História Too Bad, Too Sweet, Too Evil - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 44
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Leiam ouvindo STIGMA do Wings, por favor!
Aproveitem!

Capítulo 1 - Inocência


~ Narrativa de Rap Monster on
 

Nos corredores do colégio aonde eu estudava, eu calmamente estava devorando um livro interessantíssimo, que eu havia iniciado nas férias encerradas na noite anterior, enquanto era seguido por meus amigos. Eu sempre fui o mais calado deles, mas eu gostava do jeito falante e animado deles.

"Foi a primeira fissura nas colunas que confirmou a minha infância, qual cada indivíduo deve destruir antes que ele possa se tornar..."

- O que está lendo, hyung? - Jimin perguntou enquanto se espremia entre os alunos para ficar ao meu lado 

- Eu? Demian. É um livro sobre amadurecimento e achar sua identidade. 

- Achar a identidade? - JungKook apareceu do outro lado e me perguntou. Eles sempre ficavam curiosos para me ouvir falar dos livros que eu lia, especialmente pelo fato que o livro estava em outro idioma.

- Sim. É a história de um rapaz que vive em um mundo diferente da realidade. Ele oscila entre esses mundos enquanto procura respostas pra sua existência.

- Ora! Nada mau, professor Namjoon! - Hoseok brincou, apoiando a mão em meu ombro.

- Você devia ser mais como ele ao invés de debochar dele, Hobi. - Yoongi comentou, vidrado no celular. - Nem uma lição simples de matemática você é capaz de fazer!

- Ei! Mentira! Calúnia! Yoongi, você é um péssimo hyung!

- Se é mentira... Aonde está a pesquisa de filosofia que é para ser entregue amanhã?

Os rapazes estavam ocupados discutindo enquanto íamos para a sala que não repararam no rapaz que passou ao nosso lado. Ele tinha cabelos castanho-escuros com as pontas da franja verde-escuras e me encarou com olhos profundos. Nunca havia o visto por lá, portanto ele devia ser novo. No momento em que nossos olhos se cruzaram, senti um pouco de receio e resolvi apressar o passo em direção à sala.

Chegando lá, arrumei minhas coisas e continuei minha leitura até o professor chegar na sala, anunciando que havia um novo aluno na sala. Como naquela manhã de volta das férias eu vi muitas pessoas novas, não arrisquei palpites até que o novato entrou. Era o rapaz do corredor.

- Esse é Kim TaeHyung. Ele veio de Busan para cá e eu espero que vocês não o perturbem como fizeram com o último novato. - O último novato era Jimin, que tinha problemas com sua altura (ele media 1,66. Era muito pequeno). - Bem, TaeHyung... Sente-se ali, atrás do Namjoon. - Fiquei assustado quando o menino passou por mim, me encarando com um olhar perigoso.

Durante as aulas que se passaram, senti o olhar dele em minhas costas. Era incômodo. Ele me passava uma sensação de medo. Na hora do intervalo, fui ao encontro dos rapazes com meu livro em mãos.

- E então, o que acharam do novato? - Hobi perguntou. - Meio calado, né?

- Nada de mais. Meio anti-social.

- Me parece inteligente, mas não posso afirmar ainda.

- Eu não fico reparando nos alunos, tenho mais o que fazer!

- E você, Nam? O que achou dele?

- Dele? Pra ser sincero... ele me assusta um pouco. Tem um jeito estranho, mas deve ser impressão.

Assim que eu terminei de falar, vi o novato apoiado em um muro, lendo exatamente o mesmo livro que eu. "Então ele gosta de literatura, huh?" pensei, sorrindo internamente. Enquanto os meninos foram até a sala de áudio ensaiar, voltei para minha leitura:

" Essas fissuras e rendas crescem juntos novamente. Curas são esquecidas. Mas nos recessos mais secretos eles..."

-Continuam a viver e sangrar. É minha parte favorita. - Virei rapidamente e vi o novato ali, me encarando. - É um bom livro, certo?

