História Dono do morro e a dona da máfia. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Flavia Pavanelli, Holland Roden, Natalia "Nah" Cardoso
Personagens Flavia Pavanelli, Holland Roden, Nah Cardoso
Tags Brigas, Drogas, Festa, Romance, Surpresas
Visualizações 94
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Festa, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Capítulo 11.


Fanfic / Fanfiction Dono do morro e a dona da máfia. - Capítulo 17 - Capítulo 11.

       ● POV Kath●

Hoje eu acordei com muita dor de cabeça, então tomei um remédio e fui pro meu banho porque hoje tem escola😕, mas enfim, quando eu terminei meu banho eu fui pro closet, coloquei uma langerie vermelha, uma calça legging preta, um cropped branco com listras cinzas , uma jaqueta jeans e um coturno preto, fiz uma make básica, coloquei meus acessórios, arrumei meus cabelos e minha mochila, me olhei a última vez no espelho e desci e encontrei a Cami já arrumada e comendo.

eu: Bom diaa!

Cami: só se for pra você.

eu: nossa sua grossa, aconteceu alguma coisa?

Cami: sim, hoje tem aula e amanhã também, e depois, e depois...

Eu: ok, já entendi, vou comer e nós vamos tá?

Cami: ta.

eu comi e nós descemos pro carro, chegando no colégio e estava cheio de gente na porta.

Eu: tá pronta?

cami: não, e você?

eu: também não, vamos?

Cami: Já que não tem outro jeito, vamos né.

Saímos do carro atraindo olhares de garotos bonitos e de garotas furiosas que estavam com eles, entramos no colégio e vimos a bia 

Eu/cami: oie

Bia: oi minhas cabritas.

Eu: eu tô ansiosa, vamos pra sala?

Bia: vamos.

Entramos na sala e um trio de garotos assobiou pra gente.

Garoto 1:  nossa, esse ano já começou bem.

Ele falou e eu revirei os olhos , sentamos no fundo da sala e logo todos entraram e o professor também que se eu não me engano é de história.

Prof: bom dia alunos, vejo que tem rostinhos novos aqui na sala, vamos fazer o seguinte, cada um se levanta e se apresenta pode ser?

A turma assentiu e eu fui a última.

eu: Eu sou a Katherine mas prefiro que me chamem de Kath.

Prof: você e a camilla falam diferente, vocês são de onde?

eu: nós nascemos no aqui no Brasil mas fomos criadas na Itália, o que nos faz mais italianas do que brasileiras.

Garoto 1: hm, mercadoria importada, melhor ainda.

Prof: olhem o respeito com as meninas, onde já se viu, gostaria se fosse sua irmã Pedro? 

Ele logo ficou quieto e me olhou com raiva, oxi o que eu fiz?

Prof: isso é muito legal Kath, pode se sentar.

eu sorri e me sentei, umas quatro meninas me olhavam com desgosto elas eram tipo patricinhas , roupa arrumadinha, cabelo perfeitinho, maquiagem demais, eu tenho que pensar em um apelido... já sei.

Finalmente hora do intervalo, recreio, hora do lanchinho, chamem do que quiserem, sentamos em uma mesa que tinha na ponta com as meninas.

Cami: o professor de história é legal.

Bia: prefiro o de ciências, e vocês vão conhecer ele amanhã, ele é muito lindo.

Cami: Aí eu gostei,mas eu já tenho meu amor, Kath você tá bem? 

Eu: tô sim, só estou pensando.

Lacraia maquiada: vocês estão sentadas na nossa mesa.

Eu: não vi seu nome aqui.

Lacraia maquiada: hahaha que engraçado tô morrendo de rir, saiam, essa mesa é nossa.

eu: e se a gente não sair?

Lacraia maquiada: vocês vão se ver comigo.

Aí que garota chata, se eu quiser eu apago ela mas como eu estou boazinha eu levantei, peguei meu suco de laranja e joguei nela.

Eu: ops desculpa, foi sem querer, acho que você está meio suja.

Voz irritante: AHH!  Sua vaca, você arranjou a pior inimiga desse colégio, eu vou acabar com vocês.

eu: toma um banho primeiro fofa

Ela e o grupinho dela saíram, a bia e a Cami estavam me olhando de boca aberta.

Cami: tá mais calma?

assenti.

Bia: por isso que eu amo você, foi simplesmente fantástico.

Eu: eu só tava meio sem paciência pra aturar a lacraia maquiada.

Bia: lacraia maquiada? Adorei

Elas se acabaram de rir e eu ri também.

O resto do dia foi normal, a lacraia me olhava com raiva e eu mandava beijo ou sorria pra ela, o tal do Pedro e os amigos dele me olhavam com cara de safado e eu dava dedo do meio, saímos da escola e fomos pro carro.

Chegamos no morro e a Bia disse que o carro não ia poder subir porque o Bn tava fazendo alguma coisa no morro que eu não lembro porque eu nem prestei atenção, fomos subindo o morro a pé.

Eu: Ai não .

Cami: que foi?

Eu: esqueci meu celular no carro, vão subindo que vou lá buscar e encontro com vocês na casa do Bn.

