História Dongsaeng - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet
Personagens Hansol, Jaehyun, Johnny, Joy, Kun, Mark, Seulgi, Taeyong, Ten, Winwin, Yuta
Tags Comedia, Nct, Original Character, Red Velvet, Romance, Takeachance
Visualizações 50
Palavras 3.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de mais de uma semana, estou de volta!
Doente, com aulas, mas de volta!!
Eu iria postar dois hoje, mas passei mal não fui para a escola e no fim não tive mais a ideia q eu queria.
Aí pensei assim, se eu postar um capítulo hoje e outro perto do fim da semana vai ser mais legal, aí vocês terão bastante "Dongsaeng" para ler XD!
Enfim, aproveitem o capítulo!!
PS: ele ficou um pouco maior que o primeiro
PS2: se tiver erros é porque eu estou cansada muito para revisar mais de 2 vezes.

Capítulo 3 - Noona;


Minha irmã diz que eu tenho meio que um sensor para merdas. Sempre que ela vai fazer alguma coisa que eu sei que não vai dar em coisa boa, eu digo para ela não fazer. E no que se dá? Eu estava certa. Então eu posso encher meu peito de ego e soltar a famosa frase "eu te avisei". Se você já passou por essa situação sabe como é gratificante a sensação da superioridade de conhecimentos sobre vida, ou só sensor de merdas mesmo.

Voltando, infelizmente esse meu lindo sensorzinho aparentemente só funciona com os outros, ou pode funcionar com a minha vida e eu o ignoro, porque se tem duas coisas que eu me arrependo são: ter inventado de colocar no meu currículo que eu tinha conhecimento básico em 3 idiomas que eu só ler alguns caracteres do alfabeto, e ter acreditado na Yoona.

Incrivelmente essas coisas se ligam, estranho né? Quem imaginaria que uma mentirinha básica para encher meu currículo, já que eu sou uma vagabunda que não faz quase nada, iria me fazer ter que coordenar um grupo de estrangeiros em uma gincana de faculdade para assim arrumar um escravinho?

Pois bem, aconteceu. E lá estava eu de frente a dois chineses, um canadense, um japonês, um tailandês e o Jaehyun.

Detalhe, eu nem sei pronunciar o nome do tailandês. Não me culpe, tailandês é difícil para um excelentíssimo senhor caralho!

De toda forma, eu ainda estava fodida e não sabia como que esse plano da Yoona daria certo. Ela poderia sei lá, ter me colocado com só canadenses, ou só chinês, ou só tailandeses (mentira tailandeses não), ou só japoneses, ou melhor ainda SÓ COREANOS.

Como eu não tinha mais nada para fazer, fui fazer a coisa mais sadia e correta naquele momento.

-Desculpa meninos!- Dei um sorriso e eles me olharam- Mas eu preciso antes ir na diretoria de clube checar suas listas de matrícula e seus níveis em coreano para nossa futura convivência. Já volto!

Nem esperei eles falarem nada e já saí.

Você estava esperando algo bem ridículo né? Mas desculpa, eu sou fina, e gente fina sabe sair da situação de modo mais fino ainda. Sorry society!

Na verdade isso foi só uma ótima mentira que eu arrumei para ir matar a Yoona mesmo. Então eu me dirigi ao local mais provável que ela estaria. Perto do Taeyong talvez? Sim, talvez. Porém eu conheço a minha amiga há muito tempo e sei o que ela realmente é, um "monstro viciado em doramas", segundo a mesma.

-YOONA EU TE ODEIO! - Cheguei super fina na sala da diretoria do clube. Pelo menos a Yoona estava lá. Agora descubra o que ela estava fazendo.

A: estava se pegando com o Taeyong

B: estava dormindo

C: assistindo drama

Se você chutou "a", "b", ou "c" parabéns... Você errou! Eu até queria que tivesse sido uma dessas alternativas, porém a Yoona conseguiu fazer uma alternativa nova.

D: "Chorando" junto com a Seulgi-unnie porque o Wook está indo para o exército.

Hoje o meu dia está se resumindo a perder credibilidade com a Yoona e agora com a Seulgi-unnie só de brinde.

-Nun nem vem, me deixa sofrer aqui em paz.

-Nada disso e nada de "choro", até porque em menos de 2 anos ele tá da volta.

-Mas 2 anos é muito tempo, como é que a gente iria aguentar? - Yoona falou manhosa com a Seulgi-unnie ao seu lado só concordando.

