História Doctor who - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Doctor Who
Personagens Ashildr "Me", Clara Oswald, Jenny Flint, Madame Vastra, Personagens Originais, Strax
Visualizações 8
Palavras 1.621
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


desculpa pela demora, mas cheguei com capitulo novo

Capítulo 9 - Karaman


-já acabaram?-o Doutor perguntou parecendo uma criança entediada
-não- as Osgoods responderam em coro
Ficaram mais alguns minutos em silêncio
-e agora?
-não
mais uma pequena pausa
-agora?
-não
mais um pouquinho, o Doutor abriu a boca para falar, mas Emily puxou sua gola fazendo com que ficassem cara a cara
-nem em pense em dizer "e agora"- ele assentiu assustado com a reação de sua companion e ela o soltou
-acabaram?
-o que eu disse?
-eu não disse "e agora", eu disse "acabaram"
ele deu um sorriso de lado e ela revirou os olhos
-agora acabamos
elas se viraram e estenderam 3 relógios na direção deles
-esses relógios rastreiam DNA zygon em uma distancia de até 20 metros
-eu achei que não que quissessem ser descobertas
-nós programamos para não checar o DNA de quem estiver com um desses
O Doutor e Emily pegaram seus relógios, mas Janice se recusou
-se vocês acham que vou enfrentar aquelas coisas ,esqueçam, eu não sou louca
-Janice-Emily a repreendeu
-nem vem que não tem
as duas ficaram uma de frente para outra
-você sabe que só tem um jeito de resolver isso?
-sei
as duas jogaram pedra, papel e tesoura e Emily ganhou
-não vale, melhor de três-Janice disse
-ok
Jogaram mais uma vez e Janice ganhou, mais uma e Emily ganhou e na última Emily ganhou
-agora põe logo esse relógio
Ela pegou e colocou o relógio ainda irritada, o Doutor abriu a porta da Tardis
-temos um problema
-qual?
-nós estamos há mais ou menos,2000 pés acima do chão,deixa eu ver uma coisa
Ele foi ao painel e puxou a alavanca, a Tardis deu um solavanco que derrubou todos, o Doutor voltou a porta e a abriu
-agora estamos a uns 100 pés para baixo
-você não tem nem um pouco de controle sobre a Tardis, né?-disse a de gravata-borboleta ficando ao lado dele
Ele fez um careta
-cale a boca
-você nem imagina, um dia pedi para ele me leva para Flórida e fomos parar em raxacoricofallapatorius-disse Emily ficando no meio deles
-não vem ao caso, o que importa é que tem algo impedindo o pouso da Tardis,e isso é um claro sinal de extraterrestres, ou seja um bom local para começarmos
-primeiro temos que descer-Janice apontou o óbvio
-que tal pularmos?-ele respondeu
-eu sei que você é um senhor do tempo-começou a de gravata borboleta
-mas nem todos vamos nos regenerar depois-completou a de cachecol
-ele pode estar certo-Emily disse olhando para baixo
-minha querida irmã, você está enlouquecendo
-eu não estou dizendo para pular no chão podemos pular no telhado de algum edifício, é mais perto só vai machucar um pouco, e tem um bem ali
-eu não vou...-Emily empurrou Janice e ela caiu no telhado do prédio
-você tá bem?-gritou
-eu podia ter morrido sua maluca
-quem é a próxima?-perguntou para as Osgoods
-ela-responderam juntas
-tudo bem
Ela puxou as duas e as derrubou
-agora somos nós- o Doutor disse
-1...2...3
-goazen!
Eles pularam
-eu disse que era um bom plano
-e o que vamos fazer com a Tardis?-Janice questionou
o Doutor tirou a chave do bolso
-a chave atrai a Tardis
Ela se materializou na frente deles
-agora você desce?!
Janice tentou abrir a porta da escadaria
-tá trancada
O Doutor passou a chave de fenda na fechadura e a porta destrancou
Assim que desceram os relógios começaram a apitar
-ok,foi rápido até demais-comentou Janice e o ponteiro virou para um armazém. Entraram lá e havia 4 homens o ponteiro virou para eles e um homem de cara nem um pouco amigável começou a encara-los
-então,quem vai conversar com o capitão nascimento?-perguntou Emily
-eu-disse o Doutor ajeitando a gola
Emily olhou novamente para o homem
-boa sorte,porque você vai precisar
Ele engoliu em seco e foi até o homem, ficaram conversando um pouco e o Doutor estava claramente muito nervoso, ele deu um sorriso forçado e voltou para o resto do grupo
-boa ou má notícia?
-boa
-os relógios funcionam, ele é um zygon, e eu descobri que ele parte do grupo que estamos procurando que é formado por 3 zygons se você não contar com ele
-sério que ele te contou tudo isso?
-não, é que os outros também estam aqui e eles usam uma espécie de anel de equipe
-e a má?
-eu devo ter dito alguma coisa que irritou o grandalhão
-por que?
O Doutor apontou para trás dele e o homem estava ali estralando os dedos. Janice se colocou a frente dele e os dois ficaram se encarando de forma feroz, ele levantou o punho pronto para dar soco nela, mas ela abaixou e chutou ele no meio das pernas,pegou o braço dele e colocou atrás de suas costas derrubando-o no chão e imobilizando-o
