História Dois amores e um só coração. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 4
Palavras 542
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Uma ameaça parte II


 Não sei nem por onde começar.
- Por onde voc preferir.
- Vamos lá, a mamãe, era "casada" com um cara, meu pai, ele não era boa coisa, traficante, bandido mesmo, dai engravidou de mim, eu nasci e blá blá blá, enfim, alguns anos depois, ela conheceu o seu pai, e eles acabaram tendo relações, foi quando ela engravidou de voc, porém por medo, ela manteve a mentira de que voc era filha do meu pai, só que de alguma forma, ele tava desconfiado, quando voc nasceu, ele fez o teste de DNA, e claro, o teste revelou o que ele já imaginava, que voc não era filha dele, e ele ameaçou a nossa mãe, e o seu pai, o que fez com que ela fugisse com seu pai, confesso que nunca gostei dele, mas, o que eu podia fazer né? A gente mudou pra outra cidade, pra tentar ter um pouco de paz, mas de alguma maneira, o meu pai nos achou, e ameaçou a nossa mãe, mais um vez, disse que se ela não fosse encontrar com ele, ele iria atrás de voc, ela foi, precisava proteger a filha, e ela nunca mais voltou.
- Ele, ele a matou?
- Sim, quando seu pai descobriu, mudamos de cidade de novo, mas ele nos achou, e ameaçou seu pai, com isso, ele nos colocou no orfanato, e pediu pro nosso atual pai, cuidar da gente, ele conseguiu adotar voc rapidamente, porq o seu pai tinha te colocado no orfanato, e sua mãe, tava morta, mas ele teve problemas pra me adotar por conta do meu pai, tiveram que provar que meu pai era o assassino da minha mãe, demorou quase um ano pra isso, assim que conseguiram provar, o Andre conseguiu nos adotar, e seu pai, sumiu no mundo, não sabemos se esta vivo, ou não.
- Meu Deus, meu pai nos colocou lá, pra nos salvar?
- Exatamente.
- E eu sempre julguei e tive raiva dele por isso, me sinto mal agora.
- Ele pediu, pra que eu só contasse a verdade a voc, quando eu sentisse que voc tava pronta, e entenderia, voc era tão novinha, o seu pai te ama Suh, a mamãe também nos amava, só não fez boas escolhas, e elas acabaram nos afetando.
- E o seu pai, ainda ta preso?
- Fugiu esse final de semana.
- Por isso voc foi pra lá?
- Sim, me chamaram para um interrogatório, pra caso eu soubesse de algo.
- Então, o que pode acontecer agora?
- Eu não sei.
- Acha que ele pode vir atrás da gente?
- Não sei, acho que seria difícil dele nos achar.
- E as outras vezes que voc ia pra lá?
- Eu ia visita-lo.
- Porq? Ele matou a nossa mãe, mudou toda a nossa vida.
- Porq, era o julgamento dele, e eu, precisava depor.
- Contra ele eu imagino?
- Sim, o que deixou ele muito irritado, ele jurou vir atrás de mim, e fugiu.
- Agora nós estamos muito preocupados Suelen, e achamos que é melhor voc's dois irem pra outro lugar, antes que ele venha pra ca.
- Ele tem como nos achar aqui Diego?
- Não, mas tem riscos.
- Vamos ficar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...