-Tá tá. Isso não importa agora- Falei tirando seu celular da sua mão e levando duas caras feias como resposta. Super maduro Seulgi-unnie, super maduro - Como é que eu vou conseguir meu escravinho com um grupo repleto de estrangeiro e o Jaehyun-ssi?

-Que história é essa de escravinho, Nun-yah?- Repreendeu/perguntou Seulgi-unnie.

-É mais ou menos assim, unnie. - Yoona explicou com uma enorme empolgação-Nun presta atenção também porque aí eu já explico as duas e volto pro meu Wookzinho.

 

Credibilidade da Yoona 15/100

 

-É simples, Unnie. A Nun quer um dongsaeng já que ela acha ridículo já ter vivido esse tempo todo de sem um dongsaeng pra lhe ajudar, bla bla bla.

 

Credibilidade da Yoona -1/100

 

-Aí o Taeyong nos chamou para participar da recepção dos hoobaes, e como você já sabe ano passado nossa credibilidade com os sumbaes se tornou inexistente, então aceitei isso como forma de desculpa.

 

A nossa credibilidade com os sumbaes ainda consegue ser maior que a minha com a Yoona agora.

 

-Porém... Como eu sou uma ÓTIMA amiga eu tive a brilhante ideia de deixar a Nun como líder de um dos grupos, para assim ela arrumar seu tão esperado dongsaeng vulgo escravinho.

-Ahh... Agora entendi, é até um bom plano, bem coisa de dorama. - Gargalhou levemente e olhou para a Yoona -Acho que você está muito viciada ein Yoona-yah- Brincou a Unnie, tadinha, mal sabe da realidade.

-Certo, voltando. - Continuou sem nem ligar pro comentário da Unnie -Agora a parte que a Nun quer saber. - Murmurei um "nossa obrigada pensei que nunca iria falar", e ganhei uma cara de cu da Yoona seguida de uma ignorada.

-Então, eu coloquei a Nun com o grupo de estrangeiros porque né, eles são estrangeiros e não entendem tão bem da nossa cultura. Logo é mais fácil os fazer acreditar que os dongsaengs são realmente uns escravinhos! Brilhante não é? Eu sei!

 

Credibilidade da Yoona 99/100. Eu sou difícil.

 

-Tá, sem doramas para você por um bom tempo, Yoona-yah. - Brincou a Unnie.

Seu celular tocou logo em seguida sinalizando uma mensagem

- Meninas, desculpa tenho que resolver umas coisas ainda, parece que o incompetênte do Hansol não limpou o local ainda. Beijinhos! -E assim saiu correndo pela porta, mas logo voltou e só colocou a cabeça para dentro me desejando boa sorte e foi embora.

-Então, Nun, brilhante o plano né?

-Realmente! - Afirmei convencida- Sua credibilidade até aumentou um pouquinho mais -Ri e ela me acompanhou -Ah, tem como você me mandar a matricula dos meninos e seus níveis de coreano?

-Já estão em anexo no seu email. -Falou orgulhosamente -Eu preparo tudo minha querida Park Nun!

-Estou vendo -Falei surpresa- Enfim, estou indo porque 5 candidatos a escravinho e o Jaehyun me esperam.

-ARRASE!!

-Vou é me arrasar, mas a vida que segue.

[...] 

A caminhada para a morte deve ser horrível, toda quente com umas chamas iluminando um túnel escuro, ou ainda é o caminho da sua casa quando você fez merda e sua mãe descobriu.

Porém essa minha caminhada era incrível. Em vez de chamas tinha pessoas, e não era um túnel era a sala do clube da faculdade. No final eu não encontrei alguém pra julgar meu destino, quer dizer talvez o que eu encontrei julgará meu destino, mas ficaria feliz em ser julgada.

Não sei se era o porque eu estava muito surpresa na hora, que eu não percebi a beleza do grupo "d" aka possíveis dongsaengs. A beleza deles era tão linda que pode ser caracterizada em uma comida.... Amendoim.

Existem vários tipos de amendoim, e cada um dos intercambistas era um.

O Dong Sicheng era o amendoim em natura, simples porém extremamente bom e não tocado, porque ele parece um bebê.

O Qian Kun era o amendoim caramelizado. O sorriso doce dele deixa qualquer um com diabetes.

O Nakamoto Yuta era o amendoim japonês (porque será né?) mas ele tinha uma aura que me lembrava esse amendoim, másculo como a casca, e sutil como o amendoim em si.

O Mark Lee era o amendoim que se compra no mercado e você pensa que só é amendoim porém na verdade ele é feito com muitas coisas. Resumindo é surpreendente.

