História Dois Mundos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Taegi
Exibições 289
Palavras 1.866
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo III


CONTINUAÇÃO

-Tá bom, é que eu não quero ficar muito tempo lá em casa, então eu tendo aula de reforço é uma ótima opção, ainda mais em uma matéria que eu gosto. Calma aí que eu quase engasguei, quando ele disse matéria que eu gosto, quando foi que eu imaginei que Kim Taehyung gostava de literatura, o menino que mais conversa e tira a minha paciência, que mal deixa eu dá aula, acabou de dizer que gosta do conteúdo que eu dou, realmente estou surpreso não esperava por isso.
  -Sábia que tem outras coisas pra você fazer, pra não ficar em casa?.
  -Na verdade não tem, provavelmente meu pai iria está atrás de mim pra ver onde estou. Então eu estando em um lugar que ele já sabe pelo menos não está me espionando.
  -O que ele faz isso?.
  -Sim, mais não se preocupe eu já me acostumei. Que pai fica atrás do filho vinte e quatro horas por dia, isso é estranho.
  -Se você diz. Dei de ombro e comecei a juntar as minhas coisas.
  -Olha eu sei que eu não sou a melhor pessoa na sua aula, e também não sou a que mais te escuta, mais por favor continua com essas aulas aqui na sua casa, pelo menos vou ter algum lugar pra ir.
  -E porque eu faria isso?.
  -Olha você não é tão ruim assim ou é? A única coisa que estou te pedindo é que depois das aulas de reforço da escola e que você me traga pra cá, eu juro que não te incomodo, não falo nada,não mecho em nada, não como nada, se você quiser eu posso ficar que nem uma estátua o dia inteiro, mais por favor professor, além do mais meu pai ainda vai estar te pegando. Ele se ajoelhou no chão e disse tudo tão rápido que eu fiquei até um pouco zonzo.
  -Você vai ficar quieto e sem me incomodar?.
  -Vou eu juro. Vi uma pitada de esperança em seus olhos.
  -Tá então a gente continua com isso. Ele deu um sorriso tão grande, eu nunca o vi sorrindo. Porque eu aceitei isso? Também não sei mais alguma coisa me diz que era pra me fazer isso, além do que não tem nada de mal, ele é bom na minha matéria então nas próximas provas e trabalhos vai tirar boas notas e o pai dele é bilionário então o dinheiro que ele irá me pagar não o fará falta. Então está tudo certo, isso se ele ficar quietinho e sem tirar minha paz e meu silêncio nas minhas tardes.
  -Obrigado, eu sabia que você tinha um coração. Ele disse todo animado e começando a juntar suas coisas em cima da mesa.
  -E quem disse que eu não tinha?.
  -Você age como se não tivesse vida sabia, sempre sistemático em tudo, até a caneta em cima da mesa tem que está aliada se não você não consegue dá aula, isso é irritante. Eu fiquei boquiaberto com que ele disse, não sabia que alguém sabia das minhas manias. -Porque ficou assim? Achou que ninguém percebe, você arrumando os livros em cima da mesa, aliando as carteiras da sala, essas coisas que você faz é muito óbvio.
  -Olha é melhor você ficar calado se não eu desisto dessa idéia. Disse me levantando pegando minhas coisas e caminhando até a escada. -Não meche em nada.
  -Sim senhor. Disse e eu pude perceber ele rindo. Por que eu aceitei isso mesmo? Acho que já estou mudando de idéia, eu não vou aguentar ficar aqui em casa com um moleque de 16 anos tirando minha paz e meu silêncio. Em menos de meia hora ele já sorriu mais do que eu na minha vida inteira e fez coisas irritantes, eu não suporto isso, respira Min Yoongi, não é nada demais. Espero mesmo que não seje.
  Chego no meu quarto, coloco a minha pasta e meu casaco em seu devido lugar. Tiro minha roupa e vou em direção ao banheiro, onde tomo um banho rápido.
  Saio rapidamente, coloco uma roupa confortável que consiste em uma blusa branca e uma bermuda preta.
  Saio do meu quarto e desço novamente. Chegando na sala vejo Taehyung deitado no meu sofá. O QUE? Ele está com os pés no meu sofá. Vou rapidamente até ele e empurro ele do meu sofá até o mesmo cair no chão, que abuso é esse?.
  -Aí, pra que tudo isso professor?. Se levantou resmungando do chão.
  -Não deita mais no meu sofá, entendeu?.
  -Olha eu apenas deitei, não fiz mais nada, eu pensei em ligar a TV só que aí eu me lembrei que você falou pra mim não mecher em nada, aí eu pensei que colocar o celular pra carregar só que eu fiquei com medo de você me xingar por ter alguma....
  -Chega Taehyung. O cortei.
  -O que eu fiz agora?.
  -Você está me irritando.
  -Mais eu não fiz nada. Ele disse de uma forma manhosa parecendo uma criança, eu apenas revirei os olhos.
  -Eu aprecio o silêncio, e você não está me dando a oportunidade de tê-lo. Me virei de costas pra ele e caminhei até a cozinha.
  -Mais eu não tenho nada pra fazer então vou conversar com você. Me seguiu.
  -Não vai não, vai planta bananeira mais me deixa quieto, vejo que não está cumprindo essa parte.
  -Tá bom desculpa. O que ele pediu desculpas Kim Taehyung, o menino que me estressou desde o começo desse ano, está se desculpando comigo?.
  -Repete.
  -Repeti o que?.
  -O que você acabou de dizer.
  -Desculpas?. Perguntou confuso.
  -Acho que nunca vou me acostumar com Kim Taehyung pedindo desculpas. Disse pegando algumas coisas na geladeira, estou em pensando em fazer algum lanche pra nós dois.
  -Palhaço. Revirou os olhos.
  -Me respeita moleque sou mais velho que você. Coloquei tudo em cima da bancada e comecei a preparar um sanduíche.
  -Posso ver TV?. O encarei. -Não me olha assim eu estou pedindo pelo menos, não tem nada pra mim fazer, por favor.
  -Tá bom, mais sem colocar os pés no em sofá.
  -Sim senhor. Ele foi todo animado pra sala e eu revirei os olhos. Quem elegeu ele como "popular" da escola, não passei nem uma hora com ele e acho ele mais criança do que criança do primário.
  Não demorou muito e eu acabei de preparar os sanduíches, eram dois um pra mim e um pra ele, não sou uma pessoa tão ruim ao ponto de deixar ele morrer de fome. Coloquei os dois copos de suco e os dois sanduíches em cima de uma bandeja e levei para a sala.
  -Você fez isso pra mim?. Pergunta pulando no sofá.
  -Sem pular no meu sofá. Coloquei a bandeja em cima da mesinha de centro e me sentei no sofá ao seu lado. -E não acostuma. Ele sorriu abertamente. O que deu nele pra ficar sorrindo tanto? Tenho cara de palhaço por acaso.
  -Obrigado. Ele pegou o sanduíche e deu uma grande mordida, esse moleque é pior do que criança e eu sei que já repetir isso umas cem vezes só hoje, mais vou repetir outras mil porque é a mais pura verdade.
  -Sem deixar cair no sofá. Mordi o meu também é direcionei o meu olhar pra TV e vi que ele estava assistindo desenho animado a fala sério?. -Taehyung eu não vou assistir desenho pode mudar de canal.
  -Por favor, assisti você vai gostar eu prometo.
  -Taehyung.
  -Por favor professor, olha assisti só um pouco se você realmente não gostar eu mudo.
  -Tá tanto faz. Revirei os olhos.
  -Você é novo mais tem a alma de um velho rabugento. Disse baixo se eu não tivesse ao se lado não teria ouvido.
  -O que?.
  -Há nada não. Continuou prestando atenção na TV.
  -Não abusa Taehyung. Ele apenas riu.

