História Dois extremos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Killugon
Visualizações 29
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Slash

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada pelos 9 favoritos^^ eu esperava ganhar isso depois de uns 20 caps ;-;

E obrigada pelos comentários, eles alegraram meu dia.

Capítulo 2 - Sua curiosidade


Uma folha seca estava caída na beirada da janela, os galhos da suposta dona daquela folhinha eram vistos no canto superior da janela cheios de folhas iguais. "Perfeito para uma foto." Gon pensou e logo foi pegar sua câmera fotográfica.

O aroma do café que havia sido preparado pairava no ar. O Freecss decidiu preparar a bebida em casa mesmo, depois de ontem, estava um pouco receoso de sair na rua.

Gon tem Déficit de atenção e isso faz com que ele se esqueça de coisas importantes, ou se desligue até mesmo no meio de uma conversa. Ainda bem que o moreno é bem organizado, na parede de seu quarto há vários calendários e papéis colados com fitas para lembrá-lo das coisas importantes que tem de fazer e as coisas que já foram feitas ele risca das listas.

Bebericou a bebida quente em suas mãos. Ele não podia dizer que gostava do sabor, lotava sua xícara com açucar, mas a bebida continuava amarga. Ele só tomava por achar o café muito bonito e por deixar ele mais atento. 

Ele olhou para sua lista e leu um dos itens em voz alta. — Conhecer pessoas novas. — Sim... o Freecss se sentia sozinho. Depois do término de seu namoro, ele não  socializou com mais ninguém, achava que as pessoas sempre acabariam por abandoná-lo.

Nem todas.

Em seu celular, Killua estava no topo da lista de contatos pois era a última pessoa com quem tinha trocado mensagens, essa não seria a chance perfeita de riscar um item da lista?

Gon sempre foi alguém muito decidido, então não pensou duas vezes e enviou um bom dia para o Zoldyck. 5 minutos, 10, 20 e nada do albino responder, quando meia hora se passou Gon viu sua resposta:

O q vc tá fazendo acordado?

Como assim? são 9 horas da manhã!

9 horas da manhã de um sábado!

A conversa pode não ter começado muito boa, mas ela durou exatamente uma hora! os garotos tinham a mesma intimidade de dois amigos de infância. Foi quando Gon colocou seu plano em prática:

Ei, o q acha de saírmos pra papear um dia desses?

Sabe... as pessoas normais costumam manter distância de alguém q atropelou elas.

Eu n sou normal.

Ok, quando?

Domingo, segunda e terça Killua estará de viajem, quarta Gon visitará sua tia, quinta e sexta ambos tem compromissos:

Hj a noite?

Parecia meio desesperado já que poderiam marcar na outra semana, mas a anciedade do moreno não o deixaria em paz até lá:

Ok.

"Sério? ele aceitou assim tão fácil?" O Freecss se perguntava em mente. As horas custavam à passar, mas Gon aguentou firme até dar o horário marcado.

Estava bem frio. Ele vestiu sua blusa de lã preta com gola que cobria até o pescoço e vestiu seu casaco marrom por cima. Usava um jeans azul do qual dobrara as barras e botas marrons com detalhes em preto se olhou no espelho.

Gostou do que viu.

Tinham marcado de se encontrar em uma praça, às 19:00, não demorou muito para o moreno avistar Killua.

O albino usava uma touca preta, jaqueta de couro preta, jeans de um azul muito claro e botas pretas. Tinha muito preto alí, mas a cor definitivamente combinava com a pele e o cabelo muito claros de Killua. Ele se aproximou de Gon. — Olá estranho. — Sorriu meio de canto.

Freecss sorriu também. — Oi, não esperava ganhar um elogio vindo de você. — O Zoldyck encheu o moreno de perguntas: "Onde você mora?", "Quantos anos você tem?", "Já ouviu essa música?" ele foi respondendo todas até uma pergunta surgir em sua cabeça. — Tem namorada? — Ele sabia que essa pergunta mostrava um possível interesse romântico, o que não era o caso de Gon, mas para ele não importava se Killua achasse que era, ele só queria sua resposta.

O Zoldyck coçou a nuca. — Ah não... eu sou assexuado. 

Gon engasgou com a própria saliva. — Cof cof... como é? — Não conseguia acreditar no que acabara de ouvir.

Killua riu meio sem jeito. — Você acha estranho, né? tudo bem, é assim com a maioria das pessoas. — Olhou para o chão e chutou uma pedrinha. — Já estou acostumado.

Quando se recompôs o moreno quase gritou. — Não, não é isso. — Falou mais alto do que desejava. — Eu também sou! — Foi quando os olhos do Killua se arregalaram ao ponto de ficarem semelhantes à duas bolas de gude.

Sem entenderem o motivo, os garotos começaram à rir, talvez por alegria, talvez pela surpresa ou talvez fosse apenas uma mistura de sentimentos que não compreendiam. Gon tinha outra pergunta. — Você já fez... sexo? — Mordeu o lábio inferior em seguida, amaldiçoando sua curiosidade.

— Já... — Respondeu levemente corado.

— E como foi? 

— Mas que abusado, se quer tanto saber faça você mesmo! — Falou com irritação aparente, esse era um assunto que Killua não gostava nem um pouco de falar sobre.

Gon se assustou um pouco e se arrependeu na hora, não era sua intenção irritar o Zoldyck. Ele tinha estragado tudo, não tinha? ficaria sozinho de novo. — Me descul...

— Não, eu que devo me desculpar. — Ele arrumou os fios brancos que caiam sob um de seus olhos e suspirou em seguida. — Foi horrível, eu me sentia... sujo.

O moreno resolveu aceitar essa resposta, um silêncio se instalou, Killua achou desconfortável e resolveu quebrá-lo. — Bem... — Gon não ouviu o resto da frase, tinha se desligado. Em uma situação normal ele começaria à brincar com seus dedos ou ter pensamentos vagos, mas sua atenção continuava em Killua, não em suas palavras, mas em cada detalhe do seu rosto. — Hahaha é engraçado quando você faz isso.

O moreno finalmente acordou e entendeu do que se tratava. — Sério? as pessoas costumam brigar comigo quanto faço isso e... espera... eu fiz isso mais de uma vez?

— Você fez isso umas duas vezes hoje. — Gon sentiu um rubor sútil subir-lhe à face.

Ele estava intrigado, como alguém conseguia prender sua atenção daquela forma? — Me desculpe, é que eu tenho déficit de atençåo, o que você estava dizendo?

Killua deu de ombros. — Se não prendeu sua atenção, não é nada importante. — O albino finalmente olhou nos olhos do Freecss. — Eu quero ir visitar sua tia com você.

O moreno ficou um pouco surpreso com a proposta. — Mas você vai estar chegando de viajem, vai estar cançado e...

— Não foi uma pergunta. — Disse ele o interrompendo. — Bem... tenho que ir, até quarta Gon. — Falou já se afastando e acenando para Gon.

— Até. — Acenou também.

"Killua é assexuado... e se eu ficasse com ele?" se perguntou "Mas ele é um garoto..." não que fosse preconceituoso, ele apenas nunca tinha ficado com um garoto antes e também não sabia se Killua tinha problemas com isso "Se eu gostasse de um garoto um dia, não me importaria." mas era muito cedo para dizer que Gon gostava do albino, ele só achava o rapaz bonito.

Ele despertava sua curiosidade.

O importante é que Gon o encontrou e  tudo pode vir à mudar agora, incluindo os sentimentos do moreno.




Notas Finais


As coisas estão bem calmas por enquanto... vamos ver quanto tempo isso vai durar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...