História Doctor Jimin - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang, V
Visualizações 5
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiii. Demorei mais uma horinha pra deixar vcs ansiosos(a).

Capítulo 12 - Suga alone, for now


Jungkook' On

Eu não estava muito bem esses dias, meu pai teve um acesso de raiva no meio do shopping porque me viu de mãos dadas com o Jimin. Não, eu não fazia ideia de que ele e minha mãe estavam lá, eles foram no mesmo dia que a gente e deu merda. Meu pai começou a gritar um monte de coisas e depois parecia ter ficado agressivo, umas pessoas foram nos defender e uma senhora até disse que tinha uma filha lésbica e que ela sofreu muito por causa de preconceito dentro de casa, ela até disse que se divorciou do marido e o proibiu de ver a filha.

Não adiantou pra parar meu pai e um segurança o pegou e o levou até uma sala, onde ele é minha mãe ficaram por um tempo. Jimin disse para eu fingir que nada aconteceu e continuar aproveitando o dia, mas eu não consegui. Eu fiquei pensando nas coisas que meu pai me disse e não consegui me divertir com Jimin, eu até perdi a vontade de beijar ele (o que é EXTREMAMENTE raro de acontecer).

Agora eu estava no sofá comendo pipoca e vendo um filme de terror, Jimin tem trabalho hoje e vai ficar até tarde, ou seja, a casa é minha até de noite e agora são onze da manhã. Eu disse que estava doente e Jimin até ligou na escola e como ele é médico(MEU médico, deixando isso bem claro para todos) acreditaram nele. Bom, eu não tenho muito o que fazer já que o Jimin trocou a senha do wifi e não me disse. Eu tive que ir por crédito mais cedo pra poder falar com ele, e ele não me respondeu ainda… e fazem dois minutos que eu mandei. Parece até que ele me ignorou.

Jiminnie: "Q foi?" 11:43

Eu: "Qual a senha do wifi?" 11:44

Jiminnie: "Jikook." 11:44

Eu: "Wtf é isso?" 11:44

Jiminnie: "Jimin Jungkook= Jikook." 11:45

Eu:"É sério Q vc criou um shipp?" 11:45
"Por isso eu te amo."11:45

Jiminnie:"Tb te amo. Tenho Q ir. Tchau." 11:46

Eu liguei o wifi e só faltava meu cell travar de tanta coisa que apareceu. Nos grupos, inúmeras fotos escrito brotei, ou algo do tipo, no grupo da família imagens de meus primos pequenos ou flores desejando um bom dia. E eu vejo alguém que eu não converso a um tempo que me mandou um simples: "Viafo cadê tu?", eu mandei mensagem para essa pessoa e a dei o endereço da casa. Minutos depois ela chegou e se jogou no sofá, folgado… era o Tae.

-Eu não sabia que a casa dele era bonita assim. Teve sorte, o Hoseok mora em apartamento daí eu não posso gritar muito alto lá.-  Eu não precisava saber disso mas tudo bem. -Qual a senha do wifi?-

-Pra que?-

-Migo, eu fugi da escola pra vim pra cá. Perdi três aulas e o meu almoço por sua causa, não vou ficar sem wifi nem fudendo.-

-Jikook.- Tae me olhou de um jeito estranho, era uma expressão misturada com…raiva e confusão. Eu acho que era, não sei descrever as expressões do Tae. E nem tento. -Essa é a senha, não fui eu que criei, mas eu gostei bastante. É o nome do meu shipp com o Jimin.-

-Criativo ele. Espera, me ajuda a criar um shipp pra mim e pro Hoseok?- Eu fiquei pensando, mas não me vinha um nome bom na cabeça.

-Como os seus amigos te chamam?-

-Tae. Ou Alien...ou sei lá.-

-Eu já ouvi alguém da escola te chamar de V. AHHHHH…- Tae me olhou assustado por eu ter gritado. -Vhope. O apelido do Hoseok é hope. Vhope.- Tae abriu um sorriso, e escreveu algo no celular, parecia que estava mandando mensagem para alguém. Talvez pro Hoseok, ele iria gostar de ter um shipp com o "namorado". Te insiste que os dois namoram mas o Hoseok já deixa bem claro que isso é só uma fase entre eles.-Será que dá pra criar do Namjoon e do Jin?-

-Namjin, pronto. E o…Suga fica alone. Como sempre.-

-Verdade...tadinho. Ele não namora ninguém, nem beijou ainda. E o garoto brasileiro deu um fora bonito nele.- Que caralho eu tô falando? Jeon Jungkook um dos seus primeiros beijos foi "recente" cala a boca e não fala do menino. -Acho que a gente devia tentar achar alguém pro Suga. Ele é muito sozinho…eu chego a ter dó dele.- Tae se ajeitou no sofá de couro preto, eu fiquei olhando pra televisão e vi duas pessoas se beijando, duas meninas mais especificamente dizendo. Eu sempre gostei quando acontecia beijos gays na TV, desde que eu era pequeno isso sempre me alegrava em um dia triste ou cansativo.

-Eu não sei o tipo dele, ele nunca falou muito dessas coisas. E mal anda com a gente, ele tá sempre indo numa biblioteca da cidade pra dormir enquanto a gente sai por aí.-

-Será que ele só vai pra dormir mesmo?- Tae me olhou com aquela expressão de safado dele, o mesmo veio e se sentou do meu lado e entrou no Facebook pelo celular dele. -Tá fazendo o que?-

-Vou ver se acho os meninos que ficam na biblioteca. Talvez o Suga está afim de algum mas não tem coragem de falar pra ele. E eu tenho quase certeza de que é isso.- Tae está certo dessa vez, Suga nunca gostou muito de alguém segundo ele. Eu conheço ele desde que era bebê e sei muito bem como aquele velho rabugento é.

-Mas...mesmo se acharmos os meninos da biblioteca, como vamos saber de quem ele gosta?- Tae ficou um tempo olhando para a frente e ficou com aquele rosto sem expressão alguma.

-Fuck. Verdade, e agora? Não tem como a gente saber.- Eu peguei meu celular e olhei o horário, logo fui até meu whatssap e procurei o número do Suga. -Ele vai te matar se acordar ele.-

-Foda-se. Eu vou mandar mensagem mesmo.-

Eu: "Suga?" 12:03

Suga: "Q Q tu Q? Eu tô cansado, quero dormir." 12:04

Eu: "Vc tá na biblioteca?" 12:04

Suga: "S, pq?" 12:05

Eu:"Vc sabe quem foi trabalhar hoje? Eu tô precisando dos nomes pra um negócio da escola." 12:05

Suga: "Pra q?" 12:06

Eu: "E eu lá sei. Só fala." 12:06

Suga: "Tem um menino de cabelo castanho claro, ele tem a pele um pouco escura como a do Tae, e parece ser do tipo simpático e extrovertido. E ele sempre usa um óculos no rosto quando vai ler, e tem o cabelo meio grande. Chega no ombro dele, mas ele deixa preso. Olhos castanhos e lábios meio rosas e finos." 12:08

Eu: "Tá descrevendo Pq?" 12:08

Suga: "N sei o nome dele." 12:09

Essa descrição tá meio… eu virei a tela do celular para Tae e o mesmo deu um sorriso de canto.

-Vou ter aulas de como disfarçar a paixão com o Suga. Nossa…- Tae ficou um belo tempo mexendo no celular até que ele achou o menino, era bem bonito até, Suga tem bom gosto pra homens.-

-Pelo menos pra isso ele tem bom gosto. Espero que não nos mate quando descobrir.-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...