História Doces ou travessuras? (Catiel x Lysandre) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Lysandre
Exibições 377
Palavras 1.819
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoas! Adivinha quem apareceu com mais uma fic de amor doce ao invés de estudar para o vestibular!? Isso mesmo, euzinha *jogo purpurina*

Eu sei que ainda esta um pouquinho longe dos dias das bruxas maaaaas essa ideia não saia da minha cabeça então eu achei melhor escrever e postar logo pq vai que eu esqueço ou sei lá.
Me desculpem por qualquer erro pois eu ainda não revisei. Comentários e criticas são sempre bem vidas!

Ah, enquanto as fantasias dos meninos eu vou deixar o link das roupas nas notas finais caso alguém queria (eu sempre imaginei eles com essas fantasias hahahahha ate o Nath que nem tem tanta importância na fic mas vou deixar a dele também só por qualquer coisa)
Catiel: ¹ Gabriel Belmont (Castlevania)
Lysandre: ² Leonardo da Vinci (Assassin's Creed)

Capítulo 1 - I


   Era a manhã após o Dia das Bruxas. Acordei com um corpo quente ao meu lado, abri os olhos e vi que era o Lys. Ele parecia adorável quando ele estava dormindo, seu cabelo bagunçado e seus músculos expostos o deixava ainda mais bonito.
   Acariciei os seus cabelos e senti ele se mover em seu sono. Ele parecia perfeitamente inocente. Eu nunca tinha tido a coragem de admitir meu amor a ele, mas eu estava aqui, ele estava ao meu lado, e ... sim, estávamos ambos nus.

Castiel pov

   Halloween sempre foi um dos meus dias favoritos do ano, e nesse eu estava especialmente inspirado. Iria me vestir de Gabriel Belmon¹ e não conseguia esconder a minha animação para a festa que teria na escola. Eram 18:30 e eu ainda tinha meia hora para terminar de me arrumar e ir para a escola. Sei que nunca fui de chegar cedo na escola mas essa era uma ocasião especial.
   Estava terminando de vestir a armadura ate que escutei as batidas na porta. Esbocei um sorriso, só poderia ser o Lysandre. Ele me pediu ajuda com a fantasia e bom isso foi uma das coisas que me motivou a ir para a festa. Quando ele me pediu ajuda a primeira coisa que pensei foi vestir ele de enfermeira, mas como ele nunca iria aceitar acabei escolhendo uma mais normal. E a minha fantasia...  eu a tinha escolhido especialmente para ele.
   Desci as escadas correndo e abrir a porta para ter a maravilhosa visão do Lys vestido de Leonardo Da Vinci², ele tinha alterado um pouco a roupa,  salpicado um pouco de tinta vermelha  e rasgado-a um pouco para parecer um zumbi e deuses ele estava lindo.
—Wow, você esta lindo. - Falei depois de um tempo
—Fico feliz que você pense assim. -Ele piscou para mim e deu um de seus sorrisos magníficos
—Vamos? Perguntei e ele concordou, me virei para fechar a porta de casa e ele me deu um tapa na bunda... Então era assim a nossa "amizade", viramos amigos muito rápido e  sempre teve esse tipo de brincadeira e eu acho que isso acabou ajudando na atração que eu sinto por ele.
   Enquanto nos caminhávamos eu perguntei "Lys, posso pedir  a sua opinião?", e apontei para a minha roupa enquanto rezava  a cada divindade conhecida para que ele gostasse
—Castiel, esta é a melhor fantasia  que eu já vi porra! Venha aqui! -Ele falou um pouco feliz demais enquanto me puxava para um abraço
   Obedeci, feliz por ele ter gostado tanto da fantasia quanto eu. Ele me abraçou e eu respirei fundo, inalando o seu cheiro almiscarado. Ele cheirava perfeito e eu desejei que nunca tive que terminar o abraço. Mas é claro que eu tinha que fazer. Ele me soltou e limpou a garganta antes de falar.
—Eeee vamos entrar? - eu nem tinha percebido que já estávamos na frente da escola. concordei e fomos na direção da quadra de basquete onde seria a festa.
Chegando lá tudo estava ótimo, a decoração típica estava excelente e a musica em um ótimo tom (obra das meninas mas eu nunca que iria admitir isso em voz alta), encontramos o Nathaniel no caminho que estava vestido de pirata ou qualquer coisa parecida com isso. Havia vários pufes em forma de abóboras e muitas bandejas de bebidas e comidas nas mesas. Peguei uma cerveja e fui me sentar em um canto qualquer.
—Eu realmente gosto da sua fantasia Cassy. -ele sussurrou em meu ouvido. Estremeci com a sensação de seus lábios que perto da minha orelha-
—Obrigado, Lys. -eu disse, virando me acidentalmente e fazendo raspar rapidamente os nossos lábios.-
   Enquanto mil pensamentos passavam pela minha cabeça ele apenas sorriu e sentou do meu lado, deixando as nossas pernas se tocarem. Nos ficamos conversando e bebendo durante um bom tempo ate que a Rosalya e as outras meninas se aproximaram. Depois de umas boas conversas jogadas fora o Lysandre se levantou sem falar nada e se afastou, eu apenas o segui com o olhar.  
  Demorou mais um pouco ate elas se afastarem (graças a deus, eu não tenho muita paciência com esses papos de meninas), fui ate a mesa de comidas, peguei alguns salgados e mais uma bebida e quando voltei para o meu lugar sentir o meu celular vibrar. Olhei para ver o que era e advinha!? Era uma mensagem dele