_____

  Não é que assistir desenho animado foi legal, não achei que uma animação ia ser tão divertido. Olhei para Taehyung é ele estava dormindo, meu deus eu sou uma boa pessoa com ele deixando o mesmo passar a tarde aqui em casa, e ele abusa da minha boa vontade.
  Pego a bandeja com os copos e os pratos e levo pra cozinha e os coloco dentro da pia. Volto para a sala pensando em acordar Taehyung, mais paro e fico o encarando, como eu acordo uma pessoa? Eu nunca acordei ninguém, eu tenho que balançar ou só chamar? Parece questionamentos bobos mais eu realmente não sei.
  -Está me achando bonito? Tira uma foto que dura mais. Me assustei com sua voz e dou um pulo pra trás.
  -Que me mata do coração moleque?. Coloquei a mãos no peito por causa do susto que levei.
  -Eu que deveria ter assustado acordar com você me encarando desse jeito. Ele se sentou e se expregiçou.
  -Eu só não sabia como te acordar, da próxima vez te empurro do sofá, agora pode ir embora que seu horário aqui em casa já acabou. Esse moleque sabe ser abusado viu, isso que dá ser legal com alguém uma vez na vida.
  -Tá bom eu já vou, mais amanhã eu volto. Se levanta e pega sua mochila e caminha até a porta.
  -Amanhã eu não dou aula pra vocês é meu dia de folga.
  -Não dá de manhã, mais eu sou especial e vou vir aqui pra ter "aula" mesmo assim.
  -Você é um folgado. Abri a porta pra ele sai.
  -E você é um doce de pessoa professor. A ironia em suas palavras era notável, eu apenas revirei os olhos.
  -Vai embora logo Taehyung. O empurrei pra fora e bati a porta em sua cara mesmo.
  -Tchau pra você também. Ouvi do outro lado da porta, eu apenas dei de ombros e subi para o meu quarto. Vou preparar minhas aulas para quinta feira, eu sei que é daqui a dois dias mais eu gosto de me manter sempre organizado, além do mais preciso me distrai com alguma coisa que eu gosto, o Taehyung conseguiu tirar a minha paciência, além de ter tirado o meu silêncio que é a coisa que mais aprecio. Então com isso em mente peguei meus matérias e comecei a preparar minhas aulas.

_____

  Já está de noite e eu acabei de preparar todas as minhas aulas tanto as de quinta quanto as se sexta, eu acabei empolgado e fazendo tudo de uma vez. Agora eu estou morrendo de fome, pois não ingeri nada a tarde toda.
  Desço e vou para a cozinha preparar algo pra comer. Como não estou com paciência de ficar inventando coisas essa hora da noite vou fazer lamen de novo. Sim macarrão instantâneo é a melhor coisa, é gostoso, rápido e prático de se preparar.
  Abro o armário pego o mesmo e o preparo rapidamente, logo já acabei de comer. Olho pra pia e vejo a louça que sujei a tarde com Taehyung, eu penso eu deixar ali, mais eu não conseguirei dormir sabendo que tem essa bagunça aqui em baixo pra lavar. Começo a lavar tudo e quando percebo já havia acabado. Subo novamente, escovo meus dentes, apago as luzes e me jogo na cama. Eu estou cansado, Taehyung só com hoje conseguiu tirar toda a minha energia, não quero nem imagina como vai ser amanhã.

 


Notas Finais


Obrigado pra quem leu eu sei, que talvez quem sabe deixei vocês com expectativas demais pra nada, então me desculpe por isso é não né matem. Beijinhos no kokoro de vocês e até amanhã 😘 😘 😘 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...