História Dona Flor e seus dois namorados - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, DaeSung, G-Dragon, SeungRi, T.O.P, Taeyang
Personagens DaeSung, G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Visualizações 13
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá
Espero que gostem do novo capítulo :)
Adivinhem quem se ferrou no Enem....exatamente, eu mesma....kkkkkkkkkkkkk

Capítulo 7 - Chá


Fanfic / Fanfiction Dona Flor e seus dois namorados - Capítulo 7 - Chá

-Estou com gripe e gostaria que minha namorada fizesse um chá- afastou-se e me encarou

-Então, pede para ela

-É o que estou fazendo- pegou minha mão,fez aegyo e abraçou-me

Nesse momento percebi que ele estava doente mesmo, Seung sempre odiou fazer aegyo, mas se tornava o rei dos aegyos, melhor que o maknae, quando doente.

Encontrava-me na cozinha fazendo chá para Seung, ás vezes nem acreditava no quanto eu podia ser idiota, deveria ter saído por aquela porta e só voltar quando ele pedisse desculpas. Vou entregar esse chá e sumir, falei para mim mesma.

Segui em direção ao jardim, enquanto esperava o chá pegar o gosto da hortelã que havia colocado, peguei o celular e vi que tinha recebido um vídeo de ninguém mais, ninguém menos que Yeonhee....comecei a rir do pequeno que dançava ao som de Turn it up do T.O.P.

Passei mal quando ele olhou para a câmera e tentou falar inglês, pedindo para que fosse até sua casa montar legos com ele.

-Então....você também recebeu esse vídeo- Choi se encostava no batente da porta com a xícara em mãos.

-Você devia estar repousando

-Eu estou com gripe e não morrendo-sorriu

Revirei os olhos

-Que seja, vou pegar minhas coisas e ir embora- guardei o celular no bolso e passei por ele que continuou admirando a vista do jardim.

Procurei pela casa para ver se alguma peça de roupa se encontrava perdida e fazendo isso observei diversos quadros novos e cadeiras também. Assim que vasculhei por todo local, peguei as roupas que tinha achado e segui em direção a porta. Quando estava finalmente prestes a sair escutei um grito de dor que me assustou, fazendo com que derrubasse algumas blusas no chão. Depois de ficar estática por alguns segundos, entrei em discussão comigo mesma.

-Não é meu problema......mas e se ele estiver precisando de ajuda.....não, ele só está tentando me fazer ficar preocupada..........acho que é melhor ir checar.

Virei-me em um giro de 180 graus e segui em direção ao quarto, já me arrependendo da decisão. Quando adentrei o cômodo, Seung se encontrava com cara de dor.

-O que foi?

-Ai! Tá doendo muito

Sentei na cama ao seu lado

-Ai! Tá doendo

-Onde?- perguntei preocupada

-Mds...AI! que dor- fechou os olhos por alguns segundos na tentativa de se acalmar e aliviar o que estava sentindo.

Comecei a ficar um pouco nervosa, minha cara devia expressar o quanto estava assustada com a situação.

-Seung! Me fala, onde?

Choi, então, pegou minha mão e a guiou para a região....mas minha cara mudou totalmente quando ele a guiou para seu pênis- e seus lábios formaram um sorriso malicioso.

-Não acredito! Não me assusta desse jeito seu idiota!- bati nele.

-Ai está doendo Hana- desta vez ele falou com um sorriso brincalhão no rosto

-Estou indo embora- levantei, mas fui impedida por ele que pegou minha mão

-Me desculpa- virei e o vi cabisbaixo- Não queria ter te envergonhado, foi infantil da minha parte pensar que você teria algo com o Seungri....Quando vi vocês dois,lembrei do meu tempo no exercito, eu era incapaz de pensar em outra pessoa além de você, não pensava na minha irmã, na minha mãe...apenas em você, por mais errado que possa parecer. Toda noite nos alojamentos ficava pensando na possibilidade de você ter outro e isso me irritava profundamente. Hana com você quero tudo.....Sabe eu nunca fui bom com esse negocio de sentimentos, e por isso muitos de meus relacionamentos acabaram, deve ser porque nunca realmente senti nada pelas outras, e por conta disso não era capaz de entender.........Hana.....eu te amo, me perdoa?

Sentei novamente ao lado de Seung na cama

-Eu também te amo- selei nossos lábios por breves segundos

-Você está melhor?

-Sim, o chá que você fez realmente ajudou- beijou minha mão

-Fico feliz- fiz cara de desentendida- pode me mostrar onde doía mesmo?

Ele começou a rir, mas os risos deram lugar a uma cara sugestiva, quando minha mão foi descendo até seu membro.Fiz com que fechasse os olhos por breves segundos, assim que coloquei a mão na região desejada e dei uma leve apertada.

Não me movi, apenas olhei e esperei ele abrir os olhos lentamente para me fitar.

-Aii Hana tá doendo!- dessa vez falou com cara de deboche

-O que quer que eu faça?- falei com a melhor cara de desentendida que podia fazer

-Faz massagem para passar- fez bico

Quando comecei a desabotoar a calça dele, o mesmo desmanchou o bico e começou a morder o lábio inferior, baixei a peça de roupa até seus joelhos e observei o membro dele ereto.

-Gosta do que vê?- perguntou olhando-me nos olhos

-Sim-passei a língua nos lábios

Desci a ultima peça de roupa que cobria seu pênis, que saltou assim que baixei a cueca. Abri a boca com a motivação de abocanhá-lo, mas fui pega pelo cabelo antes que completasse o serviço.

- Quero as suas mãos

Assenti e sorri. Minhas mãos seguiram uma trilha desde seu abdômen até a virilha, Seung observava meus movimentos atentamente. Acariciei a glande, e ele fechou os olhos novamente. Então posicionei uma de minhas mãos ao redor e comecei a estimular a região fazendo os movimentos de subida e descida. Com a outra mão massageava os testículos, e de vez em quando dava atenção para a glande.

Atentava-me ás expressões, nos olhos de Seung que se tornavam mais marcantes quando o mesmo estava excitado, e seus gemidos roucos que ecoavam pelo quarto. Vê-lo daquela maneira extremamente erótica acabou fazendo com que também ficasse excitada.

Percebendo que ele não iria durar muito mais aumentei a velocidade, comecei a estimulá-lo com mais rapidez.

-Ahhh....Hana...eu vou

Então ele se desmanchou com os meus toques, e seu gozo escorreu pelas minhas mãos. Esperei alguns segundos para ele se recompor, assim que o fez, pegou-me suavemente pelo braço e fez com que deitasse sobre o seu peito. Olhei para cima cacei seus olhos, ele me fitou e sorriu.

-Como você pode ser tão boa comigo? Quando sabe que ajo como um idiota

-Talvez seja porque você é especial para mim- idiota!(falei em japonês)

-Hey! Não vale, você sabe que meu ponto fraco é o Japonês- repita o que falou agora mesmo em uma língua que eu entenda.

-Eu disse que te amo- falei em inglês e comecei a rir

-Por que será que eu sinto que não foi isso que você falou antes- riu

Colocou uma das mãos em meu queixo e selou nossos lábios.

 


Notas Finais


Me perdoem pelos erros de português
Comentem!!! Quero saber o que estão achando da fic :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...