"Me encontre no porão"

   Não pensei duas vezes e fui atrás dele. Estava decidido que iria fazer tudo o que tinha vontade com ele hoje. Chegando lá bati na porta e ele logo veio atender. Logo depois que eu entrei ele perguntou "doces ou travessuras" numa voz super inocente e antes que eu pudesse responder ele me puxou para um beijo.
  Nossas bocas se encaixavam perfeitamente a sua língua quente enviava choques na minha gelada por causa da bebida, ele tinha gosto de café. Nos afastamos quando o ar faltou, olhei nos fundos dos seus olhos e falei "eu pensei que isso nunca fosse acontecer" e dessa vez fui eu quem o puxou para o beijo. Umas das minhas mãos foram para a sua cintura enquanto a outra foi de encontro aos seus cabelos mas antes jogando a boina da fantasia no chão.
   Suas mãos passeavam pela parte da minha barriga que ficava exposta por causa da fantasia, seus dedos foram de encontro aos meus mamilos e apertaram essa região, soltei leves gemidos e o escutei falar "você me leva a loucura Cassy"  escutar isso fez as coisas piorarem nas minhas partes baixos então o empurrei contra o sofá (tínhamos colocado no porão para os nossos ensaios da banda) e comecei a tirar a sua roupa e recebi uma serie de série de gemidos em resposta.  
  Retirei a sua box com cuidado e acariciei o membro dele de leve, escutei mais um de seus gemidos e depois comecei encostando os lábios, beijei ele todinho, com a boca meio aberta.  Chupei com vontade, me engasgando um pouco, sentia a cabeça percorrendo minha língua, ia de cima pra baixo, de baixo pra cima, às vezes devagar, às vezes mais rápido, dava algumas  mordidinhas e quando eu percebi que ele estava próximo continuei mas não sei de onde ele retirou forças e me puxou para o beijar e depois falou  "Ainda não querido” e trocou nossas posições.
 
Lysandre pov
  Comecei a beijar seu pescoço, soprando ar quente sobre ele. Ele não mostrou uma reação, mas eu sabia que ele gostava. Comecei a deixar minhas mãos vaguear seu corpo, começando em seu peito e em seguida retirei a parte de cima da sua roupa. Desenhei pequenos círculos em torno de seus mamilos e eu podia sentir seu coração bater mais rápido. Subiu em cima dele, ele olhou para mim com pupilas dilatadas, mordendo o lábio enquanto em dava leves reboladas em cima dele. Ele forçou minha bunda mais sobre o quadril dele e eu podia sentir o quanto ele estava duro. Puxei seus cabelos com vontade e o escutei gemer.
  Me separei dele novamente e retirei o resto de sua fantasia junto com a sua box e repeti o mesmo processo que ele tinha feito em mim, só que não pude terminar pois logo sentir suas mãos me puxando para cima. Nos beijamos mais uma vez e enquanto ele atacava o meu pescoço e estiquei minha mão para pegar de uma sacola que estava no chão uma camisinha e um frasco de lubrificante.  Entreguei a ele me levante e me ajeitei para ficar de quatro para ele.

