História Dominique - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Duquesa, Medieval, Princesas
Exibições 22
Palavras 412
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


A pedidos, mais um capítulo <3

Capítulo 2 - Dominique e Kathleen Blakenburg


Fanfic / Fanfiction Dominique - Capítulo 2 - Dominique e Kathleen Blakenburg

Não era nada anormal em que eu vivesse sempre em apenas meu mundo, não dando chance para ninguém entrar, nem mesmo minha irmã... Sou a “cretina” por fingir que tenho quaisquer sentimentos por ela? Provavelmente. Se sou “cretina” por usar ela? Provavelmente. Mas como disse antes, não sinto menor remorso.

Dividindo um chá com a minha irmã, na sala de estar do castelo, ela está falando algo em que eu não estou prestando atenção, pelo simples fato de ser... Entediante. Kathleen era uma garota entediante, fraca e chorona. Tinha horas que eu não a aguentava, de certa forma, sim, cheguei a me preocupar com ela, verdadeiramente. Mas como todo sentimento, ele se esvaiu rapidamente.

Minha mente vagou pelo passado, enquanto crianças, ela brincava com os outros irmãos e eu, apenas observando-os. A ama sempre me incentivando para que eu me juntasse à eles, mas tão pequena... Os via como selvagens, correndo para um lado para o outro, desperdiçando energia, preferia ficar quieta, os estudando.

Toda vez que Kathleen caia, os outros viam ao seu encontro, ela abria o berreiro e todos as acudiam. Quando eu caia? Nem careta fazia, de alguma forma a dor me fazia sentir viva e não “doía” tanto assim ao ponto de me fazer expressar algo, nunca quis atenção demais. Claro que eu entendia que ela não fazia de propósito, via isso nela, a sinceridade da sua dor. Mas isso não significava que eu teria dó, ou me importasse.

E ela fala demais... Ah como fala, sou acostumada com o silêncio, às vezes a quietude era tanta que eu podia ouvir meu coração bater, mas não era o caso quando estava com ela. Eu apenas sorria gentilmente, assentindo e dizendo qualquer coisa. Realmente sou uma cretina... Porém, em minha defesa, Kathleen tinha tudo para ser uma mulher forte, ela tem voz, ela tem controle, mas prefere choramingar da forma mais irritante possível... De qualquer forma, creio que em alguma parte de mim ainda aja carinho verdadeiro à ela. Só não sei onde essa parte se meteu.

A desejo bem, é verdade, pois posso ser muitas coisas, porém, não sou ingrata e ela percebeu a minha dor quando eu não havia mostrado a ninguém, a perda de... Thomas. Apenas por isso, continuo a vir visita-la, a ouvi-la tagarelar sem parar, mesmo que eu não esteja prestando atenção e ela nunca saberá desse meu segredinho. Kathleen Blakenburg, você merece coisa melhor, apenas mais do que isso, mais do que eu.


Notas Finais


É curtinho mesmo hahaha <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...