História !Doctor Love! !Soldier Passion! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Personagens Originais, Sehun
Tags Baekhyun Uke, Chanbaek, Chanyeol Seme, Doctor, Lemon Hard, Soldier, Yaoi
Visualizações 53
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá,
Eu queria trazer para vocês um teme novo, sair um pouco dos meus amados clichês kkkkk será que consegui?
Eu particularmente amo fics que envolvam médicos e hospitais, acho que é pq quero cursar medicina kkkkk

Bem, espero que gostem dessa nova história que promete muito ainda.

Vou atualizar praticamente todos os dias.
Não desistam de mim kkkk
Boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo I - Emergência Hospitalar


O hospital estava um caos. A poucas horas atrás um terrível acidente havia acontecido em uma das principais avenidas de Seul e ate mesmo os médicos em folga foram informados que deveriam ir imediatamente para o hospital.


     Byun Baekhyun, cirurgião ortopédico, corria de um lado para o outro, dando voltas e voltas pelos corredores brancos. O jovem doutor era solicitado em vários setores, para realizar varias cirurgias, e mesmo cansado e esgotado, não cogitava parar nem um só segundo.


     Vidas dependiam dele.


     Depois de terminar uma operação na ala ortopédica, foi avisado de que novos pacientes haviam chegado, e correu para a emergência. As macas corriam aos montes, tendo o local todo pintado de vermelho.


     O Dr. Byun se dirigiu aonde foi chamado e começou a analisar o estado clinico da paciente. A mesma se encontrava em estado grave e deveria ser operada o quanto antes. Baekhyun correu acompanhado de enfermeiros para a sala de cirurgia, mais uma vida deveria ser salva naquela manha de quarta feira.


~``~


     -O que esta acontecendo aqui tenente? – perguntou o capitão ChungHo.


     -Parece que ouve uma serie de acidentes de carro na avenida principal senhor – respondeu o tenente, caminhando ao lado do capitão entre os carros destruídos.


     -Bem, e porque o exercito foi acionado? Isso não é trabalho dos policiais? – o capitão olhava todo o local destruído. Carros, motos e ônibus haviam colidido de todas as formas possíveis, transformando aquele quarteirão em um completo caos.


     -Parece que o acidente ocorreu devido a uma explosão. Os motoristas próximos ao carro que explodiu tiverem os corpos queimados, e os motoristas que trafegavam perto acabaram perdendo a direção – passou a mão pelos cabelos e retirou os óculos escuros – Mas o problema é que a policia disse que o que explodiu não foi literalmente o carro e sim, uma bomba que estava dentro do veiculo senhor.


     -E qual é a suspeita? – olhou nos olhos do tenente.


     -Atentado terrorista – disse simplista estendendo uma prancheta ao capitão.


     -Sabem qual carro explodiu? – perguntou enquanto analisava a prancheta em mãos.


     -Sim senhor, e o motorista parece ter sobrevivido à explosão – o capitão olhou incrédulo. Sua expressão demonstrava sua surpresa pelo motorista ainda estar respirando. – Claro, seu estado é critico e os médicos suspeitam que possa entrar em coma.


     -Entendo – disse num tom quase que inaudível – Bem tenente Park, quero que vá ao hospital e acompanhe o estado clinico desse sujeito. Se ele acordar quero que o interrogue. Temos que saber o que esta acontecendo.


     -Sim senhor.


~``~


     Baekhyun suspirou cansado, retirou a mascara que lhe cobria a face e sentou em uma das cadeiras do corredor. Respirou fundo e fitou o teto branco. O ritmo havia sido desacelerado, muitos pacientes já haviam sido atendidos, tendo alguns sorte e outros não. O jovem Byun não esperava ter que lidar com uma situação tão drástica.


     Quando decidiu se tornar cirurgião ortopédico esperava operar apenas ossos quebrados de pessoas desastradas, não que vidas pudessem ser perdidas com tão pouco. Estava acabado, tanto psicologicamente quando fisicamente. Foram 5 horas na correria ser intervalos.


     Ainda se lembrava do primeiro paciente que operou. Praticamente todos os ossos do corpo haviam sido fraturados, a pele estava queimada e os órgãos internos massacrados. Foram necessários diversos médicos de diferentes áreas para operar aquele homem, e bem... o esperado era de que morresse.


     Mas ele havia sobrevivido.


     Isso deixou Baekhyun incrédulo, sentindo que milagres existiam e rondavam aquele homem. Pensando nisso, levantou-se da cadeira e caminhou ate a UTI, procurando pelo paciente A33, cujo nome era desconhecido.


     Ao entrar lá se deparou com três homens em volta da cama, fardados de trajes militares. O que estava acontecendo?


     -O que estão fazendo aqui? – perguntou incrédulo – Essa área é proibida, somente médicos são autorizados.


     -O paciente em questão é detento do exercito  – disse o maior dos três ali.


     -Posso saber o porquê? – estava bravo por aqueles homens estarem naquele local. O paciente estava em estado grave e não devia ser importunado daquela maneira. Podia ate mesmo ser um criminoso, mas também era um ser humano em risco de vida. Aquilo era inaceitável.


     -Acho que um medico minúsculo como você não precisa saber – o mesmo homem voltou a lhe responder, usando um tom debochado, sendo seguido de risadas de seus outros dois colegas.


     -Vocês podem ate ser do exercito, pau de cutucar estrelas – apontou para o maior – Mas aqui dentro quem tem voz somos nos, médicos minúsculo, então sugiro que você e seus subordinados saiam agora e esperem do lado de fora, porque eu tenho certeza que, nessas condições o paciente não poderá fugir.


     Dito isso, abriu a porta e colocou os três para fora, se segurando para não dar lhes dar umas boas bufetadas.


~``~


     Depois do ocorrido, Baekhyun se certificou de que os militares não iriam invadir o quarto, e foi para a praça de alimentação: estava morrendo de fome.


     Comprou um sanduiche, um suco de laranja, um pedaço de bolo e uma barra de chocolate. Que se dane a dieta. Sentou em uma das mesas e comeu feliz, finalizando o suco e já se preparando para comer o chocolate.


     Mas em um movimento rápido teve seu precioso doce arrancado de suas mãos, formando um bico e olhando indignado para o ladrão de chocolates, era o maior de hoje cedo.


     -Pode devolver meu doce...


     -Chanyeol – respondeu com um sorriso – Park Chanyeol.


     -Bem, senhor Park, pode devolver minha sobremesa? – estendeu a mão e esperou que ele devolvesse a barra, mas foi retribuído com um aperto de mão.


     -É um prazer conhecer você também...


     -Baekhyun – disse simplista – Byun Baekhyun.


     -Bem doutor Byun, o showzinho que deu mais cedo foi deveras... Interessante – sorriu debochado – meus subordinados devem estar rindo ate agora.


     -Espero que você e seus... subordinados, fiquem longe daquele quarto – cruzou as pernas olhando com desdém – seja la o que esse homem tenha feito não merece ser perturbado.


     -Se soubesse o que ele fez não diria isso – ditou serio – espero que se responsabilize pelas suas palavras mais tarde.


     Dito isso, levantou –se da mesa com o chocolate em mãos e saiu caminhando, indo embora.


     Baekhyun estava revoltado. Tanto pelas palavras do homem, quanto pelo furto do seu precioso doce. 


Notas Finais


Então? Nota para este primeiro capítulo?

Bem, eu gosto de um Baekhyun de personalidade forte, com isso vcs vão ver como ele é temperamental apesar de ser um amor de menino.

Até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...