E por fim, o Ten (não sei falar Chittaphon sei lá o que), ele é como o amendoim com sabor de pimenta, por fora parece ardente mas possui um sabor diferente, mas muito satisfatório de conhecer.

E o Jaehyun, mesmo ele não sendo um intercambista ele também é um amendoim, acho que qualquer amendoim porque como os outros ele é muito gostoso.

Na verdade eu só fiz essa enorme comparação para falar como os rapazes eram gostosos. E eu já estava desejando que eles todos juntos fizessem um incrível lemon, porque eu respiro yaoi, e já aceitei meu destino de morrer só.

Depois dessa longa análise sobre os meninos finalmente cheguei perto deles e pude perceber que estavam já socializando. Até o Sicheng que parecia mais tímido falava mais que eu, se isso é possível. Talvez terei que mudar os amendoins.

-Pessoal... - Chamei eles já me colocando mais para perto de onde eles estavam sentados, os assustando.

-Nun-yah! Olha só o aegyo do Ten!!- Jaehyun falou me empurrando para perto do Ten que estava bem no início do sofá.

O que eu vi não tem como ser descrevido, parecia que um bebê tinha te olhado com aqueles olhinhos grandes e fofinhos e depois dado um risinho, deixado a cabeça cair levemente para o lado e depois te encarado um pouco mais. Eu fiquei sem reação, só pude ouvir um risada altas dos meninos.

-TEN, ME ENSINA!! -Só ouvi o Yuta gritar que recobri um pouco mais da consciência. E fiquei um tempo mais parada ainda me recuperando da tonelada de fofura que foi despejada no meu lindo ser até olhar de novo para os meninos e perceber que todos estavam fazendo aegyo.

Não vou mentir, tinha uns tão estranhos que toda a fofura que eu absorvi com o Ten foi dar um passeio sem volta em Plutão encontrar toda a sociedade que o EUA construíram lá com as mentes mais inteligentes que já existiram.

Sou a rainha das teorias de conspiração, eu sei.

Vocês não acharam estranho Plutão não ser mais um planeta e logo depois mesmo assim continuaram as pesquisas lá? Coincidência? Eu acho que não!

-Nun-sumbae- Saí da minha imaginação com Mark me chamando, pelo visto nem todos estavam fazendo aegyo, eu nem estava plena saúde mental mesmo, e ainda estava sem meus óculos. E eu sou míope e astigmática, não me condenem!

-Sim, Mark! Desculpa, eu estava pensando em... - Parei um pouco e encarei de novo o restante dos meninos- Plutão?

-Aquele que era um planeta anão e agora não é mais?

-Esse mesmo!

-Mas porque você estava pensando nele?

-Já que você perguntou. Não é muito estranho ele continuar sendo estudado pela NASA mesmo depois dela excluir Plutão da classificação de planetas?

-Será que a NASA fez isso para despistar qualquer atividade, talvez ilegal, que ela está fazendo?

-ERA EXATAMENTE ISSO QUE EU ESTAVA PENSANDO!!- Afirmei muito animada e cheguei mais perto do Mark já que ele tinha se recuado, talvez de medo.- Eu penso mesmo que a NASA... Sei lá, colocou todas as pessoas mais fodas no mundo para fazer um império estadunidense.

-Isso é muito louco.- Afirmou se aproximou de mim e colocou seu braço no meu ombro, achei estranho mas eu sou estranha.- Mas não é impossível... Imagina só se você compartilhar isso para o mundo.- Continuou porém desta vez se virou para mim me olhando nos olhos já que tínhamos estaturas próximas.- Podiam te chamar de louca? Com certeza.- Virei os olhos.- ENTRETANTO se isso for levado a sério, investigado e provado... Nun-sumbae, você se tornaria lendária.

-Pensei que você iria falar “LEGEN... wait for it... DARY”.

-VOCÊ GOSTA DE HOW I MET YOUR MOTHER?- Deu um pulo e segurou minhas mãos, mal sabia ele tadinho.

-Não. Achei muito cópia de Friends.- Dei de ombros e o vi ficar meio desapontado como quem tinha esperado por uma coisa mas recebeu o total oposto, como foi o que aconteceu.

-Mas se você quiser podemos assistir juntos depois, talvez você me faça gostar? O que achas?-Dei um sorrisinho e recebi um sim animado como resposta. Até porque eu não estou numa situação em que eu possa perder qualquer candidato a dongsaeng. Se o Jaehyun, que é mais velho que eu, quiser ser, eu estou aceitando.- Então... O que você queria antes?