-como você...?-o Doutor questionou
-uma irmã mais velha e irritada contra um alien, é moleza
-mais velha?
-eu nasci ás 23:59 e ela 00:01
Ela tirou uma arma do bolso e colocou contra a cabeça do Zygon
-calma aí, não precisamos de violência- o Doutor disse
-não se preocupe- ela olhou para os outros Zygons-então cambada, ou vocês se rendem e aceitam ser presos pela tropa de balões vermelhos...
-Zygons-o Doutor corrigiu e ela deu de ombros
-ou eu mato o...qual seu nome mesmo?
-Janri
-então, o que preferem?
Eles se entreolharam e ajoelharam com as mão atrás da cabeça, o Doutor tirou uma pequena tela do bolso e digitou alguma coisa,logo o rosto do Zygon apareceu
-conseguimos-ele virou a tela para os Zygons
5 raios de luz de formato cilíndrico apareceram entre eles e os membros do grupo e de cada raio surgiu um zygon armado
-mostrem suas verdadeiras formas-ordenou um dos zygons armados e assim fizeram os prisioneiros
cada um dos soldados pegou um dos prisioneiros e se teletransportou novamente
O grupo voltou para a Tardis
-vou levar vocês de volta e depois vou garantir que a máquina dos Zygons seja destruida-disse o Doutor e puxou a alavanca-obrigado pela ajuda, Osgoods
-nada demais-disse a de gravata borboleta
-só devolva os relógios-disse a de cachecol estendendo a mão
-por que?
-não podemos correr o risco de você retirar a parte da programação que impede de saber quem é quem
-tudo bem
devolveram os relógios as Osgoods
Levou as Osgoods de volta a o laboratório e deixou Janice de volta para casa
-tem certeza de que não quer ficar com sua irmã?
-por que essa pergunta?
-é que pode ser perigoso
-cada vez que eu viajo com você pode ser perigoso, principalmente pelo fato de que eu posso mudar a história e nunca nascer,então o que não está me contando dessa vez?
Ele suspirou e a encarou
-eu menti sobre o sino de cloister ,a verdade é que ele se aciona no caso de uma anomalia temporal, bom,pelo menos uma anomalia temporal que seja de grande escala
-quer dizer que não era para aquela máquina existir?
-exato, existiam 6 delas em Gallifrey eram utilizadas para interceptar Tardises e manipuladores de vortex durante as viagens, e eu destrui todas durante a guerra do tempo, então como os Zygons conseguiram uma dessas?
-vamos descobrir- ela puxou a alavanca
Abriram a porta e havia um pequeno aparelho de formato retangular em cima de uma bancada,o Doutor pegou-o na mão
-sério que uma coisa tão pequena consegue parar a Tardis
-tamanho não é documento
um tiro acertou a bancada
-achou mesmo que destruiriamos algo como isso?-disse o comandante
-como conseguiram?
-eu fiz-disse uma figura ao fundo
-e quem é você?
A figura saiu das sombras era um zygon, só que tinha a pele amarela e os olhos azuis
-perdão, não nos apresentamos-disse ele- sou Karaman e sou de outra dimensão
-e como chegou aqui?
-uma fenda-ele apontou para sala ao lado onde, através da janela, era possível ver uma fenda-eu e meus colegas de laboratório a abrimos sem querer durante um experimento e decidi atravessar para ver o que havia do outro lado e achei esse lugar, os zygons daqui são tão primitivos, decidi ajuda-los
-mas você não contava comigo-o Doutor disse e puxou Emily para onde estava a fenda
-peguem eles-ordenou karaman
Ela puxava todo o ambiente ao redor quase como um aspirador
-essa maior que as outras que eu vi-comentou se segurando na porta para não ser sugado pela fenda
-o que você pretende?
-espera o Karaman chegar
Logo 3 soldados zygons apareceram seguidos de Karaman,os soldados chegaram e cercaram o Doutor
-Doutor aqui-Emily levantou os braços e o Doutor jogou o aparelho para ela
-joga o aparelho na fenda-disse o Doutor- se possível joga o olhos azuis ai junto
-me devolva isso, seu verme-disse Karaman tentando tirar o aparelho de Emily
a mão dela escorregou do batente e ela segurou em Karaman, os dois foram sugados para dentro da fenda e ela se fechou
-não-disse o Doutor quase que em um sussuro
Ele apontou a chave para as armas e a munição delas caiu, mais guardas apareceram atirando, ele correu de volta para a Tardis e puxou a alavanca


ALGUNS DIAS DEPOIS

O Doutor vagava em uma pequena cidade, ele sem querer esbarrou em moça acompanhada de uma garota de uns 15 anos
-ei, olha por onde anda-disse a moça
-humanos tem tão pouco tempo de vida, pra que gasta-lo com algo tão bobo
A moça franziu a testa e a garota lançou um olhar curioso sobre o Doutor
-você é filósofo?-perguntou a jovem
-apenas um homem com muita experiência de vida
ele foi embora, mas deixou a chave de fenda cair
-espera-disse a garota
Ela pegou a chave de fenda e foi atrás do Doutor ela seguiu ele até um beco, onde estava a Tardis, ela viu a cabine desaparecer diante de seus olhos
-que é esse cara?


Notas Finais


próximo será especial de natal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...