História Don't be a fool - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Shawn Mendes
Tags Shameron
Exibições 380
Palavras 1.074
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom vou dar continuidade a historia, o capítulo ta meio chatinho, mas prometo que vai melhorar,espero que gostem.

Capítulo 2 - Capítulo 01


Já era madrugada, e eu estava frustrado por não conseguir dormir, teria que acordar cedo para o primeiro dia de aula, que na minha opinião era o pior, todo aquele alvoroço de reencontros me deixava sufocado.

...

Nada melhor do que acordar com olheiras, o que se destaca bastante na minha pele, não é que esteja tão ruim assim, mas pareço estar drogado. Depois da minha lerdeza matinal desço para o café onde minha já se encontra de saída para o seu trabalho.

– Bom dia filho, já tem café na mesa! – Ela já vai saindo, mas volta. – Pode pegar dinheiro na minha bolsa vou chegar mais tarde hoje.

– Obrigado mamãe, tenha um bom dia! – Respondo e solto um sorriso para ela.

Minha mãe trabalha na recepção do hospital da cidade, e isso toma maior parte do tempo dela, já até deia a ideia de arranjar um emprego para ajudar nas contas, mas ela não permitiu, agradeço bastante por ter ela aqui comigo, não sei o que seria sem ela. Depois de tomar café, saio de casa e caminho vagamente pela rua, a escola fica cerca uns vinte minutos da minha casa, e como de costume ao chegar na escola fico sentado no gramado do pátio observando, vários rostos novos, e veteranos se abraçando e sorrindo o que me deixa bastante distraído até alguém gritar no meu ouvido e me assustar.

– Lydia! Já disse para não fazer isso. – Sorrio e ela senta ao meu lado, Lydia é aquela garota que fala com todos, e todos a querem por perto com seu lindo cabelo loiro acobreado, basicamente a única pessoa da escola que me nota.

– Shawn você poderia ser menos introspectivo, e me procurar para saber como foram minhas férias?

– Você sempre sabe onde me achar Lydia. – Respondo. – E sabe que não gosto de lhe atrapalhar.

– E eu já disse que você não atrapalha fofo. – Ela retruca apertando minha bochecha. – E só para constar obriguei a secretaria da escola a lhe deixar na minha turma, e nas próximas férias vê se atende esse seu celular!

–Como queira senhorita Martin! – Digo rindo.

– Acho bom!

E o sinal toca estragando a nossa conversa, Lydia tira um gloss da bolsa e passa em seus lábios, típico dela, e sai me arrastando pelos corredores com um sorriso no rosto para todos a qual passávamos. Finalmente já no terceiro andar chego na tal sala que a ruiva havia me colocado, e merda, basicamente só havia o grupo dos populares, pessoas detestáveis na minha opinião, mas Lydia era prova viva de que isso não servia para todos.

– Lydia senta aqui! – Chamou uma garota morena, se eu não me engano Camila.

A ruiva me arrastou até o local, mas por sorte conseguir me livrar e ir ao outro lado da sala, vi a cara zangada que ela fez para mim, e por sorte novamente o professor chegou na sala.

– Sentem-se por favor, vejo que temos um aluno novo na turma, se apresente por favor! – Ele estava falando comigo? – Você mesmo. – Ele estava lendo meus pensamentos?

– Não sou novo professor. – Vi algumas pessoas rir, o que me deixou vermelho.

– Com licença professor, ele sempre estudou e creio que não necessidade há necessidade de se apresentar. – Salvo pela Lydia, o que gerou piadinhas como “Uhh defendendo o namoradinho”, e o braço levantando de um garoto bronzeado ao lado de Nash Grier. – Babacas.

– Mas respeito com os colegas senhorita Martin. – Lydia revirou os olhos. – O que deseja rapaz?

– Sou novo aqui, e acho que há necessidade dele se apresentar sim. – Odeio esse garoto.

– Claro, se apresente. – Disse o professor serrando os olhos para mim, e se virou para o garoto bronzeado.

– Sou Shawn Mendes. – Disse um tanto que apressado.

– Prazer Shawn. – Acenou o garoto, provavelmente eu estava da cor de uma pimenta, vi Nash revirar os olhos. – Sou Cameron Dallas, vim da Califórnia, e sou primo do Nash.

– Bom, sejam bem-vindo a turma e a escola... – Tedio, tedio, tedio e mais tedio. – Estão dispensados, aproveitem o ano!

Após o professor sair, a maioria se levantou para montar seus grupinhos e jogar conversa fora, e eu fiz o que sei fazer de melhor, deitei minha cabeça sobre meus braços na superfície da mesa e tentei dormir.

– Shawn? – Ouço a voz da Lydia, e me levanto para olha-la. – Me desculpa por isso, não era a minha intensão lhe colocar nessa sala para esses babacas te tratarem assim, só queria ficar mais próxima de você.

– Tudo bem Lydia, sei que não fez por mal, e te agradeço por isso. – Sorrio.

– Já disse que o seu sorriso é o mais fofo dessa escola? – Apertou minhas bochechas. – Deveria sorrir mais.

– Já sim, várias vezes.

– O garoto novo não tirou os olhos de você durante a aula. – Olho para o local onde ele se encontrava, e realmente ele estava olhando para mim e quando percebe vira o rosto rapidamente para falar com Nash.

– Ele parece ser legal. – Digo como desdém.

– A Shawn você precisa fazer amizades! – Já disse que ela fala muito? – Além de mim com quem mais você fala nessa escola?

– Agora não sei te responder. – Na verdade ninguém.

 – Camila! – Lydia chamou a morena. – Shawn essa é a Camila, ela não é tão babaca como os outros.

– Mas respeito viu mocinha! – Camila revirou os olhos. – No que precisar, só pedir Shawn.

– Digo o mesmo. – Sorri.

– Awwn que sorriso fofo! – Lydia olhou para mim com cara de deboche. – Bom agora preciso dar uns beijos no primo do Nash, ele é um gato.

– Acho que não vai rolar Cami! – Lydia riu.

– Por que não?

– Acho que ele já está de olho em outra pessoa. – Lydia arqueou as sobrancelhas para mim, o que que ela quis dizer com isso?

– Quem? – Retrucou Camila.

– Futuramente acho que você saberá. – Lydia falou convicta.

– Licença meninas preciso ir ao banheiro.

Saio caminhando pelos corredores em direção ao banheiro do terceiro andar, na minha opinião são os melhores, estão sempre limpos e vazios, acabo rindo sozinho por pensar tanta besteira e finalmente entro em um dos boxes do banheiro e alivio a bexiga, ao sair do banheiro me assusto por ver Cameron no espelho, ele sorrir.

– Shawn Mendes, não é?

– Isso. – Respondo tímido.

– Meus amigos vão dar uma festa no final de semana, quem sabe você não aparece por lá?! – Ele fala entusiasmados.

– N-não, obrigado. – Por que sempre acabo gaguejando?

– Claro. – Ele sorrir. – Você deve preferir passar o final de semana com sua namorada. – Ele comenta parecendo está chateado.

 

 


Notas Finais


Gostou? Não? Deixa seu comentário falando no que posso melhorar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...