Castiel pov
  Quando o vi ficar de quatro não resistir, passei a mão por todo o seu corpo e afastei um pouco mais as suas pernas. Cheguei bem próximo a entrada dele e passei a língua no anel dele arrancando vários gemidos , perguntei se ele estava pronto e ele respondeu “Eu confio em você” levei isso como um sim, coloquei a camisinha em meu membro e o lubrifiquei. Passei um poucos nos meus dedos e introduzi um nele, esperei ele se acostumar e coloquei outro, senti ele tentando se afastar e comecei a sussurrar coisas em seu ouvido para o distrair, depois que ele relaxou comecei os movimentos de tesoura e um pouco depois coloquei mais um dedo.  Depois de um tempo nisso ele falou com sua voz rouca
"Você é uma provocação em pessoa... deixa disso e apenas me fode já ..."  e soltou um gemido de protesto se contrariando quando eu retirei os meus dedos de dentro dele.
   Dei um beijo leve em seus lábios e comecei a introduzi a minha glande nele que ainda era muito apertado. Introduzi mais o meu membro, ele gemeu de dor e eu fui dando beijinhos no pescoço dele para desviar a atenção. Quando senti todo o meu membro sendo pressionado dentro dele, fui fazendo uma um vai-e-vem devagar para que ele se adaptasse, aos poucos ele foi cedendo e em seguida já estava rebolando um pouco.
  Lys gemia tanto, uma mistura de dor com prazer, então tentava abafar seus gemidos mordendo umas das almofadas e eu o pedi para parar pois queria escutar o quanto eu te dava prazer e não teria nenhum problema em fazer barulho pois ninguém iria nos escutar. Dei uma paradinha e recebi vários gemidos de protestos mas logo o virei para mim colocando uma de suas pernas sobre meu ombro. Continuei com a penetração que nessa posição era bem mais profunda, chegando até o saco. Ele gemia alto ao mesmo tempo em que eu dava estocadas mais fortes. Voltei a dar beijos em sua boca e em seus mamilos, e podia  sentir seu pênis duro pulsando sobre meu minha barriga o agarrei e comecei a movimentar na mesma velocidade das minhas estocadas. Eu sentia que ele estava próximo, ate que ele retirou a minha mão de seu membro e falou em meu ouvido "deixa eu cavalgar em você?"
   Sorrir, não seria louco de recusar os seus desejos e me acomodei no sofá, ele se ajeitou em cima de mim e  sentou as poucos sobre o meu membro. Pude observá-lo melhor cavalgando sobre mim. Senti suas pernas em volta da minha cintura, enquanto ele cavalgava sobre mim e eu movimentava o meu quadril junto. Eu estava prestes a gozar ele também, quando ele gozou intensamente sobre o meu peito e eu vendo aquilo gozei logo em seguida. Demorei para retirar meu pau de dentro dele pois além de estar exausto eu estava aproveitando para saborear a boca dele que tinha um sabor único e maravilhoso. Retirei meu pênis de dentro dele e nos abraçamos  tentando recuperar o fôlego que havia nos deixado.
  Já estava adormecendo com ele no meu colo quando sentir os chupões no meu pescoço. O puxei para mais um beijo e ele já começava a rebolar sobre os meus quadris novamente ate que eu perguntei
"Aqui esta ótimo mas o que você acha de irmos para a minha casa?"

 


Notas Finais


Então é isso, espero que tenham gostado e fiquem a vontade para criticas, sugestões e ate puxões de orelhas (mas sejam amáveis pois eu serei amável com vocês)
Beijinhos e ate a próxima *3*

Fantasias:
Catiel: ¹ Gabriel Belmont (Castlevania) http://img.wallpaperfolder.com/f/593637460B39/castlevania-lords-shadow-gabriel-belmont.jpg

Lysandre: ² Leonardo da Vinci (Assassin's Creed) http://vignette3.wikia.nocookie.net/assassinscreed/images/8/84/Leonardoartwork1.jpg/revision/latest?cb=20091029211152

Nathaniel: ³ Captain Flint (Black Sails) http://cdn.collider.com/wp-content/uploads/toby-stephens-black-sails.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...