História Dois príncipes (jikook ABO) - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook Abo
Visualizações 276
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus príncipes e princesas

Olha quem voltou das cinzas?!
Isso mermu

EUUUUU

"pq tu sumiu assim lanne?"

Bom neh, eu tô tendo um ensaio enorme nessas semanas e meu tempo para escrever é de 0,1%
Pq eu ainda tenho que arranjar tempo para descansar, e esse ensaio é para a apresentação dessa semana na minha escola
Então meu foco só fica nisso

Me desculpem não ter avisado antes, nem para isso tive tempo
E minha criatividade vai embora tbm

Mas com um pouco de esforço consegui fazer esse cap aki para vcs
Bejus e não sei quando postarei novamente😘😘😘♥♥

Capítulo 38 - Chapter thirty-two


Acabamos por chegar ao local, jungkook saiu do carro, rodeou o mesmo e abriu a porta para que eu pudesse sair


- Não precisa ser um cavalheiro jungkookie -falei saindo do carro e ele fechou a porta

- Ah preciso sim, tenho que cuidar do meu bebê -ele pareceu pensar melhor- dos meus dois bebês -sorri e ele pegou em minha mão entrelaçando nossos dedos


Entramos no Hospital a frente, eu estava um pouco nervoso, não gosto muito de hospitais, médicos, enfermeiros, cirurgiões e etc. Mas com jungkook do lado eu me sentia melhor, mas o medo continuava, melhor eu falar com ele

Já dentro do local, me sentei na cadeira de espera que tinha ali exatamente esperando jungkook ir na recepção e voltar. Comecei a pensar no bebê, olhei minha barriga que ainda não continha nenhum volume e sorri involuntariamente imaginando quando ele ou ela chegasse, seríamos uma família linda, aproveitei e acariciei minha barriga

Jungkook voltou me vendo fazer um leve carinho na região, o alfa depositou um selar no topo de minha cabeça e depois em meus lábios sorrindo para mim ao separar

- logo seremos chamados -ele avisa e aceno o vendo sentar ao meu lado e passar o braço sobre meus ombros, seguro a mão do mesmo fazendo um carinho ali

- Jungkook, eu tô meio nervoso -disse mordendo de leve meu lábio inferior

- por que pequeno? -Ele estava um pouco preocupado

- Bom, é que… -pausei pensando em como falar- eu não gosto muito de hospitais, médicos e nem enfermeiros, eu fico sempre nervoso quando entro em hospitais

- Se acalma mochi, não vai acontecer nada, ninguém vai te fazer mal -tentou me reconfortar, o que deu meio certo

- É né, por que da última vez que um médico me tocou quem precisou de ajuda depois foi ele -vi jungkookie arregalar os olhos com minha fala

- Que Agressivo pequeno -ri- "você não vai ser igual seu omma não né bebê?!" -falou perto de minha barriga tendo uma "conversinha" com nosso(a) filho(a)

- Ei -fingi estar ofendido- ainda bem que ele ou ela não escuta ainda -ele riu

- Só imagino quando nosso bebê estiver nos nossos braços -kookie falou olhando um ponto fixo em meio a parede branca do local

- O médico espera por vocês na sala sete -a recepcionista nos avisa


Acenamos com a cabeça e nos levantamos, fomos até o corredor não tão grande e branco procurando pela sala de número sete

Não demorou nada até acharmos, logo em seguida batemos na porta e fomos respondidos com um "entra" pela pessoa do outro lado. Entramos na sala e eu me sentei na cadeira a frente do médico que estava a olhar algo e seu computador

Ele era um beta pelo simples fato de seu cheiro não ser como de um alfa ou ômega, mas sim um cheiro calmo e bem baixo. Digamos que se eu não tivesse o olfato um pouco apurado eu nunca sentiria o seu cheiro


- boa tarde senhores… vocês são?!-sua voz era um pouco familiar para mim, além de sua aparência, parecia alguém com quem vivi minha infância

- sou Jeon jungkook e esse é meu noivo e ômega Park jimin -o médico a frente pareceu estar um pouco surpreso quando jungkook disse meu nome

- jimin… interessante… -olhou em meus olhos e voltou a ver algo em seu computador, e em todo esse tempo eu me mantinha Calado

Por que você é tão familiar?






Continua…


Notas Finais


I love you vuxes ♥♥♥♥😉
Me perdoem novamente😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...