsto, o suéter era enorme, mas tornava a cena cômica. Descemos as escadas com certo receio, e tudo piorou quando Taehyung se desesperou quando viu o pequeno garoto ao meu lado.

- Ah meu Deus, por que tão fofo? - Aproximou-se e Jimin se pôs atrás de mim, abraçando meu tronco e se escondendo ali, mesmo sabendo que o mais velho poderia lhe ver.

- Pensei que iria falar sobre Hoseok ou Yoongi...- Mudei de assunto e confortei o gatinho, passando minhas mãos em seus braços.

- Era isso mesmo, mas parece que o híbrido é mais importante agora! - Um sorriso quadrado surgiu novamente e pude sentir Jimin me apertar ainda mais. Além de bagunceiro, era medroso. Fofo.

Em meio àquela situação, fiquei feliz por dentro, principalmente por Jimin confiar em mim à ponto de recorrer a um abraço para conter seus medos. Era uma sensação diferente, totalmente fora do meu cotidiano.

- Parece que ele não está muito confortável. Provavelmente tudo ainda é novo para Jimin. Não o assuste assim...

- Certo, parece que terei de vir em outro momento. - Fingiu decepção. - Se prepare, na próxima trarei o bonde todo comigo!

- Ok, ok. Boa sorte! - Sorri ao imaginar em como seria a reação deles. Céus, posso garantir que seria uma loucura.

Nos dirigimos à porta e nos despedimos. Tae deixou um pequeno afago nos cabelos de Jimin e o mesmo se sentiu menos intimidado, retribuindo com um ronronar.

~°~°~°~

Durante o almoço, observei Jimin de uma maneira diferente. Deixei de vê-lo como uma simples figura fofa e passei a perguntar a mim mesmo sobre o seu passado. Mesmo que eu visse os sorrisos, podia sentir que havia algo errado por trás deles.

Desde a noite de Halloween, esperei para que pudesse descobrir algo do mesmo. Estava receoso de sua reação, mas não podia esperar mais.

- Jimin, podemos conversar? - Seus olhos curiosos se encontraram com os meus de forma atrapalhada. Sua concentração estava no macarrão à sua frente, então não sabia ao certo o que resolver primeiro.

- Podemos sim! - Sorriu e apoiou suas mãos em seu queixo, aguardando minha fala com paciência.

- Pode me contar sobre o seu passado e o porquê de estar sozinho na madrugada?

Suas orelhinhas claras abaixaram-se imediatamente e um semblante triste ocupou o lugar do sorriso de alguns segundos atrás. Após a minha pergunta, me arrependi amargamente e minha consciência estava pesada com tudo aquilo. Tinha sido muito direto? Muito grosseiro? Antes de me desculpar, fui interrompido.

- De onde o Jimin vem, existem vários como ele. Há alguns anos, um cientista capturou o Jimin e ele me transformou nisso. - Um biquinho se formou e sua atenção se voltou ao prato. - A omma e o appa do Jimin foram para o céu, pois um dia tentaram salvar o Jimin daquele homem mau. O Jimin e os outros hibridos tinham de passar por testes todos os dias, além de passar fome e sofrer maus tratos. Kookie...Por que foram tão maus com o Jimin? O Jimin não fez nada!

Suas lágrimas eram incontáveis, assim como seus soluços. Minha garganta fizera um nó e meus olhos ardiam ao imaginar sua dor. Não esperava que o pequeno gatinho tinha uma história tão conturbada e ter sido vítima de pessoas tão cruéis. Não...Ele não merecia. Jimin não mereceia nenhum tipo de sofrimento.

Após eu enxugar suas lágrimas, o mesmo dirigiu-se a mim, sentando em meu colo com suas pernas de cada lado do meu corpo. Seus braços me rodearam e pude sentir sua respiração pesada em meu pescoço. Não pude evitar de abraçar sua cintura e distribuir um leve carinho em suas costas.

- O Jimin conseguiu fugir naquela noite, mas perdeu seus amigos. Tinham muitas pessoas sendo gatinhos, ou com roupas estranhas...Então nos perdemos. - Preciso citar novamente meu ódio pelo Halloween? Acho que não. - O Jimin viu que as pessoas batiam nas portas das casas e sempre apareciam pessoas, então o Jimin resolveu fazer o mesmo! E foi assim que o Jimin achou o Kookie.

Seu eye smile que tanto gostava estava ali novamente. Saber que o garoto em meu colo havia chorado duas vezes no dia fazia com que eu me sentisse um completo idiota. Decidi prometer a mim mesmo que não o faria chorar, muito menos passar por todo aquele sofrimento de novo.

Antes que eu pudesse dizer algo, Jimin me olhou sério, e como lesse meus pensamentos, fez questão de reafirmá-los.

- Kookie, promete que não vai abandonar o Jimin?

- Eu prometo, ChimChim. - Sorri ao elaborar o novo apelido e, em resposta, Jimin deu um pequeno pulinho em meu colo em completa felicidade.

Eu não gostaria de ter maliciado, mas... Porra! O que estava acontecendo? Me controlei com bastante esforço, mas tudo piorou quando vi as coxas desnudas do menor. O suéter havia levantado depois do seu pulo. Respira.

- Acho que você precisa de roupas novas, Jimin...


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui!
O que acharam? <3

Espero que tenham gostado!
Até o próximo! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...