História Dois idiotas em ação - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 3
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa a demora gente, mas finalmente vou postar o 4°

Capítulo 4 - Que loucura


O Leo entrou na sala e falou:
-Professor a Julia pediu pra ir pra minha sala então me escolheram pra vir aqui, ainda bem porque não tinha quase nenhum amigo meu lá, onde posso sentar?
-Bom dia Leonardo , você pode sentar do lado do Rodrigo.
O Leo ficou feliz, então acho que eram amigos, e o professor virou pra mim e falou:
-Nicole, agora que já acomodamos seu colega, você pode vir aqui se apresentar para os outros.
Fiquei decepcionada, tinha esperanças de que ele tivesse esquecido, mas então fui lá na frente e pensei "pior que isso não fica".
O Leo então pareceu me ver e acenou, eu sorri meio forçada e comecei a falar:
-Então gente, Oi, meu nome é Nicole, vim de outra cidade, um pouco maior do que essa por sinal (todo mundo riu, até porque essa cidade é muito pequena mesmo), minha irmã Priscila é um ano mais velha que eu e está no 2°, minha matéria favorita é matemática,e educação física claro, meu esporte favorito é basquete, eu toco baixo e guitarra, não me perguntem qual dos dois eu gosto mais porque eu não sei, eu amo música, assisto algumas séries, vejo filmes todo dia, e leio muito. Acho que só, posso sentar agora?
-Claro que pode, acho que já deu para a sala ter uma imagem de você. -Respondeu o professor- aliás esqueci de falar, aqui todo mundo me chama só de Gustavo mesmo.
-Ok então...Gustavo.
Me sentei e ele começou a aula, era de história, vi que ninguém prestava muita atenção já que era o primeiro dia mesmo, e durante a aula, um aviãozinho pousou na minha mesa, ele tinha vindo meio da diagonal então olhei pra lá e o Leo piscou, fui ver o que estava escrito lá.
*Hey Nick, por que não me contou que ia estudar aqui? E por que eu nunca mais te vi na rua? Ah, e um aviso, não goste desse professor, ele pode parecer legal na aula mas a prova dele já fez muita gente chorar, na próxima aula a gente conversa, porquê o Gustavo para de falar quando alguém começa e todo mundo olha, mas me responde por esse avião mesmo, e quero resposta não só o avião de volta hein?*
Tudo isso coube numa asa só! Meu Deus, ok, vou responder mesmo né.
*Oi Leo, eu não te falei porque eu não sabia que você estudava aqui, e eu sumi meio que por causa da mudança mesmo, tive que arrumar um monte de coisas, e que história é essa da Julia e do Rodrigo que não podem se ver hein? Me explica na próxima aula.*
E mandei de volta, ele leu e fez um joinha com a mão.
*****
A aula finalmente acabou (e que aula chata) e fui falar com o Leo. Ele então me explicou que no quinto ano, o Rodrigo tinha colocado cola superbonder que ele trouxe de casa na cadeira da Julia, só pra ver se realmente não desgrudava, pelo visto não desgrudava mesmo e a coitada da Julia ficou presa e todo mundo riu, desde então ela não pode ver ele sem morrer de raiva.Eu fiquei meio com medo do Rodrigo, mas o Leo acrescentou, mas fica calma, o Rodrigo só é meio tonto, mas é legal.
Finalmente!!!!! Intervalooooo!!!! Uhuuuuuul!!! Comidaaaaa!!!
Eu estava na cantina indo pedir uma coxinha quando eu escutei uma menina falar :
-Quem é essa baixinha aí na cantina?
-Falaram que ela é do 1° B, mas que não falou muito na apresentação, mas veio de outra cidade, de qualquer modo, ela é meio estranha- respondeu a amiga dela.
-Aposto que ela ainda não namorou ninguém.
-Provavelmente não, olha a cara dela de criança.
Fingi que não ouvi, mas achei elas muito idiotas, quando estava indo procurar um lugar pra sentar o Leo me viu e falou:
-Que cara de bosta é essa?
-Duas meninas lá na cantina ficaram falando de mim como se eu não estivesse lá.
-Vish, pelo visto não foi coisa boa né?
-Não.
-E o que posso fazer pra te deixar feliz?
-Acho que nada, só não gostei delas falando de mim.
-Quem foi?
-Aquelas lá - apontei
-Elas????? A Verônica e a Flavia?? Nunca gostei delas, são as mais metidas da escola. Vou dar um jeito nelas, ninguém meche com a minha amiga nova.
-Ei! Leoooo o que você vai fazeeeer??? -Gritei, mas ele já estava longe.
Eu vi de longe ele tirar um frasquinho do bolso, (o que era aquilo?)  e jogar um líquido nelas por trás, elas não viram ele, porque ele virou bem rápido e entrou no banheiro rindo, então elas fizeram caretas e começaram a andar, por onde elas passavam, as pessoas riam e tampavam o nariz, eu não estava entendendo, então elas passaram por mim e eu comecei a rir feito louca! No shorts azul claro da escola delas, estava uma mancha marrom, provavelmente o que o Leo jogou nelas, e o cheiro estava horrível, como se elas tivessem cagado na calça!! Eu estava rindo mais da cara de confusa delas do que de qualquer outra coisa, quando o Leo voltou eu falei:
-Como você fez isso???
-Uns brinquedinhos da loja do meu tio Francisco- disse ele com uma piscadinha- Gostou?
-Claro! - Falei rindo
-Ótimo, porque agora vai ter que aturar três aulas seguidas de português.
E fomos pra sala
Na hora de ir embora o Leo me passou o whats e eu prometi mandar mensagem assim que chegasse em casa, era incrível como em um dia eu já gostava tanto do Leo e tinha feito um grande amigo. Então sorri e acenei pra ele no portão, ele disse "até o whats ", virei pra minha irmã e perguntei:
-Como foi a sua aula?
-Só conto depois de você, quem é aquele menino fofo que você deu tchau? - Perguntou ela
Então fomos conversando o caminho inteiro e eu não via a hora de amanhã chegar.


Notas Finais


Espero q tenham gostado, posto o próximo mais tarde
¯\_(ツ)_/¯


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...