História Don't be a fool - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Shawn Mendes
Tags Shameron
Exibições 153
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo! Deixem seus comentários pra mim saber se estão gostando, e favoritem também!

Capítulo 4 - Capítulo 03


“              – Por que? – Minha curiosidade acaba comigo. – Acho que seus amigos não vão gostar disso, acho que já percebeu isso com a Lydia.

                – Eles são amigos do meu primo, não meus. – E finalmente o sinal toca indicando a volta às aulas.

                – Temos que voltar. – Digo mudando de assunto.

                – Infelizmente. “ Continuação...

Bom o resto do dia foi completamente chato e entediante, nada do que fosse normal no meu dia a dia, cheguei em casa já era quase três horas da tarde e só fiz me jogar no sofá e dormir lá mesmo.

                ...

 já era noite, olhei no relógio já eram seis da noite. Subi e fui direto para o banheiro do meu quarto tomar banho para poder sair, afinal das contas ainda tinha que me alimentar, depois de todo esse processo peguei o dinheiro na bolsa da minha mãe e as chaves da casa, ao sair verifico se tranquei realmente a porta, sempre tive essa mania, a minha rua parece estar deserta, exceto por um mendigo sentado na calçada usando o celular, Shawn que babaquice mendigos não tem celular e acabo rindo sozinho.

– Shawn!? – Como o “mendigo” sabe meu nome? – É você?

– Sim, porque? – Perguntei tentando reconhecer a pessoa que por fim tirou o capuz da cabeça revelando Cameron.

– Não estava me reconhecendo?

– Não, o que faz aqui? – Pergunto de uma maneira seca.

– Eu moro aqui. – Disse apontando para a casa que estava atrás dele. – E você?

– Moro nessa rua também. – Ele pareceu contente. – Desculpa eu preciso ir andando, tchau.

– Aonde vai? – Ele perguntou ao se levantar.

– Procurar alguma coisa para jantar e você?

– Eu ia sair mais o Nash, mas ele furou. – Ele fez uma pausa. – Posso ir mais você? É que não conheço muito a cidade.

– Tanto faz. – Sigo caminhando de lado com ele.

– Uou te fiz alguma coisa que não gostou, me desculpa tá? – Ele disse risonho.

– Eu que peço desculpa. – Falo sem graça.

Caminhamos em direção ao centro da cidade em silencio até ele quebrar mais uma vez.

– Não tem facebook?

– Não, por que?

– Te procurei hoje mais cedo e não te achei lá. – O que ele queria procurando meus dados em uma merda de rede social? O respondi com apenas um “Ata”. – Você não é de falar muito, não é?

– Não.

– Não tem amigos? Tirando a Lydia.

– Não.

– Bom, eu poderia ser seu amigo? – Olhei de relance e ele estava sorrindo.

– Se os seus amigos permi...

– Shawn já disse que eles são amigos de Nash, não meus. – Ele parou na minha frente, e ficamos cara a cara. – Não preciso deles, preciso de você. – Apertou minha bochecha de uma forma carinhosa o que me deixou bastante vermelho. – Porque esta corado?

– Precisamos ir logo. – Tirei a mão dele do meu rosto e sair andando.

Continuamos caminhando em silencio, mas minha mente estava a mil, o que esse garoto quis dizer com preciso de você? Por fim chegamos em uma lanchonete e pedimos dois hambúrgueres uma coca para Cameron, e um suco para mim. Ele não tirou os olhos e mim enquanto comíamos e o seu silêncio era perturbador.

P.O.V Cameron Dallas

Apesar do seu silencio, Shawn era absolutamente incrível, como as pessoas não gostavam de estar na companhia dele? Somente eu e aquela ruiva conseguíamos ver quem era realmente Shawn Mendes através daquela sua máscara indestrutível, e eu iria fazer de tudo para telo para mim, sim, eu não menti quando disse que precisava dele, porém acho que ele não gostou do que eu disse, e aqui estamos nós sentados em uma lanchonete e eu realmente não consigo admirar sua beleza, uma beleza que parecia triste por dentro e que até agora não tinha visto um sorriso sincero, mas que para mim já era perfeito.

– Você deveria sorrir mais. – Quebrei o silêncio, acho que ele já estava intrigado com isso. – Você tem um sorriso incrível.

– O-obrigado. – Disse envergonhado. – Você t-também.

E com isso ganhei minha noite, voltamos para casa e disse que iria com ele para escola no dia seguinte, e ele só disse um “Tudo bem, tenha uma boa noite. ”, e eu Cameron Dallas não perdi a vez e soltei um “A noite foi maravilhosa, obrigado Shawn. ”, eu não iria tentar parar de descobrir quem é Shawn Mendes e ele só me fazia despertar ainda mais minha curiosidade.

– Que sorrisinho bobo é esse filho? – Perguntou minha mãe. – Já está apaixonado?

– O que você acha mãe? – Perguntei sorrindo de orelha a orelha.

– O traga aqui amanhã, quero conhecer esse menino que está roubando o coração do meu filhinho! – Disse minha mãe fazendo carinho no meu cabelo, e sim ela sabia que eu gostava de garotos.

– Não sei se ele gosta de mim mãe, ele é bastante fechado! – Disse inseguro. – Estou com medo dele não gostar de mim.

– Tenho certeza que ele gosta de você.

P.O.V Shawn Mendes

Tive um sonho bastante estranho, eu estava de mão dadas com o garoto novo, vendo o pôr do sol, uma das coisas que mais amo fazer, e o do sonho foi o mais bonito que já vi, todas aquelas cores estavam lindas, só não entendi muito a presença de Cameron ali e ainda de mãos dadas, terminei de me arrumar e desci, para variar minha mãe já havia saído, peguei uma maçã e sair para escola, Cameron já estava me esperando ali no mesmo canto da calçada.

– Bom dia. – Disse ele animado.

– Bom dia. – Respondi.

– Minha mãe o convidou para ir lá em casa mais tarde! – Ele falou de mim para mãe dele? Para que fazer isso?

– Não sei se é uma boa ideia. – Falei apreensivo.

– Claro que é! – Disse animado. – Aposto que ela vai gostar bastante de você.

– Tudo bem então. – E por fim acabei cedendo.

– Certo, esteja lá as sete!

Continuamos o caminho calado, na escola ele sentou ao meu lado e sempre me perguntava alguma coisa em que ele tivesse duvidas, o que gerou certo olhares para mim e me deixou bastante nervoso, o intervalo foi a mesma coisa, não saiu um minuto se quer do meu lado mesmo em silencio, e sim eu estava gostando um pouco disso.

– O que os pombinhos estão fazendo? – Chegou Lydia sentando-se ao meu lado no gramado do pátio. – Já estou ficando com ciúmes do meu Shawn!

– Seu? – Perguntou Cameron rindo. – Você já o perdeu, agora ele vai ser meu. – Falou ele convicto.


Notas Finais


Aceito criticas construtivas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...