História Doctor Who: Guerra nas Estrelas - Capítulo 15


Escrita por: ~

Visualizações 18
Palavras 416
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Todos à Postos


Fanfic / Fanfiction Doctor Who: Guerra nas Estrelas - Capítulo 15 - Todos à Postos

— Cada caça Jedi será escoltado por cinco ARC-170 — Anakin Skywalker passava o briefing da missão para um pelotão de trinta clones, três para cada nave - um piloto, um copiloto e um artilheiro. — Eu e a Comandante Ahsoka entraremos na fragata para negociar com os criminosos e liberar os reféns.

O hangar do cruzador Repúblicano estava cheio, prestes à sair de órbita estacionária. Ainda assim, baixo demais para qualquer ataque direto de ambos os lados, e nenhum Jedi jamais permitiria um ataque direto de um cruzador à uma nave cheia de reféns inocentes.

A jovem Ahsoka insistiu em ficar um pouco mais com Rose, antes de se preparar para a missão. 

— Ao terminarmos as negociações, uma nave de transporte aboradará a a fragata e levará os prisioneiros. Caso haja hostilidades, chamem reforços e mirem nos tanques de energia — continuou Anakin —,  não queremos o inimigo fugindo pelo hiperespaço.

Todos olhavam para uma projeção holográfica da fragata separatista, uma planta da nave obtiva meses antes em uma missão na Orla Exterior.

Dentre os pilotos, um deles parecia estar preocupado com algo.

— Senhor, as fragatas não possuem canhões e torretas pesadas? Ficaremos espostos ao fogo cruzado!

Dois clones mais jovens se entreolharam, apreensivos.

— Além do mais, senhor, eles provavelmente estão fortemente armados. Acha seguro abordarem a nave sozinhos? — acrescentou Odd Ball, um dos clones mais experientes em serviço na área dos núcleos.

— Ao escapar, consegui destruir a torreta principal — disse Obi-Wan acariciando a barba, visivelmente cansado —, e não se preocupe com a nossa segurança, Odd. Entraremos lá para negociar, não lutar.

— E lembrem-se, amigos! — o tom de aviso na voz de Anakin pegou Kenobi de surpresa — Estaremos lidando com gangsters, não dróides. Portanto não esperem nada previsível — Skywalker fez uma pausa — Esperem uma promoção.

Os pilotos riram, os dois mais jovens comemoraram.

Obi-Wan os depensou e foram prepararem os caças para a missão.

— Mestre — chamou Anakin após despachar os clones —, não acha de fato perigoso entrarmos ali sozinhos?

— Não se preocupe, meu jovem. O conselho confiou esta missão à você e sua aprendiz, não acredito que estavam errados. — Kenobi parecia realmente exausto — Além disso, não aprendeu nada do que lhe ensinei? — o Mestre Jedi abriu um sorriso e foi embora.

Um cochilo não faria mal, pensou. Antes de partir em busca do pequeno grupo que havia se destacado.

Pensou na mulher de armadura. Deve estar morta, ponderou. Ninguém sobreviveria um tiro daquela intensidade.

Por um breve momento, lamentou não a ter agradecido por salvar sua vida.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...