-Sim, já estava me esquecendo.- Se dirigiu até uma mesa, pegou uma mochila que deve ser sua, e voltou ao meu encontro. –Aqui estão uns papeis que o Johnny-sumbae me entregou sobre o encontro.

Peguei os papeis, e vi que era uma pasta onde tinha vários horários do encontro, as atividades do encontro, o lugar, e a pior coisa... O alojamento. O alojamento do grupo “d” era o mais longe da cozinha, segundo um mapa que estava anexado. E talvez para piorar ou não, eu teria que dividir com os meninos.

Só digo uma coisa, se tiver uma cama de casal ela é minha.

-Pessoal??- Olhei ao redor de onde estava e não vi os meninos, só o Mark que estava ainda ao meu lado.- Mark-ssi, você viu os meninos?

-Foram no refeitório.

“Ótimo, vou ter que gastar energia indo atrás de uns estrangeiros e o Jaehyun”

-Eu tenho que me apresentar a eles ainda.- Falei olhando pro Mark- Quer ir comigo, ou você prefere ficar aqui? Mas não poderia sair do sofá para eu não te perder.

-Eu fico aqui mesmo.- Respondeu e eu o olhei desconfiada- Não se preocupe eu estou cansado, ficarei aqui. No máximo quando voltar eu estarei dormindo.- Deu um leve sorrisinho murmurei um “Tudo bem.” e saí. Eu sei como é uma merda quando atrapalham o sono de alguém, deve ser pior do que quando atrapalham uma transa. Quando alguém me atrapalhar eu digo, quando eu transar, talvez.

Mudando de assunto, deve haver três motivos para a Yoona ter escolhido participar do clube de animações. Acho que eu não disse antes, mas ela faz gastronomia. Super a ver né? Mas então, ela escolheu esse clube por minha causa, já que ela me ama e estamos juntas sempre.

Quem me dera que fosse isso. Ela só escolheu porque aqui é o bloco mais perto do refeitório, aqui é mais tranquilo e possui muitos sofás. Logo é perfeito para ela e para mim também, dá pra dormir e é perto da comida. Melhor coisa, amo meu clube ésse dois (s2).

Como eu disse, é perto do refeitório, nem precisei virar mil corredores como o povo do clube de dança, mas eles são fitness eles aguentam. Quando entrei no refeitório não demorou para localizar os meninos. Simplesmente porquê o refeitório estava vazio, só eles mesmo para ir lá às 4 da tarde e comer o resto do resto do almoço.

 -Nun-sumbae! Venha aqui!- Kun me chamou com a boca cheia de alguma comida inidentificável.

Eu já iria para perto deles mesmo, então não falei nada para ser educada. – Porque você vieram tão tarde para cá? Sabem que agora quase não há comida, certo?

-O Yuta-yah estava com vontade de comer alguma comida coreano já que é o seu primeiro dia aqui na faculdade- Sicheng respondeu e pegou mais uma porção do seu hambúrguer.

-Esse é o seu primeiro dia aqui na Coreia, Yuta-ssi?- Perguntei me sentando em frente a ele, e achando estranho já que o seu coreano é muito bom.

-Eu moro aqui há 3 anos já, porém sempre me disseram que a comida da universidade era ótima- Falou de boca cheia comendo um mochi.- E realmente estão certos. Esse é o melhor mochi que eu já comi!

-Isso é porque o curso de gastronomia daqui é ótimo!- Falou Yoona chegando de supetão nos surpreendendo. –Com licença, gente.- Concluiu e se sentou ao meu lado.

-Yoona-sumbae realmente sabe de todas as coisas daqui.- Bajulou Sicheng me fazendo revirar os olhos.

-Ela faz gastronomia.- Falei dando de ombros fazendo com que eles tirassem suas próprias conclusões.- Na verdade é que o cozinheiro daqui é ótimo.- Olhei para a Yoona- E, só por curiosidade, ele não se formou aqui.

Desviando do assunto e recebendo uma cara de cu da Yoona, fiquei em pé, atraindo a atenção deles para assim finalmente me apresentar.- Mas isso não vem ao caso, e nem é importante agora.- Olhei para eles.- Vocês provavelmente me conhecem, e eu conheço vocês. Porém é só um conhecimento vago, e eu não gosto disso.- Pude ouvir a Yoona resmungar um quase silencioso “Lá vem”.

