História Doctor Smile - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Louis Tomlinson, One Direction
Personagens Liam Payne, Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Comedia, Família, Imagine, Louis Tomlinson, Romance
Visualizações 29
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa fic se torna meu novo bolinho a cada cap! Skskssm

Capítulo 5 - Capítulo 5


  PoV Louis 

 – Vai embora,pai! – Tommy diz nervoso para Charlie, que me olhava com ódio. 

 – Viu o que você está fazendo, "doutor sorriso"? Está colocando meu filho contra mim!

 – Não! A única coisa que colocou Tommy contra você, foi o péssimo pai que você é! – S/N grita furiosa para Charlie – Agora, vai embora da minha casa ou serei obrigada a chamar a polícia!

 – CALA A BOCA,S/N! – Charlie aponta o dedo indicador para mim – Isso ainda não acabou doutor merda! – diz sério, antes de sair da casa. 

Fiquei alguns segundos encarando a porta da cozinha, sem reação. 

 "Que merda acabou de acontecer?"

 – Tommy, você pode ir pro seu quarto um instante? Daqui a pouco a gente come a sobremesa, okay? – S/N se abaixa ma altura do filho, o mesmo concorda e me olha chorando, antes de sair da cozinha. S/N suspira e se senta a minha frente – Me desculpa por isso,Louis...

 – Não precisa se desculpar – sorri,mas ela não parecia nada bem. 

 – Eu... Eu não queria que isso tivesse acontecido. Não imaginava que Charlie fosse aparecer aqui e estragar tudo. Me desculpa, Louis... – S/N passa a mão por seus cabelos,me fazendo sorri bobo – Estou morrendo se vergonha agora. Caramba... 

 – Não acho que ele tenha estragado nada. Está tudo bem, sério. Não precisa se desculpar – seguro sua mão,fazendo-a sorrir fraco – Mas,você está bem? Não gostei nada do jeito que ele falou com você. 

 – Ah,não – ela ri sem graça – Tudo bem. Acho que estava mais preocupada com você e Tommy para me importar com isso. 

 – Tem certeza de que está bem? 

– Tenho – ela olha em meus olhos,sinto como uma espécie de choque e uma vontade intensa de beija-la.

 "Louis,nem pense em estragar tudo!"

 – Mamãe – a voz de Tommy soa manhosa da porta da cozinha, para o meu alívio – A gente já pode comer a sobremesa? 

 – Claro,meu amor – S/N se vira para ele.

      –//–//–

 No final da tarde, após brincar com Tommy e lanchar,depois de muita insistência dele e olhar pidão de S/N, eu já estava na porta,me despedindo dessas duas pessoas tão especiais para mim. 

 – Obrigado por ter vindo,doutor! A gente gosta muito de você – Tommy diz sorrindo, após me dar uma abraço apertado. 

 – Eu quem agradeço por me convidar. E eu também gosto muito de vocês – digo e dou uma olhada rápida para S/N.

 – Obrigada por vir,Louis. E me desculpa mais uma vez pelo imprevisto com o Charlie – S/N diz sem graça. Ri e a abracei, me sentindo incrivelmente bem quando a mesma retribui o abraço.  

– Agradeço pelo convite e não precisa se preocupar, ele não estragou nada – digo sorrindo – Tchau, S/N! Tchau, Tommy! 

 – Tchau – os dois respondem juntos,enquanto caminho até meu carro. 

     Dois Dias Depois 

 – Louis! – Niall se aproxima sorridente, com uma prancheta em mãos. Deixo meus prontuários encima da mesa da recepção, e tiro maus óculos,o olhando – Olhe só o que eu encontrei! 

 – O que é isso? – pego a prancheta de suas mãos. Era a ficha de Tommy, e no final estava o número de S/N. Reprimi um sorriso e olhei para o loiro a minha frente – Por que me entregou isso? Já fazem quase uma semana que... 

 – Não tente se fazer de desentendido, Louis! Eu te conheço – ele ri – Por que não manda uma mensagem pra ela?

 – Niall, foi só um almoço. Eu não posso fazer isso! 

 – E se ela estiver esperando uma ligação sua? – Niall arqueia as sombrancelha. Reviro os olhos – Bem,fique com isso. Vai que te dá a louca e você liga.

 – Niall! – o chamo,o mesmo já se encontrava na metade do corredor,ignorando meu chamado. 

Encaro a prancheta por alguns segundos e penso em anotar seu número em minha a genda. 

 – Chamando Doutor Tomlinson no quarto 405 – uma voz diz no auto falante,me tirando dos meus pensamentos – Chamando Doutor Tomlinson no quarto 405! 

 Deixo a prancheta de lado, tirando qualquer pensamento sobre isso da minha mente e sigo meu trabalho. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...