História Doido Pela Minha Aluna - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Daddy, Hot, Maiores De 18y
Visualizações 230
Palavras 589
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá sweets ♥
Tudo bem com vocês?

Capítulo 12 - 12. Jantar


Entrei no elevador com ela, normalmente, não o uso porque uso as escadas como forma de me exercitar.

Assim que chegamos vou à frente, sei que ela me segue.

-Vou à minha casa primeiro. Se quiseres podes ir indo. É nessa porta. - digo apontando para a porta do apartamento da minha mãe. Abro a minha e ela me segue. Sinto a sua presença e o seu perfume a invadir a minha sala.

-Senhor Edward. - ela me chama.

-Sim. - respondo sem dar muita atenção.

-Peço desculpas. - ela diz rapidamente.

-Porquê? - pergunto me virando para ela.

-Não sei. O senhor está esquisito desde aquilo. - ela diz sem graça.

-Ahm. Estou bem. Não me fez nada, senhorita Lewis.

-Posso deixar a minha bolsa aqui? - ela pergunta.

-Sim. Mas porquê?

-Achei que - ela baixa o olhar -que o senhor me ia deixar dormir aqui. - vejo as suas bochechas pegar fogo e rio.

-Ah sim. Não sabia que ja tinhas tomado a tua decisão.- dou uma pausa - Bom, vamos?

Ela assente. A deixo passar e depois de fechar a porta toco à campainha do apartamento da minha mãe, Cátia abre a porta e depois pula quase no colo da pobre e frágil Violeta.

Cátia tem um corpo com curvas enquanto Violeta é uma magrela.

-Miga de um metro e meio!! - fala a doida dando um beijo na bochecha carnuda da minha aluna e depois um no nariz.

Carolina surge na porta, e assim que Cátia solta a pobre Violeta ela se pronuncia.

-Peço desculpas por não trazer nada. É que fui avisada em cima da hora e ... - a minha mãe a interrompe.

-Ora, não tem mal querida. Afinal eu é que te quero agradecer! Entra. Entra. - diz Carolina, guiando a pequena para dentro da casa dela.

Assim que nos assentamos no sofá, a minha mãe leva a minha irmã pelo braço para ela a ajudar a terminar o jantar depois de recusar a ajuda de Violeta.

-Estou a fazer certo? - ela me pergunta.

-O quê?

-Estou a fazer certo ? - ela pergunta tremendo - Da forma como estou a tratar a sua família?

Sorrio e pego a mão tremula e fria dela.

-Sim.

-Como consegue?

-O quê?

-Sempre que pega na minha mão, a sua está quente.

Quando ia falar, Cátia surge e parece admirada.

-Interrompi algo?

Violeta nega desesperada se soltando da minha mão.

-O que foi Cátia? - pergunto sem tentar transmitir a raiva que sinto.

-Vamos jantar?

Assinto e tanto eu como a minha aluna nos levantamos.

Assim que entramos na sala de jantar...

-Querida, gostas de lasanha? Cátia insistiu que fizesse.

-Gosto sim. - falou.

Depois de nos servir-mos a minha mãe, como sempre, puxa assunto.

-Então tu chamas-te...

-Vi-Violeta Lewis.

-Que idade tens?

-Dezoito.

-E... - a minha irmã a interrompe.

-Vamos lá mãe, isto não é um interrogatório.

-Não. Tudo bem mesmo. - diz Violeta sem jeito.

-Tinhas razão filha, esta moça é um amor.

Logo depois de a minha mãe ter falado isso, Violeta cora violentamente.

-Ahhhh.. olha que vermelha que ela fica. - continuou Carolina.

-Ah Mãe. Coitada. Deixa ela . - a defendo.

O resto do jantar correu dentro das normalidades, tirando o fato de tanto a minha mãe como a minha irmã ficarem elogiando a minha aluna até ela ficar mais vermelha que sei la bem o quê.

-Querida, come mais um pouco de pudim.

-Eu não quero mais,mas obrigada, senhora Carolina.

-Oh. Não me chames senhora. Só Carolina.

-Tu-tudo bem.

-Ei miga, abre a boca. - pediu Cátia.

-Mas... - Cátia não a deixou terminar. Deu uma colher cheia de pudim à boca da minha aluna que, como é óbvio, ficou imediatamente vermelha.


Notas Finais


Espero mesmo que tenham gostado. Deixem as vossas opiniões aí nos comentários.

Beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...