-E, como nós vamos ficar um tempo juntos, até dormir no mesmo cômodo, mas acho que essa parte vocês estão sabendo agora...- Fui cortada por um Ten curioso, mas sinalizei com a mão aberta pedindo para que ele me deixasse terminar, e assim foi feito.- Espero que nos tornemos amigos, e que vocês me tratem como uma irmã mais velha, menos o Jaehyun-ssi que é mais velho que eu. E, podem contar comigo para qualquer dúvida sobre o curso ou a cultura coreana!- Finalizei com um sorrisinho mostrando todo e meu falso afeto a eles.

 -Que lindo Nun-noona!- Fomos despertos pelo Mark que estava vindo e batendo palmas, mas não de um modo irônico, ele tinha caído na minha história pelo visto.

Vendo ele batendo palmas, Sicheng o acompanhou e logo todos do grupo “d” e incrivelmente a Yoona estavam batendo palmas também. A Yoona estava batendo de modo irônico mas os outros nem perceberam, e, se perceberam pensaram que eram briguinhas de amigas.

Mesmo sendo tudo armado, eu até fiquei feliz pela ação deles, talvez seja carinho ou só o meu egocentrismo. Deve ser Nuncentrismo, mesmo. De toda forma ignorei meus pensamentos e sorri alegremente para os meninos, dando o maior sorriso de orelha a orelha que eu podia dar com o meu projeto de boca.

Mark já estava vindo me abraçar, mas eu achei estranho isso, deve ser coisa de estrangeiro. Então o bloqueei e o recriminei. -Mark-ssi, eu não lhe falei para não sair da sala?- Ativei meu ultra modo de mãe e briguei com ele, mas até que foi bom já que ele deu uma risadinha e me abraçou, e durante o abraço disse em um tom relativamente alto. –Desculpa Noona!

Enquanto ele continuava me abraçando eu mudei o modo de mãe para ultra cara de pau, eu não liguei para os olharem estranhos ao meu redor, e ainda afaguei a cabeça dele de modo carinhoso. Fazendo todos os outros ao meu redor ficaram ainda mais sem entender aquilo tudo, porém agora comovidos.

E, só ouvi um grito da Yoona lá trás sobre algo que eu não entendi bem. Parecia algo relacionada a abraço, e logo os outros 5 garotos vieram ao meu encontro quase me matando sem ar.

Já falei que tenho asma? Então... Eu tenho, e para piorar ainda mais sou claustrofóbica, dar para imaginar a merda que deu.

Entretanto, a minha linda amiga resolveu entrar na bagunça do abraço, mas felizmente foi separando os rapazes, pois eu já estava quase sendo confundida com uma daquelas paredes dos final do refeitório. Os meninos rapidamente me soltaram e acho que fizeram uma fila, de reverenciaram e me gritaram em um volume que qualquer um daquela universidade poderia ouvir.

-Desculpa, noona!

Fiquei surpresa e fiz uma cara estranho logo após, soltando um leve “Que?” que aparentemente foi ouvido por eles.

-Nós não podemos te chamar de noona?- perguntou Mark já que ele foi o primeiro a me chamar assim.

-Claro que podem sim.- Sorri para eles, ou talvez para a parede já que ainda estava tonta do “abração”.

-Eles estão alí- Yoona virou eu rosto com quase nenhuma delicadeza e assim pude finalmente ver suas silhuetas. Murmurei um “Obrigada”, ela assentiu e assim continuei. -Só achei estranho porque o Jaehyun-ssi é mais velho que eu, mas vocês podem me chamar sim. Isso me deixou muito feliz!

Alguém me dar um Oscar, obrigada.

-Foi a força do momento.- Jaehyun falou rindo timidamente talvez envergonhado, mas acho que na verdade ele curte uma noona.

-Tudo bem “oppa”- Forçadamente falei e sorri. Sendo acompanhada por todos e a Yoona que estava com um olhar de “Se não te derem um Oscar eu dou”.

O clima sorridente não durou muito, logo foi quebrado pela Yoona que queria fugir dalí.-Estou indo agora.-Ela falou se levantando fingindo que tinha alguma mensagem no celular.- Fiquem com a “noona” de vocês.

Acompanhamos com o olhar ela sair, e logo após houve um silêncio esquisito que logo foi cortado por mim.

-Então vamos voltar para a sala do clube?

-Claro, noona!- Falaram em uníssono, e nos dirigimos ao clube.

Passo 1: Conseguir afeto deles, concluído com sucesso.

É, talvez meu sensor esteja funcionando perfeitamente, e esse plano não vai dá em merda.


Notas Finais


ESPEERO QUE TENHAM GOSTADO! S2
Um beijão, principalmente para @By-Eun-Kyung que comentou os capítulos S2, e um bom início de semana!!
Ps: Vocês já tem algum shipper?? Twitter: @dojaetae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...