Bia: ta mas não demora.

Desci tudo de novo querendo me matar, esse morro é enorme, finalmente cheguei no carro e peguei o bendito iphone 7, coloquei no bolso e fui subindo de novo quando eu escuto uma voz me chamando, sabe aquelas vozes de puta, que é meio fininha e irritante, pois é era exatamente assim.

Voz de puta: Aí, é Kath não é?

Eu olhei pra trás e vi a dona da voz com mais duas garotas, concerteza é puta porque tava com o short no útero e um cropped que quase não tampava os peitos delas.

Eu: sou eu mesma, por quê?

Putiane : eu só te chamei pra avisar que o Bn é meu e se eu ver vocês juntos de novo eu acabo com você.

Eu: foi mal mas o Bn é meu namorado e vai continuar sendo.

As meninas do lado dela riram e ela também.

Putiane: meninas acho que vamos ter que acabar com ela.

eu ri e como eu precisava me desestressar eu disse:

eu: vocês podem tentar.

Elas vieram e eu bati muito nelas, elas não conseguiam encostar um dedo em mim, teve uma que tentou puxar meu cabelo mas aí eu torci o braço dela, duas delas já estavam no chão, só a voz irritante que ainda tava tentando me bater, quando eu ia dar um soco nela eu vejo o st segurar ela, e sinto mãos na minha cintura me segurando.

Eu: me solta que eu vou acabar com essa puta!

Bn: Calma amor, relaxa.

Ele disse me segurando mais forte, só que eu tava com muita raiva então eu torci o braço dele me soltando e o imobilizei de joelhos no chão, a Cami negava com a cabeça e a Bia tava chocada assim como o st e o lk, percebi o que eu estava fazendo e soltei o Bn.

Eu: amor desculpa, te machuquei?

Ele levantou do chão sério.

Bn: cobra e Vt, leva as meninas pro hospital, st leva a bia e a Cami pra casa, Lk vai com o st, você vem comigo.

Disse apontando pra mim e eu olhei pra cami sem saber o que fazer, agora ferrou.

Fui seguindo o Bn e logo chegamos em um lugar que deve ser a boca porque tem caras com armas vendendo drogas e umas garotas com roupas ridículas sentadas no colo deles.

Entrei na sala e o Bn entrou atrás de mim

Eu: amor, foi sem querer, eu tava muito estressada,nao vi direito o que eu estava fazendo...

Ele me interrompeu com o olhar sério.

Bn: onde aprendeu aquilo? E não mente pra mim, você bateu em três garotas ao mesmo tempo e me imobilizou de joelhos no chão com uma mão só , sabe quando foi que isso aconteceu comigo? Nunca. 

Eu:  e-eu fiz aula de luta, na verdade eu e a Cami, defesa pessoal

Bn: aquilo não foi defesa pessoal Katherine.

Eu fiquei quieta olhando pra ele, eu não sabia o que dizer, se eu falasse demais tudo ia por água abaixo.

Bn: fala alguma coisa Katherine.

Eu: amor desculpa, não foi por querer.

eu não estava mais aguentando segurar as lágrimas então eu comecei a chorar, os meus pensamentos estavam me atormentando. Ele se aproximou de mim com e sua feição seria desapareceu.

Bn: Calma amor, não chora, eu sei que foi sem querer mas mesmo assim você vai ter que ensinar aos meus vapores a sua "defesa pessoal".

Ele disse sorrindo e me abraçando, eu sorri também.

Eu: pode marcar um dia que eu ensino tudo que eu sei.

Bn: eu estava brincando.

Eu: mas eu não, tô precisando me desestressar, e seus vapores são perfeitos.

Bn: ok, isso vai ser engraçado, amanhã depois da sua escola, pode ser?

Eu: pode.

Eu sorri e a gente se beijou , voltamos pra casa dele abraçados mas antes compramos um sorvete na lojinha do morro mesmo, quando chegamos na casa do Bn todos estavam no sofá.

Eu: Oi gente.

St: oi gente? Pode começar a explicar mocinha, aquilo foi fodástico.

Todos rimos.

Bn: amanhã vocês vão ensinar a "defesa pessoal de vocês" Cami você e a Kath são as novas professoras de luta .

Cami: Vamos ensinar a quem?

Bn: aos meus vapores.

Lk/st: pera,  como assim? 

Bn:é isso mesmo que vocês ouviram, avisem a todos e dividam os vapores em 3 grupos, o 1 grupo começa amanhã e vocês dois estão nele.

O st riu.

St: é zuera né ?

Eu: não, amanhã nos vamos brincar.

Disse com um sorriso diabólico e a Cami riu, o st e o lk estavam assustados.

Lk: sua namorada é louca Bn.

Eu: a sua também.

Lk: sério amor?

Cami: sérissimo.

Disse também com um sorriso diabólico.

Passamos o resto da tarde rindo e brincando, eu e a Cami fomos embora 21: 00 , pois amanhã tem aula de novo e de tarde tem luta, eu vou adorar bater nos vapores do Bn, vai ser Hilário.











Notas Finais


Só passei pra relembrar que amanhã vão ter dois capítulos. Beijinhos😚💜💙😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...