- Um dos melhores que eu já li. Vi que você estava lendo-o ali, agora há pouco. Acertei?

Rindo, ele disse:

- Você percebe as coisas rapidamente, Namjoon.

- Você sabe meu nome? - Perguntei, um pouco hesitante. 

- Lembra? O professor mandou que eu me sentasse atrás de você na primeira aula. Acho que começamos do jeito errado. Vamos fingir que somos estranhos. Eu sou Kim TaeHyung. E você...?

- Kim Namjoon. Prazer, TaeHyung.

Conversamos mais um tempo, mas eu não deixei de sentir um certo receio por ele. Era como se ele fosse me fazer algum mal no futuro.

No final do intervalo, Yoongi me encontrou e perguntou:

- Vi você e o novato juntos agora há pouco. E o medo que você tinha dele?

- Eu nunca disse que era medo, só disse que ele me assustava um pouco. E eu ainda conservo esse receio comigo.

- Abaixe um pouco a guarda, Namjoon. O menino é da paz. Isso é coisa sua.

Pensando nas palavras de Yoongi, fui para a sala para as últimas aulas. Elas passaram rapidamente e, na hora da saída, eu era o único a ir pela rua de baixo. Ou pelo menos, pensava ser.

- Namjoon! Espere! - Virei para trás e vi TaeHyung indo em minha direção. - Posso ir com você? Moro duas quadras para baixo, e não gosto de ir sozinho.

- Ah, claro. - Fomos em silêncio por alguns minutos, até que ele puxou assunto:

- Então... Como é a escola?

- Normal. É um colégio comum nas ruas de Seoul. O que teria de extraordinário?

- Muitas coisas fora do normal acontecem nos lugares mais simples, Namjoon. Só precisamos aprender a ver. Ah, minha casa é aqui. - Chegamos a um beco meio escuro. 

- Aqui? Essa é sua casa?

- Ah, não. É aqui perto. Daqui eu vou até lá. Espero te ver de novo, Namjoon. Até amanhã!
 

Ele seguiu por um caminho que minha vista não alcançou e eu decidi ir para casa. Estava ficando tarde e eu precisava fazer algumas coisas antes do fim do dia.

~ Narrativa de Rap Monster off

~ Narrativa da autora on

Pouco tempo depois da separação de caminhos de Namjoon e TaeHyung, este foi até a entrada do beco e ficou olhando o movimento na rua. Era um mundo familiar para ele em todos os aspectos...

Mesmo que ele próprio não pertencesse a esse mundo.

Ele estava apoiado em um muro quando, não sei ao certo de onde, um outro rapaz surgiu. Esse tinha o cabelo castanho-claro, com os olhos de um tom castanho-escuro. Se aproximando em silêncio, ele disse:

- Então você está aqui de novo. Achei que não ia voltar por um tempo, mas eu me enganei.

- Surpreso, meu amigo? Eu não ia te deixar tanto tempo em paz. Achei que você já sabia disso.

- Quem são as vítimas da vez, TaeHyung? Não me diga que são aqueles meninos. Seu mau-caráter chegaria a esse ponto? Atrair cinco garotos pra essa sua armadilha?

- Você não é ninguém para me julgar, Seokjin. Se você tivesse caráter - ele apontou para o rapaz. - Teria cumprido seu dever há séculos atrás. Agora trate de arrumar o que fazer, vá!

- Eu vou te dar um único aviso, seu rato. Se você ousar encostar um dedo nesses meninos eu...

- Você o quê? Nem sua “amada” você salvou. Desapareça, vai!

Suspirando, Seokjin foi embora do mesmo jeito que apareceu. TaeHyung ficou olhando a rua mais um tempo, pensando em seu próximo plano...

~ Narrativa da autora off


Notas Finais


Obrigada por lerem!
Deixem seu comentário e... #HappyB-DayJimin!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...